17/10/2013

Cão abandonado vira mascote de parada de ônibus

Animal vive há cinco meses no local com ajuda de frequentadores

Um cachorro abandonado se transformou no mascote entre frequentadores de uma parada de ônibus de Ceilândia (DF). O animal apareceu no lugar há cinco meses e estava magro e doente. Atualmente, o bichinho está com a saúde melhor, depois de ser cuidado pelos moradores da região.  Na parada de ônibus, pessoas se revezam para colocar água e comida para o cachorro. Até uma casinha foi colocada para o cão. Mas o animal ainda não foi adotado por ninguém. Sem um nome definido, o cão é chamado de Grandão e Caramelo. Ele costuma dormir durante o dia na parada de ônibus.  
Moradores da região fazem campanha pelo Facebook pra que o cão seja adotado. Quem quiser adota-lo deve ligar para o telefone (61)8566 5993 ou (61) 9127 3471.


Fonte: R7

10 comentários:

  1. Lindos, o cão e a atitude do pessoal!!!

    ResponderExcluir
  2. Só tenho a lamentar. Casos exatamente iguais acontecem aos montes, são os animais "comunitários". Inclusive, aqui no RS já tem uma lei que os protege. Mas quem vai protegê-lo da maldade humana? Até agora ele teve sorte. Não vai faltar um fdp que ou o mate a pauladas, dizendo que foi atacado, ou coloque veneno, o que ninguém fica sabendo quem foi. Essa é uma solução temporária, somente até que seja adotado por alguém. É que ninguém quis levá-lo, acham mais fácil tratá-lo ali, mas não o querem nas suas casas. É o que sempre acontece. Não é "de raça". Se fosse ... Tomara que nada lhe aconteça até que apareça uma alma bondosa pra levá-lo. Ele merece uma casa. Com tanta gente circulando por ali, será que não tem ninguém que possa adotá-lo? O tal do "dono" abandonou-o. Ou ele se perdeu e não consegue voltar pra casa, o que vem a dar no mesmo: precisa de um lar, urgentemente. Já estou preocupada com ele, antecipadamente. Sempre tem um desgraçado que FINGE que gosta dele, mas na primeira oportunidade vai lhe fazer mal. Infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. maria do carmo17/10/2013 20:40

      Infelismente concordo com você Teresinha...sempre tem um maldito que se incomoda com os pobrezinhos...mas Deus há de proteger....

      Excluir
    2. Concordo plenamente! Lugar de animal doméstico não é na rua!

      Excluir
    3. A nossa Marselha era um cão comunitário, em Canoas, até o momento em que foi atropelada, propositalmente, e ficou paraplégica. Nem lar provisório o Alex conseguiu entre os moradores do bairro onde ela vivia. Cão comunitário é um paliativo, jamais uma solução.

      Dina

      Excluir
  3. Parabens e obrigada às pessoas que cuidam desse anjinho! JUntos podemos amparar esses fofos!

    ResponderExcluir
  4. Bela atitude dos moradores do local. Que ele encontre logo um bom lar.

    ResponderExcluir
  5. É mais fácil conseguir adoção para um cão de rua do que um preso em abrigo. O cão de rua tem contato com muitas pessoas, faz amizade, chama a atenção, comove e por isso tem maior facilidade de conseguir um dono do que aquele que está trancafiado e longe dos olhares humanos.

    ResponderExcluir
  6. Lugar de cachorro (qualquer animal) definitivamente não é na rua. Se alguma dessas pessoas realmente gostasse dele já teria levado e adotado com responsabilidade. Tomara que esse "alguém" chegue logo. Cláudia

    ResponderExcluir
  7. Parece uma bela atititude, mas não é!
    A região em que está a cadela é repleta de casas, e a região com o maior número de habitantes do DF!
    Por que ninguém a ampara, leva para casa?

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪