Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta gado vivo. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta gado vivo. Classificar por data Mostrar todas as postagens

31/01/2014

Fotos de navio-curral e artigo sobre a exploração no Brasil de transporte carga viva - SP

Nosso leitor Jonnhy nos mandou fotos do Porto São Sebastião..... Vejam navios que levam o que eles chamam de "carga em pé"..... que nojo, gente!!!!! precisamos fazer alguma coisa..... Continuo convocando as ONG´s companheiras para decisão coletiva..... precisamos agir, urgentemente!!!!! O cara que escreveu o artigo é um explorador do mercado e diz que é um negócio novo no Brasil.... vamos aceitar ser mais um país que exporta animais para tortura em outros paises?

29/10/2017

PARTICIPEM: Campanha contra Exportação de Gado Vivo no Brasil

Em nosso blog vimos alertando à proteção animal do Brasil o drama dos animais transportados em navios que geralmente vão para Turquia, Egito e Líbano (oriente médio). Estes países compram os animais vivos porque matam os animais pelo método halal e kosher quando eles não podem ser atordoado. Ele é degolado seguindo preceitos religiosos judeus e muçulmanos. Algumas ONGs internacionais denunciam

30/01/2015

Exportação de gado vivo recua 6% em 2014

Esta desgraceira tinha que recuar 100%.... o transporte destes bichos é um terror para eles.... Se quiser ler nossas postagens a respeito CLIQUE AQUI
--------------------------------
Principal cliente brasileira, Venezuela teve crescimento tímido e Líbano registrou queda expressiva

A exportação de gado em pé recuou 6,2% em 2014. Foram embarcadas 645 mil cabeças no ano passado ante 688 mil em 2013, conforme dados do Ministério da Agricultura (Mapa). Em receita, a retração foi de 5,8%, para US$ 647,9 milhões. 

A Venezuela continua sendo o principal cliente brasileiro neste segmento e foi responsável por 82% da receita total do Brasil com a venda de animais vivos no ano de 2014. Foram US$ 555,1 milhões para 526 mil cabeças. As vendas para

30/11/2017

Lançamento Campanha Contra Exportação de Gado Vivo no RS

Companheiros da causa: vamos prestigiar este movimento que é o único no país a se importar com a tortura vivida pelos animais transportados naqueles malditos navios de carga...
-----------
O Brasil exporta todo ano milhares de animais vivos para o Oriente Médio em viagens marítimas de até 30 dias sem assistência veterinária, apesar de elevados/variados riscos

21/06/2017

Pelo fim das exportações de gado vivo

Tenho algumas diferenças quanto às diretrizes do Fórum Animal, inclusive sobre o provável destino da causa animal equivocadamente incluída no PL do Código Penal. Isto será um desastre total se continuar com a tendência do Senado em transformar o crime contra os animais em um simples processo administrativo. Sou, também, uma crítica do Fórum pelo apoio à condução errônea das ações contra as vaquejadas. E outras coisinhas mais.

Bem, mas, inegavelmente, está sendo a única ONG no país a tomar as rédeas de algo que venho noticiando há tempos. É sobre a questão da exportação de milhares de animais vivos para países que promovem barbáries com eles por conta de religião e desrespeito pela vida, alem da crueldade praticada durante este transporte.

Minha sequela de um AVC, como todos sabem, limita minhas ações para agir neste segmento dramático da causa de defesa animal. Portanto, nesta questão, estaremos enfileirados com o Fórum porque nossa causa é animal e não pessoal como muitos conduzem seu dia a dia..... Vejam a campanha que estão fazendo e não deixem de ler o RELATÓRIO citado para que saibam a realidade que precisamos modificar urgentemente com nosso empenho:

-------------------
Você sabia que o Brasil exporta centenas de milhares de animais vivos todos os anos para países muito distantes, como Líbano, Egito e Venezuela? Esses animais sofrem imensamente pois são submetidos a viagens extremamente longas - de até semanas - em navios onde não podem se movimentar e expressar muitos de seus comportamentos naturais.

Quando chegam em seus destinos no Oriente Médio, são abatidos pelo método Halal, que muitas vezes não permite que os animais sejam insensibilizados antes de serem  mortos. Ou seja: eles são degolados  quando ainda estão totalmente conscientes e morrem de uma forma  lenta e dolorosa.

E pior: acidentes horríveis têm  acontecido com esses animais. Em  2015, um navio afundou no Porto de  Pará e centenas de bois morreram  afogados ou abatidos no local (foto). Em 2012, o sistema de ventilação de  um desses navios parou de funcionar  em alto mar, e 2.750 bois morreram.

Esses acidentes são a prova absoluta  de que não existe maneira segura e  humana de se transportar animais  vivos por vias marítimas e em  percursos tão longos. Não podemos tolerar tamanha crueldade e estamos lutando pelo fim dessa prática.

PARCERIA INTERNATIONAL
Em 2016, o Fórum Animal deu início a suas ações contra o transporte de gado vivo  em parceria com a  Animals International (braço internacional da ONG Animals Australia).  Estivemos em Brasília em reunião com Sr. Rodrigo Padovani, Ponto Focal da OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) e especialista do Departamento de Quarentena e Trânsito Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para apresentar nossos argumentos contra a exportação de animais vivos do Brasil - comumente chamada de exportação de gado em pé.

Em março deste ano, a Secretaria de Defesa Agropecuária/MAPA submeteu à Consulta Pública o Projeto de Instrução Normativa Regulamento Técnico para Exportação de Bovinos, Bubalinos, Ovinos e Caprinos Vivos, Destinados ao Abate e Reprodução, para divulgá-lo e receber sugestões de órgãos, entidades e pessoas interessadas. O Fórum Animal enviou sua proposta, que pode ser visualizada aqui.

Em maio, a Deputada Estadual Regina Becker convocou a Audiência Pública “Transporte de animais vivos para abate e exportação no estado do Rio Grande do Sul”, na Assembleia Legislativa estadual, em  Porto Alegre, onde o Fórum Animal foi representado pela advogada Elisa Bernkopf, que entregou nossa posição oficial sobre o tema.

No mesmo mês, aconteceu a reunião técnica do MAPA no município do Rio Grande, para o qual o Fórum Animal foi convidado. Nessa ocasião, além de discussão sobre o tema, foi feita visita ao porto, um dos pontos de saída de gado vivo do Brasil.

O Fórum Animal foi representado pelo diretor da Animals International, Luis Carlos Sarmiento, que apresentou relatório, traduzido para português pelo Fórum Animal. Tal documento é crucial na defesa animal, pois foi realizado pela médica veterinária Dra. Lynn Simpson, que navegou por mais de uma década no transporte de gado da Austrália a portos do hemisfério norte, e fotografou as péssimas condições dos animais, com total falta de bem-estar, intrínseca a jornadas de longo curso por via marítima.

Segundo o relatório:
Os assuntos realçados refletem os riscos e impactos potenciais para o bem-estar dos animais ao longo de todas as rotas internacionais. A evidência visual deste relatório mostra que as atuais consequências para a saúde e bem-estar animal e segurança alimentar nas embarcações utilizadas para transporte de animais são inaceitáveis pelos padrões da OIE, de médicos veterinários e da saúde pública.
O gado transportado por mar muitas vezes tem seu bem-estar comprometido. Muitos animais sofrem de problemas de saúde, incluindo e não limitado a disseminação de doenças, lesões e dor desnecessárias causadas pela infraestrutura, estresse e sofrimento por serem transportados por longos períodos de tempo.
As doenças contagiosas comumente encontradas são pneumonia (“febre de embarque”), Salmoneloses e Moraxella bovis (“olhos vermelhos”). Essas doenças se disseminam devido à natureza artificial do ambiente das embarcações, alta densidade, higiene deficiente e ventilação forçada, geralmente resultando em óbitos.
As “cinco liberdades” são muitas vezes comprometidas devido ao manejo, à infraestrutura e aos riscos inerentes a esse tipo de transporte, que inclui avarias mecânicas tais como danos na ventilação, falhas na distribuição de forragem ou de água, e lesões nos animais causadas por mar revolto pois são jogados de um lado para o outro contra paredes sólidas e grades dentro de seus reduzidos recintos.
Todo ano morrem muitos animais devido à sua má adaptação às rações dadas a bordo, ao estresse térmico causado pela deficiente aclimatação durante o trânsito por grande distância e mudanças climáticas sazonais. As doenças propagadas devido a higiene deficiente e alta densidade de animais exacerbam esses desafios assim como a capacidade do sistema de imunidade do animal para fazer face a seus efeitos.
Lesões são comuns, como membros quebrados e septicemia devido a abrasões prolongadas nas patas, causadas pelo piso duro e leitos insuficientes. Essas lesões exigem geralmente que animais sejam eutanasiados devido à duração e gravidade delas nesse ambiente artificial. Seus corpos são então jogados ao mar.

O Fórum Animal expôs, em seu posicionamento, as exigências mínimas vindicadas, num cenário hipotético em que normas públicas regulamentassem o transporte de ruminantes vivos e em que profissionais estivessem aptos a fiscalizar as condições de manejo e estrutura das embarcações e caminhões, até que este transporte seja totalmente proibido.

Em outubro, o Fórum Animal e a Animals International novamente participarão de reunião promovida pelo MAPA, desta vez no Pará, um dos estados de exportação por via marítima de animais vivos, do Brasil.

Fonte: Fórum Animal

18/08/2016

Como o gado vivo é tratado quando chega ao seu destino

A ONG Animals Austrália é uma das poucas a lutar pelo fim desta barbárie que acontece no transporte de gado vivo para países do oriente médio. Aqui no Brasil, até agora não vimos nenhum movimento e é preciso que alguma ONG se ponha a frente para que possamos todos ajudar. 

Infelizmente, todos sabem que estou impossibilitada pela saúde de levar adiante. Além do mais, isto é uma luta para quem é jovem e com disposição. Noutro dia publiquei aqui as palavras de uma protetora que disse assim: a proteção está saindo de moda.... agora todo mundo se diz vegano e acha que é o suficiente.... Eu acho que ela está certa, pois, vemos poucos se empenharem em alguma campanha de monta.... Espero que alguém desperte e caia dentro como nós, jurássicas, fizemos e ainda fazemos quando conseguimos driblar as dificuldades.....

Por favor, assinem esta PETIÇÃO para tentarmos por um fim no transporte de gado vivo na Austrália. Quem sabe, ainda consigamos fazer alguma coisa por aqui..... Queria divulgar o Facebook Israel Against Live Shipments, onde são apresentados vários vídeos sobre o sofrimento dos animais nestes navios currais quando chegam ao seu destino. A foto é deles.



Conheça Gibor. Esta foi a luta da sua vida.
Depois de sobreviver semanas do inferno em um navio de exportação, ele fez algo que fez nossos

12/08/2016

Maior navio boiadeiro do mundo, Ocean Shearer, está no Brasil embarcando 22mil cabeças de gado

É assustador o tamanho do navio. Há anos que vimos falando que alguma ONG brasileira precisava tomar a frente deste transporte de gado vivo já que os maus-tratos e a crueldade com que vão ser tratados em todo este esquema, incluindo suas mortes em países a que vão ser levados, é incomensurável. Temos várias matérias sobre as diversas formas trágicas de transporte de animais que podem ser lidas clicando em : carga viva,  boi em pé, gado e transporte de animais
-----------------------
O maior navio boiadeiro do mundo! O Ocean Shearer tem 189m por 33m e capacidade para aproximadamente 22.500 cabeças de gado, sim, um curral com capacidade pra mais de 22 mil animais e ainda flutuante!  


Ele está atracado neste momento em São Sebastião/SP fazendo o carregamento de animais e ração! Com capacidade total de 33.000 toneladas! O gado é da multinacional australiana Wellard que está

31/05/2013

Petição contra exportação de animais vivos para o Egito

Nossa colaboradora Áurea  nos enviou a petição que devemos assinar, sem dúvida... já está perto de 1 milhão.... precisamos todos comparecer. Leiam, por favor a tradução que ela, gentilmente, fez p´ra nós:
------------

From: aureaabrantes 
To: falabicho@falabicho.org.br
Subject: Ban Live export- Proibam a exportação de animais vivos
Date: Thu, 30 May 2013 11:32:21 +0000


Devido a um vídeo colocado na mídia Australiana, no início deste ano, onde um boi foi torturado antes de morrer ( patas quebradas, olhos perfurados à faca etc,) as exportações de gado vivo para o Egito foram suspensas, mais uma vez.

Entretanto, alguns membros do parlamento Australiano querem liberar novamente as exportações de gado "em pé" para o Egito pois a bancada pecuarista reclama de prejuízos; A Animals Australia conseguiu um forte aliado no parlamento- O MP independente Andrew Wilkie, que após assistir ao vídeo levado ao ar,  horrorizado com as cenas, desafiou a Primeira Ministra Julia Gillard a pressionar o Egito a implementar leis de manuseio e métodos de abate (e aí vem a palavra que muitos discordam) "humano", onde o animal é parcialmente desensibilizado com pistola pneumática, antes de ser "sangrado". 

Caso isso não seja possível,  Andrew Wilkie pede o fim das exportações de gado vivo pois o Egito desrespeita as leis australianas e viola os tratados da OIC . Assim, ele sugere que voltem ao sistema de abate de animais no solo Australiano sob a supervisão de um religioso muçulmano ( esta foi a "desculpa" para re-iniciar o comércio de animais vivos) e que a carne seja então transportada em navios refrigerados, que já existem e foram desativados para dar lugar ao comércio de animais vivos,  para o Egito e outros países muçulmanos.

A Animals Australia enviou um boletim aos ativistas e colaboradores da ONG, pedindo que escrevam cartas ao Ministro da Agricultura do Egito, pedindo que criem e implementem leis de bem-estar no manuseio e abate de animais naquele país, equivalentes às existentes na Australia, ou que, caso isso não seja possível, substitua as exportações de animais vivos por animais abatidos em solo australiano e exportados  em navios refrigerados,para o Egito.

P.S. Vale lembrar que o Brasil é o segundo país exportador de "gado em pé" para o Egito, caso a Australia páre com suas exportaçòes, nossos animais irão ocupar este mercado. Assim, precisamos colocar a mão na massa e juntar esforços com as ONGS Internacionais que lutam para acabar com este comércio miserável de dor e sofrimento.

wilkie-holding-photo.jpg


If Julia Gillard and Tony Abbott will not personally guarantee that animals will not be abused in the live export trade, then they should support an to end live export.  Independent MP, Andrew Wilkie, in Canberra.

Tradução:
"Se Julia Gillard and Tony Abbott não garantirem pessoalmente que os animais não serão mais abusados  no comércio de animais vivos, então eles devem dar seu apoio para pôr fim à indústria de transporte de animais vivos." Ministro Independente do Parlamento, Andrew Wilkie, em Camberra.

No link abaixo ha uma carta pré escrita para ser enviada ao  Ministro da Agricultura do Egito.  Quem sentir-se à vontade com o idioma, a Animals Australia sugere que faça carta de próprio punho.
http://banliveexport.com/take_action/call-for-animal-protection-egypt
------
NOTA MINHA:
Olha, quando fui assinar, fiquei procurando a sugestão de texto que eles oferecem. Foi preciso a amiga Áurea  dá a luz para Tico e Teco acenderem.... kakakaka.... Caso tenham a mesma dificuldade, vou explicar...

em azul, abaixo da frase Dear Minister Salah Abdul Momim
tem "user sample letters"... clica e a sugestão de texto preenche o espaço vazio. Daí é só completar o cadastro ao lado... ah, não esqueça de colocar o assunto (subject) em cima do "Dear...." senão o formulário não vai. Eu usei a palavra Egito, mas, use qualquer palavra ou frase que queira sobre o tema, ok? 

22/12/2017

Deputado Roberto Tripoli recorre ao MP Federal para barrar o cruel transporte marítimo de gado vivo

Quando comecei a falar neste assunto, ninguém se interessava..... E como se diz no popular, tudo tem seu tempo, graças a Deus pessoas e ONG´s estão se mobilizando..... Muito bom!!!!!
------------ 
Referendaram a representação ao Ministério Público sete outros deputados estaduais e as ONGs UIPA e Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal

07/03/2012

AÇÃO URGENTE: CENTENAS DE BOIS BRASILEIROS MORREM EM NAVIO DURANTE A VIAGEM PARA O EGITO

TRADUÇÃO DO TEXTO DE ABERTURA DO SITE DA ONG CIWF
(Aurea Abrantes - tradutora)
------------------
MILHARES DE BOVINOS ESTÃO MORRENDO NO CARGUEIRO "MV GRACIA DEL MAR"

O gado que está morrendo por falta de ventilação está encalhado no mar vermelho, mais de 2750 já estão mortos. Precisamos tomar medidas urgentes agora para acabar com este desastre de bem-estar animal que pode ser o maior em muitos anos.

O Gracia Del Mar saiu do Brasil, com destino a Egito, com milhares de cabeças de gado a bordo. Está atualmente na região do Mar Vermelho, perto de Eritreia. O navio recém convertido para cargueiro teve uma falha do motor, o que consequentemente, levou a uma falha no sistema de ventilação.

Os relatórios sugerem que mais de 2.750 animais já estão mortos, e a situação piora a cada hora que passa. O navio tentou atracar em vários portos, incluindo o seu porto de destino no Egito, mas foi recusado devido ao número de bovinos mortos e moribundos à bordo. Os relatórios sugerem que as condições à bordo são deseperadoras.

As autoridades brasileiras e egípcias devem tomar medidas urgentes ainda hoje para acabar com este desastre bem-estar animal. Não só é sua responsabilidade fazê-lo, mas eles têm os recursos para fornecer o apoio e cuidados veterinários tão urgentemente necessários.

Por favor, envie o e-mail abaixo para os ministros da Agricultura do Brasil e do Egito pedindo-lhes que assumam as suas responsabilidades. ambos países são signatários do código de Bem-Estar animal e Eles precisam tomar as medidas necessárias para atracar este navio, e começar a dar alívio e tratamento à todos os animais sobreviventes e acabar com este desastre que promete ser o maior já visto, em muitos anos.
______________________________

TRADUÇÃO DA CARTA DIRIGIDA ÀS AUTORIDADES PELA ONG CIWF
(Aurea Abrantes - tradutora)

AÇÃO URGENTE PARA O NAVIO PECUÁRIO EM QUE O REBANHO ESTÁ MORRENDO À BORDO.

Eu soube que a ONG Compassion in World Farming recebeu um relatório sobre 2750 bovinos que morreram à bordo do navio Gracia Del Mar, que está levando os animais do Brasil para o Egito. Relata-se que este navio está perto de Eritreia, no mar Vermelho. É preciso atracar com urgência no porto mais próximo disponível. Na medida que são os países exportadores e importadores, eu acredito que Brasil e Egito estão em melhor posição para por fim a essa terrível situação, mais rápidamente do que qualquer outro país/porto.

Segundo o relatório, os animais continuam a morrer a bordo do navio. De acordo com o relatório, creio que este problema surgiu porque um dos motores do navio quebrou e isso levou ao fracasso na ventilação, resultando em muito sofrimento e na morte de muitos animais.

Exortamos Brasil e Egito, para que tomem medidas urgentes para dar termo a esta situação e alívio a estes animais. Ficaremos muito agradecidos por Brasil e Egito tomarem a iniciativa de conatctar as autoridades competentes e permitir que o navio seja atracado à terra para que os animais possam desembarcar e para que sejam dadas assistência veterinária e/ou, nos casos em que se faça necessário, serem humanamente eutanasiados. Ação imediata urgente se faz necessária para evitar ainda mais sofrimento, neste que se está se tornando um dos maiores desastres de bem-estar animal.

Gostaria de lembrá-los que, as diretrizes da OIE, do qual ambos países são signatários, exigem que vocês assumam a responsabilidade por esta situação como os países exportadores e importadores.

Ficaremos gratos se o Brasil e o Egito providenciarem também a perícia veterinária (que não estarão prontamente disponível nos portos mais próximos) e financiamento para que os animais possam receber cuidados e tratamento necessário, assim que o navio atracar no porto.

O Gracia Del Mar traz uma bandeira Panamenha. Seu sinal de chamada é 3EXD9 IMO: 7819113, MMSI: 354760000.
Respeitosamente,
_______________________________

AÇÃO URGENTE
Clique no link abaixo. Abrira nova pagina, com o texto em inglês para ambas autoridades responsáveis - Brasileira e Egipcia.
Nos campos escritos em verde, coloque seu nome, sobrenome, país e por último, e-mail. Todos os campos com asterisco são obrigatórios para que as cartas sejam
enviadas para ambos governos.
__________________________

ÚLTIMAS NOTÍCIAS em 06/02/12

RED SEA CATTLE SHIP DISASTER UPDATE
Compassion has been informed that all live cattle have been transferred from the Gracia Del Mar, on which thousands of animals reportedly died, and is now trying to track where the survivors are being taken.

The Gracia Del Mar was carrying 5,600 animals from Brazil to Egypt when it reportedly got into trouble after hitting bad weather. Initial reports were that the ventilation system was damaged, causing the deaths of around 2,750 of the cattle onboard.

We have been unable to verify the latest reports but are continuing in our efforts to find out what is happening with the surviving cattle and trying to ensure their humane treatment after the harrowing journey they have been forced to endure.

What is clear at the moment is the incident is another example of why long distance travel for farm animals should be ended

TRADUÇÃO DO TEXTO ACIMA
(Aurea Abrantes - tradutora)

ATUALIZAÇÃO DO DESASTRE COM O NAVIO "GRACIA DEL MAR" NO MAR VERMELHO

A CIWF foi informada de que todos os animais vivos foram transferidos do Gracia Del Mar, em que milhares de animais já teriam suas mortes confirmadas, e agora está tentando localizar para onde os sobreviventes estão sendo levados.

O Gracia Del Mar estava carregando 5.600 animais do Brasil para o Egito, quando supostamente começou a ter problemas depois de enfrentar o mau tempo em alto mar. Os relatórios iniciais eram de que o sistema de ventilação teria sido danificado, causando a morte de cerca de 2.750 do total do gado a bordo.

Ainda não foi possível verificar os relatórios mais recentes, mas continuam os nossos esforços para descobrir o que está acontecendo com o gado sobrevivente e tentar garantir a sua integridade física após a viagem angustiante a qual foram obrigados a suportar.

O que está claro neste momento é que este incidente é mais um exemplo do porquê estas viagens de longa distância para animais de produção devem ter fim.
______________________

13/11/2017

Ele foi esfaqueado nos olhos

Pelo amor de Deus!!!!! é isto mesmo, pelo amor de Deus!!!!! não precisa ver o vídeo, mas, assinem a Petição para ajudar a proibir a exportação de animais vivos no Brasil . CLIQUEM AQUI
-----------
Esse boi brasileiro já foi espancado, esfaqueado e cegado. Mas o pior ainda está por vir...
Esse boi cresceu nas ricas pastagens do Brasil, mas sua vida

23/09/2017

Mapa incentiva debate sobre boas práticas de transporte marítimo de bovinos

Como se adiantasse para estes animais que são transportados via marítima o "bom" transporte se ao chegarem ao destino viverão um sofrimento inenarrável. Geralmente são vendidos para países que os matam usando o método kosher ou kalal e que não tem nem um matadouro decente. Meu Deus do Céu!!!!! a gente fica sem saber o que fazer....Tinha que proibir a exportação de gado vivo, mas, como conseguir isto?
---------------
O transporte marítimo de animais vivos do Brasil para o exterior tem quatro grandes desafios: a implantação de um relatório de bordo, com o registro de todas as ocorrências durante as viagens; o estabelecimento de critérios de construção dos embarcadouros ? respeitando itens como a inclinação correta das rampas de embarque, piso antiderrapante e laterais dos bretes fechadas;

16/01/2016

Produtores devem ficar atentos às exigências para a exportação de bovinos vivos para a Bolívia

Temos que ficar a par das regras do transporte de gado vivo no Brasil..... Meu Deus, quando uma ONG brasileira vai poder pegar esta bandeira? todos sabem que estou sequelada e sem condições, mas, posso ajudar..... alguém precisa fazer alguma coisa.....
------------------------
Recentemente os governos brasileiro e boliviano assinaram um novo Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) para exportação de bovinos para reprodução do Brasil para a Bolívia. Com a validação dessa normativa, a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) orienta os produtores do Estado quanto aos procedimentos necessários para a aprovação de propriedades rurais para a exportação e a emissão do CZI.

Nesse sentido a Famato, por meio do Instituto

08/07/2015

Boi desesperado tenta fugir do seu destino - Austrália

Ajude a parar a exportação de gado vivo na Austrália. A petição alcançou 500 mil pessoas. Falta você. POR FAVOR ASSINE A PETIÇÃO.
Fonte: The Dodo
Colaboração: Helô Arruda
-------------------------------------
Este boi estava pronto para morrer pela sua liberdade. 
O episódio comovente aconteceu no início desta semana, quando o animal assustado escapou em um porto australiano. Ele estava prestes a ser embarcado em um navio com destino ao Vietnã, onde iria ser abatido.



Ele já tinha sofrido uma viagem cansativa,  em um caminhão superlotado, expulso de sua casa para o movimentado porto,  estava estressado e assustado com todas as novas imagens e sons. Quando os

13/01/2015

Exportação de gado vivo por aviões - RN

Estava doida para saber como foi feita esta viagem dos animais para o Senegal.... Vejam alguns detalhes e reparem no tamanho das baias de madeira.... Como conseguiram dos bichos ficarem calmos? será que doparam eles por causa do barulho? ainda não estou conformada com esta operação para exportar gado vivo.....
----------------------------------------------

Globo Rural - 10/01/15

30/01/2014

Embarque de gado vivo no Pará - crueldade explícita!!!!!

Galera, precisamos dar um jeito nisto!!!!!
convocação às ONG´s:

Volta e meia estamos publicando vídeos de transporte de animais vivos de outros países, deixando de lado nossos portos do RS e PA que fazem esta mesma desgraça..... Brigamos para a Austrália acabar com isto em apoio à grandes ONG´s. Outras ONG´s internacionais lutam pelos nossos animais que vão para o Egito (vejam postagens ao final)

Aqui no Brasil poderíamos alcançar vitória se tivéssemos disposição para meter bronca nesta crueldade explícita.... mas, quem topa? precisamos de apoio logístico, principalmente. Não inventem petição pelo amor de Deus!!!! só se for de uma ONG de projeção que alcance setores internacionais para apoio.... 

Não precisamos nem contratar investigadores para filmar cenas dramáticas do sofrimento dos bois brasileiros que sofrem torturas aqui mesmo, em solo brasileiro, gente!!!!! nossa imprensa nos dá o material necessário. Mas, quem topa? Alô VEDDAS, alô Fórum Nacional, alô WSPA, alô Frente Parlamentar e todas ONG´s mais..... Alô, Anonymous!!!!!! tem que ser um trabalho conjunto.... vamos nesta? 

Jornal Liberal - Rede Globo - 24/01/14


Algumas de nossas postagens sobre transporte de animais vivos:

07/05/2013

Monstruosa crueldade nos matadouros do Egito indigna australianos

Sobre a suspensão de exportação de animais de consumo da Austrália para o Egito, estou estranhando porque no site da Animals Austrália destaca a investigação feita na Indonésia e estende ao Oriente médio sem especificar quais países. Chegamos a publicar até a campanha aqui no nosso blog. Tem muitas matérias rolando na mídia, mas, tudo em inglês. Só achei esta da Voz da Rússia em português:


A Austrália suspendeu as exportações de gado para o Egito devido à crueldade com que os animais são tratados nos matadouros deste país. Esta decisão surgiu após uma organização de defesa dos animais ter transmitido aos australianos imagens gravadas em matadouros egípcios. O Conselho dos Exportadores de Animais da Austrália comentou que as gravações atestam uma monstruosa crueldade no tratamento dos animais. O grupo Animals Australia declara que “nos matadouros do Egito os animais são mortos de maneira cruel, maldosa e não profissional” e exigem a proibição total das exportações de gado para esse país.
_________________

Egito nega notificação a respeito
(Google tradutor)
O governo egípcio não recebeu qualquer notificação oficial dizendo que a Austrália suspendeu as exportações de gado para o Egito depois de um vídeo

27/10/2010

TRANSPORTE DE GADO VIVO: EMPREENDIMENTO INTERDITADO

YESS!!!!!! a galera de POA e do RIO GRANDE mandaram muito bem!!!!
Não é atoa que o GAE-POA considera uma das melhores notícias do ano. Está interditado o local da empresa que fazia a exportação de gado vivo, um negócio que se tornou extremamente rentável, cruel e degradante.


CLIQUEM NA IMAGEM PARA LER E, PODENDO, PARTICIPEM MANDANDO PARABÉNS PARA O PROMOTOR E JUIZ QUE AGIRAM NO CASO... FOI PRECISO CORAGEM, CARÁTER E DECISÃO DESTES DOIS PARA ENCARAREM O FAMOSO AGRO-NEGÓCIOS!!!!!

LEIA MATÉRIA EM JORNAL CLICANDO AQUI

.

12/07/2017

Uruguai exportou 96.891 bovinos vivos no primeiro semestre do ano

Gente de Deus!!!!! precisamos lutar contra isto... O mercado é Egito e Israel que não compram animais mortos por causa dos malditos abates chamados Halal e kosher (judeus e muçulmanos). Que Deus se apiede deses pobre animais que passarão um bom tempo no mar até encarar o momento trágico..... 
-----------
O volume de exportação de gado vivo do Uruguai vinha em um ritmo lento, mas nos últimos meses registou uma recuperação e no primeiro semestre de 2017 fechou com 96.891 cabeças exportadas, principalmente para a Turquia. Somente em junho 24.775 gados foram vendidos em duas remessas, um de 12.814 cabeças e outra de 11.961, de acordo com o Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP).

O volume de exportações no primeiro semestre deste ano foi 11,4% inferior ao mesmo período do ano passado, mas 26,6% superior ao de 2015. Praticamente todos os animais exportados vivos foram enviados para a Turquia. Dos 96.891 gado exportados, apenas 65 foram enviados para outro destino: Brasil.

O Egito reabriu seu mercado para o gado do Uruguai após a visita oficial do presidente Tabaré Vázquez, acompanhado por uma delegação que integrou também o presidente da União de Exportadores de Gado, Alejandro Dutra e pelo presidente da Associação Rural do Uruguai, Pablo Zerbino.

Os operadores das empresas salientou a importância de ter um mercado alternativo e não confiar apenas na Turquia, mas para voltar aos negócios com o Egito não será tão fácil, não só porque o país paga preços mais baixos do que a Turquia, mas principalmente porque não paga em dólares, mas em sua própria moeda e, dada a instabilidade política naquele país, isso pode ser um risco importante.

FONTE: beefpoint

12/11/2017

Concentração exigiu fim do transporte de gado para o Médio Oriente - Portugal

Nossos companheiros portugueses andam fazendo um bom trabalho na luta contra o transporte de gado vivo em navios para o oriente médio. O Brasil tem muito mais território e presumivelmente muito mais ativistas. Mas, tirando o Fórum de Proteção Animal ninguém tem se interessado neste tema. Aliás, nem mesmo apoiar o Fórum a galera tem se prontificado. Vejam Portugal e copiem, gente!!!! não fosse meus 70

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪