Mostrando postagens com marcador zoológico. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador zoológico. Mostrar todas as postagens

17/12/2017

Onça dá à luz a três filhotes e Zoo faz campanha para nomeá-los

Gente, acho que vão me entender.... Sinceramente, entre ver estes animais soltos e na mira de psicopatas caçadores, prefiro em zoos onde, embora com espaço limitado, estejam com suas vidas protegidas... Será que estou errada? pode ser.... O ideal não existe mais.... santuários dependem de ajuda para sobreviver .... alguns estão fechando... O que fazer?
---------

08/12/2017

Sete exemplos de como o Zoo Pomerode contribui para a preservação ambiental

Tem zoológicos e zoológicos.... Seria bom que se tornasse um santuário, embora entre a questão da sustentação.... É um problema sério....
-------------
Fundação privada sem fins lucrativos, zoológico catarinense ajuda a salvar espécies dentro e fora da instituição
Um jardim zoológico é muito mais do que um viveiro de animais expostos ao público. Em Santa Catarina, o Zoo

16/11/2017

Gorila viraliza ao "escolher" parceiras em fotos de celular

Lamentando a exploração do animal em um zoológico, não posso deixar de comentar que parece mesmo que o grandão se identificou com o celular.... dá a impressão que ele pede para passar as imagens que necessariamente não precisa ser de outros gorilas, né mesmo? tenho impressão que esta parte foi inventada.... sei lá... sou desconfiada...
-------------

28/10/2017

A única maneira de uma garota e um urso se tornarem melhores amigos

O pobre urso longe de seu habitat parece que teve mesmo um momento de alegria ao brincar com a menininha.... Ou será que ele estava pensando que ela seria uma janta especial? a conferir.....
---------
A amizade entre humanos e animais é possível, e isso foi demonstrado por uma menina. A menina conheceu um urso em um zoológico e eles imediatamente se tornaram

30/09/2017

Mansão abriga animais de várias espécies em São Paulo

Se for, realmente, para cuidar de animais que precisam de ajuda, acho super legal.... Pelo menos dá muito conforto para eles.... E o dono parece gostar muito deles, não? Menos mal....
-------------
O empresário transformou sua casa no bairro do Morumbi, em São Paulo, em um pequeno zoológico e abriga 40 espécies de animais.

29/09/2017

Câmara Municipal discute fim do zoológico em São Paulo

Quer saber? adorei.... A origem dos zoológicos remonta da ideia de expor animais e humanos com aberrações oriundos de territórios e povos conquistados. Com o tempo surgiram os circos e como agora a humanidade está se conscientizado que na verdade manter animais enjaulados para nossa curiosidade é um abuso explícito de nossa mente especista, vamos detonar circos e zoológicos. 

Filhote de gorila passeia montado nas costas da mãe

Sei que é num zoológico, local que abominamos, mas, não consigo deixar de achar lindas as imagens...
---------
O vídeo mostra um bebê gorila engatinhando nas costas da mãe enquanto ela passeia no recinto. A filmagem foi feita em 25 de setembro no Twycross Zoo, no Reino Unido.

11/09/2017

Viúva americana doa fortuna ao zoológico de Colônia

Só espero que o dinheiro seja aplicado em benefício dos animais....
-------------------
Uma viúva americana decidiu doar sua fortuna, avaliada em 22 milhões de dólares, ao zoológico de Colônia, na Alemanha. A cidade no oeste alemão, além de ser o local de nascimento de Elizabeth Reichert, de 93 anos, foi também onde ela conheceu o marido, durante a Segunda Guerra Mundial.

Segundo o jornal local Kölner Stadt-Anzeiger, uma fundação será criada para administrar o dinheiro após a morte de Elizabeth. Os juros dos investimentos serão repassados anualmente para o zoológico. Estima-se que o local receberá até 800 mil euros por ano.

"Ao pensar para quem deixar o dinheiro, as memórias têm um papel importante”, contou Elizabeth ao Kölner Stadt-Anzeiger, ao ser questionada sobre a decisão. A viúva que nasceu em Colônia, assim como o marido, disse ainda que o casal nunca esqueceu a cidade.

Em Colônia, Elizabeth conheceu Arnulf Reichert, um judeu que vivia na clandestinidade escondido do regime nazista, em 1944. Depois de sobreviver ao holocausto, o casal decidiu deixar a Alemanha e migrou inicialmente para Israel e depois para os Estados Unidos.

No novo país, Elizabeth trabalhou como cabelereira e seu marido assumiu um cargo numa empresa especializada no comércio de animais de estimação e rações. Poucos anos depois, Arnulf resolveu investir num negócio próprio.

Nos Estados Unidos, o casal fez fortuna. Como não tiveram filhos, eles decidiram doar sua herança ao zoológico. Após a morte do marido em 1998, Elizabeth decidiu seguir com os planos do casal.

Em 2015, quando os primeiros e-mails sobre a doação começaram a chegar, o diretor do zoológico, Christopher Landsberg, achou que era uma brincadeira. Após entrar em contato com os advogados da viúva, o local começou a receber doações mensais de 6 mil euros.

Em troca do presente, o zoológico decidiu batizar o prédio dos animais da América do Sul de Arnulf Reichert. A viúva foi convidada para participar do evento em homenagem ao seu marido e visitar novamente o local, mas ela afirmou que uma viagem até a Alemanha seria muito cansativa devido sua idade avançada.

Essa não foi a primeira vez que o casal presentou o zoológico. Em 1954, eles doaram uma tartaruga para o local.

Fonte: MSN Pt

08/09/2017

Os animais traumatizados resgatados de ruínas da guerra na Síria

Conseguiram resgatá-los graças a uma grande alma.....Que Deus o abençoe!!!!!
---------------
Os seis anos de guerra civil na Síria não fizeram apenas vítimas humanas. 
A maioria dos bichos que viviam em um zoológico de Aleppo foi morta por bombas; os sobreviventes passavam fome e sede em suas jaulas - até uma missão de resgate levá-los dali.

A maioria dos 150 animais que viviam no zoológico Mundo Mágico, em Aleppo, foram mortos por bombas. Os sobreviventes estavam à mercê da própria sorte em meio às ruínas do local. Abandonados em suas jaulas e passando fome e sede, seu futuro era incerto até uma missão de resgate levá-los para um novo lar. 

Os donos do zoológico, localizado nos arredores da cidade, haviam fugido por causa do conflito, que já matou centenas de milhares de pessoas e obrigou cinco milhões a deixarem o país, há outros seis milhões de refugiados ainda dentro de suas fronteiras. A cidade de Aleppo foi uma das mais afetadas, alvo de um cerco de vários meses no ano passado que interrompeu o fornecimento de água, eletricidade e alimentos. 

Quando chegaram ao local, os integrantes da missão organizada pela ONG Four Pawns International, com o apoio do governo turco, encontraram 13 animais sobreviventes: cinco leões, dois tigres, dois ursos, duas hienas e dois cachorro. Eles estavam traumatizados física e psicologicamente, disse o médico veterinário Amir Khalil, líder da missão. "Não havia o que eles pudessem fazer para escapar dessa armadilha mortal." O pouco de comida e água que recebiam vinha dos moradores que permaneceram ali. 

Em uma operação que levou três meses, eles foram resgatados em duas etapas e, primeiro, levados para um centro de reabilitação na Turquia. Depois, finalmente foram para sua nova casa, um santuário de animais na Jordânia. 

Mas por que resgatar animais e não pessoas? "É como disse a Madre Teresa: "Não faço grandes milagres, mas faço vários pequenos milagres" e foi isso que escolhi fazer", afirmou Eric Margolis, patrocinador da empreitada."Ninguém queria patrocinar essa ousada missão de resgate." Um dos animais salvos é uma leoa que estava grávida. Poucas horas depois de chegar ao seu novo lar, ela deu à luz a um leãozinho.

02/09/2017

Projeto pode pôr fim aos zoológicos catarinenses

Quer saber? eu gostei da ideia sim.... Não sabia deste PL. Vocês sabiam? Ele pretende acabar com estes locais em todo país que expõem animais sem a mínima condição de tratamento.
----------
Zoo Pomerode será um dos zoológicos afetados com o projeto de lei de autoria da senadora Gleisi Hoffmann, caso aprovado

O presidente da Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil, Cláudio Hermes Mass, e o diretor do Zoo de Pomerode, Maurício Bruns, estiveram essa semana em Brasília para solicitar apoio do deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC) contra o fechamento de mais de 100 zoológicos no país. O diretor do Zoológico de Brasília, Gerson Norberto, também participou da reunião.

A preocupação do grupo é com o Projeto de Lei (PLS 650/2015) de autoria da senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR), que quer criar o Sistema Nacional de Proteção e Defesa do Bem-Estar dos Animais (Sinapra) e, entre outras medidas, acabar com zoológicos instalados fora das capitais. Se o projeto for aprovado, em Santa Catarina todos serão fechados no prazo de até dois anos. A medida acarretará na remoção de mais de quatro mil animais que vivem em Pomerode, Penha (Beto Carrero), Balneário Camboriú, Brusque e Joinville. 

Peninha assumiu o compromisso de exigir mudanças no texto do projeto assim que ele chegar à Câmara dos Deputados. "Nós sabemos do trabalho sério feito nesses locais, do bom atendimento aos animais e inclusive do potencial econômico que esses espaços promovem para suas cidades. Temos que aprovar uma legislação justa para o bem-estar animal, por isso é preciso no mínimo conhecer a realidade antes de apresentar um projeto absurdo como este", justifica o parlamentar.

Impactos do projeto
O fechamento dos zoológicos pode gerar um grave impacto para Santa Catarina, que só no ano passado recebeu mais de 2,5 milhões de visitantes em seus zoológicos. A maior perda, no entanto, será para os animais: como os locais são também centros de reabilitação, onde eles são tratados e devolvidos ao habitat, os zoológicos se tornam sua única chance de sobrevivência. "Os zoos recebem animais apreendidos. Muitas espécies já foram salvas de extinção por meio de esforços de profissionais desses locais, com programas de integração para as espécies ao seu ambiente de origem", explica Cláudio.

Tidos como a maior rede de educação ambiental do mundo, os zoológicos e aquários têm o foco de informar e sensibilizar a população para mudanças de atitude. "Nós temos 85 anos de história, de luta e também de reconhecimento, inclusive internacional, pela qualidade que alcançamos. Não podemos simplesmente abrir mão disso. Para onde vão esses animais? Estamos falando de aproximadamente 50 mil em todo o país", alerta Maurício.

Zoo Pomerode
Tem 85 anos de história e atualmente é o maior de Santa Catarina. Foi o primeiro zoológico da região Sul do Brasil. Abriga 1,1 mil animais de 270 espécies, muitas delas em risco de extinção. Uma pesquisa do Instituto Blumenauense de Ensino Superior aponta que 92% dos turistas visitam Pomerode com intenção de conhecer o espaço. Dos mais de mil animais que estão hoje no Zoo de Pomerode, 77% foram resgatados, vítimas de atropelamento, tráfico ilegal ou mesmo de circos e não poderiam retornar à natureza.
"O Zoo Pomerode tem se destacado no cenário Nacional pelo trabalho que tem realizado por meio de projetos sociais e modelo de gestão, além do trabalho realizado para manter espécies ameaçadas de extinção. Hoje são cerca de 39 espécies mantidas pelo Zoo e nove fazem parte de planos de conservação internacional", declara Maurício.

Outros Zoológicos de Santa Catarina que serão fechados, caso o projeto seja aprovado:

- Zoo Parque Beto Carrero World - Penha
Abriga pouco mais de mil animais em áreas que simulam o habitat natural, inclusive com possibilidade de o visitante caminhar por trilhas dentro de um viveiro natural. Foi no Beto Carrero que nasceu a única leoa branca em um zoológico brasileiro.

- Zoo Complexo Ambiental Cyro Gevaerd (Santur) - Balneário Camboriú
Possui aproximadamente 1,2 mil animais, sendo 91 espécies de aves, 29 mamíferos e 24 répteis. Além disso, abriga museu de artefatos arqueológicos, artesanato, oceanógrafo, taxidermia e esqueletos.

- Zoobotânico Joinville
O parque tem uma área de 17 mil metros quadrados, e foi construído após reinvindicação dos moradores. É um local onde a flora e a fauna da Mata Atlântica são preservadas, e servem de abrigo para mais de 200 animais, que habitam o Complexo Florestal do Morro da Boa Vista.

- Zoobotânico Brusque
A Fundação Parque Ecológico Padre Raulino Reitz tem 25 anos de história e possui um complexo de 120 mil metros quadrados em meio à mata nativa. Anualmente recebe mais de 40 mil alunos por meio do Programa de Educação Ambiental, com educação ecológica informal que busca despertar a consciência.

Fonte: Jornal Metas

01/09/2017

Zoo de Londres pesa e mede animais com festa


Inegavelmente, é uma fofura.... mas, será que na natureza não seria uma fofura dupla? 
---------------
Dia de fofura no Zoo de Londres. O Zoológico uma vez por ano pesa e mede pinguins, leões e zebras e outros animais. Peixes, carnes e frutas, vale de tudo para conseguir pesar e medir os habitantes do zoo inglês. As informações confirmam a saúde dos animais e também serve como banco de dados para especialistas.

25/08/2017

Crise faz instituição perder público e animais - SP

Acho ótimo esta crise, mas, gostaria muito que não houvesse visitantes por causa da conscientização da humilhação de animais expostos para diversão humana.....
---------- 
Por dia, em média, o zoo recebeu, em 2016, 3.722 visitantes - foram 1.358.498 no ano, uma queda de 15% em relação a 2015, pois a crise econômica também afetou o movimento do parque, conforme admitiu Paulo Magalhães Bressan, presidente da fundação. O número de animais no zoo também caiu. Dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) mostram que eram 3.197 em 2012. Em 31 de dezembro de 2016, esse número havia caído 7,7%, para 2.950.

Entre uma parcela pequena dos visitantes há sempre aqueles que se encantam com os bichos e tentam se aproximar demais, ultrapassando as barreiras de segurança, arriscando-se ou expondo crianças ao perigo. Há ainda quem se transforme em um perigo para os bichos, ao resolver dar chocolates ou jogar pedras nos animais para vê-los se mexer.

"Uma mãe jogou uma vez uma chupeta para o jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris)", contou a bióloga Mara Cristina Marques.

Outras pessoas também abandonam animais no zoo. São papagaios, jabutis, saguis, tucanos, corujas, tatus e até uma preguiça - que estava com as garras cortadas -, que acabam encontrados pelos funcionários da fundação. "As pessoas trazem os bichos escondidos em mochilas", afirmou Mara Cristina.

Mas nem todos ficam no zoo. Não é qualquer bicho que pode morar nos 824,5 mil metros quadrados do parque paulistano. Além de alimentar e cuidar de seus bichos, os 340 funcionários também participam de outra função: eles decidem quem nasce e quem vive no zoológico.

FONTE: Uol

18/08/2017

Polícia acredita que ladrões roubaram animais de zoológico da Venezuela para comê-los

A situação deste país está dramática... faz tempo que a população caça gatos e pombos p´ra comer, os animais dos zoológicos passam fome e um monte de outras coisas mais.... CONFIRAM AQUI. Que horror!!!!
---------
MARACAIBO, Venezuela (Reuters) - Autoridades venezuelanas estão investigando o roubo de animais de um zoológico no Estado de Zulia, no oeste do país, que podem ter sido levados para serem comidos, em mais um sinal de fome em um país que luta contra escassez crônica de alimentos.

Uma autoridade policial disse que dois caititus, que são similares em aparência a javalis, foram roubados durante o fim de semana do Parque Zoológico Metropolitano de Zulia, na quente cidade de Maracaibo, próxima à fronteira com a Colômbia.

“O que nós supomos é que eles foram levados com intenção de comê-los”, disse na terça-feira Luis Morales, uma autoridade da divisão de Zulia da Polícia Nacional, a repórteres.

O caótico colapso do modelo econômico do país criou escassez crônica de alimentos, que aumentou a desnutrição e deixou milhões de pessoas buscando por comida em qualquer lugar em que podem encontrá-la, incluindo latas de lixo.

O presidente Nicolás Maduro coloca a culpa da escassez de alimentos em protestos da oposição, que bloquearam ruas e rodovias e em uma “guerra econômica” mais ampla liderada por adversários com a ajuda dos Estados Unidos.

Mas o chefe do zoológico, Leonardo Nunez, disse que uma onda de roubos que nas semanas recentes afetou 10 espécies, incluindo um búfalo que ele disse ter sido cortado em pedaços, foi orquestrada por “traficantes de drogas” buscando vender os animais.

“Eles levam tudo aqui! Os animais não foram roubados para serem comidos”, disse Nunez em entrevista nesta quarta-feira.

Mauricio Castillo, um ex-diretor do zoológico, disse que ladrões roubaram duas antas, um animal de florestas similar a um porco e que é descrito como vulnerável à extinção pela União Internacional para Conservação da Natureza.

Escassez de alimentos também deixou zoológicos sem comida suficiente para alimentar animais, com cerca de 50 animais mortos por inanição no ano passado em um zoológico de Caracas, segundo um líder sindical.

O governo negou que os animais tivessem morrido de fome, insistindo que eles foram tratados “como família”.

(Por Lenin Danieri e Isaac Urrutia)

Fonte: EXTRA

16/08/2017

Vídeo chocante denuncia animais usados para filmagens - Canadá

Minha Santa do Céu!!!!! olhem a denúncia..... Tudo em nome da grana e dos business
-------------
Os ativistas vão se reunir na segunda-feira, fora do escritório de Orléans do Ministro da Segurança Comunitária e dos Serviços Correccionais, Marie-France Lalonde, pedindo-lhe que aja contra o Jardim Zoológico de Papanack após o lançamento de um vídeo "chocante" por um grupo de direitos dos animais.

A Justice Animal, uma organização de advogados de Ottawa que luta pela proteção de animais, lançou um vídeo que o grupo alega descreve o abuso de animais no zoológico de Wendover, a leste de Ottawa. Está pedindo que as pessoas escrevam para Lalonde, o primeiro-ministro Kathleen Wynne e seu MPP local, exigindo que os jardins zoológicos enfrentem o licenciamento obrigatório.

Ontário tem a duvidosa distinção de ser a "capital do zoológico da estrada do Canadá", disse Camille Labchuk, que lidera o grupo, que é parte de um crescente coro de quem pede o licenciamento de zoológicos. "É incrivelmente perturbador, que somos a maior província com a maioria dos animais mantidos em cativeiro, ainda temos as piores leis em todo o país", disse Labchuk.

"Eles precisam licenciar e regular os jardins zoológicos. Ontário é um constrangimento e, enquanto Ontário vira as costas aos animais, eles estão sofrendo ". Um funcionário do Papanack Zoo, que desativou sua conta no Facebook, disse que não tinha nenhuma declaração para lançar domingo no vídeo, supostamente filmado por um ex-funcionário do jardim zoológico no ano passado.

No vídeo, os animais são vistos estimulando e balançando, e mostrando evidências de angústia, de acordo com a Justiça Animal. Um guaxinim e uma jarreteira têm a boca aberta para abrir os dentes para uma câmera. Um homem descreve como um filhote de leão foi repetidamente atingido no rosto para treiná-lo e como os animais bebê são tirados de suas mães. Uma mulher é ouvida descrevendo como um cervo de uma raça rara morreu correndo em uma cerca. Os animais também são descritos como sendo mantidos em pequenas gaiolas para o inverno.

Lalonde emitiu uma declaração no domingo destacando o papel da Sociedade de Ontário para a Prevenção da Crueldade aos Animais, o que confirmou que está ciente das alegações e está investigando.

"Estou muito preocupado com os vídeos que surgiram sobre o Zoológico de Papanack, e entendo que o OSPCA abriu uma investigação de crueldade animal", disse Lalonde. "O governo de Ontário leva muito a sério a questão do bem-estar dos animais".

O OSPCA, com US $ 5,5 milhões por ano do governo de Ontário para investigar a crueldade dos animais, tem um "sistema de registro voluntário" para zoológicos e aquários e inspeciona-os pelo menos duas vezes por ano, disse o escritório de Lalonde.  No entanto, uma porta-voz do OSPCA disse que o licenciamento e regulamentação dos zoológicos está além de sua jurisdição.

"Se os membros do público quiserem expressar suas opiniões sobre as leis em torno dos jardins zoológicos, eles devem entrar em contato com seu MP, MPP e / ou município local", disse Melissa Kosowan em uma declaração por e-mail.

Susan Shafer dos Zoos e Aquários Acreditados do Canadá, cujos 31 membros variam do Zoológico de Toronto ao Jardim Zoológico de Répteis de Little Ray de Ottawa, disseram que compartilham a preocupação dos ativistas com a falta de regulamentação. "A perspectiva é que esse tipo de coisa cria um nome ruim para os jardins zoológicos em geral, porque há muito bom trabalho feito pelos jardins zoológicos - tanta conservação e tanta pesquisa", disse Shafer.

Ninguém pode dizer quantos animais estão em zoológicos na estrada em Ontário, disse Labchuk. 
"Não há registro ou rastreamento e, literalmente, qualquer um pode configurar um zoológico na estrada ou uma casa de vida privada no quintal deles", disse ela.

"A província não tem como supervisionar nenhuma dessas instalações. Mesmo que eles tivessem uma maneira de rastreá-los, eles não poderiam fazer nada sobre as condições nessas instalações, uma vez que não há regulamentos que pertençam a eles para permitir que o governo os desligue ou exija mudanças ".

Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"

15/08/2017

Leoa resgatada de zoológico na Síria dá à luz em reserva de vida selvagem na Jordânia

Se ela estivesse ainda no zoológico, provavelmente, seu filhotinho não teria sobrevivido.....
------------------------
As probabilidades estavam contra Hajar. Mas ele venceu todas e veio ao mundo neste sábado, horas depois de sua mãe, Dana, ser resgatada de um zoológico na Síria. A leoa foi levada para uma reserva de vida selvagem na Jordânia. As informações são da "ABC News".

O pequeno Hajar O pequeno Hajar Foto: Four Paws/Ahu Savan An, via AP
Dana e outros 12 animais, incluindo outros quatro leões e dois tigres, viviam em condições severas no zoo de Aleppo, que sofreu danos por causa da guerra. Eles foram transportados pela instituição de caridade com os animais Four Paws, primeiramente para a Turquia. Em seguida, seguiram para a Jordânia, onde chegaram no sábado.

Segundo Martin Bauer, da Four Paws, o filhote não teria sobrevivido se tivesse nascido numa gaiola, no zoológico. De acordo com ele, o filhote parece bem e está amamentando. Já Dana carrega um segundo bebê, que deve nascer a qualquer momento.

FONTE: extra.globo





Também há animais refugiados

A guerra civil na Síria que dura já desde 2011 não deixou só marcas nas pessoas e nos edifícios. Os animais também sofreram com o conflito e também se tornaram refugiados: nsta semana, treze animais (sobretudo tigres e leões) foram transportados do jardim zoológico da cidade síria de Alepo, fortemente afectada pela guerra, para a reserva natural de vida selvagem Al Ma'wa, na cidade de Gérasa, na Jordânia — onde têm agora uma nova casa.


FONTE: publico.pt

09/08/2017

Urso mata tratador de zoo na Suécia

Mais um caso.....
---------------
Tratador estava no recinto dos ursos que deveria estar vazio, mas foi surpreendido pelo animal. Autoridades suecas já estão a investigar o caso.

Um tratador do jardim zoológico Orsa Rovdjurspark foi morto por um urso pardo esta sexta-feira. O tratador tinha 19 anos e estava a limpar o recinto dos ursos, quando foi surpreendido pelo animal, de acordo com a BBC. Os responsáveis do zoo decidiram fechar o parque o resto do dia.

Os responsáveis do zoo dizem que o tratador, que não foi identificado, estava a limpar o recinto antes de um programa especial do zoo, que permite aos visitantes entrarem no recinto dos ursos acompanhados de um tratador, adianta o jornal sueco The Local.

O recinto deveria estar vazio mas o urso pardo conseguiu entrar de alguma forma e atacou o tratador. Os serviços de emergência foram chamados ao Orsa Rovdjurspark por volta das 10h30 (horas locais). Ainda tentaram salvar o jovem tratador, mas ele acabou por morrer no local devido aos seus ferimentos.

O diretor do zoo, Sven Brunberg, disse à BBC: "Começou como um dia normal, uma família marcou esta atividade e cumpriram-se as rotinas normais. Vou deixar que a polícia perceba o que correu mal". O responsável esclareceu que nenhum visitante esteve em risco.

As autoridades já estarão a investigar se todas as medidas de segurança foram respeitadas.

O Orsa Rovdjurspark afirma ser o "maior parque de predadores" da Europa, Uma das atividades que oferece permite que os visitantes tenham "encontros próximos com animais poderosos".

06/08/2017

Tour no zoológico chinês




Dá p´ra comentar? bem, a única coisa que salva é que os animais ficam em liberdade.... quer dizer.... mais ou menos já que é limitada.....
--------
Eles colocam você em uma gaiola e os animais chegam até você.


Fonte: LiveLeak

04/08/2017

Leão marinho sonha quando era livre nos mares - Inglaterra

Um vídeo feito no Zoológico Dudley no ultimo dia 31 de julho mostra um leão-marinho dormindo e provavelmente sonhando. A criatura fofa move suas bigodes e ronca alto no clipe
Os leões marinhos dormem o sono de ondas lentas unihemisféricas - pelo que metade do cérebro está dormindo enquanto a outra metade está acordada e alerta. O leão marinho da Patagônia, também chamado de leão-marinho da América do Sul, é encontrado do Peru  até o Chile no Pacífico e depois do norte ao sul do Brasil no Atlântico.

Fonte: Daily Mail

02/08/2017

Animais de zoológico "negligenciado" na Síria são trazidos para Turquia

Esta ONG é um espetáculo... Graças a Deus tomaram esta decisão..... Pobres animais.... vão ficar bem, se Deus quiser...
---------
Uma organização de caridade internacional para o bem-estar dos animais, o grupo Four Paws, completou a evacuação de uma dúzia de animais encalhados num zoológico negligenciado na província de Aleppo.

Uma organização de caridade internacional para o bem-estar dos animais completou na sexta-feira a evacuação de uma dúzia de animais encalhados em um zoológico negligenciado na província de Aleppo, cidade ao norte da Síria destruída pela guerra.

O grupo Four Paws trouxe dois leões e dois cachorros domésticos do zoológico "Magic World" na Síria até a fronteira com a Turquia e depois para um centro de proteção animal no norte do país, disse um porta-voz da instituição de caridade.

O comboio com os animais cruzou a fronteira sírio-turca no final da sexta-feira e agora estava a caminho da instituição de proteção animal em Karacabey, disse o porta-voz Martin Bauer.

Na operação inicial, no dia 21 de julho, a Four Paws afirmou que foram trazidos nove animais - três leões, dois tigres, dois ursos negros asiáticos e duas hienas - do "Magic World".

Após a jornada de um dia, eles chegaram em segurança à sua nova casa, a instituição de proteção animal em Karacabey.

Ele confirmou que com a evacuação dos últimos quatro animais na sexta-feira "não haverá mais animais no jardim zoológico Magic World".

Agora que todos os animais resgatados estão fora da Síria, a organização decidirá onde suas casas finais deverão ser.

FONTE: trt.net.tr/portuguese

30/07/2017

Gatinha 'adota' ouriços órfãos em zoo na Rússia

Que coisa mais bonitinha..... Tem coisas que a gente não entende, mas, eles devem ter suas razões...
----------
Uma gatinha "adotou" uma ninhada de ouriços órfãos em um zoológico em Vladivostock, na Rússia.
O zoo Sadgorod postou um vídeo da gatinha Muska cuidando e amamentando os recém-nascidos, que não estavam aceitando comida das mãos dos funcionários. Assista. Todos os oito filhotes sobreviveram.

Fonte: G1 Natureza

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪