Mostrando postagens com marcador vaquejadas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vaquejadas. Mostrar todas as postagens

03/11/2017

Rodeios e vaquejadas podem ser proibidos no estado do Rio

Sinceramente, as coisas andam tão impressionantes que nem falo nada. Tomara que tudo dê certo como todos nós queremos!!!!!
-----------
A Comissão Especial de Defesa, Proteção e Direito dos Animais da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vai apresentar um projeto para proibir rodeios e vaquejadas no estado do Rio. O anúncio foi feito pelo

29/07/2017

Alegando maus-tratos, ONG entra com ação civil para impedir provas de vaquejada na Expoacre 2017

Queria muito saber se os companheiros conseguiram sucesso nesta empreitada. Temos que continuar a agir do mesmo jeito que sempre agimos porque a lei nos permite e nossa concepção de maus-tratos é a mesma.  A ONG Patinha Carente disse que iam ter uma reunião com o MP, mas, não colocou o resultado da conversa.
-------
Organização da prova diz que segue todas as normas exigidas e ainda não foi notificada. Vaquejada está marcada para ocorrer nos dias 29 e 30 de julho.

Alegando maus-tratos contra animais, a Associação Patinha Carente decidiu protocolar uma ação civil pública, nesta quinta-feira (27), pedindo uma liminar da Justiça para impedir que sejam realizadas as provas de vaquejadas na Expoacre 2017. A etapa classificatória da disputa está marcada para ocorrer no dia 29 e a final no dia 30 de julho.

Ao G1, o diretor jurídico da Associação de Vaquejada do Acre (Avac), Marivaldo Bezerra, disse que ainda não foram notificados da ação. Ele afirma que estão tranquilos, pois estão dentro das emendas constitucionais exigidas. Bezerra destaca que os bois usam protetor de calda e que fizeram modificações nos currais e na pista da vaquejada para garantir o bem-estar dos animais.

“Também temos um veterinário que atua junto conosco e faz todo o acompanhamento. Eles [ONG] em nenhum momento nos procuraram, falta conhecimento em relação ao esporte. Essas situações ocorriam anteriormente, mas hoje isso mudou. Eles pedem que atuemos de acordo com as regras, mas isso já é previsto em lei e já estamos seguindo”, afirma.

No documento, a associação diz que a prova consiste em derrubar o boi com as quatro patas para cima e que nesse momento o animal sofre “um desenluvamento, nome técnico dado ao “arrancamento do rabo”. A organização também iniciou um abaixo-assinado que já conta com 477 assinaturas, segundo a presidente da organização, Vanessa Facundes.

“A vaquejada é uma forma de maus-tratos animais para divertimento humano. Então, vamos tentar impedir e ingressamos com a ação que é o “remédio constitucional” correto para esse tipo de situação por que atinge o bem meio jurídico do meio ambiente. Não concordamos e estamos defendendo o direito dos animais”, afirma.

Ainda na ação, a ONG destaca que o objetivo não é impedir a realização da feira de agronegócios, mas a crueldade que os animais são submetidos durante as provas. Vanessa destaca que em outros estados há leis que regulamentam esse tipo de prática que são consideradas inconstitucionais.

“Esses animais não falam, não podem se defender, mas eles também sentem dor e sofrem muito. Então, nós temos de ser a voz deles. A vaquejada é um ato muito cruel e acreditamos que a liminar é a melhor opção para defende-los”, finaliza.

FONTE: G1

05/07/2017

Projeto de Lira regulamentando vaquejada é aprovado em comissão e segue para a Câmara

Nos ferramos de pai e mãe, muito embora esta regulamentação possa ser usada a nosso favor já que está explicito o que não podem fazer.... Sei lá, tô achando que vamos ter uma boa saída.... A conferir. 

O que me impressiona é todos estes políticos bandidos verem fotos como esta aí ao lado e dizer, descaradamente, que não há maus-tratos aos animais.... E se há, não importa porque estes "eventos" sustentam milhares de famílias.... Quanta barbárie!!!! touradas, caça amadora, tráfico de animais, etc., também, sustentam famílias, né mesmo?
-----------------
O relatório do senador José Agripino Maia (DEM-RN) ao projeto do senador Raimundo Lira (PMDB-PB) que regulamenta as práticas da vaquejada, do rodeio e do laço no Brasil (PLS 377/2016). foi aprovado nesta terça-feira (4) na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) . O relatório .

A proposta regulamenta a recente emenda aprovada pelo Congresso Nacional (Emenda Constitucional 96), que dentre outros pontos reconhece a vaquejada como um bem de natureza imaterial integrante do patrimônio cultural brasileiro. A Emenda 96 determinou a regulamentação da prática por uma lei específica, que assegure o bem-estar dos animais envolvidos. O projeto tramita em caráter terminativo na comissão e será encaminhado à Câmara dos Deputados caso não haja recurso para que seja analisado pelo Plenário do Senado.

Como ficou o texto
De acordo com o relatório aprovado, ficam reconhecidos o rodeio, a vaquejada e o laço como expressões esportivo-culturais pertencentes ao patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial, sendo atividades intrinsecamente ligadas à vida, à identidade, à ação e à memória de grupos formadores da sociedade brasileira.

Um outro artigo define as modalidades que passam a ser reconhecidas como esportivas equestres e tradicionais. Na lista estão, entre outras, o adestramento, o concurso completo de equitação, o enduro, o hipismo rural, as provas de laço e velocidade, a cavalgada, a cavalhada, o concurso de marcha, a corrida, as provas de rodeio e o pólo equestre.

Uma outra emenda determina que deverão ser aprovados regulamentos específicos para o rodeio, a vaquejada, o laço e as demais provas equestres, por suas respectivas associações, no Ministério da Agricultura. Estes regulamentos devem contemplar regras que assegurem a proteção e o bem-estar dos animais, e prever punições para os casos de descumprimento.

Sem prejuízo de outras leis que tratem sobre o bem-estar dos animais, deve-se, em relação à vaquejada, assegurar a eles água e alimentação suficiente sempre à disposição, assim como um local apropriado para o descanso. Também prevenir ferimentos e doenças por meio de instalações, ferramentas e utensílios adequados, além da prestação de assistência médico-veterinária.

O projeto também estabelece que os promotores de eventos utilizem protetores de cauda em todos os bois, além de garantirem uma quantidade mínima de areia lavada de 40 centímetros de profundidade na faixa em que acontece a pontuação.

Muitos empregos
Na discussão da proposta, Raimundo Lira elogiou o aprimoramento feito por Agripino, acreditando que ele atenderá as preocupações das entidades defensoras dos animais, ao mesmo tempo em que preserva um setor altamente dinâmico da vida cultural nordestina.
Lira apresentou projeções segundo às quais somente a vaquejada gera entre 700 mil a 1 milhão de postos de trabalho, de maneira direta e indireta. Ele também elogiou a iniciativa de Agripino de regulamentar conjuntamente o rodeio e o laço, ampliando o alcance inicial do projeto.

Fonte: Paraíba.com

18/06/2017

Dono de fazenda de Gararu nega responsabilidade sobre mutilações de animais

Alguém acha que ele ia confessar? mas, até agora não entendi a vantagem de cortar o rabo dos animais para usar nas vaquejadas.
------------------------
Segundo promotora do MP, ele não apresentou provas de que os animais já estavam mutilados anteriormente.

Nesta quarta-feira (14), o dono de uma fazenda de Gararu (SE), alvo de uma operação das polícias Militar e Civil e do Ministério Público, no dia 09 de junho, e que investiga uma denúncia de maus tratos contra animais negou ter responsabilidades sobre as mutilações.

De acordo com Marcelo Vieira dos Santos uma audiência sobre o assunto foi realizada nesta terça-feira (13), onde ele informou que ganhou seis animais em uma premiação de pega de bois, e os outros dez ele comprou. Durante a reunião ele afirmou que não é o responsável pela mutilação dos animais.

A defesa de Marcelo solicitou à Justiça que designe um veterinário para comprovar que a mutilação dos animais é anterior a compra dos mesmos. Os 16 animais estão apreendidos na fazenda até que o processo seja concluído.

Segundo a promotora Rosane Gonçalves do MPE em Gararu, Marcelo Vieira dos Santos não comprovou que os animais foram comprados ou doados já mutilados com a apresentação da guia de trânsito animal. Mas o processo continua o trâmite.

Entenda o caso
Uma denúncia anônima de mutilação de animais chegou ao Ministério Público Estadual. A partir daí o juiz da Comarca de Gararu, Carlos Rodrigo de Morais Lisboa expediu mandado de busca e apreensão para constatar se a denúncia de maus tratos a animais com rabos mutilados tinha mesmo procedência.

FONTE: G1

***************************************
Animais mutilados foram encontrados em fazenda de Gararu

Operação conjunta autuou donos e lacrou fazenda.

Uma operação conjunta da Polícia Civil, Pelotão Ambiental e Ministério Público Estadual (MPE) realizada nesta sexta-feira (9) durante uma corrida de bois em uma fazenda de Gararu (SE) confirmou uma denúncia realizada ao MPE sobre maus tratos aos animais.

Segundo o MPE, ao chegarem ao local policias e promotores confirmaram que os animais que estavam na fazenda foram mutilados para que fossem utilizados em vaquejadas.

Como medida punitiva os donos dos animais foram autuados, a fazenda foi lacrada e 11 celulares com áudios trocados entre os participantes dos maus tratos também foram apreendidos.

FONTE: G1

09/06/2017

TRISTEZA: Vaquejadas, rodeios e tudo mais protegidas pela Constituição Federal

É muito triste para quem participou da mobilização para inclusão do art. 225 da Constituição Federal assistir o que acontece nos bastidores de uma luta tão difícil......


Leia tudo sobre a PEC 304/2017 ,  Vaquejada e Vaquejadas

15/02/2017

PEC que libera realização de vaquejadas é aprovada no Senado

Pr´a quem tinha alguma esperança, está aí...... Agora, quero ver o trabalho dos deputados que se elegeram pela causa animal ..... Ah, também dos protetores responsáveis por nossa causa sofrer tamanho retrocesso.....
-----------------
O Senado aprovou nesta terça-feira (14) uma Proposta de Emenda à Constituição que busca permitir a realização das vaquejadas, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a prática. O texto foi aprovado em dois

09/11/2016

Médicos veterinários protestam contra apoio de seu conselho à vaquejada - MG

Esta galera de vet´s tem todo nosso apoio e incentivo!!!!! Honram a profissão que escolheram. Parabéns!!!!!  contem conosco sempre!!!!!
-------------------------
Médicos veterinários e ativista em defesas dos animais protestaram no começo desta noite contra a nota divulgada pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária de Minas Gerais (CRMV-MG) em que

14/10/2016

A guerra dos exploradores de animais a favor das vaquejadas

Várias manifestações estão sendo feitas contra a decisão do STF. Era o esperado, mas, os exploradores de animais estão abusando e fazendo com que a mídia fique a favor deles..... Reparem nas diversas matérias abaixo. Engraçado é que eles falam somente que os eventos geram grandes lucros promovendo a economia local. Esta é a maior confissão que fazem de que vaquejadas maltratam sim os animais.  Não deixem de comparecer ao ATO DE APOIO À DECISÃO DO STF. Aliás, a Elizabeth do Fórum nos mandou o e-mail:



VAQUEJADA NUNCA MAIS
Comemoramos na semana passada vitória no STF, porém associações de vaquejada estão organizando manifestações contrárias à essa decisão em vários estados, inclusive uma grande em

13/10/2016

Ato de Apoio à Decisão do STF contra a Vaquejada

Organização do evento CLIQUE AQUI . Galera de Sampa que agita tão bem ações pela causa, por favor, nos represente!!!!!!
-----------
O STF julgou inconstitucional a lei cearense que regulamentava a vaquejada. Leia aqui: http://centrodeadocao.blogspot.com.br/2016/10/supremo-tribunal-federal-decide-que.html

Agora querem anular essa decisão: https://goo.gl/LlZKFl

Venha para a rua apoiar a decisão do STF e

12/10/2016

Protestos contra a proibição de vaquejadas são realizados nesta terça (11)

O Canal Rural, tendenciosamente, está fazendo uma pesquisa que todos nós deveríamos responder a altura: Você é a favor da proibição da vaquejada? Entrem no link e respondam SIM. Esta gente que há anos vem explorando esta crueldade contra animais, está soltando fumaça pelas ventas, Olha a vergonha para nossa classe na foto aí ao lado..... Separei ao final, algumas matérias mostrando o desespero desta gentalha do capeta!!!!


Ao considerar vaquejada ilegal, STF faz imposição ideológica
Vaqueios do Paiuí fazem manifestação contra decisão do STF

-  Vaqueiros protestam pelo país contra a proibição da vaquejada

08/10/2016

STF decide que tradicional prática da vaquejada é inconstitucional

Agora o cara da Associação de Vaquejadas dizer que vai recorrer é de doer os calos do pé..... Tem mais jeito não, mané...... Gente, quando penso o risco que corremos ao vencer por um voto me dá uma gastura danada..... Se perdêssemos isto poderia estar acontecendo, exatamente, ao contrário, ou seja, a vaquejada seria legalizada em todo país e nós não teríamos um argumento sequer contra. Espero que a proteção animal nunca mais arrisque a tamanha aventura que coloca no chão todo trabalho de companheiros que lutam há anos pelo fim dos maus-tratos.... Não podemos arriscar jamais!!!! neste caso saímos vitoriosos, mas, foi por apenas um voto..... 
------------------------




07/10/2016

STF considera prática da vaquejada inconstitucional

Podemos respirar, pois, corremos um risco pelo qual 90% da proteção não tem ideia do tamanho. Mas, nem quero mais pensar nisto porque pensei que estava tendo um infarto no início do julgamento decisivo que aconteceu ontem lá no STF. Tive que tomar medicamento para ficar meia dopada, senão não ia aguentar caso perdêssemos.  Quero destacar o trabalho do Fórum Nacional de Proteção Animal que fez muitas campanhas para evitar o pior. Graças a Deus!!!!!! Podemos dormir hoje!!!!!
------------------
O Supremo Tribunal Federal (STF) julgou hoje (6) inconstitucional a lei cearense 15.299/2013, que regulamentava os espetáculos de vaquejada no estado. Com o entendimento da Corte Máxima do país, a vaquejada passa a ser considerada uma prática ilegal, relacionada a maus-tratos a animais e, por portanto, proibida.

A ação foi movida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e questionava, especificamente, a

28/09/2016

Boi Neon, um filme que nos mostra os bastidores de vaquejadas

Ontem, por efeito da minha sequela do AVC, fiquei na cama quase o dia todo. A tarde vi um filme que recomendo a todos. "Boi Neon". O filme em si lembrou um pouco Glauber Rocha e retrata muito bem como funcionam as vaquejadas no Nordeste. Um fazendeiro aluga seus animais e tem empregados que os levam pelas localidades através um caminhão boiadeiro. Eles moram no caminhão e a realidade é algo que nos faz entender o porque eles querem considerar vaquejadas patrimônio cultural.... Estamos longe daquelas situações impressionantes, mas, nosso compromisso é tentar acabar com uma situação degradante provocada pela exploração dos animais. Se quiserem, posso enviar o vídeo com o filme. Ah, o enfoque principal não são os bois, claro, mas, podemos avaliar sob o aspecto da proteção deles e este filme pode servir de argumento contra esta "tradição cruel".

30/07/2016

Federação critica atuação do Ministério Público em relação a vaquejadas

Gente, já falei aqui e vou repetir: REZEM MUITO para não perdermos o julgamento pelo STF da questão de inconstitucionalidade da Lei do Ceará que regulamenta as vaquejadas naquele Estado. Foi o maior tiro no pé feito contra a proteção animal. Tinha que ter sido feito uma Ação Civil Pública como foi com a Farra do Boi, pois, se fosse perdida, ficaria só no âmbito do Estado e poderíamos voltar com outra ação logo em seguida. Agora, se perdermos a Ação de Inconstitucionalidade sobre esta Lei do Ceará,  poderá ter vaquejadas a vontade ad eternum por todo paísE EU VOU COBRAR A PRETENSÃO DAS PESSOAS QUE NÃO PENSAM NA CAUSA E SIM TÃO SOMENTE NOS SEUS "ACHISMOS" IRRESPONSÁVEIS!!!!!!!
------------------------
Para a Faos as vaquejadas são práticas inconstitucionais que afrontam os princípios da Carta Magna

A Federação das Organizações Não Governamentais, (Faos), sociedades protetoras dos animais e sindicatos de profissionais da proteção animal do estado do PI – Faos/PI, divulgou nota de repúdio, em relação ao "Termo de Cooperação Técnica" entre o Ministério

22/07/2016

Ibama notifica organizadores de vaquejadas em municípios do Pará

Alguém tomou uma decisão!!!! Aleluia!!!!! Acho engraçado é que quando o IBAMA quer, resolve a parada. Quando não quer, diz que só trata de silvestres embora na legislação diga que pode agir em qualquer problema com qualquer tipo de animal. Por que não agiu no Ceará?
------------------------
Eles não devem realizar evento que cause maus tratos aos animais.
Multa a ser aplicada a cada organizador pode chegar a R$ 3 mil por animal.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) notificou os organizadores de eventos de vaquejada que devem ser realizados nos municípios de Marabá, Jacundá e Itupiranga, no sudeste do Pará, além de Santa Izabel, na região metropolitana de Belém. Eles tem orientação para não realizar evento que cause maus tratos aos animais sob pena de todos os organizadores

05/07/2016

Fernando Gabeira: Legalidade da Vaquejada é discutida no STF

Eu fico pensando se as pessoas tem ideia do que vai acontecer se a gente perder a ADIN lá do Ceará..... Tinha que ser uma Ação Civil Pública como foi feita no caso da Farra do Boi..... Temos que rezar todos os dias para que a Lei do Ceará seja considerada inconstitucional porque, senão, a vaquejada será liberada para todo país ad eternum......
--------------------------------

Gabeira acompanhou um fim de semana de vaquejadas em Petrolina, Pernambuco, mostrando alguns dos seus principais lances. Descobriu também a importância dos negócios em torno dos cavalos quarto de milha, usados no esporte.

29/06/2016

Desembargador determina audiência e decidirá sobre vaquejadas - Teresina - PI

Gente, aproveitando a notícia, eu queria só pedir para todos rezarem muito porque a proteção animal anda fazendo coisa errada a ponto de perdermos o que temos. Estas ações jamais deveriam ser "Ação de Inconstitucionalidade" e sim Ação Civíl Pública, como foi a farra do boi. Se os juízes do Supremo que estão julgando sobe a Lei do Ceará que reconhece a vaquejada como cultura da sociedade, bem como esta aqui na cidade de Teresina, derem ganho de causa as empresas de rodeios e vaquejadas,  estamos perdidas, pois,  será referencia para todos os outros estados. A proteção animal precisa aprender a trabalhar, gente!!!!!! pelo amor de Deus!!!!!! não adianta ficar com raiva de mim e sim aprender a fazer certo......
------------------------
O desembargador Paes Landim determinou a realização de uma audiência pública, para o próximo dia 29 de julho, para julgar a Lei Municipal (de autoria do vereador Urbano Eulálio), que regulamenta as vaquejadas com esporte e cultura em Teresina.

O objetivo é colher depoimentos de pessoas com experiência e autoridade na matéria a ser discutida, qual seja, tratamento dispensado aos animais que fazem parte da prática de vaquejadas realizadas no Piauí.

17/06/2016

ENTENDAM o que está sendo julgado referente às Vaquejadas



Tem muita gente confundindo as coisas: Não está sendo julgado pelo STF a "proibição" de vaquejadas e sim se a lei do Estado do Ceará poderá continuar a vigorar ou não. Entendam:

09/06/2016

Campanha audaciosa que pode derrubar o poder dos promotores de rodeios e vaquejadas

Não conheço pessoalmente o Leandro, mas, sei que é bastante dedicado às questões especiais que envolvem os rodeios. Li sobre sua campanha, já contribui com uma pequena ajuda e peço que apoiem sua audaciosa meta. Será a conquista de um material que vai derrubar o poder destes promotores de rodeios e vaquejadas.
---------------
Olá amigos! E com muito prazer que convido a todos para se inteirarem e também colaborar com essa importante campanha que estou tendo a honra de coordenar!
Uma pesquisa de opinião pública feita por um instituto oficial sobre rodeios e vaquejadas, e que dará uma força muito grande para nossa causa: nos ajudará a vencer mais batalhas judiciais e legislativas pelo bem dos nossos queridos animais. No link tem todas Informações:
Colaborem e compartilharem muito por favor. Pelos nossos irmãos de quatro patas!

11/05/2016

Em clima tenso, vereadores defendem vaquejada em sessão na Câmara - Teresina - PI

ATUALIZAÇÃO em 12/05/16
Desembargador decidirá se vaquejadas terão continuidade em Teresina
----------------------
Olha a baixaria que rolou na Câmara de Vereadores por conta da denúncia contra vaquejadas.... Que horror!!!!! Leiam sobre o caso em Após vaquejada, animais são flagrados mortos e feridos em Parque de Teresina
------------------------------
Um clima tenso mais uma vez tomou conta do plenário da Câmara de Teresina nesta terça-feira (10). Empresários do ramo da vaquejada, representantes da Associação dos Vaqueiros

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪