Mostrando postagens com marcador jacaré. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador jacaré. Mostrar todas as postagens

6 de setembro de 2017

Homem volta para casa após furacão Harvey e encontra jacaré vivendo em sua sala de jantar...

Pobre do grandão.... ainda bem que foi resgatado. Confiram nossas postagens sobre esta tragédia provocada pelo Furação Harvey.
----------------
Um americano tomou um susto quando voltou para casa, no Texas (EUA), após a passagem do furacão Harvey. Um jacaré de cerca de 2,7 metros de comprimento estava morando na residência.

Brian Foster precisou abandonar sua casa por conta da passagem do furacão. No entanto, na última sexta-feira (1º), quando voltou ao seu imóvel, deu de cara com o jacaré dormindo em sua sala de jantar.

Sem saber o que fazer, Foster chamou a polícia que, por sua vez, encontrou em contato com o departamento de controle de animais selvagens. Em 20 minutos, eles chegaram e retiraram o jacaré da casa de Foster. O bicho era tão grande que precisou ser carregado por quatro pessoas. Segundo as autoridades, durante inundações é comum ver jacarés em áreas onde eles geralmente não aparecem.

FONTE: UOL

4 de setembro de 2017

Jacaré do papo amarelo é resgatado na zona oeste do Rio

Pura maldade.... Minha Santa dos Viajantes para o Inferno acelera a condução do patife que fez isto? 
-----------
Animal estava com a boca amordaçada e foi resgatado após denúncia no Linha Verde

A partir de uma informação encaminhada pelo Linha Verde, programa do Disque Denúncia do RJ específico para denunciar crimes ambientais, agentes da Patrulha Ambiental da Prefeitura do Rio conseguiram resgatar, nesta quinta-feira (31), um jacaré do papo amarelo, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade.

A denúncia informava que, próximo da avenida Gilka Machado, no canal das taxas, havia um jacaré que se encontrava com a boca amarrada e, após o recebimento da denúncia, a Patrulha Ambiental foi até o local onde os agentes conseguiram fazer o resgate. A boca do animal estava machucada e presa com um fitilho plástico.

Após a retirada do fitilho, que exercia pressão em sua mandíbula, ele foi encaminhado ao Parque Chico Mendes, onde foi solto em seu habitat natural. A espécie é considerada ameaçada e corre risco de extinção.

Linha Verde
O Linha Verde solicita a população que continue denunciando ilícitos ambientais em todo o Estado do Rio através dos telefones 0300-253-1177 (interior, custo de ligação local), 2253-1177 (capital), ou através de seu aplicativo para celulares “Disque Denúncia Rio”, onde usuários com sistema operacional Android ou IOS podem denunciar e anexar fotos e vídeos, também com a garantia do anonimato.

Através desses números, a população da cidade do Rio também pode solicitar o resgate de animais silvestres.

FONTE: R7

25 de julho de 2017

Você já levou o seu jacaré para passear hoje?

Se eu fosse algum governante, mandava limpar o local que os jacarés ficam e explorava o turismo de observação em prol de algum projeto educacional. Alimentava os animais para eles não comerem aquelas porcarias daquelas águas imundas e mantinha um biólogo no local para educar o povo. Tem um Instituto Jacaré monitorando os animais daquela área e o Facebook deles é ESTE
------------
RIO — Jacarepaguá recebeu esse nome por causa dos inúmeros jacarés que viviam na região. Em Tupi, significa “vale dos jacarés”. Com o tempo, os animais foram sendo expulsos de seu habitat e empurrados para as margens das lagoas. Hoje, eles são figurinhas fáceis no bairro vizinho, o Recreio, e, muitas vezes, vão passear nas ruas e nos quintais dos moradores. Mas se engana quem pensa que os répteis estão se multiplicando. Na verdade, o número de animais vem caindo ao longo dos últimos anos, e a espécie está ameaçada de extinção no Rio.

Para o biólogo Ricardo Filho, que há quase duas décadas monitora os jacarés na Zona Oeste, vários fatores explicam essa redução. Ele cita a poluição, o encolhimento de seu habitat natural, o excesso de animais machos e até a alimentação inadequada jogada pelas pessoas. No início da noite da última quinta-feira, quatro adolescentes se divertiam jogando biscoito para os répteis no Canal das Tachas, que integra o Complexo Lagunar de Jacarepaguá.

— Nós vemos jacarés gordos, mas aquilo não é uma gordura saudável. Muitas vezes, há um estufamento dos órgãos. As pessoas pensam que estão ajudando os animais ao jogarem alimentos. Mas, na verdade, estão matando. Não é legal alimentar os bichos, seja com filé mignon ou com biscoito — explicou Ricardo Filho, fundador do Instituto Jacaré, empresa de consultoria ambiental.

Espécie corre risco de extinção
Devido ao acesso fácil à comida, os animais acabam se concentrando em um determinado ponto do Canal das Tachas, dando a impressão de que há mais répteis no local. Mas eles não estão se reproduzindo mais. De acordo com o biólogo, a espécie jacaré-de-papo-amarelo até corre risco de extinção no município do Rio, embora não esteja ameaçada em classificação nacional ou internacional alguma.

Moradora da comunidade do Terreirão, às margens do canal, Maria de Fátima Barbosa, de 56 anos, disse que já contou mais de 14 jacarés no local:
— Não sinto medo deles, mas não gosto quando as pessoas jogam comida, porque incentivam os animais a não saírem desse trecho.

A Secretaria municipal de Conservação e Meio Ambiente atuou no entorno do Canal das Tachas, em março deste ano, e montou uma estrutura de concreto de 741 metros para evitar, de forma provisória, a saída de jacarés do curso da água.

— Além do cercamento, iniciamos campanha educativa para que a população entenda que é prejudicial alimentar os animais. Esse hábito inibe as habilidades e o comportamento natural para conseguirem comida. E estimula os répteis a seguirem para áreas residenciais, sem contar que uma comida inadequada pode provocar a alteração do metabolismo do animal — disse o secretário de Conservação e Meio Ambiente do Rio, Rubens Teixeira.

Moradores afirmam que, antes da construção da barreira, era comum animais rastejarem pelas ruas. No início do ano, uma postagem no Facebook dizia que um morador do Recreio teve um cão comido por um jacaré. Apesar de nunca ter encontrado vestígios de cachorro na barriga dos jacarés durante suas pesquisas, Ricardo afirma que, eventualmente, podem ocorrer ataques:

— Acontecem acidentes ocasionais por descuido ou até mesmo por maldade. Sei de casos, principalmente no Terreirão, de cachorro que vai beber água nas margens do canal e acaba jogado lá dentro, sendo deixado numa zona de conflito. Nesses casos, pode ocorrer um ataque, porque o cachorro tem característica de presa.

Para Ricardo, a extinção do jacaré-de-papo-amarelo também é reflexo do excesso de machos, o que dificulta a reprodução dos animais. Segundo ele, há dois motivos que explicam essa desigualdade: os machos costumam buscar novos territórios, invadem áreas urbanas e são capturados pelos órgãos públicos responsáveis. E, geralmente, os oficiais levam os répteis para o mesmo lugar, ou seja, Jacarepaguá. Outro fator é biológico: temperaturas mais elevadas geram jacarés do sexo masculino.

— O aumento da poluição leva à decomposição de material na água, o que acaba gerando mais calor. Eu brinco chamando o lugar de “Complexo de latrinas de Jacarepaguá”. Se houvesse um número equilibrado de machos e fêmeas, a competição seria menor. Atualmente, há mais atrito e menos reprodução. A taxa de crescimento da população de jacarés está negativa — disse Ricardo.

O biólogo Mario Moscatelli reforça o coro e se surpreende com o fato de a espécie conseguir sobreviver em meio a tanta poluição:
— O jacaré é um bicho tinhoso. Ultrapassou quatro extermínios em massa. Tem um sistema imunológico monstruoso. Em meio a tanta sujeira, encontram alguma condição ambiental para continuarem vivendo.

Fenômeno vira ponto turístico
Com vários prédios em construção na região, o espaço dos animais está sendo gradativamente reduzido. Eles têm sido obrigados a ficar em trechos específicos, como a região do Canal das Tachas perto do Terreirão. O lugar se tornou um ponto turístico, graças à presença numerosa dos répteis. O casal Marjorie Holanda e Valeriano Tibúrcio, que passava pelo local na quinta-feira, parou para observar os bichos.
— Minha irmã fala que eles são meus filhos, de tanto que eu venho aqui — brinca Marjorie.

Tibúrcio defende a preservação da espécie:
— Esse é um zoológico de graça. Poderia existir um projeto de saneamento para a comunidade e limpeza do canal. Os bichos vivem no esgoto, é uma pena.

Até mesmo pessoas de fora do Rio já estão sabendo da presença dos animais por ali.
— Eu acabei de chegar da Bahia. Minha tia disse que aqui tem muito jacaré, e eu vim ver. Já tirei várias fotos, estou surpresa com a quantidade — disse Júlia Porto, de 17 anos.

Ricardo também enfatiza que, além da importância biológica, há um significado cultural e histórico dos animais dentro da região de Jacarepaguá:
— As pessoas deveriam pensar na importância que os jacarés têm para a nossa região. Primeiro, ele é o que dá nome ao lugar. Se Jacarepaguá significa vale dos jacarés, há uma importância ecológica e cultural para o bairro.

FONTE: extra.globo

10 de julho de 2017

Após morte de jacaré, ONG faz abaixo-assinado para discutir fechamento de zoológico em Alfenas

Gente, a ONG Anjos de Patas lá de Alfenas que está a frente do caso está sendo ameaçada pelas pessoas que não querem que o zoo acabe. LEIA AQUI

Agora, vamos assinar o abaixo assinado que ela fez pedindo o fim da exploração animal naquela espelunca. Quem não tem competência não se estabeleça. Não tem como garantir a segurança dos animais, então, fecha. Clique em PETIÇÃO.
----------------
Animal foi encontrado morto em jaula e corpo foi levado por criminosos na terça-feira (4).

A morte do jacaré no Zoológico de Alfenas (MG) na terça-feira (4) acendeu o debate sobre a necessidade de um zoológico na cidade. Uma ONG de proteção animal afirma que os bichos deveriam ser levados para reservas ecológicas, e na área, deveria ser criado um parque municipal. Já os responsáveis pelo zoológico afirmam que nem todos os animais podem ser soltos na natureza.

O jacaré, da espécie papo amarelo, foi encontrado morto na manhã da terça-feira. Ele já estava no parque há cerca de 15 anos. Segundo a polícia, a suspeita é que o animal tenha sido morto a machadadas. Ele foi decapitado e o corpo foi levado.


Após o ocorrido, a ONG Anjos de Patas iniciou um abaixo-assinado para discutir o funcionamento do parque de Alfenas. “Animais silvestres e selvagens não servem pra entretenimento humano, eles nasceram pra viver livres na natureza”, explica Renata Santinelli, presidente da ONG.

A proposta da ONG é devolver os animais pra reservas ambientais e quer levar o debate pra sociedade. “O objetivo é a gente observar os anseios da população sobre o fechamento do zoológico, se a população concorda ou não em fechar o zoológico”, completa Renata.

Zoológico de Alfenas está fechado há 2 meses para reformas (Foto: Reprodução EPTV) 

O zoológico de Alfenas abriga cerca de 100 animas e alguns, inclusive, de espécies ameaçadas de extinção. A médica veterinária do zoológico, Andrea Aparecida Alves Brandão, afirma que nem todos podem voltar pra natureza.

“O animal, pra ser solto, ele tem que passar por um processo de reabilitação e ele tem que ter as características pra poder ser solto. Não é simplesmente só o médico veterinário que vai avaliar.”
Muitos animais que chegam ao zoológico foram encaminhados pelas polícias Florestal, Ambiental, Corpo de Bombeiros ou Ibama. O parque só recebe animais machucados ou desamparados pelas mães.

Um deles, um macaco bugiu, chegou ao local com 15 dias depois que a mãe foi atropelada. Para o zoólogo Humberto Fonseca Mendes, animais como este não podem ser soltos na natureza. “[São] animais muito mansos e que são socializados, e por conta disso, ao invés deles fugirem de gente, eles viriam até as pessoas e poderiam ser mortos, caçados, ou coisas do tipo.”

Ainda segundo ele, no zoológico é feita a reprodução, que ajuda na manutenção da espécie. “Já que a gente entende que os pais não podem ser soltos, e a gente fica um tanto quanto ferido com essa ideia, os filhotes sim, eles podem ser habilitados, porque eles não teriam problemas físicos, e aí então é feito um programa de reabilitação e podem ser soltos.”

O zoológico de Alfenas está fechado há dois meses para o público. A prefeitura quer fazer a manutenção do local, como pintura e limpeza, pra só assim voltar a receber os visitantes. A médica veterinária e voluntária do parque Ana Cristina Terra se preocupa com o destino dos animais.

“Os animais selvagens estão perdendo o habitat deles, pela degradação ambiental que nós mesmos provocamos, então a função de um zoológico não é só manter os animais impossibilitados de estarem soltos para exposição.”

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Alfenas afirmou que, depois que o jacaré foi morto no zoológico, a segurança foi reforçada. A assessoria disse ainda que as secretarias municipais de educação e de meio ambiente firmaram um convênio para transformar a área do zoológico em parque de educação ambiental, com o objetivo de promover aulas e pesquisas para os estudantes, inclusive com a parceria de universidades. O espaço seria aberto também à população.

Na semana da segunda-feira (10) deve haver uma reunião para tratar do encaminhamento dos animais para outros locais que possam acolhê-los de forma mais adequada. A previsão pra que tudo isso se concretize é de um mês.

Fonte: G1 - EPTV - 07/07/17

29 de maio de 2017

Americanos são acusados de abuso animal após forçarem jacaré a beber cerveja

Estes idiotas de plantão deveriam levar uns bons tabefes.... imaginar uma meleca destas precisa levar um "acorda" p´ra real
-----------
Dois homens vão responder criminalmente por abusar de animais depois de forçarem um pequeno jacaré a beber cerveja. Joseph Andrew Floyd, de 20 anos, e Zachary Lloyd Brown, de 21 anos, dirigiam pelo estado americano da Carolina do Sul quando supostamente viram o réptil atravessar a estrada e resolveram capturá-lo. Os dois registraram no Snapchat o momento em que seguram o pescoço do jacaré, abrem a boca dele e despejam a bebida alcoólica.

Ao receber dezenas de denúncias, o Departamento de Recursos Naturais da Carolina do Sul passou a investigar o abuso e publicou em seu Twitter oficial os desdobramentos da apuração.

Os jovens acabaram denunciados por assédio aos animais e podem pegar multa de até US$ 300. O juiz responsável pela ação ainda vai determinar a sanção aos amigos.

Floyd e Brown, em depoimento às autoridades, confessaram que capturaram o animal na estrada e derramaram cerveja em sua boca. Eles alegam ter devolvido o jacaré à natureza depois do abuso, em um lago próximo. Não há informações sobre o estado de saúde do bicho.

Fonte: EXTRA

14 de janeiro de 2017

Cão é baleado em tiroteio no Jacaré. O segundo em três dias.

Em três dias a SUIPA atende dois cachorros baleados.... Minha Santa dos Perebentos, some com estas criaturas que andam nascendo e que são totalmente dispensáveis ao nosso planeta....
--------------------
RIO - Um cão São Bernardo foi ferido por bala perdida durante um tiroteio no Jacaré, na Zona Norte. Bolinha perdeu muito sangue, foi socorrido por seu dono e levado para a Suipa, onde foi operado na pata dianteira direita. Segundo o veterinário Luiz Eduardo Castro, foi extraído um projétil de arma de baixo calibre.

- Bolinha é de um morador do Jacaré, que o encontrou sangrando. Os vizinhos disseram que o cão tinha sido baleado. Ele deu muita sorte porque o tiro atingiu uma artéria e ele sangrou muito. Fizemos uma radiografia e vimos que havia um projétil - detalhou Castro.

Após a cirurgia, Bolinha passa bem. Ele foi medicado e ficará alguns dias em observação antes de poder voltar para casa. No sábado, a cadela Mel foi baleada em um tiroteio no Morro da Serrinha e foi atendida na Suipa. Segundo o veterinário, o animal já está com seus donos em casa e passa bem.
Fonte: O Globo

12 de janeiro de 2017

Contra a criação do primeiro abatedouro de jacarés!

ATUALIZAÇÃO em 13/01/17:
Grupo de direito dos animais Peta compra participação na Louis Vuitton
---------------- 
Como publicamos no último dia 10, a Secretaria deve certificar o primeiro frigorífico especializado na criação e abate de jacarés do Estado de São Paulo. Então, a proteção animal revoltada, com toda razão do mundo, está fazendo uma Petição que pode ser assinada AQUI
E para quem não sabe, vejam como funciona um abatedouro de jacaré no Vietnã. As imagens são fortes. Mas, não deixe de assinar a petição da PETA também, por favor.
--------------------
Eles cortaram a garganta do animal e depois pegaram uma barra de metal.
As próximas cenas são pura crueldade.
A organização de proteção animal PETA tem denunciado por anos a tortura de crocodilos em fazendas de couro no Vietnã. Agora, eles produziram um vídeo chocante mostrando a brutal extensão da crueldade sofrida por essas criaturas, que podem até causar medo na vida selvagem, mas que vivem aqui em um cativeiro deprimente.


Se você quiser ajudar a pôr um fim na tortura desses crocodilos (e de muitos outros animais), você pode apoiar a PETA escrevendo para Bernard Arnault. Ele é o acionista majoritário de marcas de

10 de novembro de 2016

Turistas atraindo porco para rio cheio de jacarés nos EUA

Olha, este vídeo tem duas opções: se você for ver vai ficar, mais do que nunca, enojada  da capacidade do sadismo humano e se não for ver, vai perder a oportunidade de engrossar as fileiras daqueles que desprezam com todo fervor o tal "serumano". Se existe a Santa da Espada Afiada, vão se tornar devotos e farão novena para ela nos vingar ....  


Publicado em 17 de jul de 2015
Um grupo de turistas atraiu com comida um porco para um rio cheio de jacarés para servir de refeição para os répteis. A cena foi filmada de um barco.

Filhote de jacaré é filmado devorando capivara na Lagoa Maior - MS

Quando há desequilíbrio, é isto que acontece......
------------------------
Cena gera centenas de comentários contra e a favor à presença de animais no local

Uma sequência de imagens captadas na manhã deste domingo (6) pelo jornalista Valdecir Cremon, na Lagoa Maior, em Três Lagoas, levantou novos debates entre moradores da cidade sobre a presença de animais perigosos no local. Centenas de comentários contra e a favor foram postados em redes sociais.

Nas imagens, um jacaré é visto devorando uma capivara. Apesar de pequeno para o porte

26 de outubro de 2016

Animais de antigo zoo ficam livres e preocupam frequentadores de parque

A negligência destes governos enojam nossa alma e reviram nosso estomago......
------------------------
Visitantes têm acesso ao hipopótamo e jacaré foi visto passeando pela área.
Prefeitura de Leme afirma que local vai passar por reforma prevista em TAC.

Moradores de Leme (SP) que frequentam o Parque Ecológico Mourão denunciam problemas na estrutura do espaço e nos cuidados com os animais que restaram dozoológico que havia no local.

Muitos bichos, como leoas, chimpanzé eelefante

3 de agosto de 2016

Mulher de 90 anos morre após ser atacada por jacaré nos EUA

Pois é, a história não é contada direito e aí terminam dizendo que o bicho foi tirado da tal lagoa.... e aí?
------------------------
Bonnie Walker é primeira vítima fatal de um aligátor na Carolina do Sul.
Idosa sumiu de casa de repouso e corpo foi encontrado em lagoa.

O legista do condado de Charleston confirmou que uma mulher de 90 anos encontrada morta em uma lagoa após sumir de uma causa de repouso foi atacada por um aligátor (também conhecido como jacaré-americano).

Os múltiplos cortes e ferimentos de golpes com força no corpo de Bonnie Walker são compatíveis com um ataque do animal, de

15 de junho de 2016

Jacaré assusta pedestres ao dormir na pista de caminhada em MS

Fala sério!!!!! o risco que este bicho corre por estar tão perto de humanos é enorme!!!!!!
------------------------
Local é conhecido por atrair jacarés e outros animais da Lagoa Maior. Pedestres correm ao perceber réptil embaixo de árvore, em Três Lagoas.

Outro jacaré-do-papo-amarelo voltou a ser atração na pista de caminhada da orla da Lagoa Maior, em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande. Desta vez, o animal foi filmado enquanto dormia embaixo de uma árvore. No vídeo, pedestres que faziam exercícios correm ao percebê-lo no local, um dos pontos turísticos da cidade .

video

O flagrante foi feito há um mês pelo jornalista Ricardo Ojeda, de 53 anos, que publicou o vídeo em uma rede social nesta terça-feira (14). Ele mora na cidade e já está acostumado com a presença dos

12 de maio de 2016

Jacaré some de zoo em Cascavel e polícia desconfia que bicho virou churrasco - PR




Mundo nojento!!!!!
-------------


video
O acusado de ter furtado o jacaré e feito o assado tem 25 anos e é mais novo que o animal, que tinha 30 anos

4 de março de 2016

Veja vídeo da retirada do jacaré que virou 'atração' em lagoa de Piracicaba - SP

A decisão foi certa..... ali, o meninão sofria o risco de ser vítima dos tais "serumanos".... 
------------------
Animal de 1,64 metro, batizado de Bacana, foi removido nesta quinta (3). 
Réptil foi solto no Tanquan, 'minipantanal', na zona rural da cidade.

O jacaré-de-papo-amarelo que viveu 1 ano em uma pequena lagoa da área urbana de Piracicaba (SP) foi capturado e solto na região do Tanquan, conhecida como "minipantanal" paulista, na manhã desta quinta-feira (3).O réptil, que é fêmea, virou atração entre a população e foi batizado de Bacana. O animal, que pesa cerca de 55 quilos e mede 1,64 metro, passou por exames e recebeu um chip para monitoramento. Confira o vídeo da operação acima.

video

A licença para o remanejamento de Bacana foi obtida na sexta-feira (26) no Departamento de Fauna (Defau), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Uma equipe da Prefeitura de Piracicaba tentava

9 de fevereiro de 2016

Polícia apreende carne de jacarés e preguiças em barco no Marajó, PA

Os caçadores desgraçados vão alegar caça de subsistência, querem apostar?
-------------------
Denúncia anônima levou a polícia até a embarcação atracada em Breves. 
No local havia ainda três jacarés, um búfalo, três jabutis e três bois vivos.

Cerca de 180 quilos de carne de animais silvestres como jacaré, preguiça e arraia foram apreendidos no último domingo (7) em uma embarcação no município de Breves, no arquipélago do Marajó, no Pará. Os integrantes

6 de fevereiro de 2016

Homem puxa rabo de jacaré e vai ter que se explicar ao MP-MS

Coisa boa de se ler, não? adoro ver nossos homens dignos....
--------------------
Imagens feitas por testemunhas chamaram atenção do Ministério Público.
Convívio de bichos e pessoas na Lagoa Maior é polêmico em Três Lagoas.

Um flagrante feito em um ponto turístico de Três Lagoas, a 214 km de Campo Grande, na última terça-feira (2), mostra um homem puxando o rabo de um jacaré, próximo a uma lagoa. O caso ganhou repercussão e chamou a atenção do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, que notificou o

4 de fevereiro de 2016

Jacaré era mantido como animal de estimação havia 26 anos nos EUA

Só depois de 26 anos descobriram o jacaré? cruzes!!!!!!
------------------------
Autoridades apreenderam réptil em Lansing, no estado de Illinois.
Técnico avisou agência de controle de animais ao ver réptil na casa.

Um aligátor (jacaré americano) de 2 metros que era mantido como animal de estimação havia 26 anos em Lansing, no estado de Illinois (EUA), foi apreendido na semana passada pelo Departamento de Recursos Naturais do estado.

As autoridades apreenderam o réptil após um técnico avisar a agência de controle de animais. O técnico havia feito reparos na casa de Charles Price, dono do jacaré, e tirou fotos do animal após perceber o movimento do réptil em uma caixa no porão da casa.

Price foi acusado de manter um jacaré ilegalmente. Vizinhos disseram desconhecer que o animal estivesse morando lá. O dono liberava com frequência o réptil em seu quintal, mas, na maior parte do tempo, ele ficava enjaulado. Price disse ter adquirido o jacaré quando ele ainda era um filhote.

FONTE: G1

20 de janeiro de 2016

8 de janeiro de 2016

Jacaré é resgatado em garagem de condomínio na Zona Oeste do Rio

Engraçado é que todo mundo sabe que somos nós que invadimos o espaço dos animais, mas, e aí? não se faz nada?
------------------------
Animal estava bem e foi solto no Parque Natural Municipal do Marapendi.
Outros três animais foram capturados em lugares diferente no mesmo dia.

Um jacaré foi resgatado na garagem de um condomínio no bairro Itanhangá, na Zona Oeste do Rio, por agentes da Patrulha Ambiental na manhã do último domingo (3). De acordo com a patrulha, o animal estava bem e foi solto no Parque Natural Municipal do Marapendi.

Outros animais resgatados
Também no domingo, outros três animais

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪