Mostrando postagens com marcador hospital. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador hospital. Mostrar todas as postagens

29/09/2017

Cadelinha se desesperou com seu dono internado de urgência em hospital

Existe amor mais fiel do que de um cão? nãoooooo.... Agora, imaginar que alguns "serumanos" são capazes de fazer os piores e inimagináveis maus-tratos conta eles, faz a gente se derramar no chão e se afogar em lágrimas. Minha Santa das Boas Idéias, coloca algumas nas cabeças destes dispensáveis seres que vivem no planeta para fazer o mal.... Repara que a cachorrinha ficou com o relógio dele no pescoço..... Coisinha mais lindinha!
----------

31/08/2017

Hospital de Tubarão passa a permitir a visita de animais de estimação

Tenho certeza absoluta que os animais levantam até defuntos com seu poder mágico.... são os milagres diários da nossa vida.... Tomara eu mereça morrer depois de todos os meus terem partido.... Seria a maior graça que Deus me daria.... 
--------------
Publicado em 28 de ago de 2017
Hospital Socimed, daqui de Tubarão passou a permitir visita de animais de estimação, porém algumas regras precisam ser seguidas. Na quinta-feira, 24/8, uma paciente foi a primeira beneficiada pelo projeto.
Fonte: Unisul

16/08/2017

Setor de animais de grande porte do Hospital Veterinário completa três anos

Sinceramente, fico encantada com hospitais de grandes devido as inúmeras dificuldades que é tratar destes grandões.... Cachorro, mesmo grandão, a gente consegue colocar no colo e correr com eles, mas, como ajudar um cavalo e outros grandões, né mesmo? E daí ter um hospital é o máximo, p´ra mim. Parabenizo todos os vets que atendem e cuidam destes seres tão lindo!!!!
---------------
O setor de animais de grande porte do Hospital Veterinário Unibave (HVU) está completando três anos de serviços. Uma das últimas adaptações feita no local foi a instalação de um embarcador e desembarcador de animais de médio e grande porte.

O equipamento foi desenvolvido no Unibave e facilita o trânsito dos animais, o processo por meio de uma estrutura segura evita o estresse do animal, além de prevenir qualquer tipo de trauma por conta de uma queda, caso o desembarque seja realizado de forma errada.

Segundo a diretora do hospital veterinário, Lívia Valente, a plataforma tem regulagem de altura adaptável conforme o veículo e uma estrutura toda pensada para dar maior comodidade aos animais. “O desembarque feito de forma incorreta causa um grande transtorno, desta forma nos preocupamos em fazer algo pensando no bem-estar animal”, pontua.

Durante esses três anos de atividades, o hospital já realizou diversos tratamentos em animais como equinos e bovinos. Com uma mesa cirúrgica especial que suporta grandes animais, o HVU oferece à região um diferencial para a promoção da medicina veterinária.

O médico veterinário Guilherme Valente de Souza, coordenador do curso de Medicina Veterinária do Unibave, observou um aumento progressivo de atendimentos clínicos e cirúrgicos nos últimos meses. “Nos últimos quatro meses obtivemos um número de, aproximadamente, 60 animais atendidos no HVU e nas propriedades”, contou Souza.

O coordenador ainda ressaltou que durante o atendimento, no pré, trans e pós-cirúrgico, é permitido que os acadêmicos acompanhem os casos. “Existe no HVU um grupo de 12 estudantes voluntários que se dedicam aos cuidados dos animais internados. Salientando que todos os procedimentos, quando executados pelos alunos voluntários, são acompanhados por um Médico Veterinário”, frisou Souza.

Atendendo à comunidade externa e à comunidade acadêmica por meio do ensino, o centro cirúrgico de grandes animais é equipado com anestesia inalatória, monitor multiparamétrico, bomba de infusão dentre outros. A estrutura de indução e recuperação é equipada com material resistente e que permite um conforto para o animal durante o procedimento e a estadia no Hospital Veterinário Unibave.

FONTE: engeplus

15/06/2017

Jovem finge que cachorro é bebê para levá-lo até avó no hospital

Muito legal!!!!!!!!! espero que alguém faça o mesmo por mim..... kakakakaka..... eu ia adorar!!!!
-------------
"A minha avó está no hospital e nós queríamos que ela reencontrasse seu cachorro", revelou a jovem num tuíte que já acumula mais de 490 000 curtidas

A avó da técnica em veterinária Shelby Hennick, de 21 anos de idade, passou alguns dias internada no hospital após uma reação alérgica. Por causa disso, a mulher precisou ficar afastada de sua mascote, Patsy — o que, muitos sabem, podem ser bastante ruim para a saúde de alguns pacientes.

A mãe de Shelby, no entanto, teve uma ideia para animar a mulher: “traficar” a cadela para dentro do hospital. A maioria dos centros médicos não permite a entrada de animais de estimação, já que eles podem representar risco de infecções para os pacientes internados. Alguns cachorros de serviço, no entanto, são permitidos.

Para transportar a cadelinha para dentro do hospital sem levantar suspeitas, Shelby ‘embrulhou’ Patsy num cobertor e carregou a mascote como se fosse um bebê. A equipe médica do endereço já conhecia a família, então eles apenas acenaram antes de entrar no quarto da avó da jovem, sem levantar suspeitas. E o cachorro? “A Patsy estava quieta o tempo inteiro e, para ser bastante honesta, não parou de lamber o meu braço o trajeto inteiro“, contou ao BuzzFeed.

A princípio, a avó de Shelby achou que sua neta, a filha da irmã mais velha da técnica em veterinária, estivesse no cobertor. Mas foi surpreendida quando a família colocou Patsy em seu colo. A jovem revelou que sua avó adotou a cadelinha há treze anos, quando a mascote era apenas um bebê e precisava ser alimentada com a ajuda de uma garrafa. Desde então, as duas compartilham “um laço bastante forte”: “A Patsy chorou durante todo o reencontro e não conseguia ficar próxima o suficiente da minha avó“, contou.

Shelby compartilhou a história no Twitter, onde ela fez sucesso imediato e está dividindo opiniões: “A minha avó está no hospital e nós queríamos que ela reencontrasse seu cachorro. Então eu fiz parecer que eu estava carregando um bebê e nós conseguimos!“, disse na mensagem que já recebeu mais de 490 000 curtidas e foi compartilhada mais de 110 000 vezes em poucos dias. Confira:


A jovem revelou ao BuzzFeed que não fazia ideia que os cliques ganhariam tanta atenção: “Eu estou muito feliz que nós conseguimos levá-la até o quarto e tenho certeza que isso fez o dia da minha avó muito mais feliz“. Shelby também revelou que sua avó está se sentindo muito melhor e já está em casa desde a noite de ontem (12).

Nos comentários, as reações à história da mulher são bastante distintas: alguns internautas estão revelando que já fizeram o momento por entes queridos, enquanto outros estão criticando a atitude. “Eu queria ter feito isso pela minha avó antes de ela morrer, ela amava tanto o cachorro e nós tentamos levá-lo até ela, mas não conseguimos“, desabafou um rapaz. “Há uma razão para cachorros serem banidos de hospitais: há, inclusive, pessoas que são alérgicas“, argumentou uma internauta.

FONTE: Veja SP

30/03/2017

Cão mora na frente de hospital e é 'adotado' por funcionários no AC

Um cãozinho destes não merece ficar sem um lar e um alguém para amar.....
------------------------
Funcionários não sabem como animal foi parar em hospital do interior. 'Já apareceram pessoas querendo adotá-lo', diz a psicóloga Jamile.
A história do cachorro de rua Beethoven é igual a de muitos animais sem donos que ficam perdidos nas ruas. Mas, ao invés de ter sido adotado por alguém, foi ele quem adotou um lugar para morar.

O local escolhido foi a entrada do Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre. O nome Beethoven foi carinhosamente escolhido pelos funcionários que trabalham diariamente na unidade de saúde. A psicóloga Jamile Souza diz que não sabe há quanto tempo o cão está no local, mas garante que todos já se acostumaram e que ele tem um comportamento dócil.

“Já apareceram algumas pessoas querendo adotá-lo, mas ninguém consegue tirar ele daqui. Não sei se veio com algum paciente que entrou no hospital e acabou falecendo e o animal ficou aqui à sua espera. Mas isso eu não posso afirmar, só sabemos que apareceu aí na frente e foi ficando e conquistando o afeto de muitas pessoas”, diz.

A psicóloga garante que Beethoven é bem tratado e que não faz mal a ninguém que entra e sai do hospital. "O cachorro não é agressivo, passa o tempo todo deitado embaixo dos bancos. Não causa nenhum transtorno, fica sempre deitado”, acrescenta.

Ela diz ainda que são os próprios funcionários que se revezam e cuidam do animal. "A direção não toma conta do cachorro, mas não temos como expulsá-lo daqui. O que fazemos é colocar água e comida para ele e algumas pessoas que passam por aqui também.

Alguns funcionários que gostam do Beethoven colocaram vasos de água e comida para ele se alimentar. Eu quando tenho alguma coisa também dou para ele. Enquanto o dono não aparece ele vai ficando por aqui", finaliza.
FONTE: G1

01/03/2017

Cão que fez 'vigília' em hospital ajuda sem-teto a rever família após 10 anos

No ultimo dia 24 publicamos a história comovente de Marronzinho que agora está se desdobrando. Toda uma conjunção de fatores positivos estão ajudando esta criaturinha tão amada e este homem que precisa de muita ajuda.
------------------------- 
Marronzinho acompanhou morador de rua de Limeira até em ambulância.
Amizade da dupla ganhou repercussão e familiares reconheceram homem.

A história do cão Marronzinho, que fez "vigília" na porta de um hospital de Limeira (SP) depois que o dono foi internado, ajudou o amigo, o ex-morador de rua Sandro Martins a reencontrar a família após 10 anos. 

video

Parentes contaram que reconheceram o homem após verem no G1 as imagens dele com o cachorro na saída do hospital. Os familiares procuraram o projeto social Anjos da Noite, que havia acolhido a

24/02/2017

Após sete dias de espera, ‘Marronzinho’ reencontra dono

Sinceramente, eu fiquei muito feliz por saber que a ONG companheira ALPA Limeira esteve (e vai continuar) à frente do caso. Parabéns a todos que ajudaram a Marronzinho que se esfregou todo nos pés do seu dono...... Se quiserem ler mais sobre o caso: Marrom, o cãozinho que aguarda seu dono ter alta do hospital - Limeira - SP. Coloquei, também, o vídeo do G1 que está muito bom.
---------------------
O cão ‘Marrozinho’, que comoveu as redes sociais ao fazer ‘vigília’ na porta de um hospital de Limeira depois que o dono foi internado, reencontrou seu tutor na manhã desta quinta-feira (23).


O homem, de 30 anos, e o cachorro moravam nas ruas do município, quando no último dia 15 o rapaz foi levado para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), onde estava internado com pneumonia.

17/02/2017

Marrom, o cãozinho que aguarda seu dono ter alta do hospital - Limeira - SP

Abri um berreiro danado por causa do "Marronzinho"..... E fiquei muito feliz ao saber que os companheiros da ALPA Limeira tomaram a atitude mais acertada que é guardar em segurança este ser capaz de externar tamanho amor..... Calma aí que vou dar mais uma choradinha..... Reparem o olhar deste cão..... Céus, me acabo de chorar hoje!!!!
--------------------------


Atualização sobre o Marrom, cãozinho que seguiu e permaneceu aguardando seu tutor, morador de rua internado em um Hospital de Limeira.

11/02/2017

Cachorros esperam há meses por mulher que faleceu em hospital

Ô dó!!!!!! companheiros de Recife que puderem dar uma olhada por lá, todos nós iriamos ficar muito agradecidos..... Precisando daí, manda um alô p´ra gente......
------------------------
Funcionários do Mendo Sampaio, no Cabo de Santo Agostinho, fazem apelo para que os animais sejam adotados

Três cachorros chamam a atenção de quem passa pelo Hospital Mendo Sampaio, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. Quem chega lá escuta uma história semelhante a do filme Sempre ao Seu Lado, estrelado por Richard Gere, baseado na comovente amizade entre um cão da raça Akita e um professor universitário. Desta vez, os personagens de mais essa história sobre lealdade e laços invisíveis são

10/12/2016

Cachorra visita hospital para se despedir de seu tutor em um último adeus emocionante

Quando tive o AVC fiquei certa que temos que ficar sempre prontos para partir. E numa situação desta, eu poderia afirmar que ele sentiu a visita de sua grande amiga. 
----------------
Nada mais forte do que uma ligação baseada em afeto e amor entre dois seres, em um laço que ultrapassa qualquer suposta barreira. Depois de ser hospitalizado com o que inicialmente pareceu ser uma simples dor de cabeça, Ryan Jessen, de 33 anos, sofreu uma hemorragia cerebral com danos irreversíveis.


Mesmo abalados com a dor e o choque da perda iminente, sua família humana sabia o quanto sua filha canina, a boxer Mollie, significava para Ryan e que ele não gostaria de partir sem vê-la uma

06/10/2016

Idoso abandona planos de aposentadoria e abre santuário para cães abandonados

Um ser que vem de outra dimensão.... É muito lindo de se ler estas notícias.... Achei o site dele Arunachala Animal Sanctuary and Rescue Shelter onde além de abrigar os animais oferece atendimento veterinário para a população. Parece bem simples, mas, nota-se que lá existe muito amor.  Vejam o vídeo de 2011 e se acabem de chorar de tão lindo....
------------------------
Quando o aposentado Leslie Robinson estava prestes a completar 70 anos, ele decidiu que iria passar o restante de seus dias no Himalaia, mas primeiro, ele iria visitar Tiruvannamalai na Índia por cerca de 10 dias. Mal ele sabia que iria ficar ali pelos próximos 10 anos.


Como um amante dos animais, Robinson simplesmente não podia deixar a cidade onde estava hospedado após descobrir que as autoridades planejavam matar cães abandonados

30/07/2016

Cão que 'espera' dono falecido há 8 meses em porta de hospital é levado por estranho - SC



Pois é... a matéria está incompleta.... Suponhamos que a pessoa que pegou o cão queria apenas dar um lar seguro ao cãozinho que me parece ser até meio velhusco.... Pode ser, não?
-------------------------
Cão que 'espera' dono falecido em porta de hospital é levado por estranho; Guarda Municipal conseguiu resgatar o animal.


video

Matária anterior:
Cão 'espera' há 8 meses em pátio de hospital pelo dono que morreu em SC

'Negão' acompanhava morador de rua, que morreu em Balneário Camboriú.
Animal corre atrás de toda ambulância e agora é cuidado por funcionários.

17/06/2016

Juíza proíbe a transferência de gatos e cães comunitários de hospital

Sinceramente, eu queria entender porque a insistente capanha de desmoralização da SUIPA que é a única entidade que podemos ainda contar. Mesmo quebrada pelas diversas porradas que leva vinda de tudo que é lado, é a única que temos. A proteção animal anda doente da cabeça tanto aqui no Rio como em SP que procura, do mesmo jeito, detonar a UIPA. Ou seja, ao invés de fortalecer  e procurar ajudar a representatividade de entidades deste porte querem derrubá-las para ficar no mar de mediocridade que costumam viver. Fizeram isto comigo em 2001. Acabaram com todo meu trabalho para darem vez a criação de uma Secretaria que agora está nas mãos de políticos que trocam votos por castrações. 

No ultimo dia 10 pulicamos a postagem Hospital especializado em tratamento de tuberculose é invadido por gatos - Niterói - RJ . Nela publico as palavras da própria presidente da SUIPA que

13/06/2016

Cadela Piabinha passa por três cirurgias em 10 dias



Agora a pobrezinha precisa ser adotada.... foi abandonada no Hospital por seu dono que era morador de rua.....
----------------






O esforço dos veterinários e do morador de rua José Teodoro dos Santos garantiu a sobrevivência de Piabinha, mas a cauda da cadela precisará ser amputada. Agora, após toda dedicação, a cachorrinha espera para ser adotada.

10/06/2016

Hospital especializado em tratamento de tuberculose é invadido por gatos - Niterói - RJ

Engraçado!!!!! o hospital cheio de problemas por incompetência humana e são os gatos que levam a culpa? é um inferno mesmo!!!!! A Presidente da SUIPA informou que atende aqueles animais, mas, devido a situação financeira da entidade, não está com pessoal suficiente para manter o trabalho. Olha o depoimento que ela enviou para o jornalismo da Record com todas as informações:



----------------------------
O Hospital Estadual Ary Parreiras, em Niterói, região metropolitana do Rio, está infestado de gatos. A unidade especializada no tratamento de tuberculose também está repleta de sujeira. Os pacientes são obrigados a ficar em meio a fezes dos animais, que chegam a dormir nas camas do hospital e circulam livremente pelo local.

13/05/2016

Hospital permite que cães visitem bebê em seus últimos momentos de vida - EUA

Vejam que coisa mais linda...... 
------------------------
Quando os médicos informaram que Nora não resistiria ao AVC que sofreu, a família pediu permissão para que seus cachorros pudessem se despedir da neném.

Assim que nasceu, Nora foi levada para casa e recepcionada pelos cães Grumpy e Gracie, que são da raça basset hound e têm 8 anos. Uma forte relação de amor e carinho aconteceu imediatamente entre esses irmãos de coração.

De acordo com a mãe, Mary Hall,

07/04/2016

Hospital permite que animais visitem seus donos internados - Canadá

Que maravilha!!!!! Engraçado que aqui no Brasil não se permite entrada de animais porque eles são "transmissores de doenças".... como se lá dentro não fosse o maior foco de contaminação.... é ser muito especista, não? Não deixem de ver as fotos.
------------------------
O hospital Jaravinski, em Ontário, no Canadá, permite que animais de estimação visitem seus donos em pleno hospital.

Tudo começou quando um paciente muito debilitado por passar por um transplante de células estaminais, implorou para ver seu cão. Antes de morrer vítima de um câncer, ele pediu que a organização iniciasse um programa de tratamento que envolvesse os cães. Em setembro de

18/02/2016

Cão segue dono até hospital público do DF e passa a morar em guarita

Espero que ache um bom dono para ele..... veja o vídeo que ele corre atrás das pessoas que estão cuidando dele... tadinho.....
------------------------ 
Suspeita é de que homem tenha morrido em unidade de Taguatinga.
Após nove dias, servidor fez campanha para resgatá-lo e arranjar adotante.

A lealdade de um cão ao dono comoveu servidores de um hospital público do Distrito Federal: o animal o seguiu a pé até a guarita da unidade de saúde e permaneceu por nove dias no local, aguardando a saída. O homem não retornou para buscá-lo – não há informações sobre se ele morreu, segue internado ou teve alta e abandonou o bicho. Funcionário da cirurgia-geral de

07/01/2016

Cães abandonados se conhecem em hospital e se tornam grandes amigos


Estas histórias fazem nosso coração derreter, não? os animais são maravilhosos!!!!!!
----------------------------

Não é fácil para um cachorro entender e lidar com o abandono. E fica ainda mais complicado quando esse cão precisa ser hospitalizado.  Nos Estados Unidos, a amizade entre dois cães salvou a vida deles.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪