Mostrando postagens com marcador gatos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador gatos. Mostrar todas as postagens

15/07/2017

Justiça condena o Prefeito de Tanabi a castrar cães e gato - SP

Isto é que é o certo, minha gente!!!!! Denunciar ao Ministério Público para a Prefeitura ser cobrada em suas funções.... Perfeito!!!! nada de correr atrás de políticos porque eles estão aí somente para ganhar nosso voto   prometendo algo que está fora de suas atribuições. Temos que cobrar do Executivo sempre (prefeito e governadores) que façam sua parte.
--------------
Ministério Público demonstrou em ação civil que o município é omisso quanto à legislação estadual, conforme denunciaram testemunhas e a APATA, entidade municipal de proteção animal, ouvidas no processo

O prefeito de Tanabi, Norair Cassiano da Silveira (PSB) foi notificado da decisão do juiz Ricardo de Carvalho Lorga na ação civil proposta pelo Ministério Público que condenou o município a realizar ou arcar com os custos da castração de cães e gatos, instituir campanhas educativas de conscientização pública da relevância da castração, criar um centro de controle de zoonoses para recolhimento, manutenção e exposição de animais abandonados para adoção, com realização de vacinação, castração e demais cuidados.

A ação foi proposta pelo Ministério Público, em 2013, quando a prefeitura teria deixado de implementar seu programa de castração de animais domésticos em sua plenitude. “Existe um serviço de castração gratuita, mas que está aquém das necessidades, caracterizando omissão diante dos deveres impostos pela Lei Estadual 12.918/08 (Código de Proteção aos Animais)”, anotou o MP na ação.

A prefeitura, à época governada por Bel Repizo, contestou alegando que o serviço não deixou de ser praticado, mas que em lugar de   médico veterinário contratado, passou a ser feito por profissional do município e por técnicos da Secretaria da Agricultura em caso de emergência. A prefeitura alegou ainda que tentava recursos junto a órgãos estaduais para a implantação do centro de zoonose e questionou a existência de grande número de animais abandonado, mas que sim que viviam soltos sem a providência de seus donos.

Testemunha no processo, a presidente da Associação de Proteção aos Animais de Tanabi – APATA -, Fábia Mazza apontou ser o programa municipal totalmente ineficiente, sendo as castrações realizadas apenas durante meio dia de cada semana, realizando entre 20 a 30 castrações mensais, diante de uma demanda pelo menos do dobro. Ela denunciou ainda que a prefeitura não tem locais apropriados para manter animais com complicações pós-cirurgia e para acolhimento de animais de rua para a adoção, obrigando os membros da associação a manter um grande número de animais em casa. Outras testemunhas seguiram na mesma linha.

Diante dos depoimentos, o juiz concluiu que o município tem como únicas medidas de controle de zoonose apenas a vacinação anual antirrábica e as castrações parciais, em desacordo com a lei estadual, “descumprindo com seus deveres legais.”

Norair foi notificado da decisão da sentença do juiz Lorga  antes mesmo de assumir o cargo, em meados de outubro do ano passado, juntamente com a prefeita Bel Repizo, ocupante do cargo. A sentença estabelece como prazo, a partir da notificação de 12 meses para realizar as castrações e 18 meses para a criação e funcionamento do centro de zoonose. A assessoria de imprensa da prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

FONTE: avozregional

10/07/2017

Prefeitura cuida de animais, mas, pela cidade estão envenenando cães e gatos - Cabo Frio - RJ


Por incrível que pareça, mesmo a Prefeitura daquela cidade estar (relatado na segunda matéria), atendendo  os animais necessitados, vem esta contradição.... Será que os moradores estão revoltados com a corrupção dos políticos brasileiros e aí se vingam nos animais? ou será que tem algum psicopata na cidade que  a polícia ainda não pegou?
----------------


Número de casos de cães e gatos envenenados causa preocupação em Cabo Frio, no RJ
================

Cerca de 400 animais foram resgatados pelo Canil Municipal desde fevereiro
Eles são peludos e carinhosos, além de oferecerem amor e fidelidade de forma única. No entanto, não é difícil encontrar casos de abandono e maus tratos em que muitos cachorros e gatos vivem na atualidade. Por conta dessa situação, o Canil Municipal de Cabo Frio, através da Superintendência de Proteção aos Animais, já realizou cerca de 400 resgates desde fevereiro, quando o local foi reestruturado.

De acordo com a diretora de departamento da Superintendência, Fernanda Reitenbach, em média cinco animais são abandonados no canil e 15 resgates são realizados semanalmente. Nesses resgates são priorizados os casos emergenciais, como atropelamentos, sarnas em estado avançado, cães com tumores, filhotes e fêmeas prenhas.

Todos os animais debilitados passam por tratamento veterinário e castração para serem disponibilizados para adoção responsável. Atualmente, o canil abriga 130 animais entre cães e gatos. “A população tem atuado bastante fazendo denúncias, mas temos uma fila de espera e só podemos oferecer as vagas na medida em que ocorrem as adoções responsáveis”, explicou Fernanda.

E para atender todas as solicitações, a Superintendência conta com parceiros para ceder lares temporários para os animais até que as vagas sejam cedidas no canil.

“Estamos trabalhando para combater os maus tratos aos animais que vivem em abandono na nossa cidade e dar a eles um tratamento veterinário adequado e, assim, encaminhá-los a um novo lar que ofereça amor e estrutura necessária. Precisamos da ajuda da população para que esses problemas diminuam e que a adoção de animais seja vista como um ato solidário e de responsabilidade social”, afirmou a superintendente de Proteção aos Animais, Caroline Midori.

Denúncias
De acordo com o Artigo 32 da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei Ambiental), o abandono e maus tratos aos animais é crime.  A lei se aplica a quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. A pena pode ser de detenção de três meses a um ano e multa. Em Cabo Frio, as denúncias são atendidas pela superintendência, que avalia os casos e procede com os trâmites legais. O contato pode ser feito através do telefone (22) 9.9237-6507.

“Em caso de verificação denúncia, fazemos o máximo para o tutor ficar com o animal, orientando a melhor maneira de tratamento, manuseio, alimentação entre outras coisas. Existem casos que realmente é só falta de conhecimento. Mas quando vemos que não vai acontecer do animal ser melhor tratado, fazemos a retirada do bichinho junto a Policia Militar Ambiental  e o tutor é encaminhado para a delegacia para o registro da ocorrência”, informou Fernanda.

Adoção responsável
A Superintendência de Proteção aos Animais realiza feiras de adoções responsáveis periodicamente na cidade. Ao todo, 146 bichinhos já ganharam um novo lar, sendo 72 animais adotados em feiras e 50 adotados diretamente no canil. Atualmente, 50 animais estão disponíveis para adoção.

Todos os animais disponibilizados estão vermifugados, castrados e em boas condições de saúde. Para adotar um animal de estimação é preciso ter mais de 18 anos e apresentar os documentos identidade, CPF e comprovante de residência.

Reestruturação
O Canil Municipal foi encontrado pela atual gestão totalmente abandonado, sem estrutura para abrigar os animais. O local teve o fornecimento de ração, água e material de limpeza normalizado pela Prefeitura, além dos serviços veterinários restabelecidos. Estão previstas obras nas instalações para construção de novas baias com o objetivo de oferecer mais conforto para os animais. Assim que o local estiver totalmente organizado, as consultas serão abertas ao público. O Canil Municipal está localizado na Fazenda Campos Novos, na Rodovia Amaral Peixoto, Km 124, em Tamoios. 

FONTE: cabofrio.rj

03/07/2017

CATS, simplesmente, gatos

Eu posso estar enganada porque é muito intuição, mas, acho que por 10 anos a frente, os cães vão continuar predominando, embora a vida de hoje comporte muito mais o gato como animal de estimação..... A conferir!!!!
-----------
Número de gatos aumenta no Brasil e deve predominar em dez anos

Os pets são mais de 130 milhões no mundo inteiro: cachorros, gatos, aves, peixes e alguns tipos mais exóticos.

Levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) mostrou que o Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo, com 22,1 milhões de felinos e 52,2 milhões de cachorros. O ponto mais interessante é sobre a população de gatos, que se multiplica em maior proporção e deve predominar em menos de dez anos.

O Brasil é um dos poucos países no mundo em que o cão ainda é o companheiro preferido, mas, segundo a Abinpet, a verticalização dos grandes centros e a mudança no estilo de vida das pessoas são fatores que fazem que os brasileiros optem por um animal de estimação mais independente e de fácil adaptação aos ambientes menores.

Para Marcello Machado, médico-veterinário da Equilíbrio e gerente técnico nacional da Total Alimentos, como o aumento de felinos é predominante, o tutor deve dar importância para a castração e os cuidados após a cirurgia. “A castração é de grande relevância, principalmente para evitar o número de gatos abandonados nas ruas, mas como o felino é um animal que se adapta facilmente a apartamentos e lugares pequenos, ele pode ficar mais preguiçoso após a cirurgia, o que pode resultar em ganho de peso, por isso é ideal oferecer alimentos para gatos castrados, que possuem L-carnitina e calorias reduzidas para auxiliar no controle do peso”, explica.

Segundo Érika Miklos, gerente de produto da linha Equilíbrio Super Premium, outra preocupação com o aumento do número de gatos nos lares é a forma de alimentá-los. “Como eles ficam fechados em espaços pequenos, é necessária uma alimentação balanceada, rica em proteínas, de ótima digestibilidade e ingredientes que auxiliem na redução do odor das fezes”, acrescenta.

FONTE: comerciodojahu

29/06/2017

Morte de animais no Hospital Nise da Silveira é novamente denunciado - RJ

Aqui no município do Rio de Janeiro, como em todo país, existem pontos de desova de animais. Um dos mais famosos é o Hospital Nise da Silveira, antigo Hospital Psiquiátrico Pedro II. Ontem foi denunciado mais uma vez as mortes de animais que tem acontecido por lá. Protetoras locais estão sem saber o que fazer pela morte de vários gatos por envenenamento e ataque de cães que também vivem neste local de abandono. Lamentável tal situação. Leiam o Termo de Declaração feito ontem pela Dra. Andrea Lambert reforçando  a denuncia anterior feita na mesma Delegacia do Meio Ambiente. Acho que na próxima semana, outras protetoras irão prestar depoimento. Clique nas imagens para ampliar.




27/06/2017

Tio diz que matou gato de sobrinha a pauladas para separar briga - Vitória

Minha Nossa!!!!! não podia jogar água em vez de dar uma paulada? que importa se o animal era de quem? importa que a violência matou o pobre gato.... infeliz da gota!!!!!
-----------
Na versão do suspeito, o animal estava brigando com o gato dele. A médica veterinária, dona do bichinho, disse que escutou os miados da própria casa
Um homem foi acusado de matar o gato da sobrinha, no bairro Goiabeiras, em Vitória. De acordo com a médica veterinária que é dona do animal há três anos, da casa dela foi possível escutar os miados. Ele foi encontrado ensanguentado e sem vida na manhã do último domingo (25).

“O miado foi tão alto que eu estava dormindo na minha casa, que fica no primeiro andar, e eu consegui ouvir e fui correndo para ver. A casa dele fica no terceiro andar. Era um grito agonizante, de morte”, contou a veterinária.

Como a médica encontrou o gato morto nas mãos do tio, ela suspeita que ele tenha praticado o crime. O aposentado confessou toda história. “Enquanto eu estava na cozinha tirando o lixo, eu vi dois animais se estranhando. O meu gato e outro gato. Quando eu saí para ir até a varanda, onde os dois estavam, eles começaram a brigar e gritar. Eu peguei um pedaço de pau para separar e não deixar que ele machucasse o meu gato, e dei uma paulada nele mesmo. Mas eu não sabia que era o gato da minha sobrinha”, disse. 

Ao perceber que o animal tinha sido morto, a médica entrou em desespero e acionou a polícia, com a intenção de pedir socorro. Foi nesse momento que começou outro problema. “A primeira coisa que a gente pensa é denunciar, gritar, chamar a polícia. A gente chama, pede ajuda e não acontece nada. Além disso, um cabo da PM entrou em contato comigo e ainda debochou da minha cara, porque era a morte de um gato e ele não poderia fazer nada. Isso é um crime horroroso”, afirmou.

Depois de duas horas de espera, a veterinária finalmente conseguiu registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Vitória. No local, a polícia teria alertado sobre a Lei 9605 de Crimes Ambientais, que tem como pena de detenção de três meses a um ano, e multa. O aposentado disse estar arrependido.

“Eu não tinha essa intenção de pegar por vontade própria e matar o gato dela. Eu quis separar a briga. Só que uma briga de gato não é fácil de separar. Eu não queria matar o gato da minha sobrinha. Como eu posso querer ter um gato e matar outro?”, alegou.

A veterinária, dona do gato, informou que vai manter a denúncia contra o tio e vai procurar o Ministério Público. O caso já foi registrado na delegacia e será investigado pela Polícia Civil. A denúncia contra maus-tratos a animais pode ser feita em qualquer delegacia.

26/06/2017

Câmera ao vivo mostrando gatinhos viraliza - Islândia

Vendo esta matéria me lembrei de uma protetora falecida, a Iracema, que adorava ver estas câmeras ao vivo. Ela nos mandava cada local impressionante. Eu gosto de ver, também. CLIQUE AQUI e escolha a câmera. 
------------------
Desde o surgimento da cantora Björk ou da erupção do sonoro vulcão Eyjafjallajökull que algo vindo da Islândia não fazia tanto barulho. Trata-se do “Keeping up with the Kattarshians”, site que desde fevereiro mobiliza a ilha dos vikings e que viralizou mundo afora. 

É um trocadilho com o reality show “Keeping up with the Kardashians”, mas, em vez de ver Kim e suas irmãs, você pode acompanhar via streaming e sem cortes o dia a dia de gatos recém-nascidos circulando por uma imensa casa de bonecas com câmeras em todos os cômodos.

O elenco é rotativo (estrelas atuais: Grettir, Nói, Trítill, Tópas e Nóa), pois todos os felinos estão ali para doação — inviável para quem está no Brasil, mas vai que você se apaixona e tem dinheiro para bancar o transporte.

A soma dos fatores fez dos Kattarshians fenômenos virais - há até fãs que fazem vídeos com o melhor da semana no Youtube. O produtor-executivo da atração, Bragi Valgeirsson, brinca:

— Nosso servidor já caiu algumas vezes por excesso de fofura.

Durante as 24 horas do dia, empregados e voluntários de ONGs e órgãos oficiais se certificam de que os bichanos passem tempo suficiente com seres humanos, além de manter a casa limpa e as tigelas de ração cheias.

Para acompanhar a casa mais vigiada da Islândia acesso o site da Kattarshians.

Fonte: iBahia
==========

Vejam algumas das câmeras que a Iracema mandou:

Nossa leitora Verônica nos mandou, também, o link da EXPLORE.org onde mostra todo tipo de animais. Muito legal....

25/06/2017

Protetores denunciam destruição de casas para gatos abandonados na Beira Rio - Recife

Por estas e outras é que sou contra a colocação de casinhas para animais abandonados nas ruas. Risco para o animal, ferir posturas municipais e dinheiro posto fora. Doa casinhas para ONG´s... pega os animais e tenta adoção.... enfim, qualquer atitude que traga uma situação segura e definitiva para os animais. 
-----------
Estruturas teriam sido retiradas e danificadas por agentes da Prefeitura do Recife

Os gatos que vivem em um dos pontos mais emblemáticos de abandono da capital, a Avenida Beira Rio, na Zona Norte do Recife, estão agora desabrigados. Protetores e ativistas ligados a ONGs de defesa animal denunciaram a retirada, nessa quarta-feira (21), das cerca de 40 casinhas montadas por eles para proteger os gatos da chuva.

Um homem que se identificou como arquiteto da prefeitura ordenou a retirada e destruição das casinhas por garis, dizendo que a área era alvo de um projeto de revitalização. Ele foi muito agressivo com os animais e protetores", afirmou a publicitária Eunice Pereira, da ONG Gatinhos Urbanos.

Apenas sete das 40 estruturas puderam ser reaproveitadas. "Coloquei de volta o que sobrou, mas foi um prejuízo muito grande. A situação desses gatos está na Justiça, não estamos fazendo nada de irregular cuidando deles até que haja alguma solução. Eles não têm onde se abrigar", afirmou a protetora.

Segundo Eunice, as estruturas não causavam problemas a ninguém. "Não atrapalhavam em nada. Eu varro o local todos os dias, mesmo não sendo serviço meu. A sujeira quem faz são os usuários de drogas, mesmo assim eu mantenho o ambiente sempre limpo", desabafou.

Resposta
Em nota, Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) esclareceu que realizou, na última quarta-feira (21), uma operação de limpeza para remoção de resíduos acumulados em trechos diversos da Avenida Beira Rio. O local possui pontos de descarte irregular de lixo e também sofre com acúmulo de materiais trazidos pela variação da maré. Além disso, é alvo frequente de denúncias da população solicitando a retirada do lixo. Desse modo, mutirões para retirada de lixo na área são realizados rotineiramente. O órgão também tem intensificado a fiscalização com o objetivo de coibir esse descarte.

Sobre os animais encontrados na área, a Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais do Recife (Seda) afirmou que acompanha a situação e já realizou, desde agosto de 2015, a castração e microchipagem de mais de 80 gatos da Avenida Beira Rio e continua agendando castrações sempre que é requisitada.

FONTE: Uol

21/06/2017

Gatinhos X papel higiênico

Acho que a maioria de nós já vivenciamos isto, mas, é muito bom ver a bagunça, não? kakakaka....
-----------

20/06/2017

Construíram uma casa para fãs de gatinhos - e ela está à venda

Gente, quanto mais conheço gateiros mais fico impressionada com a dedicação à esta espécie animal.... Olha isto!!!!! acho que vou fazer isto aqui no Rio.... Será que encontro comprador? é um parque de diversões para gatos!!!! kakakakaka.....
-----------
Que tal comprar uma casinha para abrigar melhor seus amigos felinos? Fique atento à chance: uma propriedade no estado norte-americano do Arizona, toda pensada para ser um incrível lar para gatinhos, está à venda.

O imóvel tem dois quartos, banheiro, cozinha e brinquedos para divertir e entreter os animais. A grande atração, no entanto, são as imagens de felinos que decoram paredes, teto e até o chão. Acredite: são cartões-postais, bichos de pelúcia e recortes de revistas que os amantes de gatos devem adorar.

A propriedade tem mais de 230m² de área e custa 240 mil dólares: o equivalente a quase R$ 800 mil. O imóvel foi anunciado pela imobiliária Century 21, que divulgou as imagens e vídeo da casa e classificou-a como uma casa divertida e excêntrica.

FONTE: Uol

17/06/2017

Homem chinês é preso com 500 gatos enjaulados que seriam vendidos a restaurantes

Como diz a matéria, a indignação maior não era pelo comer os animais, mas sim porque eles teriam sido roubados. Que horror!!!! Agora, a história que não ia haver venda de carne de cachorro e gatos no Festival de Yulin, foi totalmente desmentida. 

Confiram na matéria da Animals Ásia:
---------------
BEIJING - Na China, é legal comer gatos e cães. Mesmo assim, as pessoas comuns reagiram indignadas esta semana à medida que as notícias informavam que um homem chinês foi pego com 500 gatos, acomodados em pequenas gaiolas, que ele pretendia vender para restaurantes.

O homem usou os pardais e os pássaros enjaulados para atrair gatos e cachorros perdidos na cidade de Jiujiang, na província do sul de Jiangsu, de acordo com testemunho de outros moradores.

Muitos dos gatos foram encontrados em gaiolas na parte de trás de um caminhão pequeno, alguns quase mortos devido ao forte calor, enquanto outros foram recuperados em uma cabana perto de uma rodovia, resfriada apenas por um ventilador de teto. O homem, normalmente, vendia os gatos por cerca de 30 yuans (US $ 4,40) cada, segundo o relatório de um policial local.

O homem, identificado apenas como Sun, foi preso domingo após outro homem queixar-se a um policial que alguém estava roubando seus animais de estimação, incluindo uma mãe que cuidava cinco gatinhos. A polícia disse que, se nenhum proprietário se apresentasse, eles apenas liberariam os 500 gatos, segundo o relatório.

A notícia provocou um intenso debate no portal Netease, com mais de 40.000 comentários, embora mais pareciam expressar indignação com a ideia de que o homem atraiu os animais de estimação das pessoas do que a ideia de comer os animais.

Mais de 10 milhões de cães e cerca de quatro milhões de gatos são mortos todos os anos em toda a China por sua carne, dizem os ativistas, uma prática que se destaca todos os anos com o festival anual da carne de cachorro e gatos na cidade chinesa de Yulin. Ativistas dizem que milhares de cães e gatos são "brutalmente mortos", no festival, que começa no solstício de verão de 21 de junho e dura 10 dias.

Enquanto isso, os ativistas disseram que tinham evidências de que a cadeia de supermercados Carrefour continuava vendendo carne de cachorro na China.

Animais Ásia disse que as investigações realizadas em 2016 e 2017 descobriram que dois ramos do Carrefour na cidade chinesa de Xuzhou vendiam abertamente produtos de carne de cachorro. O grupo de bem-estar animal disse que Carrefour, que tem mais de 10.000 lojas em toda a Europa, garantiu em 2012 que deixaria de vender esses produtos.

Mas seus pesquisadores disseram que as lojas continham inúmeros produtos de carne de cachorro, como "carne de tartaruga", que custa 136 RMB (US $ 20) por 900 g (2 libras).

Em uma declaração enviada por e-mail, o Carrefour disse que eram produtos feitos localmente que só estavam disponíveis em duas lojas. "Nós imediatamente tiramos os itens das prateleiras", escreveu o departamento de imprensa internacional do grupo.

"É extremamente decepcionante para os amantes de animais em todo o mundo que o Carrefour está lucrando com o bem-estar dos cachorros da China", disse o fundador da Animals Asia, Jill Robinson, em um comunicado , acrescentando que as investigações do grupo na indústria, compartilhadas com o Carrefour no passado, Revelar uma ampla "ilegalidade, crueldade e preocupações de segurança pública" na indústria. "É comum ao Ocidente criticar o comércio chinês de carne de gato e cão, mas aqui é um supermercado europeu que se beneficia abertamente".

No mês passado, a Humane Society International  (HSI) e outros grupos disseram que as vendas de carne de cachorro foram banidas de forma não oficial no festival Yulin este ano, depois de propaganda negativa generalizada e queixas de amantes de animais na China e no exterior - embora as autoridades negaram que tal proibição exista  no lugar .

Na terça-feira, a HSI recebeu uma pesquisa realizada por instituições de proteção chinesas e pesquisadores do governo local que descobriram que 13 por cento dos residentes de Yulin nunca comem carne de cachorro e mais 59 por cento comem raramente, ou apenas meia dúzia de vezes por ano.

"A verdade é que comer cachorro e gato não faz parte da prática culinária da China, mesmo em Yulin, a casa do festival de carne de cachorro", disse Peter Li, especialista em política da China para a HSI. "Longe de ser vital para a economia ou o modo de vida de Yulin, o festival da carne de cachorro é uma desgraça nacional que tonifica o nome da cidade ao redor do mundo. Agora é a hora de acabar com isso ".

Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"

15/06/2017

Você ja viu gatos guardando centros espíritas?

Muito bacaninha a matéria.... a gatinha da foto me lembra minha Preta que se foi ontem....
------------------------
Boa tarde amigos, PAZ e Bem !

Estava eu visitando alguns centros aqui em minha cidade, quando me deparei com algumas coincidências, em quase todos eles eu era inicialmente recebido por gatos, já tinha ouvido falar sobre a espiritualidade desses bichanos, mas resolvi pesquisar um pouco mais...vejam o que eles representam..

O primeiro ancestral do nosso querido gato doméstico, o Miacis viveu aproximadamente há 40 milhões de anos, era um animal com características muito diferentes em relação à classe atual dos felinos. Acredita-se que ele vivia em árvores para se proteger dos predadores. Na evolução da espécie o Dinicts, foi o que começou a ter traços semelhantes aos felinos de hoje, isso aproximadamente há 10 milhões de anos. Estão presentes na sociedade, como animais domésticos, desde cerca de 9 mil anos atrás.

 Nesse tempo, foram perseguidos, adorados como deuses, serviram de utilidade pública, ou simplesmente amados por uma família. Há 2 mil anos, o gato era tido como animal sagrado no Antigo Egito. Bastet, a Deusa da felicidade e da fertilidade, era geralmente representada por uma mulher com uma cabeça de gato, bem como o seu animal-totem, que igualmente era considerado um Deus. Além de Bastet, Rá e Osíris, também Deuses egípcios, ocasionalmente eram representados por figuras de felinos.

 Os egípcios apreciavam de tal maneira seus gatos que sua exportação era expressamente proibida, mas os mercadores jônicos entregaram-se a um lucrativo contrabando que permitiu ao gato caseiro alcançar primeiro a Ásia Menor e depois Europa. Na Índia o gato foi, domesticado na mesma época que no Egito.

A China já conhecia o gato-caseiro 1.000 anos antes de nossa era, o Japão um pouco mais tarde.

A Idade Média foi, de um modo geral, hostil aos gatos, que eram associados às feitiçarias e considerados criaturas diabólicas. Nesse período eles passaram a ser perseguidos pelos fanáticos religiosos, os mesmos que os acolheram durante muito tempo, os cristãos.

 Era visto como um animal do Diabo, principalmente os de cor preta e também por causa da sua ligação com Bastet, Deusa da fertilidade e Fréia, a Deusa do amor. Milhares de gatos foram queimados em praça pública, juntamente com mulheres acusadas de bruxaria. Somente após o final da Idade Média os gatos puderam desfrutar as suas sete vidas da maneira que sempre quiseram, instalados confortavelmente nas casas dos humanos, com comida à vontade e várias regalias. É desta época que parte a maioria das superstições, das quais algumas chegaram aos nossos dias.

 Em diversas culturas da Antiguidade, em especial nas culturas orientais, o gato era considerado um guardião das almas dos mortos, detentor dos mistérios da vida e da morte, um condutor que as levava até o outro lado. Sob esta perspectiva, o gato era adorado como Divindade, e reverenciado como animal de grande poder místico.

O gato imortal existe, em algum mundo intermediário entre a vida e a morte, observando e esperando, passivo até o momento em que o espírito humano se torna livre. Então, ele irá liderar a alma até seu repouso final.

Você já viu gatos em centros espíritas?
A primeira descoberta foi que os gatos dormem muito porque precisam repor as energias que perdem enquanto fazem a limpeza do ambiente. Isso não é uma novidade, porque já no antigo Egito eles eram e ainda são considerados animais sagrados, porque simbolizam exatamente isso: a limpeza, a higiene, tanto do ambiente como a deles mesmo.

Preste atenção onde seu bichano gosta de dormir, normalmente eles procuram locais onde existe alguma energia parada, essa energia não é necessariamente negativa, mas também não é boa tê-la sem utilidade. Assim, o gato é na verdade, uma espécie de filtro, enquanto dormem transformam a energia ou a colocam em movimento.

Gatos gostam de dormir em locais de vertente subterrânea de água, falhas geológicas, radiações telúricas. Comprovado pela Geobiologia e pela Radiestesia, estes locais afetam a saúde das pessoas, provocando doenças e depressão entre outras. Assim o gato pode ser uma forma de nos prevenir destes pontos. Repare se seu gato gosta de dormir na sua cama, por exemplo.

Outra lenda ligada aos gatos é o fato de possuírem sete vidas. Esta questão está associada ao seu campo vibratório perfeito, ou seja, o gato é o animal que mais neutraliza o negativo, se colocarmos numa escala, neutralizaria 100%, daí a questão das sete vidas.

O Gato também é o único animal que, como o ser humano, tem sete camadas da aura e mais do que isso, são duplas. Isso faz com que ele tenha oito sentidos, três a mais do que o normal, que são cinco.

Isso é percebido pela sua independência e, podemos dizer sua terceira visão. Quem nunca prestou a atenção em um gato acompanhando o olhar para algo que não conseguimos ver? É comum os gatos perceberem outras presenças nos ambientes.

Além disso, é o único animal da Terra que emite um som vibratório, o “ronronar” quando está em harmonia. Neste momento ele está sintonizando seu campo com o da pessoa ou neutralizando seu próprio campo negativo, por isso é aconselhável pegar um gato no colo pelo menos uma vez ao dia. 

FONTE: biologiaespiritualidade

10/06/2017

França procura um serial killer de gatos

Aqui, acolá ou mais adiante, o tal "serumano" se revela em ações desprezíveis.....
---------------
A imprensa francesa já fala em envenenamentos em massa, de um serial killer e até de uma hecatombe felina. Não se sabe quem é o responsável, mas se conhece bem o estarrecedor trabalho dessa sinistra mão – ou mãos: até 200 gatos apareceram mortos nas últimas semanas em Saint-Pierre-la-Mer, um tranquilo vilarejo litorâneo entre Perpignan e Montpellier, no sudeste da França, que costuma ser vendida como o lugar ideal para umas férias “em família” na praia. A não ser que se tenha um gatinho.

As vítimas são tanto gatos vira-latas como domesticados. Céline, uma moradora do local, perdeu seis animais na matança. “É uma catástrofe. Acabei de enterrar um hoje”, deplorava em declarações ao L’Indépendant. Bem na hora em que dava entrevista à repórter desse jornal regional, outro vizinho se aproximou com um gato agonizante nos braços. Não era o primeiro animal que ele achara. A misteriosa história se repete há pelo menos um mês. “Eles vomitam uma coisa azul, miam e morrem”, contou outra moradora que também viu seu gato morrer, em entrevista ao Dépêche du Midi. “Há uns idiotas que estão assassinando gatos e eu não posso aguentar mais”, reclamou Éliane, outra residente que diz que há semanas tem assistido a gatos “que vêm morrer no meu terraço”.

A associação local de proteção aos gatos vira-latas apresentou uma denúncia para que se faça uma autópsia dos animais mortos e se tente averiguar a origem desse suposto envenenamento em massa. Segundo as primeiras análises, no estômago das vítimas foram encontrados munição tipo chumbinho, maconha e refrigerante.

Michèle Grenier-Bolley, pesquisadora da Sociedade Protetora dos Animais, que também apresentou uma queixa por causa da situação em Saint-Pierre-la-Mer, acredita que “os gatos são alimentados durante a noite” com esse coquetel mortal, provavelmente misturado a alguma comida que os atrai. Segundo o L’Indépendant, esta não é a primeira vez que algo assim ocorre neste normalmente tranquilo vilarejo. ”Me chamaram em 2011 e em 2012 por causa de problemas parecidos. E agora voltou a acontecer de novo, com uma magnitude jamais vista antes. É uma vergonha!”, afirmou.

A morte coletiva de gatos – além de algum outro animal que possa ter ingerido o veneno – criou um clima de tensão em Saint-Pierre-la-Mer. “A situação se tornou insuportável, todos desconfiam de todos”, confessou Geneviève, outra moradora, ao jornal Ouest-France. E o medo vai além dos bichanos: “Temos medo que alguma criança acabe comendo esse veneno do qual não sabemos nada”.

Nos últimos dias, a associação de animais local apresentou em sua conta no Facebook que tem uma suspeita firme de quem seriam os responsáveis pelo massacre. Mas reconhece que carece de provas, e por isso pediu para que qualquer pessoa que tenha informações entre em contato. E os gatos continuam em perigo.

FONTE: boainformacao

08/06/2017

Tatuagem em animais

Meu veterinário mandou isto com um monte de carinhas de espanto!!!! Realmente é p´ra espantar. Mas, nós temos um bom arquivo de informações a respeito.... É bem podre o comportamento destes tatuadores..... Confiram clicando em TATUAGEM.
------------------

06/06/2017

Gatos mantidos presos para servir de comida a falcões são resgatados pela polícia - RJ

Que nojento!!!! claro que os caras foram soltos na hora... nossa lei é uma porcaria!
----------
Gatos eram mantidos para servirem de comida a falcões, segundo investigação 
Cinco gatos foram resgatados por policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) em Bangu, na Zona Oeste do Rio, nesta segunda-feira, depois de uma denúncia relatando o desaparecimento destes animais na região.

Segundo investigações da DPMA, os gatos eram furtados e mantidos presos em um banheiro para servir de comida a falcões, também criados pelos envolvidos no crime.

Os bichanos recuperados serão entregues aos seus donos, que se dirigiram à especializada, informou a Polícia Civil.

Gatos resgatados serão devolvidos aos donos Gatos resgatados serão 
devolvidos aos donos Foto: Divulgação / Polícia Civil

Durante a operação da delegacia, os agentes encontraram também dez aves canoras, duas araras - sendo uma Canindé e uma vermelha -, dois tucanos e um papagaio.

Duas pessoas foram detidas como suspeitas de manter os animais presos ilegalmente. Se condenadas, elas poderão pegar até cinco anos de prisão por crime ambiental.

Fonte: EXTRA

05/06/2017

Prefeitura de POA recolhe gatos da Redenção após morte de 18 animais

Barbaridade!!!!! como conviver com tamanha crueldade
---------------------
Animais serão encaminhados para adoção
A Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda) de Porto Alegre iniciou nesta sexta-feira (3) o recolhimento dos gatos do Parque da Redenção. Os animais serão encaminhados para adoção.

O motivo é a morte de 18 gatos em um período de apenas três meses. A suspeita do grupo de voluntárias que cuida dos animais é que eles tenham sido mortos propositalmente. 

De acordo com a Seda, não há uma investigação policial do caso, nem imagens de câmeras de segurança que mostram a ação. O que se sabe é que os animais não foram envenenados. As voluntárias acreditam que alguém tenha exposto os gatos a cachorros agressivos, que atacaram e mataram os animais.

Pela segurança dos gatos que ainda circulavam pelo local, a Seda decidiu recolher os animais. Somente hoje, 18 animais foram retirados do parque. Ainda há quatro gatos na Redenção e três estão desaparecidos.

Fonte: Gaúcha News

30/05/2017

Quantidade de gatos no Parque da Cidade preocupa quem frequenta o local em Santarém

Jornalista é fogo, não? gerações e gerações de profissionais estimulando o especismo e o antropocentrismo..... Os caras estão preocupados com a transmissão de "doenças para humanos" e nem se tocam na fome e penúria  que os animais vivem....
----------------
Abandonados pelos donos e se reproduzindo de forma descontrolada, dezenas de gatos têm causado transtornos aos visitantes do Parque da Cidade, em Santarém, no oeste do Pará. Segundo quem frequenta o local, o medo é que os felinos transmitam doenças e causem desequilíbrio ambiental.

Bastam alguns minutos caminhando no parque que é possível notar as condições nas quais os animais estão. Alguns aparentam estar doentes; outros estão magros e feridos. De acordo com a coordenação do local, não se tem uma média de quantos animais existem na área.

Para a empresária Rosely da Silva, que mora e tem um empreendimento próximo ao espaço, a preocupação aumenta a cada dia. “Eles acabam indo buscar alimentos nas nossas casas. Como trabalhamos com alimento, os gatos vão toda hora lá, aí temos que estar cuidando, fechando as portas. Incomoda, realmente”, disse.

Até o momento não há estratégias definitivas para controlar a reprodução e abandono dos felinos. As medidas adotadas para reduzir os impactos são feitas em parceria com ONGs, que se responsabilizam pela adoção e castração, informou a coordenadora do parque, Helayne Barbosa.

“Precisamos também da ajuda da população para que eles não sejam abandonados, porque se continuar a vier os gatos ficará um contrapeso”, ressaltou Helayne. 

Riscos à saúde
Como a quantidade de gatos é muito grande, a probabilidade do risco de transmissão de doenças aumenta. “O animal abandonado não toma vermífugo e vacinas, aí corre riscos tanto o animal como as pessoas que transitam ali”, explicou a médica veterinária do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Santarém, Alessandra Costa.

Durante o fim da tarde é comum ver pessoa alimentando os animais, na tentativa de ajudá-los, mas a médica veterinária alerta sobre esta prática. “Muita vezes a pessoa quer ajudar e acaba jogando comida, que fica acumulada e atrai roedores, como ratos, gerando um problema sério de saúde pública”, acrescentou.

Em nota, a Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) informou que tem buscado parceiras para tentar implementar ações de combate ao abandono de animais – prática que é considerada criminosa. Ainda segundo a secretaria, existe um projeto de castração em estudo para diminuir o aumento demasiado de felinos no Parque da Cidade e que na área do espaço existem placas informando que é proibido alimentar os animais nas intermediações do parque.

Fonte: G1 Santarem

23/05/2017

Empresa de Tóquio utiliza gatos para combater estresse de funcionários

É uma forma inteligente, inegavelmente!!!! Como sempre os animais mostrando sua superioridade perante aos humanos.....
-----------
Fonte: TV UOL

19/05/2017

Voluntários fazem ensaio pet em estúdio no CCZ para estimular adoção de gatos - MS

Muito legal.... jamais pensei estar viva para ver isto.... CCZ era local de matança e hoje, veja só..... Penso que trabalhamos bem....
------------------------
Ideia surgiu para divulgar cães e gatos, adultos e filhotes, que aguardam adoção recolhidos no Centro de Controle de Zoonoses, em MS.

À espera de adoção responsável, gatos recolhidos no Centro de Controle de Zoonoses de Campo Grande foram modelos em um ensaio fotográfico feito por voluntários no último fim de semana.

O objetivo das fotos é divulgar e estimular a adoção dos animais, segundo a servidora pública Adriana Freitas, que também é fotógrafa profissional e defensora de causas ambientais.

Ela contou ao G1 que o trabalho divulgado nas redes sociais teve repercussão positiva logo nos primeiros dias.

“Procuramos fazer uma parceria com a diretoria para mudar a realidade desses animais que foram entregues lá e ficam muito tempo sem conseguir adoção. Conversamos com a nova diretora e ela falou que a dificuldade maior era em relação aos gatos”, explicou.

Adriana já tinha feito curso profissionalizante de fotografia para ajudar na causa animal, por isso, teve a ideia de fazer o ensaio fotográfico com ajuda de colegas de curso e do professor, Luciano Muta.

“Montamos um estúdio dentro do próprio CCZ, com ajuda de alguns colegas, para tentar mudar um pouco esse cenário e essa imagem que as pessoas têm do CCZ, porque muitos animais já são entregues vítimas de maus-tratos, mas lá são bem cuidados”, reforçou.

O professor de Adriana e também fotógrafo profissional, Luciano Muta, teve ajuda dos assistentes Adriana Freitas, André Lopes e Bruna Barbosa, que acabaram de se formar no curso de fotografia que ele dá aula.

Ele conta que foi a primeira experiência de trabalho com animais e que, apesar do comportamento mais inquieto dos gatos, o resultado foi bacana.

“Como o registro é rápido, a gente consegue um bom trabalho mesmo assim. Aceitei o convite por ter sido, pra mim, a primeira vez. Sempre quis fazer esse tipo de trabalho voluntário, para mostrar que todos os animais que estão procurando um lar são lindos”, contou.

Pelo menos 15 animais foram fotografados no mesmo dia, em um estúdio improvisado montado no próprio CCZ. Satisfeitos com o resultado do primeiro ensaio pet, os voluntários agora planejam fotografar também cães do CCZ.

“Não existe um lugar para obter um bom resultado na fotografia, qualquer lugar pode ser bom, esse é o desafio dentro da fotografia. Estou ansioso para fazer o ensaio dos cães, que será daqui 3 semanas, e espero obter os mesmos resultados”, finalizou.
Serviço
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) fica na avenida Senador Filinto Müller, 1.601, na Vila Ipiranga, em Campo Grande. As adoções podem ser feitas de segunda a sexta, das 17h às 19h e aos sábados, domingos e feriados, das 14h ás 19h. Mais informações pelo telefone (67) 3314-5000/5001.


FONTE: G1

Cachorro adota filhotes de gatos em Cascavel - PR

Alguns amigos me mandaram este vídeo pelo whatsapp e hoje consegui descobrir a origem. Foi uma matéria feita em 2013 pelo Balanço Geral da RICMais. Estou publicando porque é muito boa o ineditismo já que é um macho. Temos dezenas de casos de fêmeas que adotam filhotes de outras espécies, mas, de macho é muito raro. Enraçado é que o papel dele é mesmo de macho protetor... repara só! Agora, fiquei pensando qual teria sido o destino destes bichos já que se passaram quase 5 anos, né?
----------------
O animal virou pai adotivo de três gatinhos e chama a atenção de quem passa por uma borracharia da cidade.                                      
-----------
Uma outra história:

17/05/2017

Abrigo para animais do 'homem dos gatos de Aleppo' foi destruído

Meu Deus, tem gente boa neste mundo... No meio da guerra, da destruição de cidades este homem continua sua missão de resgatar animais abandonados nas ruas por seus donos.... Axé para esta criatura do divino....
--------------

Mohammad Alaa Aljaleel ficou conhecido como ‘homem dos gatos de Aleppo’ por ter construído um santuário para animais desalojados durante a guerra na Síria, Esse espaço foi completamente destruído, mas o sírio não abandonou a sua causa.

Com o avançar do conflito apareceram cada vez mais animais nas ruas, abandonados pelos donos que fugiram, perderam as suas casas durante os bombardeamentos ou morreram.

A Casa do Ernesto - nome do primeiro gato de Mohammad, começou por acolher seis gatos, mas chegou a ter 170. As crianças da cidade também eram convidadas a visitar o abrigo, visto como um símbolo de resistência e bondade numa cidade devastada pela guerra.

Com a destruição deste espaço, o condutor de ambulâncias foi obrigado a fugir com os poucos gatos sobreviventes. A sua mulher e filhos ficaram na Turquia, mas Mohammad regressou à terra natal para continuar a salvar animais, num novo abrigo, agora com 25 gatos.

"Espero que um dia os meus filhos compreendam o que o seu pai fez", disse em entrevista à BBC. "E que o mundo lhes retribua a mesma bondade e misericórdia que eu dei a estes animais e humanos a precisarem de ajuda", acrescentou.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪