Mostrando postagens com marcador família. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador família. Mostrar todas as postagens

12/10/2017

Ana Hickmann mostra novo membro da família: uma cadela de raça

Sinceramente, não sei se ela não tem a consciência do que está fazendo, ou seja, querendo apresentar um "amor pelos cães" ela estimula a criação e preferência por animais de raça. Que pena!!!! Vou mandar uma mensagem para ela no Facebook
------------
A família de Ana Hickmann aumentou! Na manhã desta quarta-feira (11), a apresentadora do “Hoje Em Dia”

20/09/2017

61% dos donos de animais veem seus pets como um membro da família

Acredito na pesquisa, mas acho que o índice é maior.... Animais são realmente da família e tanto é que o mercado que mais cresce é o do pet shop que oferece os mimos que damos à eles.... E olha, quem diz isto são os entendidos no mercado que volta e meia saem nas mídias. Confere aí...
----------------

11/07/2017

Idosos e crianças são mortos por tigres para família receber dinheiro do governo - Índia

Gente, me desculpe, mas, como não falar em controle populacional (ou outro nome que queiram dar) diante de uma situação desta? onde está a dignidade de humanos? onde está o respeito pela vida animal ao ter seu território invadido por gente que muitas vezes não tem nem o que comer?
------------
Segundo informações, as vítima são deixadas intencionalmente pelos familiares para eles receberem indenizações.

Atos de crueldade contra idosos e crianças são notícias diariamente, em vários meios de comunicações, em todo o planeta. Mas, um ato cruel contra crianças e idosos vem aumentado cada vez mais na Índia, pelo fato da pobreza extrema. Crianças e idosos estão sendo deixados em reservas de tigres para serem atacadas pelos animais. Em troca, seus familiares recebem dinheiro do governo. Segundo relatos, alguns idosos se sacrificam para poder ajudar a própria família a sair da pobreza. Entenda como tundo acontece.

Na Índia, jovens membros de famílias estão enviando seus pais idosos para serem mortos por tigres, com o intuito de receber dinheiro do governo.

De acordo com informações do portal Daily Hunt, no ano de 2010, os valores de cada compensação para os parentes das vítimas mortas em ataques com animais aumentou de 50 mil rupias para 100 mil rupias. Ainda de acordo com informações do portal, os pobres aldeões locais estão se aproveitando dessa política para ganhar dinheiro rápido. Esses atos cruéis não envolvem os idosos, mas também crianças pequenas, que são levadas para uma reserva para serem atacadas pelos tigres, de acordo com os oficiais da Pilibhit Tiger Reserve (PTR), em Uttar Pradesh.

Conforme informações de um fazendeiro identificado como Jarnail Singh, de 60 anos, essa prática é a única maneira de eles escaparem da pobreza extrema. "Já que eles não conseguem obter recursos da floresta, essa é a única maneira pela qual suas famílias podem escapar da pobreza", disse Jarnail.

O caso mais recente envolve uma mulher de 55 anos, que foi atacada por um tigre no sábado (1), e seu corpo também foi encontrado em um campo.

Uma vez que nenhuma compensação seria dada, se o ataque acontecesse na reserva, os membros da família possivelmente deslocaram o corpo da vítima após o ataque e colocaram em uma área no campo. Conforme relatos de imprensa local, sete mortes foram registradas, desde fevereiro deste ano. Segundo esses relatos, após o caso vir à tona, outros habitantes locais admitiram ter cometido o crime. No entanto, eles alegaram que, devido à pobreza extrema, os próprios anciões optaram por sacrificarem-se, para ajudar a família financeiramente.

No entanto, os oficiais de investigação descartaram que ela tenha sido morta no campo, já que suas roupas foram encontradas a 1,5 quilômetro do campo. Além disso, as marcas de pneus deixadas por um trator também sugerem que o corpo provavelmente havia sido deslocado da reserva e despejado no campo.

FONTE: br.blastingnews

24/05/2017

Mamãe e seus patinhos vão nadar no lago

Fiquei encantada vendo estas coisinhas lindinhas indo atrás de mamãe.... o coração da gente fica na boca até o último pular na água....
------------
Esta família de patos foi para o parque para passar um dia agradável no lago. Depois que mãe saltou na água de cima de uma ponte, seus patinhos seguiram parecendo uns pinguinhos na água.

Fonte: LiveLeak

13/04/2017

Morte de um animal de estimação pode ser comparada a perda de um membro da família, diz psicólogo

Com certeza absoluta.... Quando estava conveniada com a Prefeitura, tínhamos o serviço de atendimento às pessoas que sofrem pela doença e perda de seus animais de estimação.....
------------------------
Psicólogo conta como é o processo do luto, que muitas vezes não é compreendido, o que pode levar à depressão

Para aqueles que amam seus animais de estimação, um dos momentos mais difíceis é quando estes morrem. Esta tristeza pode durar dias, meses, ou anos anos.

O psicólogo de Ipatinga, Leonardo Moreli, lembra como os cães e gatos ganharam um novo significado na vida de seus donos, e também na sociedade. Até um tempo atrás, os animais eram criados nos quintais das casas, e hoje dividem rotinas, e podem, incusive, dormir nas camas com o donos.

De acordo com levantamento da Pesquisa Nacional de Saúde, feito pelo IBGE, 44,3% dos lares brasileiros têm a presença de ao menos um cachorro.

Moreli fala que esse espaço ocupado pelos os animais de estimação na vida dos donos, reflete diretamente no processo do luto, no caso da morte dos pets.

"O luto caracteriza um processo de perda. Não pode ser considerado uma doença, portanto não existe um tratamento. Esse sentimento de perda pode ocorrer tanto em relação a um ente querido ou um animal. O luto é único, cada pessoa tem o tempo de recuperação e reações diferentes. No caso da morte de um animal de estimação, a pessoa que perdeu, geralmente, tem o pet como um membro da família, muitas vezes como filho, então é totalmente compreensivo a dor", explica.

A estudante de administração Jennefer Oliver Nunes, entende o que é perder um animalzinho que sempre fez parte da família. Há seis meses, a cadelinha dela Milly, da raça dachshund, começou a passar mal em casa e acabou falecendo. Segundo ela, no início foi difícil conviver com a perda, mas com o tempo ela conseguiu superar e atualmente permanece a saudade.

"A morte da Millynha foi muito difícil para todos nós da família, afinal 15 anos não são 15 dias. Sofri e chorei muito, porque é difícil olhar para os cantinhos da casa que ela ficava e não vê-la ali. Acreditamos que ela morreu de velhice. Na fase adulta ela teve algumas doenças, mas fizemos os tratamentos adequados, o que prolongou o tempo de vida dela. Certo dia estava tomando café e vi ela passando mal, corremos para cliníca, mas infelizmente ela não resistiu. Foi doloroso, é um processo de recuperação", contou.

Milly chegou na família Oliver em 2001; Jennefer conta que ela sempre foi considerada como um membro da família. Pela casa, há fotografias e até mesmo um quadro com um desenho da cadelinha. Segundo psicologo Leonardo, esse amor rotineiro que torna o processo do luto difícil para os donos de pets, e muitas vezes não compreendido por aqueles que não possuem um animal de estimação.

"Uma outra pessoa que não tem relação de tanta afetividade com animal, jamais vai entender o sentimento daquele dono que perdeu o cãozinho ou gato. Portanto, muitas vezes essa não compreensão gera um certo preconceito de quem está de fora, com a pessoa enlutada. Isso é ruim, porque os donos dos pets se sentem culpados por estarem sofrendo pela morte deles, e a caba reprimindo o sentimento. Essa repressão pode gerar uma doença, a depressão.

Moreli diz que o processo do luto pode levar de três meses a um ano. O profissional alerta que é preciso avaliar se esse sentimento está atrapalhando o dia a dia da pessoa que perdeu o animal.

"Passando o determinado tempo, é preciso avaliar o comportamento da pessoa, porque o luto não pode atrapalhar a retomada da vida dela. E como não há um tratamento, é somente a força de vontade de quem perdeu para voltar às atividades rotineiras", concluiu.

Jennefer procurou retomar as atividades dela. Mesmo triste, e com uma saudade imensurável de Milly , ela viveu o luto, e atualmente até conseguiu adotar um novo animalzinho de estimação.

"Nenhum cão substitui outro que morre, mas preenche o vazio que fica por causa desta ausência. No início tive resistência em adotar outro animalzinho, porque ainda estava sofrendo com a morte da Milly. Então comecei a cuidar de alguns animais de rua que ficavam na porta da minha casa. Tentei salvar um cachorro que estava muito doente, mas acabou morrendo. Hoje adotei o Bruce, um cachorro muito dócil e carente, que vivia nas ruas do bairro", contou.

FONTE: G1

12/04/2017

Macaco que viu massacre da família se conforta com bichos de pelúcia

Ô dó, meu Deus!!!!!! ainda bem que está sendo atendido como merece....
------------------------
Animal está recebendo cuidados e logo será transferido para cativeiro

Mongkood, um macaquinho que presenciou o massacre de toda a sua família e foi vendido como animal de estimação, busca conforto em bichinhos de pelúcia.

Segundo a organização não governamental Wildlife Friends Foundation in Thailand (WFFT), o animal foi separado da família ainda muito pequeno, quando tinha menos de dois meses. Ele foi resgatado em 24 de março em estado de trauma.

Em comunicado divulgado na internet, a ONG informou que "o pequeno Mongkood ainda está perplexo e confuso com a falta da mãe. Ele ainda chora pelos cuidados e pelo amor dela, assustado e inseguro com o futuro".

Segundo publicado pela RedeTV, Mongkood está recebendo cuidados e logo será transferido para um cativeiro. "Faremos todo o possível para tornar menos estressante a transição dele para a vida em cativeiro. (...) Mantenha os animais selvagens selvagens e não como animais de estimação", apelou a organização.

13/02/2017

Família de capivaras sai de parque, faz fila e passeia por avenida em Palmas - TO


A família tem direito a passear, mas, que perigo elas enfrentam, não? será que tem sinalização?

---------------------
Morador parou o carro para que animais passassem com segurança.
Capivaras ficam no Parque Cesamar e se tornaram símbolo do local.
Um grupo com pelo menos 10 capivaras, entre adultos e filhotes, foi flagrado passeando por uma das avenidas mais movimentadas de Palmas, a Theotônio Segurado. 


O vídeo foi feito pelo morador Frabício Carlos dos Santos na noite desta quarta-feira (8), que parou o carro para que a família atravessasse com segurança para o outro lado da avenida. Nas imagens, os

08/01/2017

Família procura por gato que desapareceu após acidente fatal

Ontem a noite, liguei para o irmão da moça que morreu no acidente, mas, ele não soube dizer se havia alguém procurando. Citou que uma pessoa do facebook teria dito que ia procurar, mas, ele não sabia dizer se foi. Enfim, queria saber se algum protetor da região chegou a fazer alguma busca. Manda um alô p´ra gente?
-----------------------
Mulher de 29 anos morreu em capotamento na SP-280, em Mairinque.
Filha da vítima, de 4 anos, pergunta frequentemente pelo animal, diz tio.

Uma família espera receber informações sobre um gato que desapareceu na rodovia Castello Branco (SP-280), em Mairinque (SP), há dez dias, após um acidente fatal. Na ocorrência, uma mulher de 29 anos morreu no local. Karla Alveia era estudante

07/11/2016

Exposição de animais é boa opção de diversão para toda a família.... Que horror!!!!



Sinceramente, gente!!!!!! isto vira uma diversão para a "família" que passa conceitos tão errôneos sobre a vida dos animais...... vejam as gaiolas onde estão pintinhos...... que nojo!!!!!
--------------




23/07/2016

Família tira selfie com urso polar morto pelo vizinho e causa revolta entre internautas

Isto é doentio, gente!!!!!!
-----------------
Uma família islandesa está no centro de uma grande polêmica: mãe e filha posaram para selfies com um urso polar recém morto por um vizinho e divulgaram os cliques nas redes sociais. O registro não agradou os internautas, que classificaram o ato como um grande desrespeito: “Isso é nojento. Fotos com animais

11/07/2016

Como age a família animal

Anos arás eu vi um vídeo de um leão detonando 2 filhotes e a leoa paradona sem saber o que fazer.... ele matou sem dó nem piedade....Aí nesta matéria explica porque..... Sinceramente, gente, eu não entendo estas coisas feitas pelo "Criador".... precisava? Eu fiquei impressionada por muito tempo..... Agora eu amei a jacaretinga (parente do crocodilo).... que coisinha mais lindinha de mamãe.....
-------------------------------

22/06/2016

Mãe ganso vê uma mulher agarrando seus bebês e aí....

Nossa leitora Sandra nos mandou.... kakaka.... muito bom!!!!!
------------
Quando as mulheres têm filhos, a vida passa a ser em torno deles. Mas se pensam que só os humanos têm estes instintos estão enganados. Por exemplo, as mães ganso também são muito protetoras e fazem tudo o que for preciso para manter os filhos em segurança, tal como vimos na história em que a mãe ganso chamou um polícia para salvar a sua cria. E esta mãe ganso não é diferente…


Uma família ganso, o pai, a mãe e os oito bebés, decidiram atravessar a estrada. Os animais nas estradas correm sérios riscos de serem atropelados e, para que o pior não acontecesse, uma mulher

13/06/2016

MP nega ação contra paróquia que deu cachorro como prêmio em bingo - Ribeirão Preto - SP

Este caso lá em Ribeirão Preto está rolando há dias pela internet: Paróquia sorteia cachorro em bingo sendo que há uma lei municipal (não regulamentada) que proíbe este tipo de "doação". Estava esperando esta reação do MP porque não há crime. A Prefeitura é que tem que regulamentar, fiscalizar e multar. Não tem outra saída, infelizmente. Mas, acho que a repercussão serviu de lição para outros segmentos que se atreverem. Vejam a matéria que saiu ontem: 
--------------
O Ministério Público indeferiu a denúncia contra a paróquia que entregou um cachorro como prêmio em um bingo, durante quermesse em

06/06/2016

75% dos brasileiros têm animais de estimação

Este tipo de matéria é muito bom porque dá a dimensão do quanto os animais estão em nosss vidas...
------------------
De cada quatro brasileiros, três têm pelo menos um animal de estimação, o que coloca o país bem acima da média mundial. Os cachorros, é claro, são a preferência nacional e costumam ser tratados como se fossem da família.

02/06/2016

É possível domesticar um urso? Rússia

Caramba, o bichão é grandão mesmo.... tem muitas fotos desta convivência no Google imagens.
------------------
É possível domesticar um urso? Uma família da Rússia prova que sim. Vive há 23 anos com Stepan, desde o dia em que Svetlana e Yuriy Panteleenko adotou o animal, com três meses. O tempo correu, Stepan cresceu e mantém-se meigo e… fiel. Veja o vídeo.


Aquele ternurento urso de três meses conquistou a família Panteleenko, que decidiu adotá-lo. Entretanto, passaram-se 23 anos e Stepan tornou-se gigante. Mas continua a viver com os humanos.

08/05/2016

Iracema Hockman se foi ontem a noite... tinha me falado que não estava aguentando a vida...


Sinceramente, estou sem forças..... Conhecia Iracema desde 2000.... Muito a falar, mas, nada mais tem importância agora... Para quem a conhecia como eu, fica o peso do silêncio por conta das suas últimas confidências no ultimo dia 03 de abril quando me ligou de dentro da Unidade Semi-intensiva através celular de funcionária do hospital...








Fotos em um momento de beleza e outro com suas paixões: Nelsinho e Simone juntos ao pai....

Acompanhem o Facebook da Iracema para informações e mensagens

Velório: segunda-feira, dia 09 de maio âs 14 horas na Capela 3 do Memorial do Carmo, no Caju. A cremação será âs 17:30hs

06/04/2016

Família adota cão doente para oferecer final de vida tranquilo e animal sobrevive

A realidade é triste.... por isso que se eu tivesse condições teria um abrigo só para velhinhos e animais terminais... queria para abraça-los até que a vida se extinguisse.
------------------------ 
Cãozinho encontrado em abrigo a beira da morte consegue se recuperar após receber cuidados, atenção e muito amor de uma família

A família da Maria precisou se mudar para a Turquia por conta do trabalho de seu marido. Chegando lá, a mulher e suas três filhas resolveram se tornar voluntárias em

04/04/2016

Gatinho congelado é encontrado por família que o salva

Quando uma família brincando na neve encontrou um gatinho minúsculo enterrado e quase congelado, eles o levaram para dentro e tentaram aquecê-lo ao lado do fogo. O gatinho não estava respondendo, porém. Toda a esperança parecia perdida, mas eles não iria desistir. Depois de mais de uma hora de executar massagens no animal, um milagre aconteceu. Ele abriu os olhos e ele estava vivo!


Fonte: Rantspets

02/03/2016

Família se muda, deixa os cães presos dentro de casa por semanas e polícia os encontra - Chicago - EUA

Ainda bem que tiveram sorte dos policiais arrombarem a porta da casa.... só fico pensando naqueles que foram abandonados do mesmo jeito e não conseguiram sobreviver.... Que tristeza!!!!
------------------------
Policiais invadiram a residência após ouvir barulhos no local e acreditarem que a mesma havia sido tomada por bandidos ou arruaceiros.

Mais um triste episódio de maus tratos contra os animais entra para as estatísticas mundiais. Dessa vez a história vem de Chicago, nos Estados Unidos.

Os moradores de uma casa se mudaram para outra cidade e levaram todos os seus bens, exceto

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪