Mostrando postagens com marcador ecossistemas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ecossistemas. Mostrar todas as postagens

05/07/2017

Baratas servem para algo de bom?

Acho tão engraçado quando coloco alguma coisa sobre as baratas aqui no blog.... Tem até gente que não consegue ler de tanto nervoso.... kakakaka.... mas, olha, no nosso espaço ela tem seu direito porque é um ser que tem a maior importância no destino da humanidade..... 
---------- 
Encontrei uma barata na cozinha. Quando ela olhou pra mim, questionei meu asco: as baratas servem para algo de bom?

Ofereceu a ela um pedaço de pudim? Pois deveria.

Apesar da imagem degradante imposta às baratas pela humanidade, essa ingrata, elas são essenciais para a nutrição dos terráqueos – nem me refiro a dietas asiáticas – e para a preservação do ambiente. É que as cucarachas são decompositoras em escala global, já que estão espalhadas pelo mundo. Elas nutrem o solo traçando excrementos e restos de plantas e de animais.

Porém, não fazem o trabalho sozinhas: elas dão carona, dentro e fora de seus corpos, para bactérias que quebram a matéria orgânica em minerais, como nitrogênio, fósforo e potássio, nutrientes fundamentais para os vegetais – processo conhecido como mineralização.

Além disso, algumas espécies desempenham papel importante na polinização de plantas. Ou seja, as baratas, essas injustiçadas, são das mais relevantes jardineiras da face da Terra.

FONTE: super.abril
=============
Nossas publicações sobre BARATA e BARATAS

04/04/2017

Por que Paris está distribuindo larvas de joaninha para seus habitantes

Tem bichos que fico encantada por sua importância nos ecossistemas..... Pequenininhas e com um papel de tamanha relevância.... São lindas.... Há uns dois dias, uma delas insistiu em entrar no meu quarto por duas vezes sem se dar conta do perigo de 6 gatas a espreita.....
------------------------
Capital francesa vai doar 40 mil espécimes. Ideia é tentar acabar com pragas em jardins e terraços

Os jardins e terraços de Paris estão infestados de pragas. A saída que a prefeitura da capital francesa encontrou foi distribuir 40 mil larvas de joaninhas para os cidadãos. As joaninhas são predadores naturais de pulgões, e a ideia é conter a superpopulação deste inseto que suga a seiva das folhas.

A Prefeitura de Paris irá distribuir caixas com larvas de joaninhas e kits educativos para que os cidadãos possam criar os insetos em suas hortas e jardins, promovendo o controle biológico da superpopulação de pulgões.

A ação faz parte de uma nova etapa do processo de proteção à biodiversidade parisiense. Desta vez, a ideia é contornar o problema sem o uso de pesticidas. Desde 2001, a cidade implementa ações de gestão dos espaços verdes públicos e privados por meio de incentivo à prática de técnicas de horticultura que não agridam o meio ambiente, como, por exemplo, o mulching (técnica que reduz evaporação da água e surgimento de daninhas) e a compostagem.

Desde 2015, a cidade já não permite a utilização de herbicidas à base de glifosato ou ácido diclorofenoxiacético (conhecido como 2,4 D), ambos considerados cancerígenos pela Organização Mundial da Saúde naquele mesmo ano.

A diretora do Departamento de Espaços Verdes de Paris, Pénélope Komitès, disse à rádio RFI que a cidade não usa “os produtos organofosforados e organoclorados” desde 1985. Ela também comentou os planos para a gestão ambiental da cidade.

“Trabalhamos na criação de um novo plano de biodiversidade para Paris, que será votado em breve. Então, essa distribuição de larvas de joaninha para os particulares faz parte desse programa, para incentivar os parisienses a não utilizar produtos químicos, que são prejudiciais à saúde e ao meio ambiente”
Pénélope Komitès Diretora do Departamento de Espaços Verdes de Paris


Como será feita a distribuição 
A distribuição está programada para acontecer em etapas, separando as demandas das hortas comunitárias de cidadãos que dispõem da licença de cultivo, regulamentada por lei em junho de 2015.

Três tipos de caixas com larvas serão distribuídas. A maior caixa contém 100 larvas de joaninhas. As outras duas têm 15 ou 20 larvas. Cada caixa acompanhará kits educativos feitos por especialistas consultados pela prefeitura. Os kits ensinam técnicas de cultivo e dão informações básicas sobre fauna e flora.

Quem recebe o que
HORTAS COMUNITÁRIAS
As hortas vão receber, ao todo, uma caixa com 100 larvas de joaninhas. Serão entregues a cada uma das 110 hortas comunitárias de Paris.

PESSOAS LICENCIADAS PARA CULTIVAR
Com a legislação da licença de cultivo, cidadãos podem requerer autorização para criar hortas ou jardins em áreas públicas. A licença é válida por três anos e exige o uso de produtos orgânicos para cultivo. Cada pessoa receberá uma caixa contendo 15 ou 20 larvas, a variar do tamanho da horta ou jardim.

Os riscos e benefícios da superpopulação 
Caso o plano dê certo, Paris poderá chegar ao equilíbrio entre as populações de pulgões e de joaninhas. Funciona assim: com as joaninhas eliminando os pulgões, elas ficarão, eventualmente, sem esse alimento e muitas morrerão. Assim, a população de joaninhas irá diminuir. Com o recuo do predador, os pulgões devem retornar (em menor escala do que existem agora). Dessa maneira, as joaninhas que restarem terão alimento, mantendo um equilíbrio.

Esse é o cenário desejado pela prefeitura. Porém, também existe a possibilidade de a superpopulação de uma das espécies prevalecer. Ainda que seja a das joaninhas, não é possível prever as consequências disso.

FONTE: nexojornal

11/08/2016

Ecólogo desenvolve pesquisa sobre impacto ambiental causado por animais domésticos em áreas de reservas

Olha, quem é preocupada com os animais tem que ser coerente. Cães e gatos em áreas de preservação ambiental é inaceitável porque todos os silvestres são dizimados. Não é justo para com eles. Todo protetor tem que reconhecer isto e aquele que não o faz  é um farsante no que diz que faz.
------------------------
O professor do Instituto de Biociências da Unesp em Rio Claro, Mauro Galetti Rodrigues, desenvolveu uma pesquisa sobre o impacto de cães domestico em florestas. Intitulada “Cachorro doméstico é o principal predador da mata Atlântica”, a pesquisa monitora o comportamento de cães abandonados em mais de trinta áreas da Mata Atlântica de São Paulo, com o objetivo de avaliar como o animal doméstico afeta as regiões silvestres e suas possíveis consequências ambientais e sociais. 

18/07/2016

Perda de biodiversidade ameaça ecossistemas do planeta, diz estudo

A matéria está muito boa.... alerta bem para o problema que os humanos estão criando para o planeta.....
------------------------
Em 58% da superfície terrestre há perda substancial dos ecossistemas.
Estudo foi publicado na revista "Science" nesta quinta.

A dimensão da perda de biodiversidade no mundo todo ameaça o funcionamento dos ecossistemas da Terra e inclusive a sobrevivência dos seres humanos, segundo um estudo publicado na quinta-feira (14) na revista científica americana "Science".

Em 58% da superfície terrestre, onde vive 71% da população mundial, "o nível de perda de

26/03/2016

A importância dos mosquitos para os ecossistemas

Com tanta gente falando sobre os famosos mosquitos, vale a pena dar uma lida nesta matéria
------------------------
Os mosquitos, geralmente, não são animais queridos. Picam, fazem zumbidos desagradáveis e podem transmitir doenças. Embora a maioria de nós conheça o lado ruim desses insetos, eles têm outro não tão mau assim.

Existem cerca de 3.500 espécies de mosquito, e muitas delas interferem na nossa saúde. A fêmea do mosquito Anopheles carrega um

09/11/2015

Como as baratas podem ajudar a salvar vidas humanas

Como representamos qualquer animal, dedicamos nosso humilde espacinho para compartilhar informações sobre as baratas. Elas, as formigas, as lagartixas, besouros e todos mais merecem nosso maior respeito porque fazem parte de um ecossistema que faz a vida acontecer.... Não que este artigo represente nossa filosofia diante dos animais, mas, as baratas são imensamente superiores a nossa espécie. Lembro que somente o ser humano não faz parte de nenhum ecossistema no mundo inteiro. Se quiserem ler mais sobre o que publicamos sobre as baratas, CLIQUEM AQUI.
------------------------
Insetos que fogem assim que você entra em uma sala e acende as luzes, as baratas geralmente são associadas a ambientes sujos. Mas elas estão despertando o interesse de mais do que empresas de dedetização: têm inspirado pesquisas em antibióticos, robôs e próteses para membros perdidos.

Em Havana, a barata cubana, inseto nativo de cor verde, é tida como um bicho de estimação e o inseto até aparece em histórias folclóricas.

Entre as 4,5 mil espécies de baratas conhecidas no mundo, apenas 4 são consideradas pragas.

A maioria delas não vive perto de residências de humanos e tem um papel ecológico importante,

21/04/2014

Procriação acelerada de coelhos na Austrália ameaça ecossistema

A Austrália é useira e viseira de fazer estas "caquinhas".... Engraçado que na matéria é explicado como começou a procriação descontrolada destes coelhos, mas, o jornalismo continua relatando como se os pobres coelhos fossem culpados desta lambança..... haja paciência!!!!!!

video
Globo News - 19/04/14

03/12/2013

Moradores de rua em Marataízes, ES, reclamam da presença constante de gambás na região

A velha história.... eles estão invadindo..... os caras não se dão conta que, com certeza, outros locais estão sendo ocupados por humanos que, aí sim, estão tirando as formas de sobrevivência destes animais..... Pensar deve doer p´ra esta gente ou então os fiscais que licenciaram obras no entorno devem estar gastando o dinheiro que ganharam de suborno já que é obrigação manter os ecossistemas equilibrados... tô errada?

video
ESTV - Rede Globo - 30/11/13


25/01/2013

Controlar população de gatos para salvar aves - Nova Zelândia


Galera, vamos dar uma pensada? é que muita gente mandou esta notícia p´ra mim escandalizada e pedindo que eu fizesse alguma coisa. Ora, antes de ficarem com raiva, lembrem-se que estou aqui para falar a verdade e não ficar tapando o sol com peneira.... pior ainda, perpetuando uma ideia errônea.

Somos pelo direito dos TODOS os animais, certo? então por que vamos passar por cima das consequências provocadas pelos gatos? pássaros  tem todo direito a vida e um papel fundamental nos ecossistemas. O tal ambientalista está falando sobre controle populacional de uma espécie que está dizimando outros animais que tem o mesmo direito de viver. Então, não vi nada demais alem de um exagero no título da matéria. A proposta não é erradicar e nem exterminar, apenas, controlar o numero de gatos. O que há de errado?

Cliquem na imagem para ver o vídeo, onde está bem explicado a idéia...




21/12/2012

Prorrogada consulta pública para animais silvestres virarem pet´s


Gente, vamos participar desta consulta pública do IBAMA que foi, antes do PT aparelhar este nosso país, um órgão que podíamos contar para defender nossos animais....hoje, é isto aí.... 

Aliás, é tudo avaliado por baixo.... Como não se consegue acabar com o tráfico, libera-se os animais como "Pets".... Como não se consegue prender os chefes do tráfico, libera-se a "droga".... Como não se consegue botar bandido na cadeia, penaliza-se brandamente os crimes que são cumpridos com o cara solto.... arre, que não dá para falar mais......

Temos que dizer ao IBAMA, nesta consulta, que animal silvestre,  mesmo que sejam vindos de criadouros comerciais, não deve NUNCA ser um pet já que ele tem o papel fundamental  na vida dos ecossistemas. Aliás, não estou entendendo mesmo esta palhaçada do IBAMA!!! como tenho saudades do velho IBAMA....

CLIQUEM AQUI PARA ENTRAR NA PÁGINA e é só seguir as instruções...

PARTICIPEM, POR FAVOR!!!!


NOTA:
Para quem não conseguiu ver no link, a matéria é esta abaixo. Qualquer dúvida, entrem pelo link do IBAMA que é este aqui: http://www.ibama.gov.br/index.php

"Prorrogada consulta pública de espécies da fauna brasileira criadas e comercializadas com a finalidade de estimação

Brasília (19/12/2012) – O Ibama informa que foi prorrogada, até o dia 30 de dezembro, a consulta pública relativa às espécies da fauna nativa brasileira que poderão ser reproduzidas em criadouros com destinação ao comércio de animais de estimação.

A consulta, realizada por meio de formulário eletrônico, está disponível no endereço http://www.ibama.gov.br/consulta_publica/listapet. As contribuições deverão ser embasadas tecnicamente, de acordo com os critérios estabelecidos na referidas resolução, indicando referências bibliográficas utilizadas na justificativa.
As orientações para embasamento encontram-se no endereço http://www.ibama.gov.br/documentos-fauna-silvestre/consulta-publica e não serão analisadas manifestações enviadas por documentos impressos ou por email.
Ibama"

16/06/2012

Cientistas mapeiam 'ecossistemas' que vivem no corpo humano

.
Posso falar? a espécie humana é tão idiota... é tão presunçosa... é tão estranha em se tratando de afinidades com o Planeta Terra que "se acham" mesmo sabendo que somos criaturas que abrigam bilhões de seres dentro de nós que dominam nosso corpo a ponto de fazê-lo viver e morrer ....

Há muitos anos atrás li uma reportagem no jornal falando da preocupação de cientistas sobre bactérias que estavam se extinguindo... muitas delas que só existiam em nosso corpo. Foi uma das maiores identificações que tive com o planeta, que nos abriga de forma tão generosa, ao tomar esta consciência.

Não deixem de ver esta matéria, por favor... Quem sabe tomar "noção" do mundo que vive em nós possa ajudar a sermos mais desprendido de valores tão absurdamente incoerentes com a função de nossa espécie que, apenas, pilha o planeta Terra em sua rota de destruição pelo Universo?


Jornal Nacional - Rede Globo - 13/06/12

Esta outra matéria, também, nos oferece bastante informação a respeito.

11/06/2012

Austrália autoriza abate de cangurus

Gente, por causa das imbecilidades que a Austrália é useira e vizeira de fazer com introdução de animais exóticos nos ecossistemas locais para depois matar tudo, é que tive a inspiração de sugerir o art. 31 da Lei de Crimes Ambientais. Só que vemos que a lei não é aplicada, pois, os javalis foram soltos por pessoas identificadas e nada aconteceu.... Brasil ôô....

Agora, quanto ao abate de animais nativos da própria Austrália, podemos ter uma idéia do desequilíbrio ambiental que reina naquela terra de irresponsáveis.... Acho que nem Jesus pode ajudar na causa!!!!! affeeee!!!!!!!!!


Globo - AFP - 08/06/12.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪