Mostrando postagens com marcador documento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador documento. Mostrar todas as postagens

23/06/2017

Conversa séria: A desfaçatez da SUBEM revelada em um simples e-mail

Gente amiga do Grito do Bicho, que alias quando se trata de SUBEM deveria ser o Berro do Bicho!!!  

Queria muito compartilhar uma pequena coisa com todos vocês antes de entrar com a  matéria a seguir. Sabe, minha gente, tudo o que faço hoje são frutos de exemplos e experiências do que vivi e compartilhei com a experiência dos outros. Com os maus aprendi a buscar ser melhor, com os mentirosos aprendi a dizer e buscar a verdade, com os inexperientes a buscar experiência para não ferir a ninguém, pois,  é profundamente decepcionante vivenciar e ter que conviver em meio a falsidades, mentiras e tentativas mesquinhas de iludir e ludibriar o nosso semelhante. 

Já não bastasse o nojo que temos que engolir diariamente dos nossos políticos, também teremos que ser entubados quase que diariamente com as mentiras e falsidades da SUBEM? Merecemos isso minha gente??? Vamos a mais uma BOMBA que vai superar o caso do pit bull Thor que teria fugido, simplesmente,  por um buraco no fundo do canil  provando a incompetente administração daquela Fazenda Modelo.

Ontem à noite, um IMPORTANTE DOCUMENTO caiu em minhas mãos e aí fiquei pensando que, às vezes,  a vida é justa. Quem me mandou, o fez através de um endereço que não existe mais, pois, tentei contactar para saber mais detalhes sobre seu conteúdo. A mensagem retornou como endereço inexistente.  

Mas, após confirmar a veracidade com outra fonte, não tive dúvidas que seria imperativo a publicização deste e-mail. Neste correio eletrônico fica comprovado muitas desgraceiras que rolam nas entranhas da Subsecretaria de Bem Estar (animal?), a SUBEM, que hoje realmente está merecendo duas postagens em nosso blog por sua própria incompetência.

Gente amiga, não tem como fazer diferente. Sabemos que se pode errar e acertar, contudo não devemos deixar de aproveitar as oportunidades que aparecem, por que elas são a essência das melhores coisas que podemos ter.

Infelizmente,  essa SUBEM parece que não sabe o que é ética, moral ou qualquer outra coisa que dignifique a sua conduta. É impressionante e ao mesmo tempo assustador o tamanho e a profundidade em que a gestão e seus assessores desprezam princípios fundamentais como respeito à todos nós que lhes pagamos o salário e a franqueza com que deveriam conduzir as dificuldades inerentes à uma administração. 

Eu sinto muito NOJOOO pela tamanha incompetência de pessoas politiqueiras gerenciando uma causa que é nossa vida!!!!!!

Quem escreveu este e-mail abaixo nos parece ser o atual coordenador ou coordenadora da HOPE, firma que contrata toda a mão de obra veterinária atuante nos centros de esterilização e na Fazenda Modelo, ou seja, são os principais profissionais que atuam nessa Subsecretaria. 

Essa pessoa, provavelmente, entrou no lugar da Dra. Ariele, afastada do cargo a pedido da atual Subsecretária. Pelo que pude apurar a Dra. Ariele teria sido afastado pela sua atuação rígida e objetiva, mas também atuante e dinâmica! Será que isso estava ameaçando tanto??? Fica ai mais um mistério que, quem sabe, um dia venha a ser esclarecido.

Mas, uma coisa é indiscutível, trata-se de uma prova cabal, inquestionável (dificilmente justificável) sobre como a SUBEM mente, como trata seus colaboradores e como faz gestão! 

Agora mais uma vez preciso perguntar a vocês meus leitores: É isto que queremos para nossa causa? É assim que pretendemos conseguir respeito e confiança para atuar no destino dos animais da nossa cidade? Mais uma vez digo que estão SUBEMstimando nossa inteligência e muito!!!

Agora é torcer para que o  papel timbrado citado no e-mail em questão, efetivamente, chegue a Subsecretaria, e mais ainda, que sejam publicizados também esses problemas. Por final volto à tecla: Cadê a transparência?? mentir e tampar o sol com a peneira só demonstra a total incompetência que insisto afirmar.

Leiam com bastante calma para não ficarem com a taquicardia que eu fiquei e confirmem a realidade do que tentam negar. Depois comentem.

=========================

-------- Mensagem original --------
Data: 19/06/17 09:30 (GMT-03:00)

Assunto: Relatório de irregularidades

Bom dia pessoal, preciso da ajuda de vocês.
Vou fazer um relatório de irregularidades de  cada posto, para entregar para prefeitura e oficializar nossos problemas. Pois apesar de eu sempre entrar em contato com eles, eles alegam que não sabem de nada que acontece.

Então eu vou fazer um relatório em papel timbrado oficial e protocolar na prefeitura.  Deixo claro que isso não significa que algo irá mudar, (apesar de esperarmos que sim), mas tira a nossa responsabilidade se algo acontecer.

Lembrando que eu vou fazer por posto, e não vou identificar nenhum veterinário, pois tenho medo de represálias.

Eu sei que vocês já me fizeram alguns relatos, mas vamos fazer um geral.

Vamos aos problemas:
-Infra estrutura (Falta de água, energia, lâmpadas queimadas, pias sem funcionar,banheiros sem funcionar, ar condicionado, problema de instalação elétrica, canis e gatis com problemas)
-Falta de material (luva (expliquem a dificuldade de trabalhar com uma luva maior), medicamento, etc)
-Dedetização (o caso do gatil da Fazenda Modelo, a quantidade absurda de baratas)
-Kits cirúrgicos incompletos (e problemas com pinças que não travam (quantidade e tipo), tesouras que não cortam, etc).Façam um levantamento de material em condições ruins, e a instrução foi que seja separado esse material, e entregue a administração do posto, pedindo a substituição. Por favor, antes de entregar o material avariado, registrem em fotos o que vocês estão separando.
-O que mais vocês acharem que deve ser relatado, como por exemplo, falta de balança, falta de umbu, falta de laringoscópio, etc

Em uma reunião na Sexta feira, foi dito que seria obrigatório que vocês castrassem todos os animais, mesmo sem auxiliar. Eu argumentei que é impossível pelo tempo, e pela falta de estrutura, eles me disseram que é só mandar pra prefeitura o material, que eles tem material novo de sobra la, para trocar. Ou seja, não temos porque trabalhar com material ruim. Separem TUDO, e mandem pra eles. 

E como não está oficializado, eles “não tem” conhecimento sobre a falta de estrutura. NÃO ESQUEÇAM DE FOTOGRAFAR O QUE ESTÃO SEPARANDO DOS KITS E COLOCAR NO RELATÓRIO!!!

E se possível, colocar foto de tudo, como na fazenda modelo, os problemas com baratas no gatil. No Gatil SFA, colocar foto de onde o material é lavado (balde e galão de água), em Bonsucesso, os canis que não fecham a porta. E o que mais for possível fotografar, façam.

O objetivo desse relatório é cobrar que haja uma melhora na infra estrutura, relatar os problemas  de maneira oficial, mas principalmente que possamos estar respaldados.

Peço que me enviem essa semana ainda. Quando o relatório estiver terminado, vou enviar para vocês antes de protocolar na prefeitura, caso queriam fazer algum ajuste ou observação.

Att
Coordenador Veterinário

03/04/2017

Aumentam os casos de maus-tratos documentados por smartphones

Concordo plenamente com a RSPCA... acho que aumentou o numero de pessoas indignadas que antes não tinham a tecnologia nas suas mãos....
Fonte: Daily Mail
Colaboração: Helô Arruda
----------------
Os casos relatados de crueldade com animais subiram 5 por cento no ano passado, com os amantes de animais envolvidos usando imagens de smartphones para documentar as agressões.

A proteção animal disse não achar que os números mostram que o país estava se tornando mais cruel. Em vez disso, disseram que o aumento mostrou que as pessoas "estavam menos dispostas a ficar caladas" quando veem um animal sofrendo.

Os casos dados como exemplos eram de uma águia dourada mantida em uma cozinha apertada, uma python decapitada com um par de tesouras e um shih-tzu apunhalado no rosto com uma faca de cozinha e deixado para morrer. Outros casos perturbadores incluíram um bulldog que estava sendo jogado pelas escadas abaixo e depois martelado na cabeça, e um texugo que está sendo escavado fora de uma toca para ser atacado por um grupo dos cães.

Dermot Murphy, Diretor Assistente da RSPCA Inspectorate, disse: "Nunca deixo de me chocar quando me lembro dos casos extremos de crueldade com animais que a RSPCA tem sido chamada a investigar".  

Ele disse: "Continuo a indignar-me e a entristecer-me que as pessoas possam ser capazes de tal brutalidade deliberada em relação aos animais, mas igualmente me motiva garantir que os autores da crueldade sejam colocados diante dos tribunais. Eu acredito que os números do ano passado mostram não que estamos nos tornando mais cruéis, mas que as pessoas simplesmente estão menos dispostas a ficar quietas e não fazer nada se acharem que um animal está sofrendo."

Continuou: "As pessoas estão cada vez mais propensas a compartilhar imagens, em suas contas de mídia social, de animais que eles acreditam não estão sendo cuidadas adequadamente, assim muitos vão ver o material que seus amigos têm compartilhado e, em seguida, entram em contato conosco sobre eles. De qualquer maneira, nossos policiais estão sob pressão crescente de ter que responder a mais chamadas e investigar mais queixas, mas é graças à sua dedicação, bem como aos funcionários e voluntários da RSPCA em toda a Inglaterra e País de Gales que somos capazes de transformar a vida de dezenas de milhares de animais por ano."

A RSPCA disse que investigou 149.604 queixas de abuso de animais no ano passado, um aumento de 4,62% em relação ao ano anterior. Ela também recebeu 1,15 milhão de chamadas para sua linha de crueldade 24 horas, um aumento de 3,15 por cento, e emitiu 84.725 avisos e avisos com aumento de 4 por cento. Processos bem-sucedidos - 744 pessoas - caíram 6,53%. Também emitiu 628 ordens de desqualificação, com queda de 4,46 por cento. A maioria das queixas diziam respeito ao bem-estar dos cães - 84.994, seguidos por gatos - 36.156, e cavalos, pôneis e burros, em 19.530.

Londres teve o número o mais elevado de queixas investigadas, 11.812, seguida por West Yorkshire, 7.920, e Manchester, 7.708. 

As maiores condenações foram em West Yorkshire, 94, seguido por North Yorkshire, 50,  e 49 no West Midlands. As estatísticas de RSPCA estão publicadas no relatório anual de 2016.

Sr. Murphy acrescentou: "As pessoas veem esses números como negativos, e eu certamente não tenho nenhuma satisfação de saber que qualquer animal sofreu. "O que eu tenho orgulho é saber que, por causa da intervenção da RSPCA, impedimos que muitos outros animais sofram com as pessoas que investigamos com sucesso e levamos perante os tribunais".

03/03/2015

Animais de ONG podem ficar sem ração com fim de repasse da Prefeitura - Itapetininga



O negócio não é brinquedo não.... somente quem é deslumbrado acha que é fácil resolver manutenção de animais em abrigos..... ou melhor, tem outra situação, aproveitadores.....





27/08/2013

Família que veio da Holanda tem cachorro apreendido no aeroporto de Salvador

Será que a dona do cãozinho não foi a responsável por tal situação?
a saber.....

Bahia Meio Dia Salvador - Rede Globo - 25/08/13

_________________________
NOTA PÓS POSTAGEM:

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪