Mostrando postagens com marcador devolução. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador devolução. Mostrar todas as postagens

28/07/2017

Órgãos ambientais devolvem mais de 120 animais silvestres à natureza em Alagoas

(Foto: Wanessa Santos/IMA)
Eu torço para estes animais não serem pegos novamente por traficantes ou caçadores.... Que minha Santa das Matas Poderosas os proteja....  
---------------
Aves, cobras, cassacos e outras espécies haviam sido resgatadas ou apreendidas em operações do IMA e do Ibama no estado.
Técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Alagoas devolveram à natureza mais de 120 animais silvestres nesta quarta-feira (26). De acordo com o IMA, eles haviam sido resgatados ou apreendidos durante ações de fiscalização. A maioria deles, aves.

O local onde as espécies foram soltas não foi divulgado. “Não informamos o local e evitamos divulgar também a quantidade exata de animais por causa de um dos maiores perigos enfrentados pela fauna silvestre, os caçadores e as pessoas que capturam as aves para comercializar”, afirmou Epitácio Correia, gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do IMA.

Foram devolvidas à natureza jibóias (Boa constrictor), cobra-verde (Phylodrias sp.), jararaca (Bothrops sp.), iguanas (Iguana iguana), preguiças (Bradyphus variegatus), tatu-galinha, cassacos, sanhaços (Tangara sp.), sebites (Coereba flaveola), canários (Sicalis flaveola), sabiás (Turdus sp.), papas-capim (Sporophila sp.) e carcarás (Caracara plancus).

O IMA alerta que as pessoas que mantiverem animais silvestres em cativeiros ou comercializarem em feiras podem responder administrativa e criminalmente.

A multa para a pessoa flagrada cometendo este tipo de irregularidade varia de R$ 500 a R$ 10 mil, a depender das especificidades do animal, como estar ameaçado de extinção ou ter sido capturado dentro de unidade de conservação.

A criação amadora de aves silvestres é permitida, segundo o gerente do IMA, mas é preciso lembrar que elas têm que ser adquiridas de maneira legal, em criadouros comerciais licenciados e legalizados. E é necessário certificado de sexagem e emissão da nota fiscal de venda. Quem desrespeita essa lei, contribui para o tráfico de animais silvestres, que coloca a fauna em risco.

03/06/2017

Felino da família Puma é resgatado em prédio de Rondônia

Que animal lindo, não?
------------
Animal estava descendo o rio e se escondeu em um prédio quando chegou na margem de rio. Após ser resgatado, felino foi solto em uma reserva na zona rural.
Um gato-mourisco, da família do Puma, foi resgatado nesta quinta-feira (1°) pelo Corpo de Bombeiros no prédio do Porto Oficial de Guajará-Mirim (RO), município localizado na fronteira com a Bolívia, a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho.

O felino foi visto descendo o Rio Mamoré nadando e passou a ser acompanhado de perto por uma embarcação. Quando chegou na terra firme, correu e se escondeu em uma sala de um prédio próximo da água.

Várias pessoas se aglomeraram para ver o animal e acionaram a equipe de resgate dos bombeiros para fazer a captura. Depois de ser pego, o gato-mourisco foi levado para o prédio do Subgrupamento do Corpo de Bombeiros para posteriormente ser solto na Reserva Extrativista Rio Ouro Preto (Resex do Rio Ouro Preto), a aproximadamente 40 quilômetros do município.


Procurada pelo G1, a bióloga Caroline Mitsutake, disse que o nome científico do felino é Puma yagouaroundi, da espécie Puma, mas popularmente ele é conhecido por vários nomes como eirá, gato-preto, raposa-de-gato, onça-de-bode e maracajá preto.

25/05/2017

Tartaruga de mais de 100 quilos é devolvida ao mar em Ubatuba

Hoje é dia de mostrar reintrodução de animal na natureza, né?
------------------
Espécie é ameaçada de extinção. O animal, um macho adulto de um metro, foi capturado acidentalmente em rede de pesca há mais de um mês.
Uma tartaruga do tipo cabeçuda, com 116 quilos e cerca de um metro, foi devolvida ao mar na manhã desta terça-feira (23), em Ubatuba, após passar por um processo de recuperação após ser capturada acidentalmente em uma rede de pesca. A soltura e os primeiros movimentos do animal na água foram registrados pela equipe do Projeto Tamar, que cuidou do animal por cerca de um mês.  

Segundo o projeto, que acolheu o animal para tratamento, é raro que esta espécie seja capturada na região. Ao ano, cerca de 600 tartarugas são levadas ao Tamar encontradas durante atividade de pesca - destas, em média apenas três são do tipo cabeçuda. A espécie é ameaçada de extinção.

A soltura foi feita próxima à Ilha das Couves, na mesma região onde foi a tartaruga foi encontrada, na Vila Picinguaba. Profissionais do projeto levaram o animal de barco para uma área de mar aberto, onde ele foi solto.

O exemplar devolvido à natureza nesta terça é um macho adulto. Antes de ser capturado por pescadores, a tartaruga havia perdido uma nadadeira, o que provavelmente contribuiu para que se afastasse das águas mais profundas, chegando ao barco de pesca.

A tartaruga passou um mês internada para o processo de cicatrização da nadadeira. Com sete quilos a mais em relação ao momento que chegou ao Tamar, ela se recuperou e atingiu condições de voltar à natureza. De acordo com o projeto, apesar da deficiência de um membro, o animal tem condições de caçar e de se reproduzir, por isso foi devolvido ao mar.

Inicialmente, a soltura estava prevista para acontecer na última semana.O ato foi programado para sexta-feira (19), mas adiado porque o mar estava revolto por causa de uma ressaca. O Tamar decidiu aguardar a maré baixar para fazer o procedimento.

Fonte: G1 - TV Vanguarda

25/04/2017

Projeto no MS desperta o instinto selvagem de filhotes de onças órfãs

A única coisa que dá uma dó danada é saber que algumas destas oncinhas podem sucumbir através da arma de um maldito caçador. Tanto trabalho e dedicação para ter um fim triste deste.....
---------------
22/04/2017 04:59 
Projeto no Mato Grosso do Sul está despertando o instinto selvagem de filhotes de onças, que perderam as mães. As oncinhas foram soltas na natureza e reaprenderam a caçar. Em cinco anos do projeto ''Onçafari'', já nasceram 25 onças pintadas. Uma praia do extremo sul da Bahia recebeu o título de primeira praia do Brasil. É a praia da Barra do Caí, no Prado.

Fonte: Globo News - Via Brasil - 22/04/17
---------------------------
ATUALIZAÇÃO:
Sobre o que falei no início, olha a notícias: 
Onça é morta com tiro após atacar gado em fazenda no interior do AM

07/04/2017

Cinco peixes-bois resgatados serão devolvidos à natureza, no AM


Procurei vídeo, mas, não achei...... queria muito ver... que estes seres maravilhosos sejam felizes....

-------------------------
Animais foram resgatados por órgãos ambientais e tratados pelo Inpa. Reintrodução ao meio ambiente ocorre nesta quinta (6) e sexta (7).

Quatro peixes-bois reabilitados pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), foram retirados do semi-cativeiro situado em Manacapuru, a 68 km de Manaus, nesta quarta-feira (5), para serem devolvidos à natureza. Os animais se juntarão a outro peixe-boi para serem soltos na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Piagaçú-Purus, em Beruri, a 173 km da capital.

Três dos peixes-bois serão reintroduzidos nesta quinta-feira (6) e, no dia seguinte, será a vez dos outros dois. A soltura dos bichos faz parte do projeto Peixe-Boi do Inpa.

Para o processo de reintrodução da espécie à natureza, transmissores são instalados na calda do animal para que se consiga obter dados para as próximas fases do projeto, tais como a localização do peixe-boi, a profundeza e a temperatura da água. Com isso, os pesquisadores podem acompanhar o desenvolvimento do animal. Em 2015, quatro animais foram reintroduzidos à natureza, também na RDS Piagaçú-Purus.

Os mamíferos aquáticos voltarão a nadar nos rios da Amazônia após passarem por cerca de um a cinco anos se adaptando ao semi-cativeiro, um lago de aproximadamente 13 hectares, onde puderam ter contato com outros animais aquáticos, como peixes e quelônios.

"Este estágio de semi-cativeiro em ambiente natural foi um diferencial muito grande na adaptação desses animais novamente à natureza", diz a coordenadora do Projeto Peixe-Boi e pesquisadora do Laboratório de Mamíferos Aquáticos do Inpa, Vera da Silva.

A pesquisadora explica que os animais no semi-cativeiro começam a se afastar dos barulhos de carros e outras perturbações e passam a buscar seu próprio alimento, ou seja, já não é mais oferecido alimento cultivado, somente plantas que crescem naturalmente no lago.

Silva explica também que o Inpa recebe por ano cerca de dez filhotes órfãos de peixes-bois, resgatados pelos órgãos ambientais, e que são reabilitados em tanques do Instituto. "Com a nossa experiência e os resultados de pesquisas, conseguimos ter um sucesso de reabilitação desses filhotes com uma taxa de mais de 85% de sobrevivência desses animais", conta a pesquisadora.

As ações de retiradas dos peixes-bois do semi-cativeriro fazem parte do Programa de Reintrodução de Peixes-Bois da Amazônia, que é um dos focos de atuação do Projeto Museu na Floresta, uma parceria do Inpa com a Universidade de Kyoto (Japão) desde 2005. O Programa conta com a colaboração de tratadores, veterinários, biólogos e comunitários, numa parceria com a Associação Amigos do Peixe-Boi da Amazônia (Ampa).

Fonte: G1 Amazonia

02/02/2017

Ibama devolve à natureza animais capturados ilegalmente no Ceará

O mais triste é saber que estes animais serão capturados novamente e ninguém saberá se terão a mesma sorte..... Enquanto não houver uma política pública e programas educacionais, vai ser um enxuga gelo só...
--------------------
Cerca de 500 animais são recebidos pelo centro de triagem do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) no Ceará a cada mês. O animais são levados após operações ou por meio de entrega voluntário dos donos. Após um período no local, eles são devolvidos à natureza. De acordo com o Ibama, inicialmente, os animais ficam no local para serem tratados antes de voltar à natureza.


Pássaros, cobras ,iguanas e até raposas ganham liberdade em locais que não são divulgados pelo órgão, que podem ser na capital ou fora do estado. Mas a opção mais comum é em locais de difícil

01/01/2017

Justiça ordena devolução de 130 cães resgatados de canil no interior de SP

Procurei pela internet e não descobri se as ONG´s conseguiram derrubar a liminar. Alguém sabe?
----------------
Três organizações não governamentais de Campinas, no interior de São Paulo, que cuidam de animais abandonados entraram com recurso na Justiça para derrubar uma liminar que determina a devolução de 130 cães. Os animais foram resgatados no mês passado de um canil na cidade de Santo Antônio de Posse. Na época o resgate também aconteceu por determinação da Justiça após denuncia de maus tratos.

22/06/2016

"Indignado é pouco", diz Kherlakian sobre devolução parcial de animais

Nosso país é uma esculhambação só.... O IBAMA  está disputando o primeiro lugar da incompetência e desorganização..... é o que dá nomear políticos no lugar de técnicos. Conheci um IBAMA espetacular até entrar a maldita política que pilhou aquele Instituto atendendo seus mais vis interesses....Agora, nunca fui a favor do zoológico particular deste milionário excêntrico...
------------------------
Na terça, Ibama deve entregar a Reinaldo Kherlakian catorze dos dezessete animais apreendidos em setembro
O empresário Reinaldo Kherlakian anda meio feliz e meio triste. A razão da metade alegre: os animais que mantinha em sua mansão no Morumbi, apreendidos no fim de setembro após uma batida do Ibama, devem ser devolvidos na terça (21) pela manhã. "É tudo 100% legal", afirma.

Entretanto, três dos dezessete bichos não vão

13/06/2016

MP nega ação contra paróquia que deu cachorro como prêmio em bingo - Ribeirão Preto - SP

Este caso lá em Ribeirão Preto está rolando há dias pela internet: Paróquia sorteia cachorro em bingo sendo que há uma lei municipal (não regulamentada) que proíbe este tipo de "doação". Estava esperando esta reação do MP porque não há crime. A Prefeitura é que tem que regulamentar, fiscalizar e multar. Não tem outra saída, infelizmente. Mas, acho que a repercussão serviu de lição para outros segmentos que se atreverem. Vejam a matéria que saiu ontem: 
--------------
O Ministério Público indeferiu a denúncia contra a paróquia que entregou um cachorro como prêmio em um bingo, durante quermesse em

11/06/2016

Devolução de animais adotados tem sido um dos problemas enfrentados pelo Neafa



A questão é que muitas vezes a pessoa adota achando que está preparada... na verdade está, apenas, querendo se exibir como boa samaritana.... ou não?
--------------------





video

02/06/2016

Vínculo afetivo permite que papagaio seja devolvido ao dono

Tem situações que não tem mesmo jeito.... Aliás, atualmente, acho que muitos animais estão mais a salvo com pessoa física do que órgãos governamentais que nem tem alimentação para os animais que abrigam vítimas de tráfico e maus-tratos.... tô errada, gente?
------------------------
O vínculo afetivo com um animal permite que este seja devolvido a seu dono, ainda que não tenha licença para viver em cativeiro. A decisão é da 2ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo ao manter sentença que obrigou a secretaria do Meio Ambiente do estado a devolver um papagaio a seu proprietário.

A turma julgadora levou em conta que o animal silvestre está há mais

30/05/2016

Esquilo, pego em flagrante, tenta devolver o roubo antes da fuga...


Amo... amo... amo demais estes esquilinhos.... coisinha mais lindinha!!!!! o vídeo é uma surpresa.... kakakakaka....
----------------





16/05/2016

Devolvendo pássaros à natureza - AL

Realmente, é um momento de gloria soltar bichos na natureza.... Tive esta felicidade há alguns anos atrás.....
--------------------- 
Uma da ações mais bonitas da FPI do São Francisco é a reintrodução de pássaros silvestres ao seu habitat natural. Neste caso, a soltura ocorreu numa reserva ecológica de bioma da Caatinga, já que os animais são nativos desse ecossistema. E sabe como a gente tem certeza que está fazendo realmente o trabalho certo? Ouve só o canto dos pássaros! É de alegria!


Ministério Público do Estado de Alagoas
13 de maio próximo a Santana do Ipanema, AL

03/04/2016

Conta Social: Remoção de micos rende até prêmio

Repito que nem relógio: os responsáveis pela soltura de animais em ambiente fora do seu contexto ficam sempre impunes.....
------------------------
Espécie que cresce em parques de Niterói compete com o ‘primo’ mico-leão-dourado

Rio - Desde 2011, o projeto de remoção dos micos-leões-de-cara-dourada já capturou mais de 700 animais nos entornos dos parques estadual da Serra da Tiririca e municipal Darcy Ribeiro, em Niterói. Após exames e quarentena, os micos foram encaminhados para a Bahia, seu habitat natural, ou para zoológicos. A espécie compete com o mico-leão-dourado por alimento e

01/12/2015

Universidade de Viçosa está se negando devolver cães usados em experimentos

Publicando a pedido dos companheiros:
-------------------------------
From: Vanessa Ribeiro
Sent: Monday, November 30, 2015 2:11 PM
Subject: UFV se recusa a devolver cães sadios que estão sendo usados em experimentos.

Gente vamos detonar a caixa de mensagens deles até soltarem os cachorros!
esquadraopet.blogspot.com.BR (matéria completa)

UFV se recusa a devolver cães sadios que estão sendo usados em experimentos.


Está causando muita indignação a demora na entrega de 16 cães sadios "cedidos" pelo canil municipal da cidade mineira para uso em experimentos a Universidade Federal de Viçosa/MG.
A pesquisadora que está a frente dos experimentos chama-se Andrea Pacheco B. Borges - email - andrea@ufv.br.
  
Apesar da sentença do Juiz Federal Substituto Rafael Araújo Torres que acatou denúncia do MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) e do MPF (Ministério Público Federal), determinando no dia 11/11/2015 que estes animais sejam tratados e devolvidos ao canil municipal para que possam ser doados, e que os experimentos fossem interrompidos, até o dia de hoje isso não havia ocorrido.

O experimento segundo os ativistas que denunciaram o caso para a justiça, contraria o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) que existe justamente para evitar o uso desnecessário de métodos que utilizem de métodos cruéis com fins educacionais ou científicos,  e fará com que os animais sadios após as intervenções tenham que ser eutanasiados.

Com a intenção de provocar uma doença degenerativa chamada de Osteoartrite nos animais sadios e observar a evolução dos sintomas provocados os animais tem os ligamentos dos joelhos seccionados.
São cães sadios como podem observar pelas fotos, e isso por si só já constituí imensa crueldade sem dúvidas. 

A desculpa que a UFV está dando no momento para a não entrega dos cães ao canil municipal é de que eles podem ter contraído doenças infecciosas e terão que ser eutanasiados por não poderem ser colocados mais para adoção.

Os ativistas temem pela vida destes animais que estavam sendo usados pela pesquisadora pedem que todos se manifestem pressionando pela entrega destes seres indefesos que o único mal foi terem nascido e ter tido o azar de ir parar em um centro de zoonoses que ao invés de atuar no sentido de diminuir os nascimentos e os abandonos de cães e gatos prefere se livrar do problema, algo recorrente na maioria de nossas cidades. 

Existe um apelo dos ativistas  para que todos escrevam ao juiz 01vara.vcs@trf1.jus.br avisando que sua sentença ainda não foi cumprida.
Escrevam também ao Departamento de Veterinária da UFV pedindo a liberação dos 16 cães

Outras matérias:
Ação Civil Pública requer paralisação de experimentos com cães na UFV

07/11/2015

Força-tarefa devolve cães às ilhas da capital após período de cheia no RS


Gosto muito, e não é de hoje, do trabalho que a SEPDA de POA faz. Já estão devolvendo aos responsáveis os animais tratados, microshipados e castrados depois de terem sidos vítimas das ultimas enchentes. Bom, né?



video

26/10/2015

Vídeo dos anos 50 mostra castor sendo devolvido de paraquedas


Gente do Céu.... será que eu entendi? tinha alguém em baixo para abrir a caixa, né mesmo? então porque precisou ser jogado de paraquedas? Estou pedindo ajuda dos universitários para entender melhor....



video

10/09/2015

Devolução de cavalo ao dono após maus-tratos revolta internautas - Ourinhos - SP

Que horror!!!!! devolver ao dono??????
----------------------------

Uma ONG de Ourinhos (SP) entrou com uma ação na Justiça contra uma decisão judicial de devolver um cavalo, vítima de maus-tratos, ao dono, que é suspeito de maltratá-lo. O despacho não justifica os motivos da decisão e os protetores de animais querem que a Justiça reveja a posição. A ONG Adote cuidou do animal por quase um ano e meio e agora teve que devolvê-lo.

video


A devolução também gerou revolta e mobilizou internautas, que fizeram um abaixo assinado online contra a decisão. O animal foi encontrado em março do ano passado em situação de maus-tratos e foi

28/07/2015

Juiz decide devolver cães maltratados ao dono, mas caso tem uma reviravolta



Este juiz deve ter tido uma diarreia mental, porque, do contrário, como liberar os animais para uma pessoa que não tem nem como se sustentar? Parabéns a galera do meu amigo Flávio Lamas!!!!!
---------------------------------------




São Paulo no Ar - Rede Record - 24/07/15
Oito cães de raça foram resgatados da casa de um estudante de Medicina Veterinária em Campinas (SP). Os animais estavam maltratados e em situação de abandono. Em uma decisão polêmica, um juiz ordenou que os cachorros voltassem ao dono. No momento da devolução, houve protesto de protetores dos animais, mas o caso não estava encerrado. Um oficial de Justiça e um perito entraram na casa e verificaram que não havia condições de os cães permanecerem no local. Dessa maneira, os bichinhos continuam sob os cuidados das protetoras.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪