Mostrando postagens com marcador denuncia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador denuncia. Mostrar todas as postagens

07/08/2017

Comprove como todos nós ajudamos a causa de defesa animal

Fiz questão de publicar para que observem que o trabalho de todos que militam na causa de defesa animal está surtindo efeito, embora se houvesse mais empenho estaríamos em condições mais avançadas. É preciso que TODOS se capacitem mais no conhecimento do que dá certo para os animais.

A sociedade reagir aos maus-tratos é obra de todos nós que levamos à ela (de diversas formas) a informação além de mostrar como cobrar dos poderes as soluções. 

Devemos, cada vez mais, investir nosso tempo trabalhando com nossos amigos, vizinhos e parentes. Só este pouco, já estaremos ajudando ao todo comprovado nesta matéria. Antes, ninguém daria bola, ou se desse, não sabia que podia denunciar porque maus-tratos é punível desde 1934 embora como contravenção penal. Hoje é crime.
------------
Homem é preso acusado de maus tratos a um cavalo em Imperatriz - MA
Duas testemunhas acionaram a polícia depois que o homem iniciou os maus tratos ao cavalo

A Polícia Civil de Imperatriz prendeu,em flagrante, nesta quinta-feira (3),Cleonaldo Pereira Amorim, de 37 anos, pelo crime de maus-tratos à animais, tipificado no artigo 32, da Lei de Crimes Ambientais. O acusado foi visto por duas assistentes administrativas da polícia civil, quando passavam nas proximidades da praça da cultura, localizada no centro de Imperatriz, praticando maus-tratos a um cavalo, que se encontrava atrelado a uma carroça, que transportava uma carrada de areia.

A sobrecarga era tanta que o cavalo se deitou no asfalto e não conseguia mais se levantar, instante em que o acusado tentou que o animal se levantasse de qualquer maneira, para continuar a sua jornada exaustiva, agredindo o animal de diversas formas, chegando a provocar vários ferimentos.

As duas testemunhas acionaram o Delegado Regional, Eduardo Galvão, que determinou o deslocamento de uma equipe de policiais civis até local, determinando que efetuassem a prisão do acusado e que encaminhassem o cavalo para o Centro de Zoonoses para que pudesse ser devidamente tratado por um corpo técnico adequado.

Solicitou ainda que o animal não fosse devolvido ao conduzido, sob nenhuma alegação, com o intuito de se evitar novos maus-tratos.

FONTE: jornalpequeno

24/07/2017

Abandono de animais é crime e precisa ser denunciado - São Luis - MA


Sim, denunciar sempre, mas, nestes casos que o poder público se omite ou não tem condições de atender os animais? Como é que fica? A população tem que cobrar sempre das prefeituras o atendimento. Temos visto (e publicado) várias ONG´s que tem agido corretamente ao cobrar diretamente ou através do MP da cidade. É isso mesmo!!!!! não é preciso lei nenhuma porque já existe tudo que é preciso.....

27/06/2017

Você sabia que há um aplicativo para fazer denúncia de crime ambiental?

Pena que é só em SP. Aqui no Rio, falido e sem recurso nenhum para o meio ambiente, o crime deve estar rolando solto.... Policial recebe atrasado, não tem carro, gasolina, e tudo mais p´ra correr atrás de bandido. Vocês não tem ideia do que virou o Rio de Janeiro... é o passaporte para o inferno!!!!!
-----------
O aplicativo Denúncia Ambiente passa a ser o principal canal de denúncias para crimes ambientais no Estado de São Paulo. Lançado pela Secretaria do Meio Ambiente, ele será o canal para receber todas as ações contra a natureza. A irregularidade pode ser relacionada à fauna, vegetação, água, solo, ruído, ar ou fogo.

Para facilitar a identificação do crime, o aplicativo aceita que o cidadão envie de fotos, vídeos ou até áudios anexados à denúncia.

São vários os crimes que podem ser registrados com mais clareza por meio de foto ou vídeo. Alguns exemplos são: desmatamento e corte de árvores, extração de palmito, queimadas, fabricação, venda e soltura de balão, tráfico de animais silvestres, despejo irregular de entulho e fumaça preta em veículos.

Já em caso de excesso de ruído por mineração ou de origem industrial, por exemplo, o áudio pode ser bem útil. O cidadão fica à vontade para escolher a melhor maneira de fazer a denúncia, podendo inclusive se manter no anonimato ou não.

Entretanto, mesmo quando se identificar, o denunciante tem a garantia do sigilo de seus dados. O usuário que fez a denúncia tem ainda a oportunidade de acompanhar o andamento do caso.
Disponível para usuários de smartphone ou tablet, o Denúncia Ambiente pode ser baixado gratuitamente na App Store e no Google Play.

Além do Denúncia Ambiente, a Secretaria do Meio Ambiente mantém também disponíveis outros aplicativos. O Sistema Ambiental Paulista disponibiliza variadas informações sobre o meio ambiente em SP. Já Parques SP trata de Ecoturismo e mostra trilhas, mapas e informações de seis parques estaduais

Para conferir todos os aplicativos disponíveis para os paulistas usufruírem de serviços do Governo do Estado, acesse SP Serviços

FONTE: oserrano

22/06/2017

Veterinários deverão denunciar maus tratos de animais - PE

Pena que é só em Pernambuco, né? a ideia de transformar o veterinário em agente de combate ao crime contra animais é bem interessante.
------------
Profissionais ficam obrigados a registrar ocorrência imediatamente em uma delegacia da Polícia Civil, a Depoma, e junto aos órgãos de fiscalização ambiental

Os profissionais de medicina veterinária que diagnosticarem indícios de maus tratos nos animais atendidos por eles ficam obrigados a registrar a ocorrência imediatamente em uma delegacia da Polícia Civil, a Depoma, e junto aos órgãos de fiscalização ambiental - seja nos âmbitos federal, estadual ou municipal. A exigência foi acrescentada ao Código Estadual de Proteção aos Animais e sancionada pelo Poder Executivo. Com isso, a categoria se torna forte aliada no combate aos maus tratos aos animais.

Ao fazer a denúncia, será preciso informar o nome, endereço e o contato do tutor ou acompanhante do animal. O profissional deverá ainda indicar a raça, características físicas do animal, descrição de sua situação de saúde no momento do atendimento e os procedimentos adotados.

“Animal é um ser vivo. Sentem dor como a gente, mas não têm voz. E a lei nos dá autonomia para ser voz deles. Na verdade, era para ser a nossa contribuição social, independentemente de virar lei”, comenta a médica veterinária há 17 anos, Karina Melo.

Na avaliação do presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais do Estado de Pernambuco (Anclivepa-PE), Marcelo Teixeira, muitos profissionais não denunciam pelo receio de se envolverem. “Agora, com a lei, os profissionais ficam respaldados. A legislação dá essa autonomia à categoria ao incluí-la como agente ativo no combate aos maus tratos. Tudo o que vem para garantir o direito dos animais é válido, sem dúvidas”, avalia.

FONTE: folhape

18/06/2017

Vizinha denuncia maus-tratos a jumento durante festa junina em buffet no Papicu

Agora é assim... levam bichos para distrair as crianças..... não conta a exploração do pobre animal..... A vizinha fez muito bem..... Expor o assunto faz com que as pessoas pensem duas vezes que todos nós estamos de olho!!!!!
---------
Mulher denunciou a suposta exploração do animal em publicação no Facebook. Empresa nega maus-tratos

O uso de um jumento como parte da decoração de uma festa junina, realizada no Fiesta's Buffet, no Papicu, na noite desta quinta-feira, 15, causou a indignação de uma moradora da região. Ela denunciou a suposta exploração do animal em publicação no Facebook, anexando um vídeo e uma foto da situação, e o caso ganhou rápida repercussão em menos de 24 horas. Mais de mil pessoas curtiram a postagem e mais de 600 compartilharam o conteúdo até as 20h desta sexta-feira, 16.

No Facebook, a mulher diz ter ficado "consternada" com a utilização do jumento na festa. Ela afirma que convidados chegaram a subir no animal para tirar fotos. A usuária da rede social também critica o fato de o piso ser de porcelanato, liso, não adequado para o animal. A vizinha do estabelecimento fez todas essas observações da janela do seu prédio até decidir ir reclamar no local.

"Minha revolta aumentou e me dirigi ao buffet para pedir a proprietária da festa ou do próprio buffet para que tivessem um pouco de consideração pelo animal e que o tirassem dali, já que ele já tinha se prestado ao papel decorativo", publicou ela na rede social.

No relato público, a mulher conta que a proprietária do local se recusou e teria afirmado que ela estava querendo "aparecer" com a situação. Com a negativa da dona do estabelecimento, a moça resolveu denunciar o caso a Polícia. Uma equipe do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) esteve no buffet, mas não teria constatado qualquer indícios de maus-tratos.

O POVO Online conseguiu contatar a mulher que denunciou o caso. Ela pediu para não ser identificada. O POVO Online também tentou falar com a empresa denunciada, mas as ligações para os números disponíveis na fanpage do buffet não foram atendidas.

A empresa se pronunciou sobre o ocorrido por meio de nota de esclarecimento divulgada no Facebook. O buffet repudiou as "falsas alegações de supostos maus-tratos a animais" nas dependências do estabelecimento e afirmou que não mais utilizará qualquer tipo de animal em decorações festivas.

Na nota, é relatado que a mulher tentou entrar nas dependências do buffet sem convite, "proferindo alegações falsas e sem sentido, completamente descontextualizadas sobre supostos maus-tratos". A empresa afirma que o jumento usado na festa estava sempre sob a vigilância e cuidados de seu tratador, contando com água, feno, ração e estando em ambiente climatizado. É informado ainda que três seguranças atuaram na festa para evitar que convidados subissem no animal.

"Pedimos desculpas ao público pelo ocorrido. E reiteramos que o Fiestas Buffet é radicalmente contra e repudia qualquer forma de abuso e maus-tratos de animais. Mesmo a contratação do animal tendo ocorrido legalmente, obedecendo todos os trâmites da legislação ambiental em vigor, firmamos aqui o compromisso com o público de não mais utilizar qualquer tipo de animal em decorações festivas", comunicou a empresa.

O POVO Online enviou email na noite desta sexta para a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), solicitando informações sobre a ação do Batalhão da Polícia Militar Ambiental na ocorrência, mas até o momento não houve resposta.

Proteção dos animais
Em entrevista ao O POVO Online, a presidente da União Internacional Protetora dos Animais (Uipa), Geuza Leitão, afirma que houve exploração do animal. O caso, segundo ela, se enquadra no artigo 32 da Lei 9.605 de 1998, que prevê detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

"Explorar não é só ver o sangue escorrer. Basta abusar ou mal tratar. Me diga se não é abuso um animal ser utilizado em uma festa junina fantasiado, contra a natureza dele, com o povo montando nele?", questiona.

Geuza diz que foi procurada pela vizinha do buffet. "Ela vem aqui para a gente ver o material e dar entrada no processo. Ela tem toda a razão. Aquilo se trata de exploração. O animal é para estar quieto, e não para ir a uma festa, nem ficar fantasiado", comenta.

A protetora dos animais também criticou a ação do BPMA, que não constatou indícios de maus-tratos no jumento utilizado na festa junina. "Era para ter levado a dona do buffet até a delegacia e instaurado procedimento", opina Geuza.

FONTE: O povo

14/05/2017

Mulher é presa por maus-tratos a animais em Uberlândia

Será que alguém a ajudou com uma limpeza? tem gente imunda e negligente. Às vezes, um esporro brabo dá jeito.... Pode ser que esta atitude da polícia de um susto....
------------------
Quatro animais foram encontrados com magreza extrema, em um ambiente repleto de fezes e sem alimentos
Uma mulher de 41 anos foi presa no início da manhã deste sábado (13), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, por maus-tratos a animais. 

Na casa da suspeita, localizada no bairro Marta Helena, na região Norte do município, foram encontrados quatro cães em um ambiente repleto de fezes e sujeira, e sem alimento. 

De acordo com o sargento Eduardo Venâncio, na Polícia Militar Ambiental, a corporação recebeu uma denúncia de que na residência estariam diversos gatos e cachorros em situação de maus-tratos. No local, os militares encontraram um dos animais em um corredor e os outros três em uma área dentro da casa. 

"Além das fezes e entulhos, havia no local duas panelas que eram utilizadas para colocar água para os animais, sendo que a mesma estava esverdeada, possivelmente por não ser feita a higiene do recipiente", explica o policial. Os animais estavam com magreza extrema e não havia comida e nem indícios de restos de alimentos para os cães. 


Fonte: O Tempo

09/05/2017

Biólogo é acusado de encomendar morte de animal para vídeo exibido no Fantástico

Gente, que reviravolta!!!!! em 2014 publicamos a respeito desta matéria do Fantástico: Matam botos para servir de isca para pescar piracatinga... malditos!! . E agora a gente fica estarrecida com esta denúncia.....
------------------
O biólogo e apresentador televisivo Richard Rasmussen está sendo acusado de pagar pescadores para matar um boto rosa com o objetivo de obter imagens fortes para vídeos que foram exibidos no Fantástico. A acusação é do documentário A river below (Um rio abaixo, em tradução livre), do cineasta norte-americano Mark Grieco, exibido no Festival de Cinema de Tribeca, em Nova York.

O filme inicialmente acompanharia o trabalho do biólogo marinho Fernando Trujillo na Colômbia. O diretor decidiu trazer as gravações para o Brasil após assistir às imagens mostradas pelo Fantástico, em julho de 2014. A reportagem apresentou como pescadores caçavam e cortavam o boto rosa para utilizar a carne como isca na pesca de outro animal: a piratinga, um peixe valioso na região. Nas imagens, supostamente realizadas pelo biólogo Richard Rasmussen, uma fêmea grávida de boto é caçada e, ao ser cortada, se torna visível um pequeno feto formado, que também se torna isca para a pesca.

As imagens influenciaram o governo brasileiro, na época, a fazer uma moratória ambiental, proibindo a pesca da piratinga por cinco anos na região, com o objetivo de salvaguardar a sobrevivência do boto - mamífero em extinção. A medida, porém, também acabou afetando o ganha-pão de centenas de pessoas de comunidades ribeirinhas, o que atraiu a atenção de Grieco para as filmagens.

Em entrevista ao site Notícias da TV, Rasmussen confirmou ter participado da gravação, mas negou ter pagado os pescadores pela morte do animal. "Eu nunca pagaria ou mesmo participaria do sacrifício de qualquer animal. A matança dos botos é monitorada há anos por ambientalistas e já estava sendo investigada pelo Ministério Público. Minha intenção foi alertar o grande público que a matança de botos é uma realidade dura e cruel", declarou. "Quem tiver acesso às imagens perceberá a prática dos pescadores na captura e limpeza do boto. Não foi algo montado e também não era a primeira vez em que aquilo estava ocorrendo", continuou. Ele nega que as imagens tenham sido forjadas e argumenta que estava ali como representante da Associação dos Amigos do Peixe-Boi (Ampa), organização que atua na proteção dos mamíferos aquáticos da Amazônia.

Instigado pela reportagem, o diretor Mark Grieco se dirigiu à Amazônia em busca dos pescadores mostrados na televisão. Após uma investigação que durou meses, Grieco e sua equipe identificaram os pescadores e ouviram uma nova versão da história: a de que Rasmussen teria pagado R$ 100 a cada um deles para que reproduzissem, diante das câmeras, as práticas de caça ao boto.

A partir daí, surge o mote do filme: questionar até que ponto a ética ambiental pode ser confrontada na luta pela sobrevivência da espécie. "Que sacrifícios são aceitáveis na batalha por este animal em perigo e quais são as maiores questões sociais, econômicas e ambientais envolvidas?", indaga a sinopse da obra.

Em um primeiro momento de A river below, Grieco convida Rasmussen para falar sobre seu trabalho em defesa dos animais e o biólogo chega a criticar a postura de algumas pessoas no ativismo ambiental. "Não é o bastante. Precisamos fazer mais, precisamos de ações. Parem de falar e façam alguma coisa! Eles estão matando nossos botos, estão matando toda a nossa fauna. Matam rinocerontes, gorilas, tubarões. Eles... Nós matamos tudo, estamos destruindo o planeta. E ficamos de conversinha mole? Foda-se!", desabafa Richard em trecho do filme.

Em outro momento, porém, o biólogo - que tem passagens pelo SBT, Record e NatGeo - é confrontado sobre a acusação de pagamento ilícito para a morte dos animais. Grieco conta que, devido à proibição da pesca, famílias perderam a única fonte de renda e que o apresentador estaria jurado de morte na região. A partir daí, o filme mostra uma visita dele aos pescadores para um confronto sobre o ocorrido, que, segundo Richard, foi motivada pela transparência.

"Eu nunca pretendi prejudicar a comunidade e, por isso, precisava entender por que estavam 'me jurando de morte', utilizando as palavras do diretor do documentário. Eu sempre tive a confiança das comunidades por onde passei", justifica, em entrevista ao Notícias da TV.

Procurada pelo Viver, a assessoria de imprensa da Globo afirmou que a emissora não foi buscada pelo autores do documentário e não teve acesso à obra, mas que a denúncia teria sido realizada contra e biólogo e negada pelo mesmo. Em nota, a emissora se posicionou sobre o processo de apuração da reportagem. Leia o texto na íntegra:

"A TV Globo não foi procurada pelos autores do documentário e não teve acesso a ele. Como em toda a reportagem que coloca no ar, a Globo sabia quem era o responsável pelas imagens e tomou providências para checar a veracidade das informações. O material foi cedido pela Ampa – Mamíferos Aquáticos da Amazônia, e na gravação bruta, com o áudio ambiente, não havia nada que sugerisse qualquer irregularidade ou método ilícito na captação de imagens. Toda a estrutura em volta da captação e o comportamento dos pescadores mostravam que essa, para eles, era uma prática frequente, que desempenhavam com desenvoltura. Tanto a Ampa quanto o Instituto de Pesquisas da Amazônia viram as imagens e as validaram como legítimas. Tivemos o cuidado ainda de submetê-las ao Ministério Público Federal no Amazonas e fundamentar a reportagem em pesquisas do Instituto de Pesquisas da Amazônia, da UFRJ e da UERJ, que comprovaram, em amostras compradas nos mercados, que havia carne de boto rosa nas vísceras de piracatinga, peixe nocivo à saúde humana por conter altos níveis de metais pesados. Autoridades da preservação já indicavam, na época, que a população de botos estava diminuindo em 10% ao ano por causa da pesca da piracatinga. Para a TV Globo, a correção na apuração jornalística jamais é colocada em risco seja qual for a causa em jogo."

Confira a sinopse do filme:
"Nas profundezas da Amazônia, a população do golfinho de rio rosa indígena está diminuindo. Dócil e fácil de pegar,  este animal quase mítico está sendo caçado à extinção e usado como isca para peixe. Mas dois ativistas estão cada um trabalhando incansavelmente para aumentar a consciência e proteger a espécie. Por um lado, um biólogo marinho e, por outro lado, uma famosa estrela de TV, cada um tem sua própria abordagem muito diferente para o seu objetivo comum. À medida que a batalha para salvar o golfinho rosa se intensifica, o esforço para direcionar a atenção do público para a questão torna-se cada vez mais difícil. Quando um escândalo explode, questões éticas são levantadas tão obscuras quanto as águas do próprio Rio Amazonas. Que sacrifícios são aceitáveis na batalha por este animal em perigo e quais são as maiores questões sociais, econômicas e ambientais envolvidas? O documentário surpreendente de Mark Grieco (Marmato) explora a ética do ativismo na era moderna da mídia."

Fonte: Diário de Pernambuco

11/10/2016

Homem é flagrado por vizinho espancando cachorro em Belford Roxo

A matéria informa que os cães seriam resgatados no sábado. Não achei nada a respeito. Alguém sabe se eles foram resgatados mesmo?
---------------------
Os cães serão resgatados neste sábado no bairro Itaipu, Belford Roxo. Os animais são vítimas de maus-tratos cometidos pelo próprio dono. A informação de que os cães são constantemente torturados veio dos vizinhos que, inconformados com a situação, gravaram um vídeo registrando uma das agressões - Imagens do Leitor


29/09/2016

Mulher é presa após ser flagrada vendendo churrasco de carne de cachorro - PE

Alguém está acompanhando o caso?
------------------------
Um crime ocorrido na última semana, na cidade pernambucana de Petrolina, repercutiu nas redes sociais e revolta os internautas. De acordo com o site, Pernambuco Conectado, uma mulher que não teve o nome divulgado, foi presa acusada de matar cachorros e comercializar churrasquinhos da carne dos animais.

Vizinhos denunciaram a mulher, que segundo eles, por diversas vezes foi vista matar os

24/02/2016

Vídeo revela maus tratos em matadouro francês

A vantagem que este vídeo está correndo o mundo inteiro. Por favor, gente, vamos todos divulgar!!!! é assim que encontramos argumentos para o fim da criação de animais de consumo.
----------------------
Vídeo foi divulgado pelo grupo de defesa dos animais L214.
Imagens levaram ao fechamento temporário do estabelecimento.

A divulgação de um vídeo mostrando os maus tratos de animais em um matadouro certificado de Vigan, no sul da França, levou ao fechamento temporário do estabelecimento e a abertura de um inquérito pela justiça.  O grupo de defesa dos animais L214 publicou em seu site um vídeo de cerca de 4 minutos e 30 segundos filmados, segundo ela, no abatedouro de Vigan, em Gard.


Nas imagens é possível ver um empregado pegar cordeiros relutantes em entrar no corredor formado por barreiras e lançar repetidamente os animais violentamente contra as cercas. Bovinos e suínos,

22/01/2016

Dona de cadela denuncia maus tratos durante tosa

Gente, prestem bem atenção nestes pets shop´s da vida..... olha aí..... Quando se tosa um cachorro, tem que trocar as laminas o tempo todo porque elas esquentam e machucam os animais..... Tem que mandar prender esta gente!!!!! Não deixem seus cães sozinhos nestes locais... fiquem lá colado e acompanhando tudo.....
------------------------
Sandra Cristina, dona da cadela "Bella", diz que seu animal sofreu maus tratos em um pet shop, localizado no bairro Cajazeiras 8, em Salvador.

Ela informou que o animal foi deixado no local na terça-feira, 12, para a realização de tosa no período da tarde. Ao voltar para buscar Bella, que é da raça Poodle, encontrou-a com diversos ferimentos.

A dona da cadelinha comentou que retornou ao

01/12/2015

MP do Rio denuncia mulher por estelionato e maus tratos contra animais

Gente do Céu, que horror!!!!! esta mulher se dizia representante de um Canil de venda de animais e aprontava todas..... até roubar cães de abrigo de animais.... 

Ao investigar, achei horrores!!!!! a dona verdadeira do canil fez um  vídeo se defendendo da tal mulher que junto com seu ex-marido faziam mil falcatruas.... Uma baixaria total

Estou publicando para que todos saibam que entre criadores de animais há uma disputa imoral em nome das vendas.... Pobres animais..... Temos que acabar com isto gente!!!!! Será que este prefeito nojento que temos não podia regulamentar a questão já que não há possibilidade de acabar com este comércio? E pensar que temos uma secretaria de proteção animal..... eu hein!!!!!!  
-------------------------

Uma mulher identificada como Renata Soares Salgueiro Pereira foi denunciada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) pelos crimes de estelionato, constrangimento ilegal e maus tratos contra animais. A mulher se apresentava como representante do canil Wonderful Family,

06/04/2015

Após denúncia de soterramento, mais gatos são resgatados

Gatos teriam sido soterrados (Foto: Alex Parente / arquivo pessoal)
Dezenas de animais viviam em terreno, em Igaraçu do Tietê.
Prefeitura fez limpeza da área e passou o trator no local.

Mais cinco filhotes de gatos e 30 gatos foram resgatados na quinta-feira (2) de um terreno da Avenida José Michel Mucaré em Igaraçu do Tietê (SP). Moradores acreditam que os animais tenham sido soterrados durante limpeza realizada com tratores da prefeitura. Quinze animais já haviam sido resgatados na noite de terça-feira (31), após limpeza do local. Os moradores afirmam que

09/02/2015

Americana denuncia marido ao flagrá-lo fazendo sexo com cão

Agora vejam isto..... ela tinha mais é que dar uns bons tabefes nele além de denunciá-lo.... cara nojento!
-------------------------------
Câmeras de segurança também filmaram o homem, de 61 anos, tendo relações sexuais com o Chihuahua da família

Uma americana ligou para a polícia e denunciou o próprio marido após flagrá-lo fazendo sexo com o cahorro da família, informou o Daily Mirror. Câmeras de segurança instaladas em sua casa também filmaram o homem abusando do animal.

Manuel Ramon Gonzalez, 61, admitiu que tinha

04/12/2014

Pai de Justin Bieber é acusado de atirar cachorro de sacada

Não bastava o filho ser mau caráter, olha o que foi publicado...... e parece que a coisa virou encrenca grande.....
-----------------------------
O pai de Justin Bieber está sendo acusado de jogar seu cachorro de uma sacada. Foto: Reprodução
Segundo adestrador, Jeremy Bieber teria jogado cachorro em um banco de neve após o animal ter mordido irmão de Bieber

Jeremy Bieber, pai de Justin Bieber, está sendo acusado de atirar o cão do cantor de uma sacada. Quem confirma a história é Trevor Dvernichuk, adestrador do animal, que revelou ao site "TMZ" que o astro teen abandonou o cachorro.

Segundo o treinador, Jeremy perdeu a cabeça após o

26/09/2014

Frigorífico é denunciado sobre abate de animais - BA

Esta matéria já tem uns 10 dias, mas, achei que valia a pena registrar, pois, afinal muita gente tomou conhecimento do que rola nos matadouro s e abatedouros da vida.....
-------------------------------
Nossa equipe de reportagem recebeu na tarde de quinta feira, (18), uma nota técnica do Ministério Público, referente à denúncia veiculada no site www.opovonews.com.br, sobre possíveis maus tratos durante o processo de abate de animais no Frigorífico Nordeste de Alimentos Ltda., (Frisa).

Na nota técnica, o Ministério Público informa que a empresa será “autuada pelo uso

19/09/2014

OAB denuncia circo por uso de animais nos espetáculos - Sorocaba - SP

Muito bom!!!!! pena que a lei para acabar com animais em circos está na "fila" dos interesses dos deputados lá no Congresso.... ô nojo!!!!!
-------------------------------------
Autoridades ambientais e entidades não governamentais estiveram no local para atestar a possível ocorrência de maus tratos aos animais Pedro Negrão
A participação de dois cachorros, uma galinha e vários pombos no espetáculo de mágica do circo Tihany motivou uma denúncia feita pela Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da 24ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB - Sorocaba) ao Ministério Público Estadual em Sorocaba (MP-SP) e à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema).

O MP recebeu o documento e requereu informações à Prefeitura instaurando um

24/08/2014

Ninguém denunciou o caso da garota que jogou a gata do 14º andar? Diadema - SP

1 - Na quinta-feira passada (21), começou a rolar um vídeo nas redes sociais de uma garota que joga sua gata pela janela do seu apt. no 14º andar. Veja só o facebook:


Assim a adolescente G. A. escreve em sua conta de WhatsApp às 20h02 do dia 19/08/2014. Pouco antes, às 17h07, a jovem ironiza: "amo mortadela, enquanto vc lia, um gato saiu voando pela janela". E o gato, ou a gata, que se chamava Alice, voou mesmo. Às 13h10 do mesmo dia, foi atirada do 14º andar de um edifício de Diadema, cidade da Grande São Paulo. Testemunhas afirmam que o animal ficou em frangalhos e morreu no local. Minutos antes da morte da gata a adolescente grava um áudio lamentando que a mãe prefere a gata do que ela. No mesmo áudio promete atirar o animal pela janela e gravar um vídeo. Promessa cumprida.  Em determinado momento da conversa pela mesma rede social, após o fato ocorrido, uma amiga afirma: "cê realmente ñ tem noção do que se fez ne".  G. A. friamente retruca: "se eu não tivesse não tinha feito".
-----------------------

2 -  Logo logo a galera expert em internet descobriu quem era (menor), local (Diadema), porque foi (a mãe gostava mais do gato do que ela), nome da gatinha, endereço e tudo mais. Vejam o rápido vídeo que da psicopatinha fez :


----------------------

3 - Mas, quero deixar rregistrado minha perplexidade e incredulidade do porque ninguém fez a devida denúncia na delegacia mais próxima. Pelo que "foi falado", uma vizinha fez a necessária denuncia, mas, ninguém conseguiu apurar? Isto tem que ser acompanhado de perto para que os pais desta louca respondam criminalmente, sendo ela menor. 
----------------------------

4 - O Esquadrão Pet fez uma ótima matéria sobre o caso, inclusive com a reação debochada da criminosa que, dias antes, já havia prometido jogar a pobre gata pela janela. CLIQUE AQUI para ler. 
----------------------------

5 - Daí marcaram uma manifestação na porta do prédio da tal garota ontem, pela manhã. A foto e o texto abaixo foi retirado do facebook/evento "Maltratar animais é Crime" .


"Thaís Silva - 4 h
Fizemos nossa parte!
Manifestação pacífica, muitos cartazes e, por incrível que pareça, muitos moradores do condomínio não faziam ideia do pq estávamos lá! Assim que explicávamos era unânime a reação de horror das pessoas!
Conversamos com alguns moradores, alguns deles inclusive ficaram JUNTO com a gente (Obrigada Carol!), conversamos com o zelador do prédio e as informações que temos é que a G.A não está mais no prédio, assim como sua mãe, e o pai dela tbm não deu sinal. Um dos PM's presentes na manifestação falou com a avó da G.A (que está no apartamento), a nosso pedido, e a mesma disse que o gato (o Nicolas) NÃO ESTÁ MAIS COM ELES! Mas não pudemos comprovar pq ninguém nos deixou entrar.
Muitos moradores nos apoiaram, alguns criticaram (sempre tem) mas independente de qualquer coisa nós mostramos que a A CAUSA ANIMAL TEM VOZ E LUTA POR ELES! Seja um cachorro, um gato.. perto ou longe, havendo crueldade, nós ESTAREMOS LÁ!
Obrigada a todos presentes hoje e a todos que torceram por nós!
Esse foi só o primeiro desse caso e só vamos parar quando alguma providencia for tomada!
‪#‎QueremosoNicolas‬!"

Mais fotos:
--------------------
 6 -  Matéria do Diário Regional:
Grupo protesta contra adolescente que matou gata em Diadema

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪