Mostrando postagens com marcador crueldade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador crueldade. Mostrar todas as postagens

20/10/2017

Cães e javalis lutam até a morte no brutal esporte indonésio

Quando a gente acha que já viu quase tudo, concluímos que nem começamos.... Gente, o que estes povos asiáticos tem no lugar de um coração? que coisa mais horrível a frieza com que fazem um espetáculo bárbaro deste.... é pura crueldade contra os animais. Se bem que aqui no Brasil, estes malditos caçadores costumam publicar mortes horrendas praticadas por seus cães nos javalis. Meu Deus!!!!

04/10/2017

Ilustrações que retratam a crueldade animal contra os humanos

O site Somos Verdes reuniu umas fotos bem interessantes... eu adorei.... separei algumas, mas, vale a pena ir lá para ver todas.... são ótimas....
-----------
Imagine se em algum momento os papéis da relação humanos X animais fossem invertidos. Ou seja, os animais dominantes seriam agora cachorros, vacas, porcos entre outros, todos aqueles cuja espécie costuma sofrer como

07/09/2017

Resgate de gatinho soterrado e instalação de placas educativas - Maracanã

Não sei quem deu a ideia, mas, tem todo meu apoio. Educar é a única saída para mudar o respeito pela vida animal. Trabalho para isto há mais de 45 anos.
--------------
Placas colocadas no Maracanã pedem respeito aos animais
Placas que pedem respeito aos animais tomou conta do Maracanã, zona norte do RIo, na manhã desta quarta-feira (6). A campanha tem como objetivo mostrar que abandonar e maltratar animais é crime. A iniciativa surgiu depois que a ONG Centro de Reabilitação Pata Amiga denunciou que gatos estavam sendo mortos de forma brutal nos arredores do estádio.


Aproveitando, vejam estes vídeos do resgate de um gatinho, ontem, lá do prédio que foi demolido no bairro do Maracanã soterrando dezenas de gatinhos. Saiba mais nossas postagens ao final:



Postagens a respeito sobre resgate dos gatos vítimas da demolição de prédio no Maracanã:

Postagens a respeito da matança de gatos no Estádio do Maracanã:
===========
IMPORTANTE (publicado no Facebook)
12 h · 
Nos dois últimos dias, saí da casa que pertence ao INSS da rua Francisco Xavier após meia noite. A casa foi demolida com gatos dentro. Já foram retirados mais de 50 gatos vivos. Embaixo da casa há uma espécie de porão. Este parece ser dividido em 4. Após abrirem um buraco no piso da casa dando acesso a um dos espaços do porão, foram encontrados mais de 10 gatos ainda vivos. Existe a possibilidade que outro espaço ainda tenha gatos vivos. 
Ontem, abrimos espaço no entulho para tentar abrir um acesso ao espaço do porão que fica ao lado do que já está aberto, mas só encontramos terra. Parte está comprometida, mas queremos acreditar que o não tenha comprometido todo.
No vídeo, eu estava procurando uma prova de que poderia haver algum gato dentro dos escombros que tivesse vivo, uma gatinha aparece saindo de escombros. Certamente, ela não estava presa, estava apenas se escondendo. Porém, se ela entra e sai de uma determinada área, pode ser que hajam áreas com gatos que não estão conseguindo sair. O grande problema é se tem ar para respirarem e se estão contundidos.
Quanto a alimentação e hidratação, está lotado de baratas. Para o gato elas fornecem alimento e hidratação porque são compostas de 70% de água. É nojento, mas é a sobrevivência.
A retirada dos entulhos devem ser feitas com cuidado e o mais rápido possível. Acredito que deva ser manual com maquinário apenas para as pedras muito grandes. Um mutirão para retirar o entulho com pelo menos 50 pessoas se alternando em grupos porque não podem ficar muitas pessoas. 
Sete de setembro, quinta-feira, amanhã, é feriado. Seria um dia perfeito para executar o mutirão.
Agora temos que agir. Por favor, compartilhe para que todos saibam o que está acontecendo.

02/09/2017

Homem bêbado põe fogo em cachorro porque animal estava latindo demais

Que "serumano" podre......
------------
Um cachorro precisou ser resgatado da casa em que morava após o dono dele atear fogo contra o animal. Segundo a Polícia Civil, o homem, de 22 anos, chegou em casa bêbado e se irritou com os latidos do bicho. Em seguida, pegou um antisséptico bucal e colocou fogo na casinha em que o cachorro ficava.

O crime aconteceu em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. O cachorro, chamado Mailo, foi socorrido graças à família do suspeito, que pediu ajuda a uma entidade que cuida de animais abandonados.

Mailo começou a receber tratamento veterinário. O cão está com queimaduras em boa parte do focinho. Por causa dos ferimentos, não consegue abrir os olhos e a boca. A alimentação dele é feita apenas com comidas líquidas.

O dono de Mailo foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos. Ele deverá responder pelo crime de maus-tratos a animais. Já o animal não deverá voltar para a casa do dono. Ele ficará com a entidade que o acolheu e pode ser encaminhado à adoção assim que os ferimentos forem curados.

FONTE: diarioonline

26/08/2017

Prisão para adolescentes que torturaram animais

Fui pesquisar para ver se achava o vídeo e encontrei várias matérias falando sobre o caso. A descrição é terrível. O que achei formidável é que os pais dos três, também, foram punidos com uma baita multa..... Que maravilha!!!!! se bem que tinham que ficar enjaulados todos juntos  até o fim da vida..... Desconjura uns "coisas ruins" neste mundo! Tem gente que diz que o inferno é aqui por causa destes casos aí....
------------
Um tribunal russo condenou nesta sexta-feira a penas de prisão duas adolescentes que torturaram e mataram mais de dez animais. Um amigo que filmou os fatos também foi condenado. Aliona Savatchenko e Alina Orlova foram declaradas culpadas por torturar juntas cerca de 15 animais, incluindo cachorros e gatos que pegaram em abrigos e com pessoas que os estavam doando, indicou o comitê de investigação.

As duas adolescentes, de 17 anos, foram condenadas, respectivamente, a quatro anos e três meses e a três anos e dez dias de prisão ao final de um processo de cinco meses em Khabarovsk, no Extremo Oriente russo, segundo a agência RIA Novosti.

Os exames dos especialistas apontaram que as duas moças não padeciam de qualquer doença mental. A televisão pública russa, que as apelidou de "açougueira de Khabarovsk", contou que elas levavam os animais para um prédio abandonado arrastando-os pelos pés ou arrancando os olhos. Por sua parte, o amigo Viktor Smichliaiev, de 18 anos, foi condenado a três anos de prisão por ter gravado a tortura.

Os pais dos adolescentes também foram condenados a uma multa por "negligência na educação dos filhos".

Fonte: Correio Popular

17/08/2017

DENÚNCIA: Petição urgente pelo fim do extermínio de pumas na Argentina

Aqui no Brasil me desespera a covardia de matarem javalis com cachorros, pois, provoca um enorme sofrimento ao pobre animal e ferimentos graves nos cães durante a luta torturante. 

Só hoje, fiquei sabendo que na Argentina, estão cometendo a mesma crueldade contra pumas e javalis. Fiquei estarrecida ao ver um dos vídeos ilustrativos e revoltada com as gargalhadas dos humanos que acompanhavam as cenas bárbaras. Quem não tiver estomago não veja o porque mostra o ataque de vários cães contra um puma. 

Pela Internet existem inúmeros vídeos/imagens de javalis e pumas sendo estraçalhados por dogos argentinos que vem a ser uma raça canina oriunda daquele país, criada para o combate/caça/captura de animais de grande porte. A origem desta raça é recente e está quase totalmente documentada.

Existe um grupo naquele país dedicado a defesa dos pumas chamado Amigos del Puma - Manejo & Conservación, aos quais estaremos apoiando e indicando para nos orientar nas informações sobre o assunto. Agora, pelo amor de Deus, assinem a PETIÇÃO e encaminhem o link de nossa postagem para a Embaixada da Argentina pedindo que tomem providências contra tamanha covardia. 

ENDEREÇOS ELETRÔNICOS, respectivamente, da Assessoria de Imprensa da Embaixada, Consulados Bahia, Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo
ebras. prensa@gmail.com; csbah@cancilleria.gob.ar; cbelo@cancilleria.gob.ar; ccuri@cancilleria.gob.ar; creci@cancilleria.gob.ar; crioj@cancilleria.gob.ar; caleg@mrecic.gov.ar; cflor@cancilleria.gov.ar; cpabl@cancilleria.gob.ar

FACEBOOK Cancillería Argentina, caso queiram mandar sua mensagem por lá

TEXTO SUGERIDO
Senhores Representantes dos amigos argentinos no Brasil
Tomamos conhecimento da cruel caçada de pumas e javalis usando cachorros que anda sendo feita na Argentina. Solicitamos, que as autoridades do seu país tomem as providências para que não continuem permitindo tamanha covardia e crueldade para deleite humano. Nós, também, estamos lutando para que no Brasil a caça aos javalis (liberadas temporariamente) não seja da mesma forma já que ações bárbaras depõem contra o sentido humanitário da nossa espécie. Como concluiu Alexander von Humboldt, geógrafo e naturalista alemão em suas viagens pelo mundo: Sabemos a evolução de um povo pela maneira com que trata seus animais. Não queremos estar listados em nenhuma sub-classe, não é mesmo?
Agradecemos sua atenção para apreciação da denúncia contida neste link:

Atenciosamente:
Nome:
Cidade/País:

PETIÇÃO: Detener y buscar alternativas al exterminio del puma en Argentina
-

14/08/2017

Homem é condenado a prisão após trancar cachorros em varanda à beira da morte

Quando lemos que um caso deste acontece na Inglaterra, ficamos certos que o tal "serumano" existe em todos os lugares do mundo. Mas, que é difícil de aceitar, isto é, pois um país que educa tão bem seus cidadãos não dá para entender este tipo de crime. Agora, o que é legal é que o criminoso é devidamente punido como toda sociedade exige....
-----------
Um homem de Bristol, na Inglaterra, foi condenado a 18 anos de prisão por crueldade contra os animais após prender dois cachorros e deixá-los à beira da morte.

Proprietário de dois cachorros da raça Staffordshire bull terriers, batizados de Ruby e Blacky, Zach Cook, de 25 anos, abandonou os animais na varanda de sua casa. Os dois foram descobertos por autoridades após vizinhos próximos a residência do rapaz desconfiarem de um forte cheiro que vinha da propriedade. No local, policiais encontraram os dois cachorros em condições desumanas, envoltos em urina e fezes. "Ruby e Blacky sofreram crueldades horrendas e negligência porque Zach Cook decidiu trancar eles na varanda e apenas esquecer que eles existiam. 

O jeito de lidar com a vontade dele de não ter mais que cuidar dos cachorros foi fingir que eles não existiam enquanto ele continuava com a vida dele", afirmou Dan Hatflield, inspetor da "Associação de Prevenção de Crueldade Contra os Animais Royal Society".
"Quando foram descobertos, Blacky estava encolhido perto de Ruby e estava tão magro que todos os seus ossos estavam à mostra. Ruby estava em estado absolutamente terrível. Ela estava em colapso completo e estava deitada na miséria, incapaz de ficar em pé e precisou ser carregada até a van em uma cesta", continuou.

Zach foi preso e condenado na última quinta-feira (10) a 18 meses de prisão pelas acusações de causar sofrimento desnecessário e por não atender as necessidades dos animais de estimação.

Fonte: Rede TV

08/08/2017

Cidadão espanhol confessa a vergonha do seu país

Achei extremamente corajoso de um cidadão declarar vergonha pelo seu país praticar atos de tamanha crueldade contra os animais. Acho que vou fazer, também, um vídeo sobre a política nojenta do Brasil. Já tentei achar esta pessoa para parabenizá-la, mas, não consegui. Foi bastante curioso seu ato e até foi pulicado num dos maiores sites de notícias visuais do mundo.
----------------
Tudo no meu país
Sinto vergonha da classe política no meu país, eles são o verdadeiro responsável por essa merda de animais torturadores, o governo e os partidos políticos não se atrevem a fazer um referendo, porque a maioria da Espanha está contra essa barbaridade. Veja e compartilhe.

Fonte: LiveLeak

29/07/2017

A crueldade praticada contra o lóris lento nos países asiáticos

Noutro dia me toquei que nunca havia falado sobre o Lóris Lento em nosso blog. Então:

Na Indonésia, Tailândia, Bornéu, Filipinas e Vietnã (sudoeste asiático) comerciantes ilegais de animais caçam lóris lentos e cortam seus dentes para serem vendidos nas ruas e mercados de animais de estimação. Os lóris são animais muito bonitos e fáceis de serem pegos na vida selvagem devido a sua lentidão de movimentos. Os dentes dos animais são cortados de forma cruel pelos comerciantes para torná-los fáceis de  manejar resultando na morte de muitos deles pela perda de sangue ou infecção antes de serem vendidos.

Embora, os lóris lento sejam bonitos e pequenos, eles podem dar picadas venenosas. Estes animais são os únicos primatas venenosos no mundo. Eles produzem toxinas nas glândulas branquiais localizadas no interior dos seus cotovelos. Quando se sentem ameaçados, Loris levantam as mãos acima da cabeça. Esta é a sua postura defensiva, que ajuda-os facilmente a sugar a toxina da glândula em seus cotovelos. Uma vez que a toxina é sugada para dentro da sua boca, ele ataca com mordidas poderosas.  Diz-se também que eles transmitem as toxinas não só com seus caninos afiados, mas com os dentes pequenos localizados na frente do maxilar inferior. Tais mordidas podem ser inesperadas e extremamente dolorosas. As feridas provocadas por mordidas de lóris lentos levam algum tempo para curar e às vezes podem desenvolver infecção também. Esta é a razão pela qual lóris lentos que são utilizados para o comércio de estimação, têm os seus dentes arrancados. Estes animais aplicam estas toxinas na pele das suas crias, de modo a protegê-las dos predadores.

Como o lóris lento se torna o "animal de estimação" de alguém:

~

PASSO UM: CAPTURA
Milhares de lóris lentos são roubados da natureza para serem vendidos ilegalmente na rua ou nos mercados de animais. Frequentemente famílias inteiras de lóris lentos vivendo na natureza são capturados para o comércio de animais de estimação.






PASSO DOIS: CORTE DE DENTES
Antes que um loris lento seja vendido como um animal de estimação, seus dentes são cortados usando cortadores de unhas, cortadores de fio ou alicate sem anestesia. Isto é para torná-los fáceis de manusear e proteger os seres humanos de sua mordida venenosa potencialmente mortal. Este é um procedimento incrivelmente doloroso que muitas vezes resulta em infecção ou morte por perda de sangue. 




PASSO TRÊS: TRANSPORTE
Loris são transportados escondidos em recipientes escuros, superlotados e mal ventilados. O estresse deste transporte resulta em uma taxa de mortalidade entre 30% e 90%. Muitos lóris lentos capturadas são encontradas em caixotes ao lado dos corpos de outros tantos que morreram.



Se você se deparar com um vídeo ou foto de um lóris lento na internet, saiba que, embora pareça fofo,  o animal no vídeo está sofrendo, assim como toda a espécie.  Não só o comércio destes animais causa um sofrimento inimaginável, mas também,  é a maior ameaça à sobrevivência das espécies, que está em grave perigo de extinção. Veja o vídeos desta ONG que pede que a gente assuma o compromisso de contar a verdadeira história sobre estes pobres animais. Está em inglês, mas, as imagens dizem tudo: 

18/07/2017

Universidade do Sri Lanka acusada de crueldade com animais

Olha, eu fucei bastante, mas, não achei imagens oficiais. A denunciante Wibodha Ambeygoda tem um facebook e lá dá para saber alguma coisa. Parece que os caras contratados para sumir com os cães e gatos do Campus da Universidade, depois de atirarem dados com sedativos, enfiaram os bichos dentro de sacos e os enterraram em um terreno próximo. 

Esta moça parece que achou e desenterrou vários, sendo que alguns estavam vivos como uma gatinha que ela mostra em vídeo e que morreu mesmo após os atendimentos clínicos. É horrível porque ela mostra o olho da gata cheio de terra. Só esperamos que os culpados sejam punidos conforme o responsável pela universidade promete. 

Nesta imagem ao lado ela conta que haviam 3 cães dentro deste saco e que ainda não tinham sido enterrados, apesar, de já estarem mortos.  Ela, também publicou esta outra imagem que eu acho ser o responsável....
--------------
Uma universidade do Sri Lanka se defendeu de alegações de crueldade com os animais nesta segunda-feira, depois de ter sido acusada de matar de forma desumana dezenas de gatos e cães em um abate em massa no campus.

Dardos tranquilizantes foram usados para sedar os animais perdidos na prestigiosa Universidade de Moratuwa, mas muitos morreram com a dose aplicada, disseram os ativistas.

“Este é um tratamento cruel e brutal de animais e queremos que medidas sejam tomadas contra os responsáveis”, disse à AFP a ativista dos direitos dos animais Wibodha Ambeygoda.

Ela disse que as autoridades da universidade removeram os animais paralisados do campus e os largaram a 20 quilômetros dali para morrer. Um porta-voz da universidade disse que uma empresa privada foi contratada para abater os animais.

O Sri Lanka tem leis rigorosas em relação à flora e à fauna, e a crueldade com animais é punida com até cinco anos de prisão. Seis pessoas foram presas em março do ano passado depois de postar fotos on-line em que apareciam esfolando uma ave viva.

Fonte: Isto É

09/07/2017

Três em quatro elefantes são maltratados em turismo na Ásia

Está havendo uma campanha muito forte sobre os maus-tratos aos elefantes naquele continente e em especial na Tailândia.... A crueldade praticada contra eles e exploração inadmissível está mobilizando muita gente no mundo..... 
------------
Os turistas que em suas viagens a países da Ásia participam de atividades nas quais os elefantes são os protagonistas devem pensar em duas vezes antes de realizá-las.

Segundo relatório da organização World Animal Protection divulgada nesta semana, a maior parte desses animais é altamente explorada pelos seus donos e tratada com crueldade.

A entidade de proteção dos animais examinou as condições de vida de cerca de 3 mil elefantes que "trabalham" em atividades turísticas de nações como Tailândia, Laos, Camboja, Nepal, Sri Lanka e Índia durante 2014 e 2016 e concluiu que três em quatro desses mamíferos vivem em condições "inaceitáveis", sendo acorrentados dia e noite sem comida ou tratamentos adequados.

Como se não bastasse, os filhotes também são separados das suas mães e sofrem cruéis processos de adestramento para se tornarem dóceis e submissos durante os espetáculos ou o transporte de turistas.

Dos países examinados, o pior deles é a Tailândia, que é responsável por três quartos de todos os elefantes em cativeiro para fins turísticos.

"Se é possível montar, abraçar ou interagir com um animal selvagem é provavelmente porque ele está sendo tratado com crueldade", explicou o autor do relatório, Jan Schimidt-Burbach.

A organização afirmou que a pesquisa tem como objetivo sensibilizar os turistas do assunto e tentar impedir que eles agendem ou participem dessas atividades. Ela também ressaltou que já conseguiu convencer 160 companhias de viagem a suspenderem a venda e a promoção desses pacotes.

FONTE: bonde

04/07/2017

Luta de búfalos é suspensa depois que animal mata o dono - Vietnã

Ô coitado!!!! quem está com peninha do capetinha levanta o dedo!!!!! Esta luta que tem, também, na Tailândia só termina com a morte de um dos animais. Gente podre!!!! nojenta!!!!
Fonte: LiveLeak
-----------
Uma luta tradicional de búfalos  no norte do Vietnã foi suspensa depois que um animal atacou e matou seu dono, na primeira fatalidade humana desde que o esporte retomou após a Guerra do Vietnã. O búfalo foi morto e foram colhidas amostras para determinar se o animal recebeu um estimulante para torná-lo mais agressivo. A luta tradicional contra búfalos foi interrompida durante a Guerra do Vietnã e foi retomada há 27 anos. 

Vários búfalos morreram nas lutas que atravessam os animais um contra o outro, mas a morte do sábado foi a primeira fatalidade humana desde que as lutas foram retomadas. O búfalo primeiro perseguiu o proprietário do outro animal, mas não conseguiu pegá-lo e depois se voltou contra o proprietário, que morreu várias horas depois de feridas múltiplas.


27/06/2017

Cozinhar um cão vivo para amaciar a carne. A podridão humana da China!

Não é possível que um desgraçado deste não vá para o inferno!!!!! Ele gargalha enquanto mantem o animal em sofrimento. Eu gostaria de pegar um cara deste e fazer o mesmo com ele.... mesmo que fosse para o inferno, também!!!!!! Pelo amor de Deus, me digam p´ra que o mundo quer um ser desprezível como este? Estou publicando para nos indignarmos cada vez mais. 

Mandem e-mail de protesto para a Embaixada da China e para os Consulados do RJ, SP e Recife.

Texto sugestivo:
Senhor Embaixador e Consul da China
Que a China tenha consciência do quanto desprezamos práticas terrivelmente cruéis contra animais. Isto não é cultura e sim expressão de barbárie de um povo. Confiram no link: http://www.ogritodobicho.com/2017/06/cozinhar-um-cao-vivo-para-amaciar-carne.html

Atenciosamente
Nome, cidade e e-mail
==================

NÃO VEJAM O PRIMEIRO VÍDEO SE NÃO TEM ESTÔMAGO!!!! 

-------------------------------

Cozinhando um cachorro vivo em pleno comércio chinês de carne de cachorro

Tucker Carlson recentemente condenou o comércio de carne de cachorro ...

O cão com os pés cortados é resgatado. Eles gostam de cortar os pés, mesmo enquanto os cães estão vivos, para fazer sopa ...

Alguns cães resgatados são liberados de gaiolas na China ...
Fonte: LiveLeak

15/06/2017

Gato é jogado aos cães por vizinho no Mutuapira

É de uma covardia inominável.... Agora, a dona do gatinho, sabendo que o capeta mora ao lado dela, dá mole assim? por que não deixou ele dentro de casa? é facilitar demais.....
------------------
O gatinho Boby, de dois meses, foi jogado aos cães, morreu e a ação foi filmada pelo agressor neste fim de semana. O homem ainda mandou as imagens para a dona do bichano, a profissional de estética Camila Dias, de 29 anos, que pretende registrar ocorrência contra o vizinho hoje. A moradora do Mutuapira, em São Gonçalo, também contou que já teve outros problemas com o mesmo vizinho.

Camila saiu, no último sábado, para realizar serviços em Maricá. Quando voltou para casa no domingo, conferiu as mensagens no celular e se deparou com o vídeo. Ela, então, foi até a casa onde o vizinho jogou o gatinho e descobriu, através da dona dos cães, que Boby não sobreviveu.

Camila ainda contou que já teve problemas com o vizinho por causa de sua gata Amora, mãe de Boby, que fugiu uma vez e ao pular no parapeito da casa, fez com que parte dele caísse no quintal do homem. Além disso, outros dois gatos desapareceram e ela, agora, cogita a hipótese de que pode ter sido ação do mesmo indivíduo.

Camila e seu filho de 11 anos estão indignados e pedem justiça. “Eu não consigo dormir direito, meu filho não quer mais morar perto desse homem e temos medo de que ele faça alguma maldade com a Amora”, declarou. (Sany Medeiros e Juliana Bittencourt).

14/06/2017

Seis funcionários são demitidos por crueldade contra aves de granja

A podridão humana nos assusta a cada momento. Quando se pensa que já se viu tudo, chegamos a conclusão que nem começamos.... 

Por favor, gente, vamos ajudar assinando a petição. Não quer ver o vídeo de imagens fortes, tudo bem, mas ASSINEM pois estaremos ajudando a por um fim em tamanha crueldade. CLIQUEM AQUI  - site da Mercy for Animal - e rolem a barra até encontrar a petição.
---------------
Seis funcionários foram demitidos de uma empresa de recolhimento de frango de fazendas depois que um grupo de bem-estar animal lançou filmagens ocultas mostrando que as galinhas foram cruelmente machucadas e pisoteadas, o que provocou uma investigação SPCA.
"Estamos enojados com as filmagens e queremos garantir a todos os nossos fornecedores e produtores que isso não reflete quem somos, nossas crenças ou comportamentos fundamentais que aceitamos de nossos funcionários", disse Dwayne Dueck, presidente da Elite Farm Services, apenas um dia depois que a SPCA anunciou que lançou uma investigação desencadeada por uma denúncia da ONG Mercy for Animals.

Um voluntário da Mercy for Animals que se candidatou e obteve um emprego na Elite Farm Services testemunhou alegados casos de abuso de animais que começaram "praticamente imediatamente" depois de começar a trabalhar.

A filmagem, que envolveu vários trabalhadores e um supervisor, foi filmada pelo voluntário entre 10 de maio e 9 de junho enquanto trabalhava com Elite Farm Services, com base em Chilliwack.

Uma postagem de emprego para o Elite Farm Services encontrado no site de emprego on-line foi o início da investigação. De fato, os coletores de frangos em tempo parcial estavam sendo procurados, para trabalhar com um contrato de turno noturno de um ano. O pagamento foi listado em US$14 por hora, com horários de mudança de 11 a 7 horas das noites de domingo a quinta-feira. A descrição do cargo dizia que os candidatos deveriam ser "rápidos" e "fortes".


A Elite fornece uma instalação de processamento Port Coquitlam operada pela Sofina Foods e cujos produtos são vendidos sob a marca Lilydale. Alguns dos produtos foram documentados por Mercy for Animals como vendidos nas empresas Loblaws .

"O abuso começou praticamente imediatamente após o denunciante ter começado a trabalhar nesta instalação. Então, documentando bater, chutar, atirar as aves, esmagá-los nas paredes, em caixotes de transporte e coisas assim, foram documentadas muito cedo neste caso ", disse Wolf.

Fonte: Vancouver Sun
Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"

07/06/2017

A Constituição Brasileira agora legaliza a crueldade praticada contra animais! Que país é este?

Consummatum est..... agora é chorar o leite derramado e ir tentando convencer juiz a juiz para impedir cada vaquejada.... vai depender exclusivamente da competência da alegação do advogado e da simpatia que o juiz tiver sobre a causa.... Nossa única saída...... Tem um pessoal aí da proteção tentando levar o caso ao STF, mas, embasado no que vimos anteriormente, eu não perderia este tempo... Só lembro que posso estar completamente errada, mas, Consummatum est.... 

Agora, a coisa é tão incoerente que os jornalistas estão apresentando a notícia mostrando, exatamente, a queda dos animais..... Saber que o destino do nosso país está nas mãos daqueles bandidos do Congresso Brasileiro..... Só explodindo aquela desgraça.... A galera que acha que o Bolsonaro vai resolver isto, só aviso que ele é a favor da caça, rodeio, vaquejada, tourada e faz parte da bancada da bala.... 
Vaquejada: setor comemora, mas decisão pode não acabar com conflito jurídico

A Câmara dos Deputados aprovou nesta semana a proposta de emenda constitucional que legaliza as vaquejadas, os rodeios e demais esportes equestres. O setor comemorou a aprovação, mas advogados afirmam que ela ainda não acaba com o conflito jurídico.

A notícia foi bem recebida pelas entidades que promovem os esportes equestres no Brasil. Para o presidente da Associação Brasileira dos Atletas e dos Parques de Vaquejada (Abravaq), Jorge Oliveira, a proposta reconhece a evolução das regras, que combatem os maus tratos aos animais.

“Ponto chave da vaquejada é o bem-estar animal, esse ninguém abre mão. Nós das associações não abre mão. Existem outras regras que fogem da nossa cultura que nos adequamos no decorrer dos eventos, dos encontros. Agora, essa questão do bem-estar animal essa é intocável, vamos denunciar e peço aos vaqueiros que cumpram”, afirma Oliveira.

Até ambientalistas reconhecem que os envolvidos no esporte não defendem maus-tratos. Mesmo assim, eles argumentam que os animais sofrem. O consultor jurídico da Sociedade Vegetariana Brasileira, Ulisses Borges de Resende, torce para que o Supremo Tribunal Federal anule os efeitos da PEC.

“Há forte tendência de que não se admita mais crueldade contra os animais. E a crueldade é evidente, primeiro porque a ciência evoluiu muito, a ciência define os animais como seres sem ciente. Nós somos animais enquanto humanos, mas eles têm percepções como as nossas. Eles têm medo, sofrem, sentem dor, isso é tudo provado cientificamente. Dizer que a vaquejada não é algo cruel? Qualquer pessoa que for submetida àquilo seria considerado ato cruel”, conta Resende.

Na opinião do advogado Júlio César Marques a aprovação da PEC não resolve o impasse jurídico sobre o tema e nem dá segurança para a realização de vaquejadas e outros eventos. Ele acredita que o texto será contestado no STF.

“No ano passado, o STF declarou inconstitucional uma lei do estado do Ceará que regulamentava a prática da vaquejada. A PEC veio inclusive como uma reação do Congresso à decisão do STF, mas a própria PEC pode ser submetida a controle de constitucionalidade por meio de uma Ação Direta”, analisa.

“Agora há notícias de que haverá uma ação direta, inclusive contra essa PEC. A questão ainda não está resolvida, inclusive a prática da vaquejada tem uma questão infra-legal, infraconstitucional, porque a lei de crimes ambientais tipifica os maus tratos, lesões, como crime. Então, a PEC, apesar de dar uma aparência de legitimidade para essas práticas, ainda encontra alguns obstáculos jurídicos como na lei de crimes ambientais”, completa.

Para os criadores do cavalo quarto de milha, a avaliação é de que a PEC vai fazer com que juízes e promotores não proíbam mais a organização dos eventos. De acordo com o presidente do Núcleo de Criadores do cavalo quarto de milha do Distrito Federal, Eugênio de Menezes Farias, os estudos realizados vão pesar na hora de uma regulamentação.

“A nossa expectativa de final de rota é chegar ao Supremo com uma nova decisão. Agora é claro que temos conforto maior e já se vê isso dos criadores, dos organizadores de leilões. As decisões no judiciário comum, os promotores os juízes em cada cidade certamente ponderarão mais na hora de tomar uma decisão proibitiva”, diz.

FONTE: Canal Rural
===============
Ter que engolir isto, não é mole!
Senado promulga a PEC da Vaquejada

O abuso praticado contra animais de consumo



Não quer ver o vídeo porque as imagens são fortes, tudo bem, mas, mande para alguém que ainda consuma carne, pois daí vão ficar sabendo o que acontece antes da mesma chegar no prato....  
Fonte: Desmanipulación Vegana (recomendo uma visita)
----------------
Não se engane, quando pagas para consumir produtos de origem animal, é a esta corja de psicopatas miseráveis, imundos, desgraçados aos que está pagando para fazer o trabalho sujo de explorar, torturar e matar animais para seus interesses egoístas...





01/06/2017

Bezerro tem as patas quebradas por pura maldade - Santiago - RS

Gente, pelo amor de Deus.... quem souber mais informações, por favor nos passe para ajudar a fazer justiça.... Que maldade inominável..... puro prazer de ser cruel...... Mandei uma mensagem para a pessoa que publicou, mas, até agora não respondeu
------------ 

Sargento Fahur
Veja o que o pessoal do MST são capazes de fazer.Não basta invadir as terras e matarem animais. Mutilam e deixam o animal agonizando por pura maldade.

16/05/2017

Aldeões torturam um lobo com seus cachorros

O que me impressiona é que o local foi preparado especialmente para a tortura e o pobre lobo, acorrentado, fica sem condições de se defender ou fugir. Os tais "serumanos" existem em todas as áreas deste mundo..... Que espécie é a nossa que deleita-se torturando um animal? Que covardia, meu Deus? aliás, porque Deus permite isto? eu não entendo!!!!!! o vídeo é forte....
----------------------
Um vídeo chocante mostra aldeões colocando seus cães para atacar um lobo acorrentado no chão impedindo-o de fugir. A origem do vídeo  é o Quirguistão, país localizado na Ásia Central que já fez parte da União Soviética. Porém, a tortura que aconteceu em uma clareira de área rural não revela o local exato.

O donos dos cães atiçam para atacá-lo e usam paus longos para controlar a luta. Em um ponto, o lobo assustado se encolhe com dor por ter sido mordido no nariz só luta e só volta a se defender quando é atacado. Vários cães atacam o lobo que pode ser visto mancando no final do clipe. Antes do final do vídeo, pode ser visto três cães atacando furiosamente sua vítima ao mesmo tempo.

Não está claro como o incidente terminou e a identidade dos envolvidos não é conhecida. O clipe foi amplamente compartilhado on-line, com a maioria das pessoas dizendo que ficaram horrorizados com a filmagem. Uma delas disse: "O pior animal de todos é um humano". Outra disse: "Na verdade, os lobos têm uma memória muito boa e uma unidade para vingar ... as pessoas devem manter isso em mente para a próxima vez." 

Fonte: Daily Mail
Tradução livre do Google para "o Grito do Bicho"  
 

14/05/2017

Idaho pede corte de apelação para manter proibição de espionagem em fazendas - EUA

Agora vejam isto: tem estados americanos que proíbem que ativistas se infiltrem nestas fazendas do capeta para filmar as desgraceiras que os trabalhadores de fazendas praticam contra os animais.... Dose!!!!
-----------------
SEATTLE (AP) - O Estado de Idaho pediu sexta-feira a um tribunal federal de apelação que restabeleça sua proibição de espionar fazendas, laticínios e matadouros depois que um juiz de primeira instância se uniu a ativistas dos direitos dos animais que disseram que a proibição violava os direitos de liberdade de expressão.

Os legisladores de Idaho em 2014 apresentaram uma argumentação alegando que o acesso a registros e filmagens trouxeram grandes prejuízos. A grande indústria de laticínios do estado queixou-se de que os vídeos de vacas que estavam sendo maltratadas em uma fazenda do sul de Idaho feriram injustamente o negócio.

Ativistas de direitos dos animais, grupos de direitos civis e organizações de mídia processaram, dizendo que a lei criminalizou uma longa tradição de jornalismo secreto e exigiria que as pessoas que expunham delitos pagassem restituição aos negócios que eles prejudicassem.

Um juiz federal em Idaho concordou, bloqueando a lei como uma violação inconstitucional da Primeira Emenda da Constituição dos EUA salvaguardar a liberdade de expressão, a primeira vez que tal lei tinha sido derrubada.

Sete estados têm medidas semelhantes - Kansas, Dakota do Norte, Montana, Iowa, Utah, Missouri e Carolina do Norte. Os desafios legais estão pendentes em Utah e Carolina do Norte.

O vice-procurador geral de Idaho, Carl Withroe, disse a três juízes do 9º Tribunal de Apelações do Circuito dos Estados Unidos em Seattle que a lei "é um exercício honrado e legítimo dos poderes policiais do estado". Os Estados têm o direito de criminalizar aqueles que mentem sobre pedidos de emprego ou ocultar sua finalidade para ter acesso e prejudicar tais instalações privadas, disse ele.

"Tudo o que esta lei faz é exigir que a pessoa obtenha o consentimento" antes de entrar na instalação e gravar, disse Withroe. Idaho não tem planos de tentar impedir a distribuição de quaisquer gravações feitas em violação da lei, disse ele.

Os juízes expressaram ceticismo. A transgressão já é um crime em Idaho e a lei parece ter como alvo as opiniões dos ativistas dos direitos dos animais ou daqueles que querem expor as práticas nas operações agrícolas, disseram dois dos juízes.

Justin Marceau, advogado do Fundo de Defesa Animal Legal, disse aos juízes que os ativistas há muito se envolveram em falsas declarações por não revelarem seu verdadeiro propósito ao tentar ter acesso à propriedade privada para investigar questões de interesse público. É dentro de seus direitos de Primeira Emenda que o fazem, ele argumentou.

"O estatuto de Idaho representa um risco substancial de criminalizar a atividade de coleta de notícias legítima - e constitucionalmente protegida - e arrepiar o próprio jornalismo que anteriormente levou a mudanças positivas e um suprimento alimentar mais saudável", afirmou o Comitê de Repórteres de Liberdade de Imprensa.

Pessoas capturadas subrepticiamente filmando operações agrícolas em Idaho enfrentam até um ano de prisão e uma multa de US$5.000 - penalidades mais rígidas do que a lei estadual estabelece em casos de abuso de animais. Uma primeira ofensa de crueldade animal em Idaho é punível com até seis meses de prisão e uma multa de até US $ 5.000.

A indústria de laticínios pressionou para a medida depois que o grupo de direitos dos animais Mercy For Animals, com sede em Los Angeles, lançou vídeos que mostraram os trabalhadores da Bettencourt Dairy batendo e pisoteando vacas em 2012. Cenas fortes.

Fonte: Daily Mail
Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪