Mostrando postagens com marcador coruja. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador coruja. Mostrar todas as postagens

06/08/2017

Resgate hipnotizante de uma coruja presa numa tela de futebol

Fiquei curiosa porque o resgate desta coruja teve mais de 34 milhões de visualizações.... Caraca, é hipnotizante..... Como a  bonita ficou tão enrolada nas linhas? E que sorte dela não sair machucada de tal situação.... Graças a Deus!!!! Vejam em tela cheia para se emocionar e roer a unha.... kakakaka.....
---------


07/07/2017

‘Harry Potter’ ameaça as corujas? Pesquisadores investigam comércio das aves na Indonésia

P´ra mim, é bem possível que esta influência esteja prejudicando mesmo a existência das corujas.... O comércio ilegal e a retirada da natureza deve estar rolando solto porque todo mundo quer ter a coruja do Sr. Potter....
-------------
Na série de livros e filmes, elas são animais de estimação dos bruxos. Cientistas averiguaram vendas de corujas desde os anos 1970 para entender efeito da saga

Em 26 de junho, o mundo de Harry Potter completou 20 anos. O bruxo protagoniza uma das séries de ficção mais bem-sucedidas da história, seja em livros ou filmes, com milhões de fãs e uma marca com valor de mercado por volta de US$ 15 bilhões.

Na série de fantasia criada pela britânica J.K. Rowling, as corujas são companheiras e animais de estimação de diversos personagens bruxos, incluindo o protagonista. A elas também cabe entregar cartas e outras correspondências.

Agora, dois cientistas da Universidade Oxford Brookes, no Reino Unido, levantam a possibilidade — destacando que ainda não há provas —  de que a popularidade estrondosa dos livros e filmes de Harry Potter pode ter tido um efeito negativo para a natureza: o aumento do interesse comercial por corujas na Indonésia, com caça predatória e ameaça a algumas espécies.

Os antropólogos Vincent Nijman e Anna Nekaris foram ao país asiático e atestaram o aumento expressivo no número de corujas à venda em mercados de aves, em comparação à época em que “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, o primeiro livro da série, ainda não havia sido publicado ou virado filme.

Os resultados foram publicados no artigo “The Harry Potter effect: The rise in trade of owls as pets in Java and Bali, Indonesia” (Efeito Harry Potter: O aumento do comércio de corujas como animais de estimação em Java e Bali, na Indonésia), que saiu na edição de julho de 2017 da revista “Global Ecology and Conservation”.

Como a pesquisa foi feita
Entre 2012 e 2016, os pesquisadores foram 109 vezes a mercados de aves em diferentes cidades das ilhas de Java e Bali. Eles contavam e anotavam manualmente quantas corujas viam e qual era a espécie.

Os cientistas compararam os dados coletados a levantamentos sobre o comércio de aves feitos desde o final da década de 1970. Constataram que da segunda metade dos anos 2000 em diante, os mercados passaram a ter muito mais corujas — no número absoluto, na variedade de espécies e na proporção em relação a todas as aves à venda. O primeiro livro da saga é de 1997, mas a popularização mundial ocorreu mesmo após a estreia nos cinemas, em 2001.

As corujas como mercadoria na Indonésia
As aves são, em quase todos os casos, capturadas da natureza e vendidas nos mercados. Os preços atuais em Java e em Bali podem variar entre US$ 6 e mais de US$ 100.

Antes de 2002, considerando estudos distintos, a proporção de corujas em relação à quantidade total de aves vendidas nos mercados era de no máximo 0,06%. Após 2008, estava sempre entre 0,43% e chegou a 1,44%. Isso significa um aumento entre 7 e 24 vezes. O número absoluto também aumentou drasticamente.

13 mil
é o número estimado de corujas vendidas em 2016 em Java e Bali, segundo o artigo

De acordo com a pesquisa, há 11 espécies naturais de Java ou Bali, mas nos mercados se vendem mais — o que significa que espécies originárias do exterior ou de outras partes da Indonésia são capturadas e transportadas para esses locais.

Comum na Indonésia, o comércio de aves é também um indicador social: espécies mais raras e vistosas costumam ficar restritas aos mais ricos.

Os autores afirmam que a disseminação da internet no país também influenciou. Ao longo dos anos foram criados sites e fóruns de fãs de Harry Potter e de pessoas com corujas em casa, que compartilhavam dicas e experiências sobre como cuidar do animal.

Em 2001, ano do primeiro filme, apenas 2% da população indonésia tinha acesso à internet. Em 2016, era 20%.

“Harry Potter tornou normal ter corujas como animais de estimação”
Vincent Nijman autor do artigo “Efeito Harry Potter: O aumento do comércio de corujas como animais de estimação em Java e Bali, na Indonésia”

A legislação indonésia não proíbe especificamente o comércio de corujas, mas veta a comercialização de animais cuja caça não é regulada — justamente o caso.

O problema é que, segundo os cientistas, as autoridades não agem em favor das aves. As vendas ocorrem normalmente, sem nenhum perigo de represália ou apreensão por parte de algum órgão regulador. Apenas uma espécie de coruja (Otus beccarii) é diretamente protegida por lei no país.

Por serem animais noturnos, mesmo uma queda brusca da população na natureza pode ser difícil de perceber em um período de poucos anos.

Quase nenhuma das espécies verificadas pelos pesquisadores está ameaçada de extinção. Mas a caça e o comércio indiscriminados são sinais negativos para a preservação a longo prazo.

Corujas não se adaptam a gaiolas, mesmo se estas forem grandes. O tamanho e os hábitos desses animais, incluindo as necessidades nutricionais, os tornam difíceis de serem domesticados. Morar em uma casa comum é extremamente prejudicial às corujas.

Causa não pode ser comprovada
Apesar de os autores do artigo demonstrarem como as corujas estão mais populares, eles deixam claro que não é possível atestar cientificamente que os dois fenômenos (sucesso da saga Harry Potter e mais vendas de corujas na Indonésia) estão conectados.

“Durante nosso estudo, as corujas eram frequentemente chamadas de ‘Burung Harry Potter’ (pássaros de Harry Potter), e quando falávamos sobre corujas com os vendedores eles com frequência mencionavam Harry Potter. Mas apenas isso não demonstra uma relação causal entre os livros e filmes de Harry Potter e a popularidade das corujas como animais domésticos na Indonésia”, dizem no artigo.

Nijman e Nekaris indicam que houve uma resposta tardia do comércio em relação à publicação dos livros e exibição dos filmes. Não houve um aumento expressivo logo após “A Pedra Filosofal” — isso ocorreu apenas anos depois na Indonésia, atraso que atribuem ao acesso precário à internet no começo do século. Essa demora dificulta uma comprovação.

Caso não é inédito Já foram registrados outros casos parecidos após filmes de sucesso que mostram animais. Espécies de peixe-palhaço, como o protagonista de “Procurando Nemo” (2004), passaram a ser retiradas da natureza com mais frequência após o filme, o que causou preocupação de efeito similar na sequência “Procurando Dory” (2016). Antes disso, com “101 Dálmatas” (1996) houve um aumento de procura pela espécie de cachorro — e o abandono de muitos deles pouco tempo depois. Até “Jurassic Park” (1993) entra nesse grupo: apesar de mostrar dinossauros, após o filme houve um crescimento do comércio global de iguanas.

Um dos problemas em casos como esses é adquirir os animais por impulso, com pouca informação sobre os cuidados específicos de que necessitam ou mesmo sem permissão legal. Também é comum se desinteressar pouco tempo após a compra, levando a maus-tratos ou à morte do animal.

Embora empiricamente se verifique aumento no interesse comercial, é sempre complicado comprovar uma correlação direta entre fenômenos desse tipo ou responsabilizar alguma empresa ou entidade pela captura indiscriminada de animais direto da natureza.

FONTE: nexojornal

31/12/2016

Polícia vê anúncio de coruja na web e apreende pássaros silvestres no RJ

A raiva que dá é que a polícia prende, mas, ninguém paga nada
------------------------
Polícia apreendeu filhote de coruja e outras aves no Parque do Desengano.
Suspeito em Cantagalo usava redes sociais para o comércio dos animais.

Um anúncio em uma rede social levou a polícia neste fim de semana até um homem suspeito de

01/08/2016

Coruja-buraqueira vive em buracos abandonados por outros animais

Existe coisinha mais bonitinha no mundo? nãoooooooo..........
------------------------ 
Espécie pode cavar túneis de até dois metros de profundidade. Alimenta-se de insetos, roedores, répteis, anfíbios e até pequenos pássaros.

A coruja-buraqueira (Athene cunicularia) é uma coruja terrícola de hábitos diurnos e noturnos que pertence à família Strigidae.

Costuma fazer túneis de até dois metros e forrar o fundo com capim seco. Vive em buracos no solo e, por isso, o nome popular. Embora seja

16/06/2016

Peça de Harry Potter deixa de usar animais reais após coruja escapar

Menos mal!!!!!! já houve muita exploração de corujas por causa desta história....
------------------------
Depois de acontecerem os primeiros ensaios abertos de "Harry Potter and the cursed child", em Londres, no Reino Unidos, a produção anunciou uma mudança de peso: corujas reais deixarão de ser usadas. Na primeira apresentação da nova história sobre o Harry Potter adulto, uma coruja não voou de volta para seu adestrador e passeou pelo auditório

20/07/2015

Patrulha Ambiental resgata coruja e cágado na Av. Atlântica, Rio

Pobres animais..... ainda bem que estão levando para a Universidade Estácio de Sá, porque a gente não tem notícia da situação do CETAS do Ibama do Rio.
----------------------
Urubu também foi resgatado por guardas, na Ilha do Governador.
Ações foram feitas após contato de cidadãos com central da prefeitura.

Guardas da Patrulha Ambiental resgataram uma coruja dentro de um edifício comercial na Avenida Atlântica, altura da Av. Prado Júnior, em Copacabana, na tarde desta quinta-feira (16). A ave estava bastante debilitada e com ferimento nos olhos e na cabeça.

11/11/2013

Aprendendo a viver... filosofia de vida....um pássaro na mão e um mestre


Um grande filósofo caminhava com seus discípulos numa daquelas aulas abertas, ao ar livre, e um deles procurando testar o mestre, perguntou: o pássaro que está em minha mão fechada,está vivo ou morto? Percebendo uma cilada armada, pois se dissesse: vivo- o discípulo apertaria o pássaro até matá-lo e se dissesse: morto- o discípulo o soltaria para que voasse o mestre espondeu: 
A resposta é o que você quiser !

Durante minha vida aprendi muito bem esta lição. Não adianta falar com que não quer ouvir... é preferível deixá-lo com a resposta que ele quiser!!!!

31/08/2013

Coruja é resgatada após ficar presa em linha de pipa em São Roque - SP

Linha de pipa é uma desgraça para aves.... os pombos então... sempre estão com as patas cheias de linha embolada....
___________________
Ave é da espécie orelhuda e comum na região, informa veterinário.
Animal não sofreu lesão na asa e será solto ainda nesta segunda-feira (26).

Apesar de ter ficado presa,
ave não sofreu nenhuma lesão na asa
Foto: Divulgação/São Roque Notícias
Uma coruja ficou presa pela asa em uma linha de pipa na manhã desta segunda-feira (26), no bairro Taboão, em São Roque (SP). A ave, segundo o veterinário do zoológico de Sorocaba (SP), Rodrigo Teixeira, é da espécie orelhuda, também conhecida como mocho diabo. A coruja é uma ave comum na região, segundo o veterinário.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, que fez o resgate, ela ficou suspensa pela asa em um fio de pipa, que estava enroscado na fiação elétrica de um poste de energia. Ainda de acordo com os

28/06/2013

Ninho de coruja altera cronograma de obras em viaduto de Jundiaí, SP

Fala sério, gente.... tem coisa mais linda que isto? e é tão bom ver o respeito pela vida animal, né mesmo? Viva Jundiaí, cidade escolhida para morar pela nossa amiga Fafyta!!!!!

Foto: Fernando Maia/Rota das Bandeiras
"Após encontrarem um ninho de coruja dentro de um buraco em um viaduto, no km 64 da rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, em Jundiaí (SP), a concessionária que administra o trecho decidiu alterar o cronograma de obras de reparos na via. A mudança foi feita para não atrapalhar a procriação da ave.

No local, uma coruja da espécie tyto alba, popularmente conhecida como coruja-de-igreja, colocou quatro ovos. Relativamente comum no Brasil e em toda América do Sul, a espécie tem como uma de suas curiosidades o rosto em forma de coração.

O ninho foi encontrado há cerca de 30 dias pelos funcionários da concessionária, mas, somente essa semana, que dois dos ovos vingaram e agora a coruja tem dois fihotes para cuidar. Os animais ainda ocupam um espaço existente na parte interior do viaduto, onde está instalado o ninho.

De acordo com a assessoria de imprensa da concessionária, os profissionais da empresa vão esperar até que os dois filhotes possam voar para que deixem o local e comece a recuperação no trecho. Por enquanto, os integrantes trabalham na parte externa do viaduto, invertendo o planejamento inicial das obras.

A coruja-de-igreja é considerada importante para as cidades, já que ela se alimenta de roedores. “A alteração do programa de obras foi fundamental. Caso continuássemos com os trabalhos, a coruja adulta abandonaria os ovos e não teríamos os filhotes”, explica Ronaldo Brasil Jungers, tecnólogo em gestão ambiental da concessionária."

video
G1 - 26/06/13

Fonte: G1

03/06/2013

DENUNCIAR - Indivíduo mata uma coruja e publica o crime no facebook

Parece que é a chamada coruja de celeiro ou coruja de igreja... são uns canalhas.... SERUMANO NOJENTO!!! Repare uma das fotos com o estilingue na mão.... Link do facebook do camarada:


As denúncias devem ser feitas ao http://www.safernet.org.br/site/denunciar. Eu sugiro, também, a polícia federal no e-mail crime.internet@dpf.gov.br e a página do UOL que funciona bem: https://denuncia.uol.com.br/

Tem, também, a Linha Verde da Ouvidoria do IBAMA, mais conhecida como a Central de Atendimento - 0800-618080, ligação gratuita, disponibilizada para todo o Brasil, onde o cidadão poderá se manifestar em relação às ações do IBAMA.

Será que seguiram o exemplo do "Mestre"?

foto - Protásio Nene - 1993

18/05/2013

Saiba mais sobre as aves de rapina... harpia é linda!

Gente, eu não sei o que pensam, mas, eu adoro estas aves... águias, falcões, harpias, etc.... são lindas, né? só que morro de pena quando ela caça... aliás, eu tenho meus questionamentos ao Criador.... hehehe.....Por que Ele me criou sem condições para entender o que criou? por que uma obra tão maravilhosa tem que se acabar tão dramaticamente e tão cruel? por que os animais são liiiindos e morrem, na natureza de forma tão sofrida? sei lá.... não consigo entender isto não..... aliás, a incoerência entre o Criador e o que o homem inventa é desalentador.....

Mas, olhem que linda a harpia!!!!!

Ela é uma das maiores aves de rapina do mundo e vive nas florestas tropicais do México à Bolívia e em grande parte do Brasil, principalmente no Estado do Amazonas. As aves de rapina são carnívoras e com visão muito aguçada e enxergam em média duas vezes mais que o homem. Conheça essa gigante dos ares!

Programa da Tarde - Rede Record - 16/05/13

06/07/2012

Jornalistas "descobrem" coruja buraqueira nas praias do Rio

.
O apresentador jornalista Márcio Gomes, por quem tenho grande simpatia, termina a matéria dizendo que "as corujas aproveitam toda nossa hospitalidade...". Gente, é um sem noção, né? ou melhor, é o retrato vivo do antropocentrismo.... Engraçado, é que depois de milênios, descobriram estas corujinhas maravilhosas que habitam lá... qual!!!!


RJTV - Rede Globo - 05/07/12

.

23/05/2012

Corujas domesticadas são abandonadas depois da ‘febre’ de Harry Potter

.
Pois é... humanos e suas visões especistas e antropocêtricas...

Crédito: Shutterstock

'Se você é fã do bruxinho, com certeza já quis ter uma “Hedwig”, a grande coruja branca de Harry Potter. Só que muitas pessoas que resolveram realizar esse sonho e compraram corujas domesticadas acabaram abandonando os animais depois do fim da série. No Reino Unido, várias entidades de proteção estão lotadas de aves resgatadas ou doadas – e acredita-se que muitas mais podem ter sido soltas na natureza, correndo risco de morte por não saberem se alimentar sozinhas.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪