Mostrando postagens com marcador combater. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador combater. Mostrar todas as postagens

08/10/2017

Protetores lutam para combater casos de maus tratos aos animais, em CG - PB

Vejam que deprimente, Audiência pública e só comparecem 9 dos 23 vereadores da cidade. Aqui no Rio não é diferente não.... Acho que em todos os municípios deve acontecer o mesmo. É lamentável!!!! a proteção animal presta um serviço à sociedade e o poder público ignora e demonstra seus desprezo pelo tema. Eita políticos podres que temos!!!!!
------------

26/11/2016

Como pombas podem ajudar a detectar câncer de mama

Animais são infinitamente superiores a nós reles humanos.....
------------------------
Pesquisas recentes apontaram que pombas teriam a capacidade de identificar tecido canceroso em mamografias e imagens digitalizadas.

Um estudo, divulgado na publicação científica Plos One, apontou que pombas acertaram 99% dos casos.

As pesquisas, lideradas pelo professor de

18/12/2015

CPI aprova relatório final com propostas para combater maus-tratos a animais

Eu gosto dos irmãos Tripoli porque desde que começaram suas carreiras na política estiveram apoiando a causa animal. Mas, estou dando um voto de confiança a este trelelê de CPI dos maus-tratos aos animais. 

Quero que tudo dê muito certo, porque eu, até hoje, não entendi a finalidade dela... Mas, eu sou meia tapadinha e posso estar demorando a entender, né mesmo? Agora, pelo jeito a caça ficou esquecida, segundo a reportagem abaixo. Vamos confirmar quando o relatório estiver disponível:
------------------
Colegiado votará nesta quarta-feira destaques ao parecer do deputado Ricardo Tripoli. Entre outros pontos, texto aprovado propõe fiscalização mais rígida das pesquisas científicas com animais; aumento de recursos para os centros de zoonoses; e proibição do abate de cavalos com fins comerciais ou para alimentação
A CPI dos Maus-Tratos a Animais aprovou, nesta terça-feira (15), o relatório final elaborado pelo deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP). Com mais de 500 páginas, o parecer faz três indicações

19/11/2015

Ibama defende gradação de penas para combater maus-tratos de animais

Estou endossando.... estas penalidades sempre foram uma coisa absurda....
------------------------
Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
O coordenador de Operações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Roberto Cabral, defendeu nesta quinta-feira (12) uma gradação de penas para quem maltrata animais no Brasil.

Na opinião de Cabral, o País não pode continuar com a pena de detenção de seis meses a um ano para quem caça, mata ou vende animal silvestre, prevista na Lei de Crimes Ambientais (9.605/98). Para quem maltrata, fere ou mutila animais silvestres ou domésticos, a pena é de detenção de três meses

11/06/2014

Disque Denúncia cria canal para combater crimes ambientais RJ



Estas coisas, só conferindo.... Durante muito tempo, a Linha Verde do IBAMA dava nosso telefone para quem queria denunciar maus-tratos aos animais.... eles só consideram o sofrimento dos animais silvestres....
------------------------------------
Revista Eletônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.
Como parte das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, o Disque Denúncia, criou o Programa Linha Verde - uma parceria com a Secretaria de Estado do Ambiente, que busca contribuir com o desenvolvimento socioambiental atuando também nas áreas de educação e conscientização ambiental e preservação do meio ambiente.

Nos últimos anos, o Disque Denúncia passou a identificar que há um grande contingente de denúncias recebidas de crimes ambientais, especialmente contra à fauna e flora, bem como ameaças às áreas de Preservação Permanente e às unidades de Conservação.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪