Mostrando postagens com marcador coelho da Páscoa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador coelho da Páscoa. Mostrar todas as postagens

14/04/2017

Coelho casa com galinha e é por isso que o coelho da páscoa põe ovos...


Achei este vídeo enviado por leitor super bem feito e engraçado porque discute o porquê os coelhos "colocarem" ovos da páscoa..... Vale a pena ver.... Mas, depois leiam o texto publicado pela ANDA.
-----------------------

=========================

Coelhinho da Páscoa não são brinquedos
A tradição do coelhinho da Páscoa, trazida para a América por imigrantes alemães no início do século XVIII, se difundiu pelo Brasil e é celebrada com muitos presentes e ovos de chocolate. A data é associada à fartura e à bonança, e sendo o coelho um dos animais mais férteis, acabou se tornando o símbolo da festividade. Um único casal de coelhos pode gerar até 100 filhotes em um só ano. E é aí que mora o perigo. 

Entusiasmados com a data, muitos pais acabam dando o animal de presente a seus filhos. Mas o que é bom ressaltar, é que apesar de serem peludos e fofinhos, eles não são brinquedo e requerem muito cuidado e dedicação em sua manutenção. Por isso, antes de adquirir um animal, é preciso levar em conta suas características, necessidades, hábitos e a disponibilidade de recursos e tempo que se tem para cuidar dele. Os coelhos necessitam de água, comida, higienização constante de seu espaço, e é claro, atenção e carinho. Vivem em média 10 anos, período em que precisam de ração específica com muitas folhas, acompanhamento veterinário, escovação diária do pelo, exames de fezes periódicos, entre outros cuidados. 

“Além disso, é fundamental castrá-los, pois além da procriação desenfreada das fêmeas, os coelhos não castrados marcam território o tempo todo fazendo xixi”, diz a veterinária Marcela Ortiz, especialista em animais exóticos. Mesmo tendo as gaiolas como abrigo, precisam de pelo menos quatro horas de exercícios diários e, como bons roedores que são, é preciso ter cuidado com fios entre outros objetos expostos na casa. “Nesta época do ano, muitos desses animais morrem ou ficam com sequelas neurológicas devido a quedas do colo de crianças. Por isso a conscientização dos adultos quanto ao fato de não serem brinquedo, é fundamental”, diz Marcela.

Cuidado com os coelhos:
– Os animais devem ter um espaço generoso em casa para que possam circular. Caminhar é importante para manter o trato digestivo do animal. Além disso, coelhos que ficam presos por muito tempo podem se tornar ariscos

– É importante fazer a higienização diária do local onde o coelho irá ficar, para preservar a saúde do animal e evitar doenças

– Gaiolas de arame (metal ou ferro) e o contato direto com a urina podem causar lesões nas patas do animal

– Disponibilize sempre brinquedos apropriados para que o coelho possa roer

– Os coelhos são animais silenciosos, portanto, evite deixá-los em locais com muito barulho

– Oriente sempre as crianças a não pegarem o coelho pelas orelhas; a forma correta de segurá-lo é com uma mão no dorso e a outra embaixo das patas traseiras, como se ele estivesse sentado

– O pelo do animal deve ser escovado todos os dias com uma escova de cerdas macias.

– Os coelhos são herbívoros e devem se alimentar de ração apropriada para a espécie e de verduras verde-escuras, como a couve, o almeirão, a mostarda, entre outras

– Coelhos são sensíveis a altas temperaturas. Deve-se evitar deixá-los em locais acima de 20º C

– Os coelhos devem ser sempre supervisionados para evitar acidentes, pois são propensos a roer fios variados, comer plantas tóxicas e a sofrerem traumas, já que são agitados e costumam se debater

21/03/2016

De onde vem os coelhinhos da páscoa... O início da tragédia.

Pois é, ele vende, uns compram e a maioria abandona... Sobra p´ra quem? p´ra todos nós e p´ra nossa querida Sabine do Adote um Orelhudo de Floripa. Em SP tem a Shern Iod que faz o mesmo trabalho junto a referida ONG.
----------------------
Agricultor investe na criação de coelhos para aumentar renda familiar
Criador de Perobal, no noroeste, vende cerca de 150 animais por mês. Para evitar grande quantidade de bichos, reprodução é controlada

video

Na busca por variar e aumentar a renda familiar, um agricultor de Perobal, no noroeste do paraná, decidiu criar coelhos. Esse tipo de criação não é comum na região, mas Marcelo de Abreu garante

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪