Mostrando postagens com marcador coala. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador coala. Mostrar todas as postagens

06/07/2017

Katy Perry faz piada com caça a coalas, animais em perigo de extinção, e causa polêmica na Austrália

Olha o desserviço da palhaça!!!!! um monte de gente trabalhando para evitar um dos motivos do coala entrar em extinção (ataque de cães) e a bestalhona fala uma caquinha desta!!!!! Agora não adianta apagar nada não, mané!!!! todo mundo já sabe..... Não devia ter falado... agora, aguenta!!!!! Se bem que sempre acho que este tipo de coisa visa promoção... negativa, mas, promoção sobre sua turnê.... Tomara que seja boicotada em todos os lugares que for cantar....
------------
A cantora Katy Perry gravou um comercial para promover a sua turnê Witness na Austrália, mas acabou gerando revolta dos australianos e de grupos defensores dos animais.

Num vídeo em tom cômico em parceria com a empresa Myer, uma grande rede de lojas de departamento, Katy diz para o seu cãozinho para “caçar coalas”. Além de ser animal símbolo da Austrália, o coala está em perigo de extinção. De acordo com o site de notícias australiano Courrier Mail, a Myer agora corre para apagar os comentários de Perry, que são chamados de “nojentos” por grupos de defesa dos animais.

Segundo a veterinária Claire Madden, mais de 110 coalas são mortos todos os anos por cães no estado australiano de Queensland. “O ataque de cachorros a coalas é uma das principais ameaças”, afirma Madden.

“Perry é um modelo para vários jovens”, diz a veterinária. “Isso destrói todo o bom trabalho que nós fizemos tentando encorajar as pessoas a não deixar seus cães em contato com coalas.”

A cantora de Chained To The Rythm ainda não se manifestou, mas a Myer respondeu ao Courrier Mail em nota. “Nós estamos conscientes dos comentários referentes ao comercial da turnê Witness de Katy Perry e uma referência aos coalas. Estamos removendo o material que faz a referência aos coalas.”

Veja abaixo o polêmico vídeo com Katy Perry:

21/05/2017

Coala pode desaparecer de algumas paisagens da Austrália, diz estudo

Mais um desastre na Austrália!!!! eu não entendo este país!!!!!! 
--------------------
Causa é o desmatamento provocado pela urbanização e o desenvolvimento agrícola e da mineração, de acordo com a ONG WWF.
O coala, o mamífero símbolo da Austrália, corre o risco de desaparecer de certas pontos do país por causa do desmatamento provocado pela urbanização e o desenvolvimento agrícola e da mineração, de acordo com um estudo divulgado pelo World Wide Fund for Nature (WWF).

"O desaparecimento varia conforme a pressão a que estejam expostos, mas em algumas áreas os coalas poderiam sumir em 20 anos se o seu habitat continuar sendo destruído", disse à Agência Efe Christine Adams-Hosking, autora da pesquisa.

Conforme o estudo, o corte de árvores reduziu 53% e 26% a população de coalas nos estados de Queensland e Nova Gales do Sul, respectivamente. Somente na Koala Coast, uma zona prioritária de desenvolvimento desse animais no sul da cidade de Brisbane, a população diminuiu em mais de 80% de 1996 a 2014.

Os estudos de densidade populacional de coalas realizados pelo WWF também mostram que a situação é grave no sudeste de Queensland. Estima-se que por lá 179 coalas teriam morrido entre 2013 e 2015, em uma área de 44 quilômetros quadrados.

O coala, que em língua aborígene significa "não beber" - já que 90% de sua hidratação tem origem nas folhas de eucalipto que consome -, é considerada uma espécie vulnerável em Queensland, Nova Gales do Sul e no Território da Capital Australiana. Esses mamíferos marsupiais vivem na Austrália há 25 milhões de anos, mas desde a colonização europeia perderam espaço para os desenvolvimentos urbano, agrícola e mineiro e também pela mudança climática e a comercialização de sua pele, muito comum até os anos 30.

Em algumas regiões, além disso, os coalas foram sacrificados por culpa da clamídia, uma bactéria que produz lesões genitais e nos olhos, causa infertilidade e cegueira nos animais e pode levar à morte.

Para Christine, o desaparecimento desses animais é o "sinal de uma catástrofe maior", porque o lugar onde eles vivem são sumidouros de carbono e os serviços naturais dos ecossistemas estão sendo destruídos. Entre outros benefícios, a presença do coala permite a polinização das plantas e contribui para manter os solos saudáveis.

A perda do habitat também acarreta outros riscos para a espécie, que se vê obrigada a encontrar um novo lugar, correndo o risco de ser atropelada (um coala precisa, em média de 40 segundos para cruzar uma via) ou de ser atacada por cães (domésticos ou dingos). Nesse tipo de incidente, geralmente, eles não sobrevivem aos ferimentos causados.

Com a mudança climática, os coalas das zonas mais afastadas vivem outro problema: precisam enfrentar um clima mais quente e a menor disponibilidade de água, de acordo com a pesquisadora.
"Os governos e as comunidades deveriam pensar de forma estratégica a não destruição do habitat dos coalas", enfatizou a pesquisadora.

Em sua opinião, expandir as florestas com abundante população destes animais e "criar zonas seguras perto dos rios com eucaliptos" são um caminho para evitar sua extinção. O coala, um animal muito delicado e especialmente sensível a qualquer mudança no meio ambiente, costuma permanecer 20 horas por dia cochilando ou descansando e utiliza as quatro horas restantes para se alimentar de folhas.

Fonte: Globo Natureza

16/01/2017

Australiana ajuda coala a matar a sede com água de mangueira

Vocês não tem ideia do abafamento que está aqui no Rio.... um horror!!!! daí achei esta postagem bem apropriada para lembrar que animais estão sofrendo também.....
--------------------
Uma australiana, identificada apenas como Courtney, percebeu um coala sedento em um árvore no quintal e decidiu ajudá-lo oferecendo a água da mangueira.Sem hesitar, o animal aproveitou a oferta e matou a sede sem sair do alto de um galho.O encontro foi registrado em vídeo, e publicado no Facebook em 4 de janeiro. O vídeo alcançou mais de 1,4 mil visualizações, e serviu para conscientizar outras pessoas sobre a importância de ajudar os animais, principalmente em dias muito quentes.

06/10/2016

Borboleta invade gravação e faz 'amizade improvável' com coala

Que coisinha mais lindinha, modeuzu.....
------------------
Era para a coala Willow ser a grande estrela da gravação de um vídeo sobre as iniciativas sustentáveis do Symbio Wildlife Park, próximo a Sydney, na Austrália. Mas quem roubou a cena foi uma borboleta, que entrou de penetra na filmagem. Aparentemente, a jovem coala não se incomodou - pelo contrário: os dois animais parecem ter feito uma "amizade improvável".

10/06/2016

Coalas estão ameaçados por epidemia de clamídia, ação humana e cachorros

Quem merece? a Austrália é um país que não dá para entender..... Há um ano atrás publicamos a postagem: Risco de abate de coalas em colônia australiana superlotada... E agora os pobres estão com clamídia? Tem dó!!!! Se quiserem ler o que publicamos a respeito dos colas cliquem AQUI e  AQUI
------------------------ 
SYDNEY - Um cheiro doce e podre enche o ar quando Sherwood Robyn, uma coala de 12 anos, é trazida para uma sala de exames no primeiro hospital na Austrália para os marsupiais peludos. De longe, ela parece sadia. Mas uma inspeção mais próxima mostra a "virilha molhada", um sintoma claro da infecção por clamídia que já é epidêmica entre os coalas, símbolos da Austrália, único lugar no mundo onde vivem.

A clamídia está entre os coalas há algum tempo, podendo causar cegueira, infertilidade e até a morte. É uma cepa diferente da doença que atinge os humanos, e cientistas acreditem que pode ter se espalhado a partir do gado trazido pelos colonizadores.

Robyn já está nos estágios avançados da doença sexualmente transmissível e deve ter uma morte

22/10/2015

Coala atrás de comida tenta entrar em uma casa - Austrália

Pobres animais.... os coalas estão perdidos na Austrália.... e dizer que este animal é símbolo, junto com os cangurus, daquele país.....
Fonte: Daily Mail
---------------------------------------
Um casal de turistas tiveram uma visita surpresa quando um coala tentou entrar em sua cabana à beira-mar. O coala faz o seu caminho com confiança através do pátio antes de parar na porta da frente, onde ele faz uma pausa por um segundo. "Hi! Oi!" a mulher diz, antes de romper em gargalhadas incrédulo. "Isso é uma coisa muito rara. Eu nunca vi isso ", diz ela enquanto o coala examina um capacho. "Eu acho que ele está com fome ou com sede, seu companheiro especula. Coalas são animais solitários que vivem em áreas de vida bem definidos. Eles raramente se aproximam as pessoas e pode tornar-se angustiado com o contato humano.

21/10/2015

Coala é atropelado na Austrália, fica preso na grade de carro e sobrevive

Ontem, eu publiquei a foto de um coala perdido num lugar que já fora uma floresta, ou melhor, o local onde era sua casa.  Daí, nosso leitor Berin nos mandou a matéria que nos dá conta do quanto mais os animais estão perdidos nesta nossa pilhagem do planeta. Os ursos americanos, os javalis europeus, os coalas australianos e outros tantos, nos sinalizam os estragos que estamos fazendo. Em junho publicamos esta postagem  Risco de abate de coalas em colônia australiana superlotada e, lamentavelmente, estes animais foram abatidos em segredo..... Como entender esta vida, meu  Jesuis Cristinho!!!!! Nosso Pai jogou a toalha?
----------------------------------------
Loren Davis estava a 100 km/h quando atropelou o animal.
Mulher chegou a pensar que havia matado o coala.

Um coala sobreviveu após ficar preso na grade frontal de um carro em Adelaide Hills, na Austrália. A motorista Loren Davis estava a 100 km/h quando atropelou o animal. A mulher só

20/10/2015

Coala faminto vaga atordoado por região desmatada na Austrália

Que tristeza, meu Deus!!!!! o que estamos fazendo com este planeta? pilhando sem dó nem piedade.... vamos transformar a Terra em Marte em breve....
Fonte: Daily Mail
Colaboração: Helô Arruda
--------------------------
Fotos de partir o coração mostram um coala faminto vagando por uma pilha de madeira derrubada por um empreendimento residencial onde antes existiam as árvores que ele chamava de casa.

O coala – que recebeu o nome de Ash - foi resgatado pelo Wildcare Austrália na segunda-feira quando foi encontrado vagando impotente por uma área recentemente desmatada para dar lugar a casas na Gold Coast de Queensland. A floresta em Pimpama deve ter sido a casa do coala

05/06/2014

Abraçar árvores: a estratégia dos coalas para fugir do calor

Que coisinha mais linda estes bichos, não? Olha, eu adoro abraçar árvores, mas, não é pelos mesmos motivos que o coala.... acho que a energia que existe nas árvores é um bálsamo quando estamos deprimidas....
_______________

Revista Eletônica "O Grito do Bicho" - www.ogritodobicho.com
O irresistível coala raramente bebe água e não tem glândulas sudoríparas, o que sempre intrigou os cientistas, que queriam saber como os animais se refrescam do calor.

Zoólogos anunciaram nesta terça-feira ter descoberto o segredo do mamífero: abraçar árvores, pois seus troncos podem ser alguns graus abaixo do que os arredores.

Os coalas têm altas taxas de mortalidade quando são registradas ondas de calor. Incapazes de suar, eles respiram de forma ofegante como estratégia para se refrescar, mas na natureza, eles raramente bebem água e quando precisam fazê-lo, o recuso costuma ser escasso.

Como escaladores de árvores, os coalas não costumam buscar superfícies frias e sombrias como muitos outros animais.

Ansiosos por desvendar o segredo do marsupial, uma equipe de zoólogos observou 37 coalas na natureza durante inverno e verão no sudeste da Austrália, em 2009, 2010 e 2011.

Nos dias mais quentes, eles descobriram que os animais se posicionavam mais frequentemente com os membros esticados de forma que pareciam abraçar o tronco das árvores ou ramos mais baixos.

Quanto mais quente fica, mais baixo os marsupiais ficavam nas árvores e com mais frequência em árvores diferentes do eucalipto, sua fonte de alimentos.

Isto poderia ser explicado porque o eucalipto é apenas de 1,46 a 1,87 grau Celsius mais frio do que a temperatura do ar, enquanto a acácia é 5ºC mais fria.

Com base em suas observações, os estudiosos concluíram que os animais perdem substancial calor corporal em contato com os troncos das árvores quando faz calor.

FONTE: Terra

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪