Mostrando postagens com marcador chutes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador chutes. Mostrar todas as postagens

21/02/2017

Vídeo mostra mulher agredindo cadela com chutes e tapas em rua de Macapá

Mas, que mulher nojenta....
--------------------
Dona do animal recebeu imagens e conta que vai formalizar uma denúncia. 
Caso teria ocorrido na quinta-feira (16), no bairro Universidade, na Zona Sul.

A professora Cristiane Mesquita, de 40 anos, conta que se surpreendeu quando chegou do trabalho, na quinta-feira (16), e recebeu um vídeo de um vizinho. Nas imagens registradas por um circuito de segurança, uma mulher que passa pela rua agride com chutes e tapas a cadela da professora.


Cristiane detalha que quando saiu para trabalhar não percebeu que a cadela, da raça vira-lata, tinha saído da casa. Ela mora num residencial fechado, localizado no bairro Universidade, Zona Sul de

24/10/2016

Chutados e arremessados: investigação revela tortura de patos em matadouro

Mais uma denúncia.... é uma barbaridade o que fazem com estes animais em granjas, matadouros e abatedouros..... Isto lá nos EUA, onde existem leis e fiscalização, agora, imaginem em ouros lugares.... Aqui no Brasil, ninguém se habilita, né mesmo?
------------------------
Um vídeo feito pela PETA no Culver Duck Farms — o segundo maior matadouro de patos dos EUA — revela que os animais foram chutados, jogados, arremessados contra paredes e mantidos em isolamento por semanas.

De acordo com o site do matadouro, o Culver fornece carne de pato para a Harris Teeter, The Fresh Market e outras redes de mercados pelo país e afirma: “Se você for para uma Chinatown

11/08/2016

Detido em Santa Cruz do Capibaribe suspeito de matar cachorra a pauladas

ATUALIZAÇÃO:
-----------------
Este cara tem parte com o coisa ruim..... como alguém normal pode ter esta coragem? 
-----------------
Um homem de 33 anos foi detido na segunda-feira (8) suspeito de matar uma cachorra a pauladas em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco. A ação foi flagrada por câmeras de segurança. No vídeo, é possível ver o animal sendo agredido com pauladas e chutes.


De acordo com a Polícia Civil, a agressão ao animal aconteceu no fim de semana, no Bairro Cruz Alta. A cachorra não resistiu à gravidade dos ferimentos. O suspeito vai prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil do município.

Fonte: G1

07/01/2015

Vídeo de touro morto a pauladas por 20 pessoas gera indignação na Colômbia

Meu Deus, se você conseguir me fazer entender uma barbárie destas, eu vou andar de 4 o resto da vida...... Parece muito com nossa farra do boi..... Ontem mesmo publicamos sobre uma ativista que faz o seu protesto contra as touradas naquele país. Se não leu, VEJA AQUI.
------------------------------------
A morte brutal de um touro por 20 pessoas, que golpearam o animal, deram pauladas, facadas e pedradas durante as festas de uma cidade no norte da Colômbia gerou indignação no país e inclusive a reação do ministro do Meio Ambiente, Gabriel Vallejo.
Os fatos, gravados em um vídeo que se tornou viral na Colômbia, ocorreram no município de Turbaco, no departamento de Bolívar.
No vídeo, divulgado no YouTube, é possível ver como um grupo de pessoas persegue o animal, que é atingido com pedradas e paus até que

13/05/2013

Mulher e criança agridem cruelmente um filhote de cão

Eu fico pensando na quantidade de casos idênticos que nem ficamos sabendo. Não temos como "fiscalizar" e acompanhar  para saber a hora que o tal "serumano" vai ter sua diarreia mental. É muito nojento saber que uma mulher é capaz de praticar atos desta natureza. Igual ao caso da Lana, a york lá de Formosa, recentemente outra agressão que publicamos e agora esta. O Jornal Zero Hora (matéria ao final), mostrou o vídeo do cachorrinho passando bem e já na casa do sub-síndico... que horror!!!!!!!!!


CENAS FORTES

Publicado em 10/05/2013
Mãe ensina filho a maltratar cachorro em condomínio Rossi Viva Porto Alegre
____________________________

CENAS FORTES

Publicado em 11/05/2013 - (com 10 minutos)
Mulher tortura cãozinho em Porto Alegre
Este fato ocorreu em Porto Alegre na data de 10/05/2013 (sexta-feira).

ATUALIZAÇÃO 12/05/13 1h35min - O cão apresentou uma grande melhora e inclusive já está na casa do homem que ajudou a salvá-lo, que é o mesmo que prontificou-se a adotar.
A mulher declara abertamente seu ódio por animais de estimação, enquanto o cachorro da raça poodle de porte pequeno chora ao fundo. Em seguida, a mesma declara crimes anteriores relacionados a gatos de estimação, ironizando a situação, continuando as agressões ao animal e declarando-se usuária de drogas, possuindo as mesmas guardadas na sua própria casa. Ela ensina e incentiva a criança presente no vídeo a agredir o mesmo e diz que animais não servem para ser amados, mas sim para serem agredidos e odiados (tudo isso também na presença de outra criança recém-nascida). A mulher ainda (demonstrando sua deficiência mental) compara-se a vilões de telenovelas. O cachorro chora e agoniza em um canto do espaço.
Na sequência, mostra o cachorro sendo arremessado e se isolando no mesmo canto onde se refugiou anteriormente, e acaba por defecar devido ao medo, estresse e choque.
Em seguida,o vídeo mostra a agressora limpando as fezes do animal e continuando as agressões ao mesmo.
A partir deste momento, as imagens são fortes, onde a agressora e a criança influenciada distribuem chutes ao animal. Logo após, o menino o arremessa no chão e ele recebe em seguida um chute da agressora novamente, ficando inconsciente. Após isso, ela recolhe o animal e o vídeo encerra-se.
Após isso (não possuo filmagem), a mesma corre em desespero pedindo ajuda aos porteiros do condomínio, colocando-se como vítima na situação. Logo após, deixa seu apartamento com os filhos e o cachorro na sacada, agonizando. Juntei-me com outros moradores, pegamos o cachorro e o medicamos, fazendo-o recuperar a consciência. Um tempo depois a agressora retorna ao apartamento, exige a devolução do animal e continua a expressar-se como vítima, sem saber que possuo provas que a incriminam.

__________________
ENDEREÇO DO LOCAL INDICADO NOS COMENTÁRIOS:
Condomínio Rossi Viva, Porto Alegre,
Avenida Protásio Alves,
Rua Ney da Gama Ahrends, 295 - Protásio Alves - Porto Alegre - RS
__________________
Matéria do G1
Vizinhos gravam vídeo e denunciam maus-tratos a cão em Porto Alegre
__________________
Matéria completa do ZERO HORA
Vídeo mostra agressão de cachorro em Porto Alegre

Compilados em 10 minutos e 36 segundos de gravação, quatro vídeos postados na internet no sábado chocam pelo conteúdo: com uma criança no colo, uma mulher agride o cachorro da família e estimula o filho a fazer o mesmo, a pontapés, na sacada de um condomínio da Zona Norte de Porto Alegre.

As imagens foram feitas por um vizinho da agressora na sexta-feira. Intrigado com o choro incessante do poodle toy filhote adotado pela família dias antes, ele usou o celular para registrar as agressões.

— Cheguei em casa por volta do meio dia. A primeira gravação foi pouco depois das 13h. A cada meia hora, ele começava a chorar de novo. Fui bem cauteloso para conseguir filmar sem que ela me visse. A última gravação foi feita pelas 16h, quando ela deixou o cachorro desacordado na sacada e foi pedir ajuda — conta.

Durante as gravações, ouve-se a voz da mulher ironizando o gosto por animais e expulsando o cão de dentro de casa — algumas agressões reproduzidas pelo filho mais velho, que aparece atirando o filhote no chão e o chutando contra a parede.

Por duas vezes, o cachorro surge deslizando da porta de casa até o muro da sacada. Pouco após sete minutos da gravação postada na internet, a mulher diz para o filho:

— Todos os cachorros, todos os bichos que tu vê na rua, a gente não trata bem, a gente vai lá e bate. Escutou?

Segundo vizinhos, após a agressão, a mulher saiu com as duas crianças do apartamento e dirigiu-se à portaria do prédio pedindo socorro. Chorando, teria relatado estar preocupada com o estado de saúde do cachorro.

Preocupados com o animal, três moradores do condomínio o retiraram da sacada da mulher. O cão foi devolvido à família até a chegada do síndico, que convenceu o marido da agressora a entregá-lo.

Dono de uma clínica veterinária, o síndico ficou com o animal na noite de sexta-feira e o levou para exames no dia seguinte. De acordo com o empresário, o animal passa bem.

— O dono entendeu que a mulher não tinha condições de ficar com o animal. Teve um ato consciente, entregou o cachorro com carteirinha de vacinação, inclusive. Apesar das imagens fortes, ele não tinha fraturas externas, nem internas. Fizemos os exames e o deixamos ele em observação durante todo o dia — conta.

Depois de passar o dia na clínica veterinária, o cachorro foi adotado pelo subsíndico do prédio. O caso foi levado à Polícia Civil e à Secretaria Especial de Direitos Animais (Seda).

A secretária especial de Direitos Animais, Regina Becker, diante da presença das crianças no vídeo, o Conselho Tutelar foi acionado para verificar a possibilidade de afastamento do convívio de mãe e filhos.

— O que mais preocupa são as crianças. Relatos dos vizinhos dizem que esta senhora tem um comportamento violento com os filhos. A questão com os animais é um processo educativo. Quem é estimulado a agredir animais na infância normalmente se torna um adulto agressivo com outras pessoas também. Quanto ao animal, sabemos que passa bem e está em processo de adoção.

De acordo com a secretária, somente em abril foram encaminhadas 8 mil fiscalizações por denúncias de maus-tratos a animais em Porto Alegre. É possível denunciar através do 156 Fala Porto Alegre.

Procurada por ZH, a agressora não foi encontrada no condomínio. Segundo relato de uma vizinha, a mulher deixou o apartamento de cabeça coberta, com duas malas, o marido e os dois filhos por volta das 18h.

Um dia depois de ser eleito subsíndico do condomínio onde ocorreram os maus-tratos, o morador que adotou o cachorro deixava o prédio no começo da noite quando falou a ZH. Ele recolheu o animal da sacada da vizinha para prestar socorro.

— No momento em que eu vi o filhote, não agi como síndico. Foi impulso. Quando o marido dela resolveu se desfazer, me ofereci na hora para ficar com ele _ lembra.

Dono de outros dois cachorros _ hospedados na casa de parentes próximos _, e pai de uma menina de um ano e três meses, conta conta que já pensava em adotar outro para crescer com a filha.

— Quero que ela se acostume desde cedo a conviver com animais. O cachorro é manhoso, quietinho. Mas já comeu e brincou. Agora está tudo bem.

Links do Zero Hora:
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/05/video-mostra-agressao-de-cachorro-em-porto-alegre-4135373.html
____________________
Matéria do Terra - com foto das crianças e do casal
Mãe e filho batem em filhote até o mesmo desmaiar
_____________________

video
Mais Você - Rede Globo - 13/05/13

_________________________

video
Bom dia Rio Grande - 13/05/13

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪