Mostrando postagens com marcador cemitério do Caju. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cemitério do Caju. Mostrar todas as postagens

27/10/2011

LEISHMANIOSE NO RJ... QUAL DEVERIA SER O ALVO?

Por questão de inteligência, considerando esta imagem, o que deveria ser o alvo e
atenção para solucionar o problema da leishmaniose?


Soube ontem que o bairro do CAJU foi reconhecido, oficialmente, como o primeiro foco de leishmaniose em área urbana do nosso Estado. O bicho tá pegando!!!! As áreas de contaminação são alarmantes e se tem notícia de casos em vários outros bairros cruzando a cidade de ponta a ponta.

O pior de tudo é que, no Caju, sendo área carente (várias favelas), as pessoas estão detonando seus animais ou abandonando nas ruas de outros bairros Tá um desespero só!!!!! Recebi e-mail de leitora pedindo que eu ajudasse uma moradora local que está apavorada de perder seus cães.

E saber que tudo isto explodiu por causa de uma protetora que denunciou dois casos de cães (supostamente recolhidos no Cemitério) aos órgãos públicos do Município do RJ!!!!

Acontece que todo mundo sabe que pipocam casos aqui e acolá, mas, enquanto não se tinha uma denuncia oficial, os veterinários estavam mantendo a coisa meio que reservada, inclusive, porque medicam os animais conseguindo bons resultados (pelo que fui informada).

Para recordarem do caso do Cemitério do Caju, início de tudo, vejam as postagens abaixo, onde informamos desde a morte do ex-administrador do cemitério:

http://www.ogritodobicho.com/2010/05/protetor-de-animais-e-administrador-do.html
http://www.ogritodobicho.com/2010/08/noticias-dos-caes-do-cemiterio-do-caju.html
http://www.ogritodobicho.com/2010/12/os-caes-do-cemiterio-do-caju-nao-serao.html
http://www.ogritodobicho.com/2011/08/urgente-caes-com-leshimania-municipio.html
http://www.ogritodobicho.com/2011/08/urgente-precisamos-de-local-para.html
http://www.ogritodobicho.com/2011/08/urgente-continuamos-pedindo-ajuda-para.html
http://www.ogritodobicho.com/2011/08/o-destino-dos-caes-do-cemiterio-do-caju.html


Ah, importante dizer que o Cemitério do Caju, onde a história começou por causa da "tal protetora denunciante", está sendo multado porque, mesmo depois de todos os cães serem mortos, continua sendo um foco do mosquito transmissor.

Pelo que soube, se o tal administrador do cemitério (aquele que tocou pavor na pobre protetora que mantinha o canil do falecido marido lá dentro) não resolver a parada até segunda-feira será novamente multado e o cemitério poderá até ser interditado.... Legal!!!!! estarei aplaudindo o CCZ do Rio de Janeiro pela coerência de ações de saúde publica!!!!
.

02/08/2011

URGENTE, PRECISAMOS DE LOCAL PARA ABRIGAR CÃES POSITIVO DE LEISHMANIOSE - RJ

Bem, o caso está servindo para que cheguemos a algumas conclusões, ou seja, fazer proteção animal requer estarmos antenadas com a legislação vigente no país e termos a consciência do que se pode fazer pelos direitos dos animais. Vamos lá:

1 - os animais para os quais pedi UM ESPAÇO para alojá-los, estão em área considerada pública, já que se trata de um cemitério. O antigo administrador deste local, como era um protetor de animais, acabou construindo um grande canil lá dentro para animais abandonados. Quando estivemos conveniadas com a Prefeitura do RJ, foi lá que realizamos o projeto piloto para atendimento de abrigos de cães e gatos na cidade (1999). Na época, conseguimos atender a 12 abrigos, comprovadamente documentado. Infelizmente, sem o convênio, não pudemos continuar e todos se viraram do jeito que puderam.

2 - acontece que este administrador morreu (há quase dois anos) e o atual, exigiu a retirada dos mesmos das dependências do cemitério. Conseguimos que o Dr. Zarur, presidente da Santa Casa de Misericórdia (este cemitério pertence a ela) garantisse a permanência dos animais no local.

3 - mas, nesta época que o administrador atual estava exigindo a saída dos cães, uma protetora chamada Sonia, retirou 4 animais e levou para casa. Recentemente, dois deles apresentaram a doença leshimaniose e ela levou para sacrificar no Instituto de Veterinária do Município do RJ. O papel da direção do órgão era de notificar aos órgãos de Saúde Pública. Eles o fizeram, incluindo a informação desta mesma protetora que tais animais eram oriundos do cemitério.... mui amiga, não?

4 - bem, vários técnicos foram ao local, recolheram sangue de cada cão. Tal material foi analisado por 4 instituições diferentes. O IJV e o Nutels confirmaram que todos estavam positivados. A Fiocruz, também, confirmou e, inclusive, achou o raio do mosquito palha e a positividade nos ratos que foram examinados. Quer dizer, relaxa porque é inevitável....

5 - A Leda, viúva do Sr. Paulo, que é a responsável pelos animais no trato e alimentação, está acompanhando toda situação. Pela legislação, os animais deveriam ser mortos. E aí aproveito para fazer um questionamento sério para os profissionais da saúde dos animais no próximo item.

6 - Recebi uma quantidade enorme de material sobre leishmaniose, inclusive, vindo de veterinários do mais alto gabarito contendo opiniões do Conselhos de Veterinária e ANCLIVEPA, dizendo que é questionável a validade de matar os animais. Valeu... legal... mas, o que eu queria saber é do porquê nenhum destes profissionais com teses e monografias super embasadas não batem na porta do Ministro da Saúde e dizem assim: olha, precisamos conversar e modificar a situação a respeito. Se eu, sheila da silva, ligo e falo com qualquer autoridade para apresentar o problema, o que está faltando nesta classe para resolver a parada?

7 - Tem um troço ridículo rolando que é um PL que proíbe a morte dos animais com leishmania... Jesus amado, porque pegar um caminho tão longo e que só vai beneficiar a ficha política de um deputado? Gente, bater a porta do ministro é fácil... porque não fazem? vamos juntar umas 4 pessoas entendidas no tema (eu não sou uma delas) e vamos à Brasília conversar com o cara? eu marco o encontro e vou acompanhando para contribuir na discussão... alguém topa?

8 - Queria frisar que PRECISAMOS URGENTE DO ESPAÇO para levar os animais do cemitério, pois, do contrário serão mortos sim. Não só porque é a DECISÃO FEDERATIVA que os técnicos do CCZ terão que cumprir, mas, porque teremos a opinião pública toda contra nós se o administrador do cemitério utilizar esta desgraceira para se livrar dos animais como sempre desejou. Diga-se de passagem que conversei com ele por duas vezes e se mostrou irredutível, inclusive, sendo bem grosseiro.

9 - Finalizando, queria dizer que o amadorismo da proteção animal fica bem explicitado nesta questão quando volta suas baterias para os veterinários que são obrigados a fazer este "serviço sujo". Vocês acham que eles querem fazer isto? chamá-los de assassinos é, no mínimo, insensatez. E vou depor agora em caixa alta: MANTIVE A SEDE DA FALA BICHO DENTRO DO INSTITUTO DE VETERINÁRIA JORGE VAITSMAN QUANDO CONVENIADA COM A PREFEITURA DO RJ PARA A REALIZAÇÃO DO "PROJETO PARCERIA". LÁ DENTRO ENCONTREI MAIS EFETIVOS PROTETORES DE ANIMAIS DO QUE AQUI FORA POIS ESTES, AS VEZES, ME PARECEM UM BANDO DE INSANOS.

10 - Repito que temos que focar no LUGAR que podemos colocar estes animais e que o CCZ não tomará nenhuma providência arbitrária desde que sejamos responsáveis. NINGUÉM MATA OS ANIMAIS SEM ASSINATURA DOS TUTORES DOS ANIMAIS. Então, estamos aguardando ajuda de todos para conseguir este local. As coleiras e a telagem dos canis que os cães ocuparão já tem pessoas interessadas em ajudar. Ah, ia esquecendo... a Secretaria de Proteção Animal, ainda não se pronunciou. Falei ontem com o Dr. George.

Neste vídeo um veterinário fala muito bem sobre não precisar matar o animal, MAS, o Ministério da Saúde é que decide. Aí, galera, vamos agir?



Bom Dia Goiânia Rede Globo - 28/07/11
.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪