Mostrando postagens com marcador carne de cães. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador carne de cães. Mostrar todas as postagens

21/07/2017

Cães que alimentariam coreanos são resgatados de fazenda


Mais um resgate desesperado da HSI. Pelo que o apresentador fala, este seria a 9ª fazenda de criação de cães que eles conseguem fechar. Muito bom!!!! Muita força para esta turma boa. O que dá gosto é que a sociedade americana contribui para estas ONG´s diferentemente dos países da America latina e asiáticos, né mesmo? Vejam as informações completas no site da ONG.
-----------
Na Coreia do Sul é comum que os animais sejam utilizados como alimento.

13/06/2017

Comerciante chinês bombeia água no estomago de cães para vendê-los mais pesados

Eu não posso falar o que penso, na verdade, para não atingir pessoas de alta sensibilidade... Mas, desejo que um "coisa ruim" destes vá queimar no inferno... Não me peçam para amar uma criatura desta como se fosse um irmão, como se fosse filho de Deus!!!!! Eu mesma queria encher o estomago dele de gasolina e tacar fogo!!!!! Desculpa, gente, mas como disse ontem, ainda estou fora da casinha... 
-----------------
Um comerciante chinês de animais foi apanhado em flagrante bombeando água nos estômagos dos cães pela força para vendê-los por mais dinheiro para restaurantes. Em um vídeo que surgiu on-line, um homem empurrou uma mangueira para a boca de um canino e agarrou-a pelo focinho antes de derramar água na garganta.

O vendedor foi visto em Yanshi, província de Henan, no dia 9 de junho por um transeunte que tirou fotos e vídeos da cena horripilante. A matéria foi publicada no site de notícias chinês  Tencent  em 10 de junho. De acordo com o vídeo, dois cachorros foram mantidos em uma gaiola na parte de trás de uma bicicleta de três rodas. Ambos os animais estavam amarrados à gaiola por um cabo em volta do pescoço.

O vendedor vende mais de uma dúzia de cachorros para restaurantes por peso todos os dias e isso o ajuda a cobrar um preço mais alto, como é relatado.

O vendedor de cães na China apertava a boca do animal enquanto bombeava água no estômago

O cão lutou e jorrou até sangue, segundo testemunhas oculares.  Além disso, havia uma ferida visível no nariz do cão (foto), como foi visto em 9 de junho na província de Henan.

A filmagem também mostra o homem colocando um tubo grosso na garganta de um cão com força. Ele agarrou a boca do cachorro para que a água entrasse no estômago. A barriga do cão podia ser vista inchando enquanto o homem bombeava água. De acordo com o relatório, o homem disse que iria bombear pelo menos dois litros de água para um cachorro.   

O vendedor disse aos repórteres que poderia ganhar algumas centenas de iuanes extra por dia fazendo isso. No entanto, quando ele foi confrontado com os transeuntes, ele disse que os cães precisavam de mais água. O vendedor de cães disse que vende  uma dúzia de cachorros em diferentes restaurantes diariamente.

O homem também afirmou ter inventado o método de alimentação forçada depois de se inspirar no gotejamento IV. Ele explicou que bombeando água para os cachorros, ele poderia ganhar algumas centenas de yuan (aproximadamente £ 35) mais por dia. No entanto, quando os espectadores perguntaram ao homem o que ele estava fazendo, ele aparentemente mentiu dizendo "os cães têm que beber mais água, pois o tempo está muito quente".

Não está claro se as autoridades estão cientes do incidente.

Fonte: Daily Mail
Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho" 

19/05/2017

Ainda há dúvidas sobre a proibição do consumo de carne de cães no festival de Yulin - China

Alguns periódicos estão noticiando a proibição da venda de carne de cães durante o festival de Yulin. Porém, há dúvidas a respeito já que não se tem (ainda) conhecimento oficial sobre tal decisão. A BBC apurou esta situação. O Jornal Daily Mail, também, fez uma longa matéria a respeito e cita tais dúvidas. O que é bom é que manifestantes chineses estão querendo o fim desta barbárie...
----------------
De acordo com os ativistas dos EUA, o festival Yulin na China, notório por sua crueldade animal, será proibido este ano de vender carne de cachorro.

Só que ainda permanecem dúvidas sobre o que foi dito na verdade e alguns vendedores disseram à BBC que não tinham ouvido nada sobre uma proibição.Comer cães não é ilegal na China, mas o festival anual em Guangxi atrai ampla oposição nacional e internacional cada mês de junho.

Os cães, animais de estimação muitas vezes roubados ou cães de trabalho, são brutalmente mortos, dizem os críticos. Estima-se que no auge do festival de Yulin alguns anos atrás, cerca de 10.000 cães e gatos foram mortos e comidos durante o 10º dia Lychee e Dog Meat Festival, alguns ainda com seus colares de estimação. Mas os números têm caído nos últimos anos devido a oposição que cresceu na China e internacionalmente.

Ativistas: "Existe uma proibição"
Vários grupos de ativistas dos direitos dos animais estão dizendo que os vendedores e restaurantes foram informados de que nenhuma carne de cachorro poderá ser vendida durante o festival deste ano nem nos dias que antecedem.

O grupo de campanha com sede na Califórnia , DuoDuo, disse que eles ouviram isso de "várias fontes confiáveis em Yulin", chamando-a de "um dominó crucial na estrada para derrubar a indústria de carne de cão".

A Humane Society International disse que "se esta notícia é verdadeira, como esperamos, é um prego muito grande no caixão para um evento horrível que veio a simbolizar o comércio de carne de cães alimentado pelo crime da China".

Peter Li, especialista em política da China na HSI, disse à BBC que as autoridades já tentaram desencorajar a prática, mas, que este ano eles estarão multando os que violarem a proibição. A regra afetará varejistas de carne de cão, comerciantes de mercado, bem como restaurantes, disse ele. Mas será temporário - o que significa que a maioria dos cães pode ser morto antes do evento - e não está sendo anunciado oficialmente.

"Ainda há resistência entre os comerciantes de carne de cão contra quaisquer regras drásticas", disse Li. "Em todo o país, eles promoveram o consumo de cães como tradição nacional e cultura alimentar chinesa. Isso não é verdade, mas ainda assim, as autoridades locais em Yulin hesitarão em fazer algo drástico por causa de preocupações de estabilidade social. Eles ficarão preocupados porque causará distúrbios sociais".

Os ativistas estão atribuindo a mudança na política a um novo secretário do Partido Comunista de Yulin, Mo Gong Ming. Ele supostamente quer queimar a imagem de Yulin e estabelecê-la como uma cidade de cultura - o que seria difícil se cada ano fotos de crueldade animal gráfico ocupam as manchetes globais.

Moradores em Yulin: 'Que proibição?'
Mas relatos de uma proibição parecem ter sido uma surpresa para as pessoas em Yulin. "Banir as vendas de carne de cachorro? Eu não ouvi falar disso", disse o proprietário de um popular restaurante de carne de cão na cidade. "Quem quiser comer continuará a comer. Por que a carne de cachorro é diferente da outra?"

Os ativistas dos EUA disseram que apenas alguns varejistas e restaurantes foram notificados até agora, mas outros vendedores que a BBC falou reagiram da mesma maneira e disseram que estavam confiantes de que poderiam continuar a vender carne de cachorro.

Vários oficiais do governo local também disseram que não ouviram nada sobre uma proibição. Uma ativista chinesa que viaja anualmente a Yulin para protestar contra o festival disse à BBC que ela ouviu rumores de uma proibição, mas, que ninguém sabia de onde as informações tinham vindo.

No ano passado, o governo proibiu a matança de cães em campo aberto, um grande passo a tomar. A equipe da BBC em Pequim disse que os últimos relatórios não apareceram nos meios de comunicação chineses e ainda apontam que o festival de cães é um enorme rendimento para Yulin. Então proibi-lo inteiramente seria devastador para a economia.

Uma tradição morrendo sozinha?
Enquanto a tradição de comer carne de cão remonta cerca de 500 anos na China, Coréia do Sul e outros países, o consumo nunca foi tão generalizada como outras carnes. Autoridades da cidade têm tentado distanciar-se do festival, apontando que ele é encenado por empresas privadas e não pelas autoridades. Uma repressão a algo que não é ilegal é difícil de perseguir.

Grupos de direitos dos animais tendem a se concentrar no fato de que muitos dos cães são roubados de casas ou fazendas, carregados em caminhões e levados para o noroeste, onde a carne de cachorro é mais popular. "Não há fazendas de carne de cachorro no país", diz Li, acrescentando que experimentos com fazendas nos anos 1990 se revelaram não lucrativos.

O acampamento dos exploradores de carne de cães também tendeu a explorar os sentimentos nacionalistas gerais ao culpar o imperialismo cultural ocidental pela reação, explica Li. Em junho passado, uma petição assinada por 11 milhões de pessoas em todo o mundo foi entregue ao governo de Yulin, pedindo que o evento fosse banido. Mas as coisas estão mudando dentro do país, também, já que há uma comunidade cada vez mais poderosa de amantes dos animais na China.

"Há 150 milhões de cães na China", explica Li. "Assim, um em cada 10 chineses tem um cão e 40% são considerados animais domésticos, animais de estimação". Menos de 5% das pessoas na China são freqüentes comedores de carne de cachorro, diz ele. Ativistas de direitos dos animais como ele esperam que, brevemente, carne de cão cairá completamente do menu.

Fonte: BBC e abaixo Daily Mail

Uma manifestação maciça em Dalian, organizada pelo governo da cidade, atraiu mais de 100 mil pessoas, 


Os ativistas reconhecem que a proibição é temporária e ainda não sinaliza o fim do evento Yulin antes do qual os cães ainda são susceptíveis de serem mortos

O comércio de carne de cão também representa uma ameaça para a saúde pública, com a Organização Mundial 
de Saúde alerta que o comércio espalha a raiva e aumenta o risco de cólera

Na foto, um ativista chinês dá água a um cão preso em uma jaula em um caminhão. Activicts resgatou 400 cães do caminhão para o comércio de carne em 29 de junho de 2015. Este foi o primeiro resgate coordenado pelo Centro de Comando de Resgate de Animais da Humane Society International lançado após Yulin cão carne festival

A maioria dos cães são roubados animais de estimação e strays agarrado das ruas ainda vestindo seus colares 
quando chegar ao matadouro onde eles são tipicamente espancados até a morte

Cães em jaula sentam-se ao lado da estrada à espera de serem transferidos para um matadouro em um beco estreito
 
Acredita-se que a proibição entrará em vigor em 15 de junho - uma semana antes do início do festival - 
e rigorosamente aplicada por multas de até 100.000 yuan e risco de prisão

O governo está disposto a proibir restaurantes, vendedores ambulantes e comerciantes de venderem carne de cachorro no mercado de Yulin Dongkou


19/08/2016

Em dia de fúria, cão consegue morder várias pessoas na província chinesa que promove festival de carne de cães

Gente, nesta maldita província chinesa chamada  Guizhou é que tem o maldito festival de carne de cachorro e aquelas lutas sangrentas entre touros. O pobre cão pode ter surtado por conta de vários motivos..... O pior foi seu destino trágico!!!!
-------------------------------
Um cachorro enlouquecido acabou morto a tiros pela polícia depois de atacar 23 pessoas na província de Guizhou, na China. Imagens de câmeras de segurança obtidas pela agência de notícias estatal “CCTV” mostram o animal pulando e mordendo as pessoas que, desesperadas, tentavam se proteger.


 


Entre as vítimas havia uma criança de 8 anos e um homem de 75 anos. As pessoas correm e tentam afastá-lo, mas nada para o animal. Segunda a ser atacada, uma mulher, consegue afastar o cachorro

04/08/2016

Cachorra que seria abatida para consumo dá à luz durante resgate

Meu Deus!!!!! fiquei imaginando se a cadela fosse para o abate, como os desgraçados fariam? nem quero pensar.....
------------------------
Ativistas conseguiram impedir que um caminhão com 300 cachorros chegasse ao matadouro na China.

Na semana passada, a notícia de que um caminhão cheio de cachorros estava passando por uma rodovia na China com destino a um matadouro se espalhou rapidamente entre protetores de animais.

Com o apoio das autoridades, ativistas conseguiram realizar o resgate de 300 cães. Eles seriam vendidos na província de Jilin, o segundo maior mercado de carne de cachorro do país.

28/04/2016

Sorte do cão: acordo salva 200 cachorros na Coreia do Sul

Acho que com a dedicação de gente obstinada a coisa está indo.... cada vez melhor..... 
--------------------
Acordo entre proprietário de uma fazenda e a Humane Society International libertou nesta quarta-feira 200 cachorros que estavam em um cativeiro em Wonju. Os animais eram destinados ao abate. Pelo menos 1,5 milhão de coreianos apreciam a carne de cachorro. Cães viviam desde o nascimento em gaiola. Imagens: AFP



08/03/2016

Mais de 60 cães são resgatados de matadouro na Coreia do Sul

Meu Deus, meu Deus, meu Deus.... é um eterno enxugar gelo... tenha piedade de todos nós....
----------------------
Sessenta e quatro cachorros que virariam alimento na Coreia do Sul ganharam nova chance de viver, depois de serem resgatados de um matadouro clandestino por uma ONG, nesta semana. A organização Humane Society International (HSI) ainda deu um fim às atividades do local, transformando-o numa fazenda.


Os cachorros, entre eles filhotes, cadelas grávidas, cães de raça e vira-latas, estavam expostos a

25/07/2015

A campanha continua contra o consumo de carne de cães na Korea

A comunidade do facebook "Salve os cães da Korea" está bem atuante. Estão divulgando uma petição que todos nós deveríamos assinar para ajudá-los nesta luta. Se concordar, por favor, CLIQUE AQUI

Agora, o blog "SaveKoreaDogs" tem um material imperdível escrito por um budista sobre as razões de não comer carne de cachorro. Clique no link e ponha no tradutor se não entender inglês como eu. É excelente.  

23/06/2014

Protestos afetam vendas em festival de carne canina na China



Gente amiga, a luta de companheiros na China não é brinquedo não!!!!! Minha Santa do Amarelo Ouro, dê muita garra para eles e manda comer o pé de todos estes malditos comerciantes.....


Defensores dos direitos dos animais tiveram uma vitória, ontem, ao afetar as vendas em uma cidade chinesa que celebra um festival anual de carne canina, anunciou um ativista, enquanto a imprensa oficial noticiou que protestos fizeram diminuir a demanda pelo produto.

O festival, previsto para hoje em Yulin, na região de Guangxi (sul), costuma exibir cães confinados em jaula

07/05/2013

Polícia tailandesa salva 1,3 mil cães do tráfico de carne

Gente, quando vemos fotos desta natureza, fico pensando que não sou deste mundo... não sou da espécie humana porque não consigo raciocinar vendo isto... Como alguém pode agir assim com seres viventes que sentem dor e que raciocinam dentro do seu mundo? E nem pode dizer que não sabem porque os animais devem gritar muito ao serem levados a tais condições, não é mesmo? Se quiserem ler sobre outras apreensões, veja este de abril/2012:
Na Tailândia, os cães resgatados dos traficantes, estão morrendo por falta de estrutura de abrigos

Animais apreendidos em jaulas seriam encaminhados para cozinhas 
especializadas em pratos exóticos - Foto: AFP / AFP

Mil e trezentos cães enjaulados em péssimas condições e possivelmente destinados ao contrabando de carne para pratos exóticos foram resgatados em menos de uma semana na fronteira nordeste da Tailândia.

Cerca de 300 cães foram achados na província de Bueng Kan, depois que na véspera outros 400 foram resgatadps. Seiscentos animais foram libertados ao longo da semana passada.

— Alguns cães foram abandonados, alguns foram roubados ou vendidos por seus proprietários — afirmou uma fonte policial.

Os animais resgatados foram levados para um centro de quarentena na província de Nakhon Phanom.

— Trata-se de uma rede transnacional que os leva para outros países. A maioria se destina ao contrabando de carne — afirmou o chefe do centro de quarentena, Chusak Pongpanich. Os cães são parte essencial da culinária tradicional da região, principalmente no Vietnã.

Fonte: Zero Hora

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪