Mostrando postagens com marcador cagados. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cagados. Mostrar todas as postagens

6 de junho de 2017

Quase 250 cágados morreram esmagados por veículos só este ano na Zona Norte de Teresina

Eu até acredito que muita gente faça sem querer e outra faça por preguiça de dar meia volta enquanto os animais estão atravessando as estradas.....
------------------------
ONG denuncia morte cágados durante travessia em via de Teresina.

O atropelamento de cágados na Avenida Boa Esperança, Zona Norte de Teresina, ainda preocupa membros do Instituto Social Ambiental Cágado de Barbicha (Cabar). Isso porque um levantamento da instituição mostrou que quase triplicou o número de animais mortos se comparado com mesmo período do ano passado. Em 2016 foram registrados 98 atropelamentos e nos cinco primeiros meses do ano já foram registradas 242 mortes.

O Instituto contabilizou somente no mês de fevereiro 75 mortes de cágados. O animal é uma espécie de tartaruga de água doce, típica da região e de hábitat aquático geralmente encontrado em lagos, rios e riachos temporários.

"Este é um problema que presenciamos todos os anos na época de reprodução da espécie, quando os cágados migram de uma lagoa para outra. Como eles são parecidos com a cor do asfalto, muitos motoristas não percebem e atropelam os animais", comentou a presidente do instituto Jacqueline Lustosa.

Ainda segundo Jacqueline Lustosa, o Instituto tem feito esforços para evitar a morte desses animais, porém o mais importante é a consciência das pessoas. Ela também cobrou a instalação de túneis para a travessia dos cágados e fiscalização na pista pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam).

“Nós já conseguimos salvar 50 cágados entre eles uma fêmea, porém o número de mortes só aumentam, especialmente os animais na fase jovem, o que prejudica a reprodução. Isso vem nos causando grande preocupação, causando até mesmo certa ameaça a espécie. Os cágados colocam seus ovos durante o período das chuvas, dessa forma é nessa época que nascem os filhotinhos e acabam morrendo também", explicou.

Para reduzir o número ou até mesmo evitar a morte dos cágados, o Instituto Social Ambiental Cágado de Barbicha realiza blitzen educativas na região onde os animais fazem a travessia e convida crianças de escolas públicas para a soltura dos animais que resgatamos. “Nós explicamos e orientamos as pessoas que passam pelo local. Nós também ajudamos os animais na travessia parando os veículos. O esforço é muito grande para que possamos salvar o maior número de animais”, destacou a ambientalista.

FONTE: G1

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪