Mostrando postagens com marcador caça. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador caça. Mostrar todas as postagens

17/10/2017

Três tatus abatidos são apreendidos no sul do Tocantins

Bom, a polícia sabe quem cometeu o crime... Agora é correr atrás e pegar o mequetrefe...
-----------
Ao perceber a presença da polícia suspeito do crime fugiu e abandonou os animais em lote baldio. Após apreensão, os bichos foram queimados em aterro sanitário de Gurupi.
Três tatus abatidos foram apreendidos no setor Jardim da Luz, em Gurupi, no sul do estado. A apreensão foi realizada

07/10/2017

Em vídeos, suspeitos comemoram caça de animais silvestres

Gente do Céu, veja a cena que eles usam um veadinho para atiçar os cachorros..... Sabia? eu quero estes desgraçados no lugar que eles merecem.... É uma pena não ter dinheiro porque eu ia fazer uma tropa de caçadores de caçadores..... Não é uma boa ideia? e ainda ia transmitir pela internet como fazem estas pessoas milionárias doidonas..... Credo!!!!! a droga é que estes caras não vão ser punidos como

05/10/2017

Mãe leva filhos à caça para afastá-los do celular - Oklahoma - EUA

Depois um desgraçado destes resolve atirar contra um bando de pessoas como aconteceu recentemente num festival de música contry em Las Vegas, ela vai dizer que não entende porque.... Que mãe dos infernos.... é a própria mãe do capeta, cruz credo!!!!! vade retro!!!!
----------
Segundo a progenitora, caçar ajuda as crianças a respeitar os animais e a esquecerem a existência das tecnologias.

28/09/2017

Japoneses mataram 177 baleias no Pacífico este verão

A matéria, ao final, questiona mesmo a continuidade desta caça famigerada. O Japão é uma contradição p´ra mim.... um país de gente educada, inteligente e respeitosa cometer atos bárbaros como a caça de baleias e golfinhos em Taiji.... Não entendo!!!!!
-----------
Os japoneses mataram 177 baleias no Oceano Pacífico, ao largo da costa nordeste do arquipélago, durante uma missão

23/09/2017

Aos 100 anos, crocodilo de cinco metros é morto na Austrália e gera preocupação

O que um humano sente quando comete tamanho crime contra um animal que não pode se defender da uma bala de um rifle? Olha o estrago que este "filho do demo" provocou. Humanos deste gênero são podres e merecem voltar para o inferno de onde vieram...
--------------
A morte do grande réptil deixou especialistas do local preocupados, já que, agora, o equilíbrio entre os crocodilos da região foi afetado de forma severa

Um crocodilo de 5,2 metros de comprimento foi encontrado morto na última quinta-feira (21), nas margens do rio Fitzroy, nas proximidades da cidade australiana de Rockhampton. Com uma bala alojada em sua cabeça, o assassinato do animal é uma grande preocupação para os moradores, já que,

Projetos de lei que liberam caça e comércio de animais silvestres são criticados por procurador de MT

Meu Deus do Céu, não quero estar viva para assistir esta desgraceira!!!! Estes deputados tem que levar uns tabefes.... Eles vão ser comprados pela industria das armas para aprovarem este PL que libera a caça. Precisamos tomar uma atitude contra isto!!!!!
---------------
Proibida no Brasil há 53 anos, a caça profissional e esportiva de animais silvestres pode ser liberada pelo Congresso Nacional. O projeto, que pretende sustar a lista de espécies da Fauna ameaçadas de extinção, foi criticado pelo procurador de Justiça em Mato Grosso, Luiz Alberto Esteves Scaloppe. Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (21) na Câmara dos Deputados, ele também falou sobre os prejuízos do projeto da lei 6268/16, que descriminaliza não apenas a caça, mas também o comércio de animais.

12/09/2017

Japão defende morte de animais selvagens para salvar a agricultura local

Prático? sim, é.... Mas, analisando toda esta questão, vemos que o Japão, mais uma vez, dá exemplo de que a praticidade está acima de qualquer sentimento.... Invadiram o espaço dos animais e agora os matam..... Lamentável vindo do daquele país....
------------
Nesta semana, um dos maiores jornais do Japão anunciou que o País fará o que for possível para combater os animais selvagens que "destróem a agricultura e outros produtos que possuem importância econômica" por lá. De acordo com o veículo Yomiuri Shimbun, estão sendo feitos investimentos altos para a caça destes animais, que poderão ter suas carnes consumidas.

Dentre os animais citados, estão cervos, javalis e outros animais locais que se alimentam do que os japoneses produzem. Segundo a publicação, a expectativa é que os bichos possam ser utilizados para a otimização financeira (evitando que destruam plantações) e aumentando o consumo de comidas exóticas com baixo teor de gordura. Para eles, usar a carne desses animais para consumo humano pode ser considerado um progresso - já que suas vidas não estariam sendo "desperdiçadas".

Atualmente, muitos ativistas do Mundo inteiro brigam para que acabem com a caça de animais. Em pleno século XXI vermos notícias como esta causam certo desconforto e colocam em prova tudo o que já fizemos pelas causas animais.

FONTE: bestofweb

29/08/2017

Armadilhas para captura de animais são apreendidas em operação em Murici, AL

Não basta a questão do tráfico de animais, o tal deputadinho nojento lá em Brasília quer liberar a caça!!!! gente, eu fico pensando na dimensão da tragédia que será se este PL for aprovado.... Vou para Marte!!!!!
------------
Objetos como gaiolas, alçapões e armas foram encontrados com moradores da região.
Armas e armadilhas para capturar animais silvestres foram apreendidas durante uma operação de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) em Murici, interior de Alagoas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (25), mas a operação foi realizada na última quinta (24).

De acordo com o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA), que participou da operação, foram apreendidas 14 espingardas, 6 trabucos, 60 munições, 45 gaiolas, 10 alçapões, 13 armadilhas para pegar tatus, além de duas motosserras. Além disso, 27 aves que foram encontradas em gaiolas foram resgatadas. Todo o material apreendido pertencia a moradores da região.

A equipe do ICMBio lavrou cinco autos de infração, porque as irregularidades foram encontradas na Estação Ecológica de Murici, que é uma Unidade de Conservação. Além dos dois institutos, a ação contou com apoio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA).

Fonte: G1 Alagoas

21/08/2017

STJ recusa habeas corpus de organizador de caçadas de onça no Pantanal

Este maldito psicopata tem que morrer seco na cadeia!!!!!!  Em 2010, quando conseguimos a suspensão da caça ao javali aqui no Brasil denunciamos vários sites que vendiam safáris de caça para o exterior. Um deles era deste bandido....
----------
Eliseu Sicoli foi preso na Operação Jaguar em 2010 pela PF; ele é apontado como o chefe da quadrilha que fazia safáris em MT e MS

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) recusou o habeas corpus impetrado contra a decisão da ministra Maria Thereza de Assis Moura que manteve a denúncia realizada pela Justiça Federal da Subseção Judiciária de Sinop (MT) em desfavor do professor universitário Eliseu Augusto Sicoli, denunciado por organizar safaris para caçar onças no pantanal mato-grossense.

A decisão do ministro Ricardo Lewandowski foi proferida no dia 3 de agosto.
Acusado de ser o chefe do esquema deflagrado pela Operação Jaguar, em julho de 2010, Eliseu Sicoli foi preso junto a outras sete pessoas. Entre eles estavam o quatro argentinos, três brasileiros flagrados e um paraguaio.

O dentista paranaense chegou a ficar cerca de quatro meses preso na unidade penitenciária de Sinop. Na época ele entrou um recurso no STJ para anular o recebimento da denúncia, feita na comarca de Corumbá (MS), acatada pelo juízo Federal da Vara Única do município que determinou a sua prisão preventiva. A ministra votou pelo não provimento do recurso, que foi negado.

Descontente com a decisão, a defesa de Eliseu entrou com outro recurso no mesmo órgão para tentar reverter a determinação da ministra. Desta vez, alegando a ilegalidade na investigação realizada pela Polícia Ambiental que teria invadido a propriedade de Eliseu, após denúncias de que havia um grupo realizando caça na região.

Contudo para o ministro Lewandowski desconsiderou as alegações da defesa afirmando que não houve ilicitudes, uma vez que os biólogos estavam “em trabalho”.

“Como bem destacou a Ministra Maria Thereza de Assis Moura, as diligências de investigação tiveram origem na denúncia feita pelos biólogos responsáveis pelo Projeto Pró-Carnívoros, que monitora onças através de colares com GPS e não na alegada invasão da propriedade do paciente”, disse.

“Assim, não há falar em ilicitude das provas produzidas nos autos, pois as investigações tiveram origem na denúncia do biólogo Fernando Azevedo, existindo, portanto, justa causa para instauração e prosseguimento da investigação criminal”, completou o ministro ao negar o recurso.

Eliseu atualmente responde em liberdade pelos crimes de caça ilegal, porte ilegal de arma e formação de quadrilha. A soltura foi determinada em um recurso impetrado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, onde tramita a ação penal.

Segundo o advogado, Rafael de Mello, o processo criminal se encontra em fase das oitivas dos réus. Testemunhas de defesa e acusação já foram ouvidas, enquanto os réus seguem prestando seus depoimentos neste mês de agosto. O depoimento de Eliseu deve acontecer em setembro.

A defesa desconstitui a acusação do Ministério Público Federal pedindo pela absolvição de Eliseu. Em razão de o réu ser apontado como o chefe da organização, o advogado sustenta que o MPF se utilizou do argumento porque ele realizava caças em outros países onde a prática é considerada legal.

“Antigamente ele organizava safáris como hobby em países como a África do Sul e Argentina, e isso foi reconhecido por ele, porque não há nenhuma ilegalidade nisso por serem países onde a caça é permitida. O MPF se amparou de registros de circulação nacional e internacional em que havia a divulgação desses safáris que ele organizava, através disso, a acusação associou que ele também organizava os safáris no Brasil”, defendeu Mello.

Para o defensor, a expectativa é que a sentença deva ocorrer de forma a absolver o cliente, uma vez que o Ministério Público Federal, autor da denúncia, não teria encontrado provas, segundo Rafael. “Não existe nenhuma notícia ou divulgação da realização desses safáris no Brasil, nem mesmo uma prova de que houve caças no Brasil”, afirmou.

Entenda o caso
A Operação Jaguar foi deflagrada, em julho de 2010, pela Polícia Federal nas cidades de Sinop, em Mato Grosso, e Miranda em Mato Grosso do Sul. Dez pessoas foram acusadas de organizar e participar de um safári de caça a onças e outros animais de grande porte no Pantanal e em outras regiões do país.

Armas, munições, peles e carcaças de onças foram encontrada com os suspeitos em residências e fazendas.
A investigação da PF iniciou um ano antes pela delegacia de Corumbá (MS), após carcaças de onças monitoradas pelo Ibama serem encontradas em fazendas da região. Segundo a Polícia Federal, pai e filho organizavam a caça na região e para enganar a fiscalização, eles fingiam capturar onças para o encoleiramento e monitoramento do Programa Pró-Carnívoros, do Ibama.

A quadrilha contava com a participação de um caçado profissional morador de Cascavel (PR) e de um empalhador de animais, de Curitiba (RS). Os safáris contavam com a presença de brasileiros e estrangeiros, que chegavam ao Pantanal em aviões particulares, equipados com armas de última geração e utilizando cães de caça, cedidos pelos próprios moradores da região a fim de proteger os gados dos felinos.O preço pago pelos “turistas” chegava a US$ 1,5 mil (cerca de R$ 2,6 mil).

Fonte: Circuito MT

17/08/2017

DENÚNCIA: Petição urgente pelo fim do extermínio de pumas na Argentina

Aqui no Brasil me desespera a covardia de matarem javalis com cachorros, pois, provoca um enorme sofrimento ao pobre animal e ferimentos graves nos cães durante a luta torturante. 

Só hoje, fiquei sabendo que na Argentina, estão cometendo a mesma crueldade contra pumas e javalis. Fiquei estarrecida ao ver um dos vídeos ilustrativos e revoltada com as gargalhadas dos humanos que acompanhavam as cenas bárbaras. Quem não tiver estomago não veja o porque mostra o ataque de vários cães contra um puma. 

Pela Internet existem inúmeros vídeos/imagens de javalis e pumas sendo estraçalhados por dogos argentinos que vem a ser uma raça canina oriunda daquele país, criada para o combate/caça/captura de animais de grande porte. A origem desta raça é recente e está quase totalmente documentada.

Existe um grupo naquele país dedicado a defesa dos pumas chamado Amigos del Puma - Manejo & Conservación, aos quais estaremos apoiando e indicando para nos orientar nas informações sobre o assunto. Agora, pelo amor de Deus, assinem a PETIÇÃO e encaminhem o link de nossa postagem para a Embaixada da Argentina pedindo que tomem providências contra tamanha covardia. 

ENDEREÇOS ELETRÔNICOS, respectivamente, da Assessoria de Imprensa da Embaixada, Consulados Bahia, Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo
ebras. prensa@gmail.com; csbah@cancilleria.gob.ar; cbelo@cancilleria.gob.ar; ccuri@cancilleria.gob.ar; creci@cancilleria.gob.ar; crioj@cancilleria.gob.ar; caleg@mrecic.gov.ar; cflor@cancilleria.gov.ar; cpabl@cancilleria.gob.ar

FACEBOOK Cancillería Argentina, caso queiram mandar sua mensagem por lá

TEXTO SUGERIDO
Senhores Representantes dos amigos argentinos no Brasil
Tomamos conhecimento da cruel caçada de pumas e javalis usando cachorros que anda sendo feita na Argentina. Solicitamos, que as autoridades do seu país tomem as providências para que não continuem permitindo tamanha covardia e crueldade para deleite humano. Nós, também, estamos lutando para que no Brasil a caça aos javalis (liberadas temporariamente) não seja da mesma forma já que ações bárbaras depõem contra o sentido humanitário da nossa espécie. Como concluiu Alexander von Humboldt, geógrafo e naturalista alemão em suas viagens pelo mundo: Sabemos a evolução de um povo pela maneira com que trata seus animais. Não queremos estar listados em nenhuma sub-classe, não é mesmo?
Agradecemos sua atenção para apreciação da denúncia contida neste link:

Atenciosamente:
Nome:
Cidade/País:

PETIÇÃO: Detener y buscar alternativas al exterminio del puma en Argentina
-

14/08/2017

URGENTE E IMPORTANTE: Audiência Pública em Sampa sobre lei que libera caça. Compareçam.

Retirei o texto abaixo de um site de caçadores que estão desesperados com a Audiência Pública que vai rolar em Sampa. Eles tentam desmoralizar a deputada porque ela é petista. Eu não gosto do PT não, mas, se existem nele pessoas lúcidas que estão querendo acabar com este PL doido, temos que participar. Galera ativista de SP, não faltem, por favor!!!!! Reparem que estes psicopatas caçadores usam o título de "caçadores" sem nenhum escrúpulo.
------------
"ATENÇÃO PRODUTORES E CAÇADORES PAULISTAS!!!"
Deputada Estadual do PT quer restringir ainda mais a atividade no estado, um dos estados mais afetados pelos javalis, com a lebre já dominando todo o estado e já dezenas de óbitos por doenças transmitidas por carrapatos das capivaras, ou os caçadores e produtores reagem mobilizando seus deputados e indo se fazer representar nessa audiência no dia 17/10 ou provavelmente poderão desistir de suas atividades porque certamente vem aí chumbo grosso contra nós...ACORDEM PAULISTAS, AINDA HÁ TEMPO DE VIRAR ESSE JOGO!!! Aproveitem para ir na página da deputada "Ana do Carmo" e na página da audiência para comentar e se manifestar (com educação) contra qualquer obstrução na atividade...façam ela saber que não vamos aceitar mais nenhuma obstrução e que o estado de São Paulo PRECISA DOS CAÇADORES!!! Links abaixo: 
Audiência Pública: https://goo.gl/dVkAYw
Perfil da Deputada Petista: https://goo.gl/8HH6Sj


13/08/2017

Site de caçador faz apologia ao crime usando crianças

Vejam vocês o que achei num site de um caçador que comemora o Dia dos Pais.... O camarada faz abertamente apologia ao crime, já que CAÇAR NO BRASIL É CRIME, e fica por isso mesmo!!!! A total certeza que temos é que a nova geração de humanos estão nascendo um pouco mais evoluídos e daqui algumas gerações (p´ra mim já é a atual) touradas, caças e outras atrocidades com os animais serão páginas viradas.....
----------------
"Pai é aquele que inspira, inclusive as novas gerações de caçadores!"

09/08/2017

Após voltar de caça, três são presos pela PMA na região de Angélica

A desculpa é porque estavam caçando javali..... precisamos explodir nosso país e começar tudo de novo....
------------
Os autores informaram que vinham de uma fazenda no município de Rio Brilhante (MS)

Uma ação de fiscalização de rotina levou a PMA (Polícia Militar Ambiental) à prisão de três caçados na tarde deste domingo (6), próximo ao distrito de Ipezal, município de Angélica, na rodovia MS-145.

Segundo as informações repassadas ao Nova News, a equipe policial realizou abordagem a uma caminhonete GM S-10, com placas de Deodápolis (MS), veículo este conduzido por L.R.C., de 54 anos, e na sua companhia, se encontravam, D.S., de 44 anos, e A.M.L., de 24 anos, todos também moradores em Deodápolis.

Na busca realizada no veículo, os policiais encontraram sob o banco traseiro duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12 marca Hamington & Richardison, e uma espingarda calibre 20, sem marca e numeração aparente. Também foram localizadas no bolso de uma blusa seis munições calibre 12, onde 05 intactas e 01 deflagrada, bem como também outras três munições calibre 20 intactas.

Questionados os ocupantes sobre os fatos, D.S. relatou ser o proprietário das armas e das munições e informou não possuir o porte ou registro das referidas armas. Na carroceria do veículo ainda havia três cães e um animal abatido, que pesou 12,500 kg, este que não pode ser identificado quanto a sua espécie, pois se encontrava sem cabeça e pele, mas que segundo os autores, trata-se de um javaporco.

Os autores informaram que vinham de uma fazenda no município de Rio Brilhante (MS), onde estariam praticando caça de javaporco. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos indivíduos, sendo estes encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Angélica e posteriormente foram autuados pelo delegado de plantão pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, bem como as armas, as munições, os cães e a carne entregues para as providências judiciais.

FONTE: fatimanews

08/08/2017

Caça ao javali está acabando com os catetos - RS

Temos um leitor que há muito nos acompanha e, volta e meia, comenta sobre sua indignação com o que acontece neste nosso país. A liberação da caça aos javalis está acabando com os catetos no RS.... uma covardia sem tamanho..... Cadê o IBAMA? Veja o e-mail que ele nos mandou denunciando o fato:
-------------
"Como é difícil fazer denúncia neste país. O descaso das autoridades que tem como função cumprir com suas obrigações legais. Você deve sofrer muito com isso, uma pessoa engajada na causa animal. Sou anti-caça e contra maus tratos dos animais. Pessoas que não tratam bem os animais bom sujeito não é.

Mas você tem uma ferramenta de publicação, isto te faz uma grande batalhadora pela causa animal. Gostaria que vocês pudesse publicar em seu blog a desgraça que a caça do javali esta provocando no RS.

Os últimos exemplares de porco-catetos espécie nativa estão desaparecendo das matas em razão da liberação da caça de javali. Utilizando de jaulas para captura de javali também estão abatendo os últimos porcos-do-mato do Rio Grande do Sul. Aquilo que sempre afirmo. Caçador não perde a viajem... Publique este vídeo que é revoltante."

DENUNCIE ENVIANDO NOSSA POSTAGEM PARA O IBAMA/RS:
supes.rs@ibama.gov.br ; gabinete.rs@ibama.gov.br ; claudia-pereira.costa@ibama.gov.br

Leiam nosso material publicado sobre JAVALIS e JAVALI

03/08/2017

‘Netflix do mundo da caça’ causa polêmica no Reino Unido

Os psicopatas estão extrapolando.... um canal de caça? e estes débeis dizem que só publicam vídeos de caça ética? hein? tem isto neste mundo de meu Deus?  caças “éticas, justas e legais”? para o mundo que eu quero descer....
------------------------
Torcedores do Arsenal pedem boicote ao clube por dono lançar canal por assinatura com programas de caça por troféu

LONDRES — O “Netflix do mundo da caça”. É dessa maneira que o canal por assinatura My Outdoor TV está sendo descrito no Reino Unido. Lançado no fim de semana pelo bilionário americano Stan Kroenke, acionista majoritário do time de futebol Arsenal, o canal tem praticamente toda a grade voltada para a caça por troféus, com vídeos de leões, elefantes e outros animais selvagens sendo mortos. A reação do público foi negativa, com personalidades classificando a programação como “doentia”. A repercussão foi tamanha que torcedores do Arsenal montaram campanha pedindo boicote para o próprio time.

Um abaixo-assinado na plataforma Change.org, que já conquistou quase 50 mil apoiadores, pede que os patrocinadores do Arsenal - Emirates, Puma e Vitality - condenem publicamente o canal por assinatura e pressionem Kroenke a encerrar as atividades; e que o conselho do Arsenal se reúna com grupos de defesa do bem-estar animal.

“Emirates, Puma e Vitality já disseram publicamente que são contra a crueldade contra animais”, diz o abaixo-assinado. “Como eles podem dizer isso e dar dinheiro a um clube cujo chefe está celebrando a matança de animais vulneráveis e tratando isso como entretenimento?”.

Pelo Twitter, Ben Fogle, apresentador do programa Animal Park, da BBC, também pediu boicote ao Arsenal. “Se você se preocupa com a vida selvagem, grite alto e boicote o Arsenal”, escreveu. O ex-apresentador de telejornal e congressista John Nicolson também se posicionou contra a iniviativa de Kroenke: “Personagem revoltante. ‘Se você gosta de atirar em elefantes...’ Acerte-o onde dói. Boicote o Arsenal”.

O My Outdoor TV é propriedade do Grupo Outdoor Sportsman, parte do conglomerado Kroenke Sport Entertainment. O canal foi lançado primeiro nos EUA, e a estreia no Reino Unido faz parte de plano de expansão para o público de língua inglesa. Num dos programas, o apresentador dá um tiro num elefante africano. Atingido, o animal parte em direção ao caçador, e dois outros tiros são disparados para derrubar o elefante.

— Não existe outra sensação no mundo parecida com andar sobre o seu elefante adulto — diz o caçador para a câmera.

Veja trecho de um dos programas do canal abaixo:


O porta-voz da My Outdoor TV, Simon Barr, defendeu a programação, alegando que são apresentadas apenas “caças éticas”.

— A My Outdoor TV vai apresentar caçadas éticas, justas e legais — disse o porta-voz, ao “Independent”. — Se você gosta de caçar elefantes, haverá caçadas de elefantes legais, caçadas de elefantes éticas, mostradas nesse contexto.

Muitos dos caçadores apresentados se descrevem como “conservacionistas”, com a alegação de que, apesar dos métodos brutais para assassinar os animais, o dinheiro pago pela licença para a caça gera fundos para programas de conservação.

— Estou certo que as pessoas não vão gostar de todo o conteúdo da My Outdoor TV, mas ela não será censurada — disse Barr. — Em cada filme existe uma explicação do que a caça faz pela conservação e pela comunidade local.

Já a ativista Philippa King, da organização Liga Contra Esportes Cruéis, descreveu o canal como “doentio”, afirmando que Kroenke fez um “grande gol contra”.

— Agora nós vivemos num mundo onde a maioria das pessoas pode ver quão brutal e vergonhosa é a caça por troféu, e mesmo assim o chefe do Arsenal escolhe lançar seu canal doentio no Reino Unido — disse a ativista, ao “The Times”. — O canal alega mostrar cenas de caças “éticas, justas e legais”.

A maioria das pessoas não concordam que a caça por troféu é em qualquer forma ética, e estudos derrubaram a alegação de que a maior parte desse dinheiro manchado de sangue vá para a conservação. Eu não sei de que forma um idiota com uma arma contra um elefante possa ser justo.

FONTE: oglobo

02/08/2017

A controversa tradição da caça às focas no Canadá

Como abrir a cabeça desta gente? pior é os interessados no aumento da caça de focas dizer que os ativistas tem outras razões para serem contra... Hein? Fala sério, cara pálida do inferno!!!!! Olha, estou publicando o documentário, mas, ele está em inglês e tem mais de uma hora de duração....
----------
Neste documentário, abordamos de forma aprofundada o polêmico mercado canadiano da carne de foca.

Há décadas que a caça de focas no Canadá é um tema altamente controverso. Os sucessivos apelos dos grupos de defesa dos direitos dos animais pelo fim da prática, esbarram na luta das famílias de Nunavut, Terra Nova, e das Ilhas Madalena pela preservação das suas tradições de caça.

A União Europeia e os Estados Unidos baniram a venda de produtos derivados de foca, mas, nos últimos anos tem havido um ressurgimento do interesse por parte do universo culinário canadiano na cultura sustentável da carne de foca selvagem.

Com o intuito de sabermos mais sobre este assunto polêmico, enviamos o correspondente da nossa plataforma Munchies, Adam Gollner, numa jornada em busca dos elementos-chave envolvidos neste debate. Gollner viajou até à Costa Atlântica do Canadá com alguns dos melhores chefs do país, que acreditam que a carne de foca é parte essencial da identidade gastronômica canadiana.


O jornalista acompanhou também caçadores Inuit, numa caçada em Iqaluit, onde ficou a saber de que forma é que as focas são absolutamente centrais para a vida no Árctico. Por outro lado, falou também com dirigentes da PETA, em Nova Iorque, e do IFAW, em Montreal, que acreditam que matar focas é uma tradição antiquada e cruel. No entanto, aqueles que vivem no terreno, defendem que os grupos de defesa dos direitos dos animais têm motivações ocultas para interferirem na caça às focas.

FONTE: vice

31/07/2017

Mulher desiste das compras e caça a própria comida

É outra que nem o  Mark Zuckerberg (o dono do facebook) que cria os animais na sua casa e quando quer vai lá no curral e pega o animal, mata e come....Jesus amado, não seria melhor eles se tornarem vegetarianos e dar exemplo de uma vida mais saudável e sem cadáver no prato? Se quiserem ficar com raiva ou mandarem uma mensagem, entrem no Facebook de Lisa Taylor, a podre do momento. Daqui a pouco vai se suicidar e aí vai dizer que foram os ativistas pelos animais....
--------------
Caçadora acredita que o que faz é mais humano do que comer animais que vivam em quintas industriais.
Lisa Taylor, mãe solteira, de Surrey, no sudeste de Inglaterra, deixou de comprar comida no supermercado porque decidiu começar a caçar animais selvagens. A mulher publicou fotografias onde agarra os chifres dos animais que mata, parecendo estar a vangloriar-se das refeições que acabara de conseguir. 

Numa das fotografias, Lisa segura um porco selvagem que acabara de matar. Outras fotografias mostram a caçadora com veados, raposas e galinhas. Depois de caçar os animais, Lisa cozinha a carne e publica algumas refeições na sua página de Facebook, que já atraiu mais de 15 mil seguidores. 

Numa das publicações, Lisa afirma ser "uma mulher que caça e cozinha". "Esta é a minha maneira de comprar carne", diz. Numa imagem, Elisa detalhou o que acabara de caçar. "Isto era um veado que matei em abril de 2015. Era bastante magro e fazia parte do plano de abate". "Não posso acreditar que a temporada de cabritos está a voltar tão rápido. Espero que tenhamos um rebanho saudável e forte de veados", acrescentou.  

A mãe, que gerencia um parque de veados, acredita que o que faz é mais humano e ético do que comer animais que vivam em quintas industriais. Algumas das suas publicações têm causado grande descontentamento nas redes sociais. Criticando a sua decisão de matar animais selvagens, uma pessoa chamou-a de "pessoa nociva". 

Outras pediram-lhe para "deixar as pobres raposas em paz". Contudo, outras pessoas publicaram comentários positivos e de apoio. Elisa Allen, diretora da PETA, disse ao Daily Mail que "há uma palavra para uma pessoa que tem o prazer de matar". "Enquanto esta mulher está claramente desesperada por atenção, tira vidas de animais que não desejavam mais nada para além de uma existência pacífica", continua. "As pessoas não deviam admirar pequenos indivíduos que agridem os outros para se sentirem grandes", conclui.

Fonte: CM Jornal PT

30/07/2017

Caça furtiva matou (até ao momento) 295 rinocerontes no Parque do Limpopo - África do Sul

Palavra de honra, eu não sei onde estão as pessoas que cumpliciam com estas mortes....  Caçadores são psicopatas e as pessoas que os conhecem são cúmplices....
------------------------
Caçadores furtivos mataram 295 rinocerontes este ano no Parque Transfronteiriço do Limpopo, partilhado entre Moçambique, África do Sul e Zimbabué, indicou esta segunda-feira a Administração Nacional de Áreas de Conservação (ANAC) moçambicana.

Falando num seminário sobre a criação de uma unidade de combate ao crime contra a fauna, o director de Protecção e Fiscalização da ANAC, Carlos Pereira, afirmou que quatro dos rinocerontes mortos foram abatidos no lado moçambicano do parque.

Ao longo deste ano, 95 caçadores furtivos foram detidos no parque, sete dos quais moçambicanos, disse Carlos Pereira. No mesmo período, foram apreendidas 72 armas e registaram-se cerca de 70 confrontos armados entre os caçadores furtivos e as forças da lei e ordem moçambicanas e sul-africanas.

Carlos Pereira declarou que, em 2016, os caçadores furtivos abateram 667 rinocerontes e 92 elefantes no Parque Transfronteiriço do Limpopo e foram detidos 363 caçadores furtivos, incluindo 184 moçambicanos.

"Os indicadores de tendência são preocupantes, porque ainda não estabilizámos as perdas, o que quer dizer que temos uma curva ascendente", declarou o director de Fiscalização e Proteção da ANAC. Carlos Pereira disse que Moçambique ainda não conseguiu estancar a caça furtiva, muito menos baixar o abate de animais selvagens.

FONTE: sapo.pt

22/07/2017

Caçador de troféus mata um dos filhos do leão Cecil no Zimbábue

Ninguém foi penalizado com a morte do leão Cecil, imagina agora com a morte de um filho dele. Estou publicando o texto de dois periódicos porque complementa um ao outro. 

A foto ao lado é de Cecil, de 13 anos, que era a estrela do parque de Hwange por sua vasta cabeleira negra. Malditos psicopatas!!!! o que uma pessoa sente ao tirar a vida de um ser que não está lhe provocando nenhum mal.... 

Vejam que em 2015 foi feita uma matéria sobre a história de Xanda, inclusive que era um grande reprodutor. Veja o vídeo dele com a família:  
A principal geração de Cecil está a caminho? David Macdonald relata que um leão masculino de 4 anos e meio, apelidado de Xanda, que a equipe do WildCRU monitorou desde que sua participação é quase certamente um dos filhos de Cecil.

Gente, o mundo merece uma bomba nuclear enquanto houver touradas, caçadas, massacres de animais em nome de religião/diversão e matança de bichos para consumo humano, sem deixar de lembrar das estupidas experimentações com animais em laboratórios pelo "bem da humanidade". 
--------------
Xanda, um leão de seis anos que usava um colar GPS, foi abatido em 7 de julho na região oeste do Zimbábue, perto do local onde um caçador americano matou o pai do felino com ajuda de um potente arco e flecha.

Um caçador de troféus matou um dos filhos do leão Cecil, cuja morte, em 2015, nas mãos de outro caçador provocou a indignação em todo o mundo. Xanda, um leão de seis anos que usava um colar GPS que permite seguir seus deslocamentos foi abatido em 7 de julho na região oeste do Zimbábue, perto do local onde um caçador americano matou o pai do felino com ajuda de um potente arco e fecha.

"Um caçador de troféus matou Xanda dentro de uma caçada legal no exterior do Parque Nacional de Hwange", declarou à AFP Andrew Loveridge, do departamento de zoologia da Universidade de Oxford. "Como pesquisadores, estamos tristes por perder um animal que estudávamos desde seu nascimento", acrescentou.

A morte de Cecil, macho dominante caracterizado por sua cabeleira negra, provocou grande indignação no mundo entre os defensores dos animais. O felino era uma das atrações do parque nacional de Hwange.

A justiça desistiu de levar a julgamento o organizador do safari, o zimbabuano Theo Bronkhorst. O dentista americano Walter Palmer, autor da matança de Cecil e que pagou 55.000 dólares por seu safári, não foi investigado pela justiça.

 Fonte: O Tempo
=======

Filho de leão Cecil é morto por caçadores de troféus
Xanda, filho do leão abatido há dois anos por um dentista americano, foi morto quando saiu da área de parque nacional no Zimbábue.

O filho do leão Cecil, símbolo do Zimbábue, foi morto nesta quinta-feira (20) por caçadores de troféus. O leão Xanda, seis anos, morreu junto com seus filhotes quando estava fora do Parque Nacional Hwange, no Noroeste do Zimbábue, perto de onde seu pai também tinha sido abatido.

Xanda teria sido morto por um grupo de caçadores liderados por Richard Cooke, que teria organizado a expedição cobrando dezenas de milhares de dólares para cada participante. A morte do leão foi descoberta graças a uma coleira eletrônica rastreadora posicionada em Xanda por pesquisadores da Universidade de Oxford. 

Após abater o animal, Cooke teria retirado o colar, o entregando para os pesquisadores de Oxford. "Não podemos acreditar que o filho de Cecil também teve o mesmo terrível destino do pai”, foi publicado no grupo do Facebook “Lions de Hwange National Park". Cecil, o leão-símbolo do Zimbábue, foi morto em julho de 2015 pelo dentista americano Walter Palmer, causando comoção mundial. Palmer teria pago 35 mil libras esterlinas (cerca de R$ 190 mil) para atirar e matar o leão de 13 anos de idade.

Cecil também usava um rastreador em torno do pescoço porque era parte de um estudo acadêmico da Universidade de Oxford. “Se eu soubesse que era importante, eu não o teria matado”, declarou na época o dentista. Ele chegou a ser ameaçado por grupos animalistas dos EUA e a ser processado no Zimbábue.

A morte de Cecil também desencadeou uma onda de indignação contra a caça do leão, que está em forte aumento, com cerca de 1,5 mil felinos mortos a cada ano, três vezes mais de uma década atrás. Os leões já perderam 90% de sua população no último século: apenas 20 mil exemplares continuam vivos.

Fonte: G1 Natureza

20/07/2017

Globo Natureza: Ursos da Romênia


A reportagem não detalhou que estes animais foram, praticamente, dizimados pelos caçadores. Até que resolveram a transformar o "negócio" em turismo de observação..... 
----------
Já foi muito comum ursos pardos serem capturados nas florestas da Romênia. Presos em jaula, muitos animais morriam por causa de maus tratos e doenças, mas nos últimos anos a situação começou a mudar.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪