Mostrando postagens com marcador boto cinza. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador boto cinza. Mostrar todas as postagens

22/07/2014

Vídeo mostra golfinhos em baía do RJ e ONG denuncia mortandade

Esta desgraceira acontece  faz tempo e vai continuar acontecendo por causa desta poluição

video

Segundo biólogo, 24 mamíferos morreram 2014 e 230 desde 2005.
Poluição e pesca ilegal preocupam biólogos do Instituto Boto Cinza.

Biólogos do Projeto Abrace o Boto-cinza e Support Protejos e Meio Ambiente registraram imagens aéreas de golfinhos da espécie boto cinza (sotalia guianensis), uma das mais ameaçadas de extinção no Rio de Janeiro, na Baía de Sepetiba, Costa Verde fluminense, neste sábado (12) (veja no vídeo acima). Desde

15/01/2014

Baía no RJ com recorde de golfinhos nas Américas terá visita guiada

Quanta contradição.... Na Baia de Sepetiba os botos cinzas estão bem, graças a Deus, mas, na Baia da Guanabara, uma podridão só.... recentemente teve um torneio de Vela e os participantes reclamaram muito por causa do lixo.... e as Olimpíadas que farão suas provas lá? preço da despoluição? 1 milhão de dólares!!!!!! sem garantia devido a estar muito em cima da hora... é uma patifaria só este atual governo.... aliás, estes governos cafajestes estão faz tempo no poder....
_________________________

Mortandade não natural do animal na Baía de Sepetiba
é o dobro do aceitável, segundo ONG
Foto: Gabriel Barreira/G1
Passeios com pescadores na Baía de Sepetiba começam já em fevereiro.
Ali, boto cinza tem maior concentração do continente, de acordo com ONG.

Uma das dez espécies animais mais ameaçadas de extinção do Estado do Rio de Janeiro supera o despejo de dejetos no oceano e a pesca acidental para sobreviver na Baía de Sepetiba, nos mares de Itacuruçá, distrito de Mangaratiba, Costa Verde fluminense. Ali, os botos cinzas, uma espécie de golfinho, formam a maior concentração deste tipo de mamífero das Américas Latina e Central, segundo a ONG Instituto Boto Cinza (IBC), embora a mortandade não natural chegue ao dobro do número aceitável — com cerca de 30 animais por ano. A estimativa é

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪