RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador blindar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador blindar. Mostrar todas as postagens

28 de outubro de 2015

Leitora nos pergunta: como se blindar diante de tanto sofrimento animal?

Recebi este e-mail de uma leitora muito querida.  

--------------------------------- 

  -----Mensagem Original----- 
From: Beatriz
Sent: Wednesday, October 21, 2015 12:18 AM
To: falabicho@falabicho.org.br

Oi Sheila,
Tudo bem com você?
Sheila, estou recorrendo a você porque acho que é a minha luz no fim do túnel...
Sei que vc, além de todos os problemas relacionados à causa animal, também deve ouvir dezenas de problemas das pessoas com as quais você convive mais, seja no seu dia a dia ou pela net. Mas estou realmente precisando de sua ajuda, pq toda essa carga negativa que tenho recebido pela internet, e todas as coisas ruins que vejo em SP e para os lugares aonde tenho viajado, tudo isso em relação aos animais, está sendo muito pesado para suportar! Lembro que li, na horrível ocasião do touro com as patas quebradas, que vc havia se blindado, senão não aguentaria a barra que vc aguenta. Só queria te perguntar como conseguiu! Existe alguma coisa, algum exercício que tenha te ajudado? Se puder, por favor, me dá essa dica... A vida, para mim, perdeu a graça!
Você é uma pessoa que admiro demais!
Grande beijo e obrigada,
Beatriz

Respondi:
É simples, amiga:
é só lembrar que o sofrimento do animal é maior que nossa incapacidade de enfrentar a realidade. Quando sentimos nossas dores e olhamos só para nosso umbigo acabamos por fugir e aí deixamos de ajudá-los, entende? 

Temos que ser blindados porque nosso objetivo é fazer com que eles sejam protegidos dos tais "serumanos" que, aliás, deveriam se escafeder deste planeta, né mesmo?

Fica firme... pensa que esta "carga negativa", na verdade, é o seu maior exercício de amor por àqueles que precisam de vc.....  somos tão poucos DE VERDADE que ajudam os animais..... E vc., por seu comportamento, demonstra que quer ajudar DE VERDADE.
bjs queridona e obrigado mesmo por seu carinho e atenção
sheila
Et.: agora tive uma ideia.... será que alguém vive a mesma angustia que a sua? será que vc. deixaria eu usar seu e-mail e minha resposta numa postagem? quem sabe ajudamos mais alguém, né mesmo? Evidente que uso seu nome mas sem identificação de e-mail, claro. Aguardo sua autorização