Mostrando postagens com marcador aposentar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador aposentar. Mostrar todas as postagens

28/03/2017

Conan, o cão de guarda civil, vai aposentar depois de 8 anos - Itapevi - SP

A maioria dos nossos leitores não tem ideia do quanto sofríamos nestas ocasiões. A maioria das guarnições policiais e militares não admitiam a adoção. Os animais que davam baixa, eram mortos. 
Lembro tanto de Lia Cavalcanti (uma das protetoras mais porretas que se foi com 98 anos) que me arrastava pelas mãos para irmos encher o saco dos policiais para permitirem a adoção destes cães de serviço. 
Graças a tanto trabalho da proteção animal, a coisa mudou. Se bem que, quando não há interesse , o cão é sacrificado......
-------------------- 
Conan, o cão de guarda da CGM, vai curtir aposentadoria depois de 8 anos
Conan deve receber homenagem nesta quarta-feira

Na próxima quarta-feira, 29, a Guarda Civil de Itapevi fará uma homenagem ao rottweiler Conan, que por seis anos fez parte da corporação auxiliando os guardas nas operações de segurança. Os animais trabalham até os oito anos de idade. Conan foi aposentado compulsoriamente após seu oitavo aniversário, nesta sexta, 24

Doado ao canil com dois anos, o rottweiler preto e canela, de 38 quilos, foi treinado pelos adestradores da corporação e desde então auxilia no trabalho de policiamento. Por seis anos, Conan trabalhou nas ruas farejando entorpecentes e ajudando no patrulhamento dentro de estádios, eventos públicos e blitze realizadas na cidade.

“Conan é muito forte e inteligente. Adora o trabalho nas ruas e sempre trabalhou com concentração e seriedade. Muitas vezes, sua atuação foi fundamental para garantir a nossa segurança durante as operações”, explica o guarda Gilson Cândido Marcelino, que trabalha na GCM há 17 anos e há cinco é o condutor de Conan.

“Condutor é o nome que se dá ao guarda que está sempre com o cachorro. Mas na verdade, somos muito mais que isso. Somos verdadeiros parceiros”, diz Marcelino, que está triste com a aposentadoria do amigo.

“Vou sentir falta dele no trabalho. Mas vou adotá-lo, então estarei com ele todos os dias na minha casa. Agora, o Conan vai ser o meu terceiro filho. Minha esposa e meus dois pequenos estão muito felizes com o novo membro da família”, afirma o guarda.

Homenagem
A homenagem a Conan acontece na quarta-feira, 29, às 18 horas, no Complexo Desportivo Educacional João Salvarani (Av. Rubens Caramez, 1000A – Centro). O evento contará com a presença de outras corporações da região e será aberto ao público.

Canil
A Guarda Civil Municipal de Itapevi possui, atualmente, sete cães que fazem parte da corporação e vivem no canil da instituição.

Os cães precisam ter algumas aptidões específicas para o trabalho policial: faro desenvolvido (para drogas ou explosivos), tendência para captura (deve morder bem e ter gana para a caça), e obediência para policiamento.

“Não é qualquer cão que serve para o trabalho. Todos são adestrados e recebem treinamento diário”, explica o subinspetor José Carlos Batista dos Santos. Ele está na Guarda há 17 anos e desde 2010 trabalha diretamente com as equipes do canil, pelo qual é responsável.

Cada cão trabalha seis horas, em dias intercalados, e recebe treinamento e condicionamento físico diário. Além da alimentação balanceada, os animais são atendidos regularmente por veterinários da Secretaria de Saúde e Bem-estar.

“Os cães são cuidados pelos condutores, que são responsáveis pela sua alimentação, higiene e também pelo treinamento”, acrescenta Santos. As viaturas policiais que conduzem os cães também são adaptadas, com acento próprio e cinto de segurança específico para garantir a segurança e integridade física do animal.

17/09/2014

Hora de pendurar a coleira: repórter visita cão-guia prestes a se aposentar


Gostei da matéria..... Leia mais em nossa postagem:
Minha História: Vou aposentar meu cão-guia
-------------------------------------





Domingo Espetacular - Rede Record - 15/09/14 

Após oito anos de muito trabalho e companheirismo, chega o merecido descanso. O labrador Simon, de 10 anos, passa as últimas horas ao lado dono Alberto.

13/09/2014

Minha História: Vou aposentar meu cão-guia

Pelo menos, ele não foi daqueles que devolveram o cão velho e pegaram um novo....



Logo que eu peguei o Simon, fui avisado de que como qualquer animal, ele envelheceria, poderia ficar doente e se alcançasse os dez anos, deveria se aposentar. E essa hora chegou, infelizmente.

Nasci com baixíssima visão e, por volta dos 12 anos, perdi a pouca que tinha. Aprendi a usar a bengala e sempre me virei bem com ela. Mas, quando o Simon chegou, a minha independência aumentou consideravelmente. Enquanto com a bengala eu precisava tocar nas barreiras para então desviar delas, com o cão eu nem as sinto.

Para o Simon chegar até mim tive que passar por uma bateria de entrevistas. Da inscrição até

20/12/2013

Cego e cão-guia são atropelados por metrô em NY

Detalhe da reportagem é que diz que o cão vai se aposentar.....e aí? com quem ficará?
_______________________________
Dono perdeu a consciência, desmaiou na plataforma e caiu nos trilhos. 
Cachorro ficou latindo, tentou resgatar o dono, mas também caiu no local.

video

Um homem cego e seu cão-guia foram atingidos por um trem do metrô na terça-feira (17) em Manhattan, em Nova York (EUA). O acidente ocorreu depois que o homem perdeu a consciência e caiu sobre os trilhos, mas ambos escaparam sem ferimentos graves.

Cecil Williams, de 61 anos, disse à Associated Press que ele estava em seu caminho para o dentista durante a hora do rush da manhã quando se sentiu fraco na plataforma 125th Street. Seu cão-guia, um labrador preto chamado Orlando, que é treinado para protegê-lo, tentou segurá-lo, mas não conseguiu.

"Ele tentou me segurar", disse Williams.


Testemunhas disseram que o cão estava latindo freneticamente e tentou puxar Williams, mas ambos caíram quando Williams desmaiou.

O maquinista do trem diminuiu a velocidade dos vagões do metrô, mas mesmo assim atingiu os dois e testemunhas pediram ajuda. Williams e Orlando chegaram a ser atingidos, mas não ficaram gravemente feridos.

"O cão salvou a minha vida", disse Williams. Ele também foi surpreendido com a ajuda de equipes de emergência e de outras pessoas presentes na plataforma.

Williams foi levado a um hospital, onde está em recuperação e continua com Orlando a seu lado. O labrador completa 11 anos em janeiro e deve se aposentar da função em breve.

Fonte: G1

15/08/2013

Elefanta, após ser explorada em circos vai para Parque - João Pessoa

video
JPB - 12/08/13

A elefanta Lady, que já passou por diversos circos, foi adotada pela Prefeitura de João Pessoa e ficará num recinto adaptado no Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪