RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador animal no carro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador animal no carro. Mostrar todas as postagens

8 de março de 2013

Universitária registra BO após alunos gravarem cão em carro

Nossa postagem e a explicação do caso Publicado pelo JCNet
****
07/03/13 21:30 - Polícia
Universitária registra BO após alunos gravarem cão em carro
Paola Patriarca

Na noite desta quarta-feira (6), uma universitária foi ao Plantão Policial de Bauru para registrar um boletim de ocorrência (BO) por difamação. O registro foi pelo fato dela ter deixado seu cachorro dentro do carro, o que gerou confusão com outros estudantes.  A universitária alega que deixou parte do vidro do carro, que estava estacionado na sombra, aberto, com água e ração no chão do carro do lado do carona e que, além de tudo, avisou o porteiro da instituição de que o cão estava no veículo e que ficaria pouco mais de uma hora ausente.

Segundo consta no BO, a estudante de medicina veterinária, G.T.F., de 30 anos, afirmou aos policiais que, por volta das 8h, deixou seu carro no estacionamento da universidade. Segundo ela, o veículo ficou na sombra e com dois vidros abertos. Em seu interior, ela deixou seu cachorro, da raça Yorkshire, usando fraldas.

Ao retornar, por volta das 9h45, ela encontrou cerca de oito estudantes em volta do carro e um deles com um celular gravando cenas do cachorro dentro do veículo. Ainda de acordo com o BO, a vítima alega que os vídeos foram divulgados em redes sociais, com denúncias que a acusam de maltratar os animais.

De acordo com o BO, a vítima afirmou que os estudantes a denunciaram para uma ONG, enviando os vídeos e que, ao sair com o carro, eles gritavam e batiam no vidro do veículo. A universitária alegou aos policiais que deixou seu cachorro no carro porque não podia sair com ele, mas que no veículo havia água e ração e que não é caso de maus-tratos.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, a estudante foi ao Plantão Policial para ter seus direitos resguardados e poder tomar as medidas legais cabíveis. Ela tem seis meses para oferecer representação e queixa de crime contra as pessoas que fizeram o vídeo e o postaram na Internet.

Defesa
O JC entrou em contato com a estudante que afirmou que a acusação feita pelos estudantes é um absurdo. “Eu sou de Botucatu e viajo todos os dias para Bauru, deixando meu cachorro na casa do meu namorado. Nesse dia, eu perdi hora e tive que levá-lo para a faculdade, mas ele iria ficar ali só durante a minha primeira aula. No intervalo, eu iria levá-lo embora”, afirmou.

A estudante disse que informou ao porteiro da universidade sobre deixar seu cachorro no carro durante uma hora e ele ainda prometeu a ela que iria olhar. "Estou muito brava, principalmente por filmarem a placa do meu carro e colocarem na Internet”, afirmou ela.