Mostrando postagens com marcador animais velhos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador animais velhos. Mostrar todas as postagens

16/08/2017

Cães em idade avançada ou com deficiência são esquecidos em feiras de adoção

Ah, se eu pudesse... só adotava estes queridinhos para que o fim da vida deles fosse de forma digna e cheia de carinho.... Amo animais velhinhos mesmo... aqueles bem caquéticos..... 
---------------
Segundo especialistas que lidam com adoção, há muitos preconceitos na hora de escolher um animal
Bob é um poodle que foi invisível em boa parte da sua vida. Durante anos, tentava ganhar um lar em feiras de adoção de animais, mas ninguém percebia a existência dele. Ninguém levava o bicho para casa porque ele não tem um dos olhos.

Toda vez que a Coordenadoria de Defesa da Vida Animal (Codevida) faz feira de adoção de cães idosos ou com alguma deficiência, acontece algo parecido: quase todos voltam para a baia sem um dono e um lar. Os cachorros mais velhos são sempre colocados de lado.

Para Leila Abreu, coordenadora da Codevida, é preciso discutir o que é preponderante na hora de escolher um cachorro para casa. “As pessoas precisam entender que a gente não é eterno. A gente tem que se preocupar com a vida deles. A preocupação deveria ser: eles têm de ir embora antes de mim, porque não sei o que vai ser deles se eu for primeiro”, diz.

Segundo Leila Abreu, até mesmo os cidadãos idosos não curtem muito a ideia de levar um cão mais velho para casa. “Quando eles chegam nas feiras, na hora, se decepcionam, porque eles vieram procurar filhotes”, argumenta.

Ela explica que o comportamento do brasileiro na hora de adotar um cachorro é estimulado por uma série de mitos e preconceitos. “Um cachorro preto de porte médio está fadado a viver em baia de adoção para o resto da vida. Machos também”, relata.

De maneira geral, as pessoas costumam preferir fêmeas porque ainda acham que macho levanta a perna pra fazer xixi em qualquer lugar. “Os machos castrados já não têm mais isso, muito pouco mantêm esse comportamento”.

Outro erro citado por ela é a pessoa adotar com base no tamanho do bicho. “Na Europa e Estados Unidos, as adoções acontecem por temperamento. Às vezes, você adota um pastor alemão dócil, que mora em um quitinete e sai três vezes por dia, sendo equilibrado. Pode adotar um pintcher e ter um problema para o resto da vida”.

Terceira idade

A vida do poodle Bob mudou quando a dona de casa Mônica Macedo, do Marapé, começou a fazer trabalho voluntário na Codevida. “Ele ficou na minha cabeça. Ele tem um olho só e as pessoas não tinham interesse por ele”, conta.

Primeiro, Mônica pegou ele como “madrinha” de fim de semana. Foi amor à primeira vista. “Quando o cachorro é adulto, você já sabe se ele é dócil. O problema é o temperamento. Às vezes, você pega um filhote e não sabe como ele vai ser”.

Durante 17 anos, antes da chegada do Bob, Mônica teve outro cachorro, o Schumi. Quando cresceu, ele mudou de temperamento e chegou a morder o filho da dona de casa. “O Schumi envelheceu e com as doenças ficou mais agressivo”, conta.

Os veterinários da Codevida estimam que Bob tem entre seis e sete anos. “Com certeza, vou sofrer quando ele for embora, mas o tempo que viver com ele vai ser precioso”, admite Mônica, que adotou o cão em abril deste ano.

FONTE: atribuna

14/01/2017

Conheça o homem cuja missão é adotar animais idosos que ninguém quer

Gente, é outro dos meus..... Adoro animais velhinhos.... tenho toda paciência do mundo para cuidar deles..... Este companheiro, também, ama animais velhos. Muito axé para ele. No link do Instagram tem mais fotos.....
------------------------
Steve Greig tem uma grande paixão, que é, ao mesmo tempo, um enorme ato de amor e solidariedade. Este amante dos animais de Denver, nos Estados Unidos, adota animais de estimação idosos que tenham sido abandonados para dar a eles a oportunidade de viver da melhor maneira possível durante os últimos dias de suas vidas. Por Lara Castillo. Fotos: Instagram.com/wolfgang2242t
FONTE: yahoo


01/11/2016

Cadelinha de 18 anos abandonada e cega se agarra a voluntária para buscar proteção

Eu adoro cães velhos, caquéticos..... olha esta coisinha..... abri um berreiro danado quando li....
------------------------
A fragilidade de uma cadelinha cega de 18 anos causou muita comoção num abrigo de animais em San Diego, nos Estados Unidos. Muneca se agarrou à voluntária Elaine Seamans como se buscasse amor e proteção, e a foto do abraço amoroso das duas teve milhares de comentários de internautas de todo o mundo.

Segundo a Frosted Faces Foundation, que resgatou o animal da raça dachshund de um

14/09/2015

Último cão remanescente dos resgates nas Torres Gêmeas do 11 de Setembro completou hoje 16 anos

Sandra nos enviou.... olha a carinha dela, gente!!!!! adooooro cachorros velhos!!!!!
--------------------------

A cachorra Bretagne, que acredita-se ser o último cão remanescente dos resgates nas Torres Gêmeas no 11 de Setembro, ganhou uma "festa do arromba" nesta semana em Nova York, ao comemorar seus 16 anos de idade.

Bretagne e sua dona, Denise Corliss, faziam parte da Força-Tarefa Texas quando foram chamadas para Nova York para ajudar nas buscas de vítimas soterradas nos escombros do World Trade Center.

A festa, que durou um dia inteiro, inclui um X-burguer gourmet, muitas brincadeiras e um city-tour em Nova York a bordo de um táxi vintage. As despesas foram pagas pela publicação "Bark Post" (o jornal do latido).  "Quando chegamos ao Ground Zero, não conseguia acreditar na magnitude [da tragédia]", disse Corliss ao WABC. "Mas olhei para Bretagne, e ela estava pronta para trabalhar."
De acordo com o "Bark Post", quase 100 cães trabalharam no local após os atentados. 

Fonte: UOL 

05/09/2015

Mulher transforma sua casa em santuário para animais idosos abandonados - EUA

Se eu não tivesse ficado doente, eu ia fazer isto.... Aliás, já fazia algum tempo, ou seja, aqui só entrava velhinho caquético.... adooooro animais velhinhos..... me realizo tanto dando amor a estes seres tão queridos..... tenho 3, no momento, e, infelizmente, não vou poder ter mais nenhum.... estou como eles, precisando de quem me cuide..... hehehehe.....
------------------------
Dizem que os gatos têm nove vidas e que todos os cães vão para o céu, e este santuário garante que é verdade.

House With a Heart, um santuário animal em Gaithersburg, Maryland, garante aos animais de estimação idosos um lar feliz para os seus anos finais.

“Eu sou grata por cada dia com cada um deles”, disse Sher Polvinale, uma dos fundadoras

13/08/2015

GDF resolve a deixar leão e onça irem para o Rancho dos Gnomos

Muiiitooooooooo bom! !!!!!!!!!!!!!!!!! agora, queridos Silvia e Marcos vão resolver a parada que só eles  são capazes..... Axé para este casal maravilhoso!!!!!!!!!!!!!!

Por favor, colabore com a nova sede do Rancho CLICANDO AQUI. Divulgue entre seus amigos e peçam ajuda... 10 reais não vai fazer falta!

Ah, e vamos lembrar que o vice-governador só tomou esta decisão por conta da argumentação da Luisa Mell, né mesmo? Ela aproveitou que estava em Brasília e meteu bronca no gabinete do Renato Santana. Show!!!!
----------------------------------------------

video
DFTV - Rede Globo - 12/08/15

30/07/2015

Novo Amor Velho - documentário arrasante com apenas sete minutos

Todos nossos leitores sabem da minha paixão por cães velhos, aliás, qualquer animal velho.... isto desde que me conheço por gente.... 

Mas, hoje, nossa querida leitora Sandra acabou comigo..... ela nos mandou este vídeo OBRIGATÓRIO DE SER VISTO POR TODO MUNDO.... gente, abri um berreiro só!!!!!!!!!!!! lindo!!!!!!!!!! as carinhas das figurinhas são maravilhosas!!!!  e que companheiras estas que dão orgulho em nossa classe!!!!!

Parabéns aos alunos que produziram o material!!! muito bem feito!!! 

Antes conheçam minha gata Xuxa (17) e Kikinho (chegou aleijado e velhinho... hoje anda desengonçado... acho que tem uns 15).



---------------------------------------



Publicado em 20 de jul de 2015
NOVO AMOR VELHO é um filme documentário que divulga uma realidade pouco explorada: a dos cães que são descartados quando ficam "velhos demais".

Uma relevante parte dos animais nas ruas é de cães que atingiram a terceira idade e foram

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪