Mostrando postagens com marcador animais mortos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador animais mortos. Mostrar todas as postagens

08/05/2017

Com serviço gratuito suspenso, recolhimento de animais domésticos mortos custa até R$ 800,00 em Curitiba

Esta matéria saiu há alguns dias e não consegui saber se resolveram a situação.... que absurdo!!!!!
------------------------
Contrato entre prefeitura e empresa da área expirou e não há prazo para retomar coleta

onos de animais domésticos que quiserem dar o destino correto a seus pets após a morte desses bichos podem ter de desembolsar até R$ 800 para fazer isso em Curitiba. O serviço gratuito de recolhimento dos animais, até então feito pela prefeitura através do 156, foi suspenso há quase um ano e segue sem previsão para ser retomado.

A situação deste tipo de coleta, que já representou cerca de 23 toneladas de resíduos recolhidos por mês na capital, segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, veio à tona nesta segunda-feira (24), na Câmara Municipal. Na ocasião, a vereadora Fabiane Rosa (PSDC) relatou ter recebido uma resposta do Executivo sobre o contrato com a empresa até então responsável pela coleta, a Cavo.

Orçado em R$ 1 milhão por um período de 12 meses, o contrato, informou a prefeitura, expirou em abril passado e não foi mantido por falta de recursos. Há a possibilidade de oferecer o serviço novamente por meio de um novo edital de licitação. Essa concorrência, no entanto, ainda não tem previsão para ocorrer. O edital anterior abrangia também o recolhimento de animais encontrados mortos em vias públicas, serviço que a prefeitura continua prestando por conta própria.

Enquanto o recolhimento estava disponível, o serviço correspondia a metade dos pedidos de remoção feitos pela população à prefeitura. Por enquanto, a orientação é que, em caso de morte de animais domésticos, empresas particulares sejam procuradas para a coleta. As opções aos donos de pets, porém, não são muitas. As três organizações que disponibilizam pacotes de remoção e enterro ou cremação que atendem a capital estão na região metropolitana, nas cidades de Colombo e Pinhais. Segundo levantamento da Gazeta do Povo, o preços dos serviços oferecidos varia entre R$ 290 e R$ 800, dependendo do porte do animal.

Contaminação
Apesar de não oferecer alternativa gratuita, a Secretaria do Meio Ambiente não recomenda o enterro de animais mortos em quintais, sob risco de contaminação. “Ao entrar em decomposição, os animais liberam substâncias que podem contaminar o solo e o lençol freático da região”, esclarece Alexander Biondo, professor de medicina veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Além disso, em caso de morte por zoonoses – doenças que podem ser transmitidas por animais aos humanos, como a leptospirose, por exemplo, o risco direto à saúde dos donos é alto, segundo o professor. Nessas situações, salienta ele, é necessário que a carcaça passe por um procedimento chamado de “micro-ondas” antes de ser enterrada ou cremada. A medida elimina os micro-organismos causadores de doenças.

Para Biondo, faltou orientação da prefeitura à população quando o serviço gratuito foi interrompido. “Com o serviço suspenso, a pessoas ficaram desamparadas nesse âmbito. Seria importante ter sido feita uma cartilha sobre como manusear e proceder sem o amparo do serviço da prefeitura, por exemplo”, salienta. Usar luvas e colocar o corpo do animal em sacos de lixo são alguns dos procedimentos imprescindíveis nesses casos, ensina.

FONTE: tribunapr

03/04/2017

Designer que criou estojos com animais mortos é expulso do Facebook

Tem muita gente maluca neste mundo, não? Agora, tem uns que merecem uma camisa de força....
Fonte: Daily Mail
Colaboração: Helô Arruda
------------------
Um estudante de design foi banido do Facebook depois de assustar usuários on-line, transformando animais mortos em estojos de lápis.

O estudante Jack Devaney, de 22 anos, foi removido do site de redes sociais e proibido de comprar e vender grupos depois que compartilhou imagens de algumas de suas criações caseiras malucas.

O estudante de design da Universidade de Plymouth passou nove anos trabalhando como açougueiro e decidiu experimentar com transformar ratos mortos em objetos de papelaria.

Seus projetos bizarros foram recebidos com uma reação mista de uma crescente base de clientes no exterior, mas muitos se ofenderam com suas incomuns obras de arte.

O designer em ascensão alcançou notoriedade depois de postar fotos de uma caixa de lápis que ele fez de um rato morto no site de compartilhamento de imagens Imgur. Fotos do estojo de lápis, que é feito de um rato morto, agora já foram vistos quase 500.000 vezes.

Devaney disse que seu recente reconhecimento global tem sido um verdadeiro impulso para os negócios - e ele desde então vendeu suas estranhas criações em todo o mundo.

Ele disse: "Houve uma resposta variada. A faixa de posts disse 'Este cara faz um trabalho nojento' até 'Onde posso obter um', mas eu sou sempre educado quando estou respondendo. O estudante de 22 anos foi banido do Facebook e de vários grupos de compra e venda. Ele disse: "Tudo que eu queria fazer era colocar um sorriso em seus rostos. Acho que algumas pessoas escolhem ficar ofendidas. Poderiam simplesmente ignorar."

O Sr. Devaney começou a fazer as caixas de lápis depois de encontrar na internet um péssimo taxidermia e se perguntar se ele poderia fazer o seu próprio trabalho. Ele disse: "Eu tinha trabalhado em meio expediente como um açougueiro durante nove anos, então eu fiquei um pouco dessensibilizado para o processo. Significava também que eu sabia como arrancar, pegar e vestir animais diferentes.

Devaney disse que foi banido do site de redes sociais por até três semanas por "spam e abuso". Ele disse ao The Herald: "As pessoas parecem ter deixado de dizer coisas desagradáveis agora e começaram a agir sobre as coisas".
"Eu fui proibido no Facebook de postar em grupos, que era a minha maneira de tentar conseguir mais pessoas para ver o que eu estou fazendo e talvez me livrar de um aqui e ali. Depois ele foi banido do Facebook inteiramente.

Ele também afirma ter recebido uma carta da Natural England, pedindo-lhe para se registrar com eles e solicitar uma licença para taxidermia. "Imagino que alguém está tentando me colocar em problemas de alguma forma", diz ele.


11/01/2017

Animais estão morrendo vítimas da pior seca registrada em 30 anos na África do Sul

A desgraceira está geral!!!!!
------------------------
A pior seca registrada em 30 anos está atingindo 15 aldeias no Cabo Oriental, na África do Sul, onde inúmeros animais estão morrendo e as represas secaram com rachaduras extremamente profundas de até 60 centímetros.

A crise está se desenrolando a menos de 50 quilômetros da capital da província, Bhisho. Moradores disseram que mais de 50 bois morreram em 10 aldeias nos últimos três meses

17/10/2016

23 milhões de animais foram mortos na Amazônia no século XX

Que gente maldita é esta que é capaz de matar um animal para pegar sua pele.... Estamos   vivendo como homens pré-histórico.... que horror!!!!!!!!!
------------------------
Levantamento inédito revela ainda que a caça em busca de peles foi mais dramática para espécies aquáticas do que para as que vivem nas florestas

Um levantamento inédito feito por cientistas brasileiros e britânicos revela que a caça na Amazônia dizimou 23,3 milhões de mamíferos e répteis, de ao menos 20 espécies, nas primeiras seis décadas do século XX. O estudo, publicado nesta quarta-feira no periódico científico Science Advances, revela que os animais foram caçados

08/07/2016

Caçadora é criticada após posar para fotos com animais mortos

Mulher nojentaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!! Deve morar lá na África para ficar mais perto da psicopatia dela..........
------------------------
A caçadora Anna-Marie van der Westhuizen, de 32 anos, está na mira de ativistas que defendem animais por conta do hábito de posar para fotos ao lado de animais abatidos por ela.

Para completar os argumentos dos ativistas, a mulher e o marido, Chris, são donos de uma agência que oferece pacotes para outros interessados em caçar animais selvagens. A sul-africana moradora de Hoedspruit (África do Sul) tem o costume de tirar fotos ao lado de elefantes, leões, hipopótamos, crocodilos, antílopes e guepardos - todos mortos.

21/06/2016

1,7 milhão de animais mortos em dez anos para servirem como troféus

Que coisa tão retrógrada, não? Deus meu!!!!! traz luz para esta gente que caça animais.....
------------------------
Mais de um milhão e setecentos mil animais selvagens foram mortos e negociados entre nações no período entre 2004 e 2014, segundo o relatório “Matar  para troféus” da International Fund for Animal Welfare (IFAW). Desses, mais de 200 mil pertencem a espécies que estão sob o risco de extinção.

Talvez valha a pena explicar melhor: os tais troféus são aqueles corpos, cabeças, peles de animais que alguns humanos decidem levar para “enfeitar” seu território. Coisa de muito mau

30/11/2015

DiCaprio teve de lidar com animais mortos, rios gelados e comida crua

Ele teve que dormir com carcaças de animais? como assim? as carcaças foram produzidas para ele dormir com elas? animais de verdade? onde estavam os aderecistas que fazem tudo quase de verdade? isto está tão estranho.....
------------------------
Tudo para as gravações do filme, 'Regresso' de Alejandro González Iñárritu.

E quem disse que a vida de ator era fácil? Por vezes não é. E prova disso são os relatos feitos por Leonardo DiCaprio das gravações do filme, 'O Regresso'.

O ator já teria afirmado que este foi o filme mais

23/06/2015

Após um ano, zoológico de Paulínia continua sem previsão de reabertura - SP

Agora, enquanto isto, os animais ficam como? Quem acredita no que a Prefeitura fala? eu acredito no amigo Flávio Lamas, claro!!!!!!
----------------------
Bichos que ainda estão no parque devem ir para santuários, diz entidade.
Prefeitura rebate críticas e nega que a área pública esteja abandonada.

Onça pintada e pavão no zoológico fechado de Paulínia, SP (Foto: Carlos Alciati Neto/ G1).

Um ano após o fechamento para reforma, o Parque Ecológico “Armando Muller”, em Paulínia (SP), que abriga um zoológico, continua sem prazo de reabertura. Em meio à crise política e econômica que atinge o município, a prefeitura afirma ter projetos para a área, mas não dá detalhes do que será feito e nem informa quando a visitação será liberada. Para entidade de proteção e defesa dos

11/08/2014

Delegada analisará imagens do caso dos animais mortos em Cabo Frio, RJ

Sinceramente? a gente nunca tem resposta de nada investigado.... será que estou sendo injusta? Você sabe de algum caso? conta p´ra nós? Neste caso aí estou achando uma temeridade a "reposição" de animais no mesmo lugar, né não?
------------------------------

Animais mortos em Cabo Frio (Foto: Blog Repórter Eduander Silva) Crianças se assustaram com a morte dos animais (Foto: Blog Repórter Eduander Silva)
A Delegada afirma não haver suspeitos do crime pela falta de testemunhas. O projeto 'Bicho na Praça' vai ser retomado até quinta.

A Polícia Civil anunciou nesta terça-feira (05) que imagens de segurança de casas e estabelecimentos comerciais próximos à praça em que o projeto acontecia serão analisadas até o final da semana na investigação da causa da morte dos animais. A Delegada afirma não haver suspeitos do crime pela falta de testemunhas.

A organização do projeto disse que, até quinta-feira (07), ele será retomado e que novos animais serão colocados no lugar, com a ajuda dos moradores. Na madrugada do último sábado (02), 118 coelhos e preás do projeto 'Bicho na Praça' foram encontrados mortos na Praça do Parque Burle, em Cabo Frio, no RJ.

FONTE: G1

28/12/2013

Polícia localiza animais mortos e abandonados em casa em Veríssimo

MGTV 1 - TV Integração - afiliada TV Globo - 26/12/13


Vejam a matéria do G1
A Polícia de Meio Ambiente de Uberaba resgatou dez animais em situação de risco na manhã desta quinta-feira (26), em Veríssimo, no Triângulo Mineiro. Eles estavam sozinhos no quintal de uma casa

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪