RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador alimentos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador alimentos. Mostrar todas as postagens

29 de agosto de 2017

Pelo de rato, mosca e barata: por que a Anvisa 'tolera' bichos nas comidas?

Pois é!!!!! enquanto isto a Anvisa exige tanta coisa para os produtos serem testados em animais....
-----------
Recentemente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a venda de cinco marcas de extrato e molho de tomate com pelo de roedor acima da média permitida pelo órgão.

Muitos internautas então perguntaram: "Quer dizer que um pouco de pelo de rato é tolerado?"
A resposta é sim.

A legislação brasileira tolera a presença não só de pelo de ratos, mas também de pedaços de moscas, baratas, aranhas, formigas, areia, pelo humano, teias e até excrementos animais --desde que estejam dentro do limite estabelecido por lei.

Quem determina este limite é o RDC-14, um conjunto de leis criado em 2014 que determina quanta "sujeira" é aceita num alimento sem que isso cause problemas de saúde para o consumidor. Ali diz quantos fragmentos --ou seja, partes visíveis ou não a olho nu-- de matéria estranha (insetos, excrementos, animais e pelos) pode haver no alimento. Antes, não havia regulamentação para os limites de tolerância.

Os fragmentos podem ser macros ou microscópicos. Ou seja, podemos encontrar um pelo de rato inteiro ou em fragmentos tão pequenos que não seja possível visualizá-los a olho nu

Ingrid Schmidt-Hebbel, coordenadora do Tecnologia em Gastronomia do Centro Universitário Senac-Santo Amaro e especialista em legislação. Para se ter uma ideia, 100 gramas de molho de tomate podem ter até dez fragmentos de insetos (como formigas e moscas) e/ou um fragmento de pelo de roedor.

Pelos de rato também são toleráveis em frutas desidratadas (1 em cada 225 g de uva passa), chás (2 em cada 25 g), especiarias (1 em cada 50 g de pimenta do reino) e achocolatados (1 em cada 100 gramas).

Veja alguns exemplos:
  • Molho e extrato de tomate, catchup e outros derivados: um fragmento de pelo de roedor a cada 100 g, dez fragmentos de insetos (como moscas e aranhas) a cada 100 g
  • Doces em pasta e geleia de frutas: 25 fragmentos de insetos a cada 100 g
  • Farinha de trigo: 75 fragmentos de insetos a cada 50 g
  • Biscoitos, produtos de panificação e confeitaria: 225 fragmentos de insetos a cada 225 g
  • Café torrado e moído: 60 fragmentos de insetos a cada 25 g
  • Chá de menta ou hortelã: 300 fragmentos de insetos em 25 g, cinco insetos inteiros mortos em 25 g, dois fragmentos de pelos de roedor em 25 g
  • Orégano: 20 fragmentos de insetos em 10 g
FONTE: UOL

11 de março de 2016

Consumo de Ômega-3 está gerando filhotes de leões marinhos subnutridos

Estamos matando todos os animais.... dizimando o planeta.... Deus tenha piedade de nós......
Fonte: Care2
Colaboração: Helô Arruda
-------------
Filhotes de leões marinhos ao longo da costa da Califórnia não estão recebendo os nutrientes de que necessitam. Há alguns anos filhotes magros e desnutridos tem chegado às praias, um fenômeno que tem intrigado os cientistas.

Agora, os pesquisadores finalmente acreditam saber por que os filhotes estão lutando para viver. Trata-se da diminuição da qualidade dos alimentos o que, em certa medida, poderia ser culpa nossa.

De acordo com um novo estudo, as mães dos leões-marinhos não conseguem mais encontrar o

28 de novembro de 2015

Total Alimentos doa 760 kg de ração para animais de Mariana/MG

Nossa patrocinadora sempre presente durante as tragédias que atingem nossos amados bichos....
--------------------------

Empresa possui reserva específica para situações de emergência

Por meio do programa de proteção animal Max em Ação, a Total Alimentos doou 760 kg de alimentos para cães e gatos da região de Mariana/MG. As doações chegaram na quarta-feira, dia 25 de novembro, ao galpão montado pela Associação Ouropretana de Proteção Animal (AOPA), que abriga cerca de 300 animais 

“Agradecemos muito a doação, ela será fundamental para os 163 cães e 4 gatos que estamos abrigando e cuidando todos os dias. Está sendo muito difícil, mas estamos contando com ajuda de muitos voluntários”, afirma Luana, Presidente da ONG. 

“O Max em Ação possui uma reserva especial para situações de emergência: o Fundo Comum. Essa poupança é formada por selos vale-ração que não têm uma ONG destinatária específica”, explica Diógenes Silva, Gerente das linhas Premium da Total Alimentos.  Esta é a segunda vez que o Max em Ação atua em áreas de desastres, em 2013, doou  alimentos para cães e gatos de Xerém - Caxias (RJ).


A Associação Ouropretana de Proteção Animal (AOPA) também precisa de doação de itens de limpeza, jornais e artigos de conforto para os animais, como casinhas e cobertores. 

Quer ajudar?
Associação Ouropretana de Proteção Animal
Ag 0136
Op 003
Conta 2753-1
CNPJ 23.099.642/0001-95
Caixa Econômica Federal





Ingrid Balhe
Assessoria de Imprensa
Total Alimentos 

7 de novembro de 2015

Elefantes usam tromba como sopradores para pegar alimentos

E saber que seres capazes de raciocinar como estes são massacrados em caçadas na África, exibidos em zoológicos, ou então, explorados em circos.... triste....
Fonte: Daily Mail
----------------------------

Os pesquisadores da SOKENDAI (Universidade de Pós-Graduação de Estudos Avançados) e da Universidade de Kyoto comprovaram que quanto mais longe um pedaço de comida era jogada, quanto mais  os elefantes assopravam com a tromba para trazê-lo para perto deles. A equipe filmou os elefantes em área que haveria dificuldade de pegar os diferentes alimentos que foram: maçã, bambu, feno, folhas e batatas caídas.

22 de agosto de 2015

Benção dos Animais - Itapevi - SP

Galera de Itapevi, uma atenção para o Evento. Vamos preparar tudo para comparecer e ajudar!!!!! Promoção do Jardim do Amigo  que é um cemitério de animais. 





27 de fevereiro de 2015

Saiba quais os 13 alimentos que cães e gatos não devem comer

Achei a matéria bem feitinha...
---------------------------------------------
Veterinária explica porque cada item faz mal aos pets.

Muitos tutores acreditam que os pets possuem o mesmo paladar que os humanos e, por excesso de mino e carinho, oferecem alimentos frequentes da dieta da família aos animais como se isso fosse normal. O que nem todos sabem é que a digestão do cão e do gato difere da nossa, e determinados alimentos podem provocar indigestão, intoxicação e outros problemas de saúde.

A veterinária Karina Mussolino, da rede Pet Center Marginal/Petz, lista mais de 10 itens que devem ser evitados e explica porque

3 de dezembro de 2014

Iniciativa online salva animais de morrerem de fome



Um exemplo a ser seguido! Sem palavras...
--------------------------------



Voluntários que fizeram uma campanha online para arrecadar alimentos para o zoológico de Lugansk visitaram os satisfeitos leões, lhamas, burros e macacos. Os animais sobreviveram ao bombardeio durante o conflito, mesmo com os severos danos sofridos no zoológico. A ativista e organizadora Ekaterina achou incrível a reação dos moradores.

SOT, Ekaterina, ativista Online (russo): ""Meu coração se enche de alegria quando vejo pessoas reagindo, ajudando, em vez de ficarem indiferentes a uma situação difícil como esta. Todos ajudam com sacos de comida, e ficam em contato com os funcionários do zoológico. É tudo muito bom quando você vê que sua ajuda é necessária e importante. "

Como o Zoológico não tem como sustentar os animais, os moradores se comprometeram a visitar regularmente o zoo com alimentos.

FONTE: UOL