Mostrando postagens com marcador adoro cães. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador adoro cães. Mostrar todas as postagens

14 de julho de 2017

A importância do adestramento de cães

Cão tem que ser educado, sem dúvida. Mas, a maioria de nós mal dá conta da limpeza, remédios e um cafuné, né mesmo? eu mesma fico furiosa quando chega alguém em casa e o destrambelhado do Lobinho fica latindo. Tem pessoas que ele nem liga, mas, outras..... Céus!!!!!! Mas, tem umas dicas boas que podemos seguir.
-----------------
É um fato que os cães podem ser ótimos companheiros e nos trazerem muita alegria. Contudo, eles são animais com instintos e traços de personalidade próprios e podem agir a bel-prazer se forem permitidos, dando assim muita dor de cabeça para os donos. 
Felizmente, os cães são animais dotados de inteligência, portanto, são capazes de aprender. Assim sendo, podem e devem ser educados. De preferência, desde filhotes. Quanto antes o filhote for adestrado, mais fácil será o processo de aprendizagem e mais fácil será para os seus tutores ensiná-lo qualquer coisa.
Isso quer dizer que o filhote, a partir do momento que chega na casa de seus novos donos, já pode ser treinado. Mesmo que os filhotes mais novos consigam manter a concentração apenas por curtos espaços de tempo, alguns comandos mais simples já podem ser aprendidos a partir da sétima ou oitava semana de vida.
As vantagens de se começar o adestramento do cachorro desde filhote são muitas. Tal como as crianças, os cãezinhos filhotes são como esponjas: absorvem conhecimento, aprendizado e novos hábitos com extrema facilidade. Então se eles adquirem manias indesejadas desde cedo, tentar mudá-las mais tarde será muito mais complicado. Além do mais, um cachorro bem-criado dará muito menos trabalho do que um mal-educado.

Fonte: Adoro Cães
=====
Aproveitando a questão adestramento, vejam o vídeo que nossa amiga Ana Marta nos mandou. Geralmente não gosto muito de ver, mas, este prende nossa atenção e a gente percebe que o cachorro está a vontade, salvo critério errado meu. Publiquei no meu Facebook porque não achei o original. Caso alguém tenha a fonte, me manda?

19 de maio de 2017

Como identificar febre em cachorros?


Sempre é bom a leitura destas informações

-----------------  
É bem provável que a maioria das pessoas conheça aquele velho método de tocar o focinho dos cães para verificar se eles estão com febre ou não. Mas apenas isso é o suficiente para saber identificar febre em cachorro? Continue lendo para ver outras maneiras de identificar esse sintoma.

Antes de mais nada, porém, é bom lembrar que a temperatura média dos cachorros varia entre 37,5 ºC e 39,5 ºC, ou seja, ela é um pouco mais alta do que a dos seres humanos. Apenas quando o animal apresentar uma temperatura de 40 ºC ou mais ele vai estar com febre de fato.

Então vejamos quais são as maneiras de saber se os nossos amigos de quatro patas estão com febre ou não. A maneira mais fácil, claro, é usar um termômetro para medir a temperatura do animal – pode-se usar tanto um termômetro retal quanto um auricular. Caso você não disponha de um termômetro, é possível verificar alguns sinais que podem indicar febre. Além de verificar o focinho dele – se este estiver quente e seco, pode ser sintoma de febre – fique atento também aos seguintes sinais: olhos vermelhos, orelhas quentes, falta de energia, perda do apetite, tosse, vômito e tremores.

Fonte: Adoro Cães

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪