Mostrando postagens com marcador adoção de animais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador adoção de animais. Mostrar todas as postagens

12/07/2017

Xuxa lança vídeo pedindo adoção de animais

A Xuxa lançou este vídeo ontem onde ela apela às pessoas para adotar os animais. Achei legal sim porque ela fala da SUIPA que precisa muito da nossa ajuda. Ela cita, também, os animais sob a responsabilidade da SUBEM na Fazenda Modelo onde foi recentemente, mas, é diferente porque tem recursos próprios, ou deveria ter, né mesmo?

Agora, o veterinário responsável  lá da Fazenda (aquele que não quis contar a verdade sobre os cães que fizeram castração química) fez um cálculo que fiquei questionando. Diz ele: quem adotar um gato se prepara para gastar 200 reais por mês!!!!! Jesus amado, estou frita com 9.... kakaka.... é um sem noção mesmo!!!! Convida para adotar e diz que a pessoa vai gastar este valor por mês? kakakaka.... 

Fechando, entre os outros furos do vídeo, alguns até salvos pela fala da Subsecretária, queria só destacar: A Xuxa mostra um monte de cachorro virinha e daí apresenta aqueles que convivem com ela: todos de raça? Sei não.... quem vai querer adotar um pobrezinho sem dono em um canil qualquer diante daquelas belezuras de cachorrinhos dela?  Mas, tudo bem..... faz  parte do show de ilusões..... Só espero que funcione!!!!! améééémmm.....  

Publicado em 11 de jul de 2017
Canal X Quem conhece Xuxa sabe o amor que ela tem pelos animais. É por isso que o Canal X, a partir de agora, também será um espaço para mostrar esse carinho, hoje com o pessoal da Suipa e Subem (Subsecretaria de Bem Estar Animal). Compartilhe divulgue essa causa!

20/06/2017

André Marques é só amor por suas filhas caninas

O legal é que ele está ajudando alguns animais com adoção.... Muito bom, né?
------------
Assim como nós, o apresentador André Marques é um apaixonado por cães e trata suas cinco cadelinhas como verdadeiras filhas, fazendo sempre de tudo para oferecer o melhor para as peludas.

Ele não tem vergonha de declarar seus sentimentos pelos animais e o amor pelas cadelas é tanto que o apresentador sempre aparece em programas falando sobre seus animais e seus cuidados com eles.

André não nega que é daqueles papais babões e deixam os filhos fazerem tudo o que querem. Ele cuida, prepara a alimentação das cadelas cozinhando comida natural, dá muito amor e também mima demais suas filhotas.

Prova da corujice de André Marques é que seu perfil oficial na rede social Instagram está recheado de imagens das cadelas. São muitas fotos e vídeos que mostram diversos momentos da família, inclusive das cadelas tomando conta da cama do apresentador, delas na piscina e de fatos importantes para a família, como quando duas das cadelas se tornaram “mocinhas” e tiveram que usar fraldas pela primeira vez.

O amor que o apresentador tem pelos animais vai além de suas cadelas. André também utiliza o seu perfil no Instagram para divulgar e fazer pedidos de ajuda para abrigos, para animais que estão em necessidade e para ajudar a encontrar cachorros que estão desaparecidos.

Uma publicação compartilhada por Andre Marques (@euandremarques) em

29/04/2017

Mulher supera síndrome do pânico e depressão após adotar mais de 50 animais: 'Eles me salvaram'

Os animais curam, sem dúvida....
------------------------
Há sete anos Katiusca Angélica Lopes Ribeiro faz parte de um grupo de protetores independentes e cuida de animais abandonados em Itapetininga.

Após encontrar um cachorro abandonado e maltratado perto de sua casa, a moradora de Itapetininga (SP) Katiusca Angélica Lopes Ribeiro, de 38 anos, decidiu que queria salvar outros animais. Foi então que se tornou protetora independente e há sete anos cuida de sete cachorros e 53 gatos. Porém, o que ela não esperava era que todo esse empenho para resgatar animais maltratados também pudesse ajudar a mudar sua vida. Segundo Katiusca, adotar os animais fez com que ela conseguisse superar a síndrome do pânico e até a depressão.

“Eu sempre fui apaixonada por animais, mas tudo começou quando eu ainda estava noiva e encontrei um cachorro da raça Perdigueiro, que estava abandonado. Na época, meu marido morava em uma casa de dois cômodos e lá acolhemos esse cão que tinha quase o meu tamanho. Foi então que passei a percorrer as ruas atrás de animais e o número em casa só foi crescendo. Em dezembro de 2016 fui diagnosticada com síndrome do pânico e começo de depressão por ser muito nervosa. Alguns dias não tinha vontade de sair da cama, mas sempre levantava, pois sabia que eles dependiam de mim. Eles me ajudaram a superar. Eles me salvaram”, conta a protetora.

Segundo Katiusca, ela acredita que a sobrecarga de tarefas foi o que acarretou a síndrome e a depressão. “Por mais que meu marido e filho me ajudem nas tarefas diárias, eu sempre acabava pegando toda a responsabilidade para mim, por isto comecei a desenvolver a doença. Atualmente eu passo por sessões em um psicólogo e ainda tomo antidepressivos, mas o que realmente me ajuda todos os dias é cuidar dos meus animais. É graças a eles que eu tenho vontade de sair de casa”, explica.

Paixão

De acordo com a protetora, o amor pelos animais surgiu ainda quando ela era criança, pois sempre foi rodeada pelos animais. "Porém, ainda não resgatava os cachorros da rua. Mas após ajudar o primeiro cachorro abandonado, eu conheci um grupo de voluntários através do Facebook e com o apoio e ajuda do meu marido e filho, aderi à causa e comecei a resgatar animais que encontrava abandonados no bairro. Tornei protetora dos animais independente”, explica.

Através do grupo, os integrantes têm contato com pessoas do Brasil inteiro que cuidam de animais que são abandonados e maltratados, explica a moradora. Em Itapetininga, segundo Katiusca, cerca de 15 pessoas são protetores independentes que, sem ajuda de órgãos públicos, se unem para cuidar dos animais.

"Nós protetores sempre nos ajudamos. Quando falta algum medicamento ou até mesmo ração, informamos no grupo. Então todos começam um mutirão para conseguir arrecadar o que precisamos. Estamos promovendo a campanha 'Adote um protetor'. Se alguém gosta de animais, mas não pode adotar, ajude. Faça doações, leve para castrar, pois é isto que precisamos", conclui.

Segundo Katiusca, a maioria dos animais resgatados é encontrada em situação crítica de saúde. Geralmente foram maltratados por seus antigos donos ou estão com alguma doença. E durante os anos em que cuida dos animais, ela acumula uma bagagem de histórias de superação.

"A gatinha Brenda de três meses foi uma das últimas que resgatei e nem parece ser a mesma. Eu encontrei ela jogada no meio de um entulho em um terreno baldio aqui do bairro. Por conta da rinotraqueíte, que é uma doença que afeta principalmente os gatos ainda filhotes, ela perdeu totalmente a visão de um olho e de outro ela enxerga apenas vultos”, conta a protetora.

E a maldade de algumas pessoas é constantemente flagrada por Katiusca., que afirma que já encontrou uma gata abandonada sem os dois olhos.

“A gata Dori foi abandonada sem os dois olhos, prenha e com um corte na barriga. No que eu a encontrei a levei ao veterinário, não conseguimos salvar seus filhotes, mas ela sobreviveu e hoje é um animal muito carinhoso”, explica.

Para Katiusca, o aumento no número de animais abandonados é devido à falta de conscientização. “Quando encontrei o cão Heros, por exemplo, ele estava em uma rua do Centro, muito magro e bebendo água quente de um buraco na rua. Diversas pessoas tiravam fotos e comentavam “que dó”, mas ninguém fez nada por ele. Eu o resgatei e hoje ele é um animal alegre e brincalhão”, conta.

Rotina

A moradora afirma que, para cuidar de tantos animais, decidiu há dois anos sair do emprego onde trabalhava como prestadora de serviços. “Todo dia levanto cedo e solto os gatos que ficam no gatil para tomarem um sol e os alimentos com ração e água. Tanto para aqueles que ficam em casa quanto aqueles que eu alimento nas ruas. Em seguida, eu lavo todo o quintal. No final da tarde eu repito todo esse processo e fecho eles no gatil”, conta.

Para alimentar os gatos e cachorros, ela atualmente faz bicos, conta com ajuda de doações e promove rifas e bazares. Katiusca explica que também recebe ajuda de veterinários para conseguir tratá-los e castrá-los. “Eu sempre levo eles para castrar, mas o que eu vejo é que falta conscientização nas pessoas e até mesmo da prefeitura sobre esta prática, pois constantemente filhotes são abandonados. Para resolver isto bastava ter mais campanhas que incentivassem a castração”, afirma.

Ainda segundo a protetora, alguns animais que estão em sua casa podem ser adotados. “Porém, investigo se a pessoa tem condições de cuidar do pet, pois já aconteceu da pessoa voltar a abandonar ou maltratar o animal”, conta.

Preconceito

Por conta de tantos animais, Katiusca conta que sofre preconceito diariamente, inclusive de familiares. “Muitas pessoas se afastaram de mim por causa deles, até meu pai reclama e diz que eu vou ficar louca por ter tantos animais, mas ele mal sabe que são eles que estão me salvando”, afirma.

Apesar disto, a protetora não se deixa abalar. “Eu não ligo para as pessoas que me olham com descaso. Tenho o apoio e ajuda do meu marido, filho e amigos e sei que todo animal que resgato é uma vida que salvei. Não sendo barata, até cobra eu salvo”, conta.



FONTE: G1

27/02/2017

Cervejaria dá folga remunerada para quem adotar animais



Podia ser geral, não? a ideia é ótima!
O local fica na Escócia e também permite que os funcionários levem os animais para o trabalho.
-----------



22/11/2016

Francês passa 5 dias em canil e consegue adoção para 150 animais

Na verdade, todo mundo pode ajudar, né mesmo?
----------------
Um youtuber francês passou 5 dias dentro de um canil. Esta loucura foi feita para ajudar cachorros de rua. Parece que a ação deu certo, pois mais de 150 cachorros foram adotados e foram arrecadados 200.000 euros. Veja esta loucura do bem!
Fonte: Zoomin.tv

07/11/2016

Autoridades e ONGs pedem responsabilidade na adoção de animais



Que coisa mais triste..... A intenção da pessoa, as vezes, é ajudar os animais. Gostei muito das palavras da Rosana Portugal da Coordenação de Bem-estar animal lá de Petrópolis. Foto tirada da matéria.
---------------------
video

10/06/2016

Lei em Blumenau cria regras para adoção de animais e intensifica punições para casos de maus tratos - SC



Isto é bom.... municípios podem arrochar com multas e regras.....
------------



Publicado em 8 de jun de 2016
Para tentar acabar com as situações de maus-tratos aos animais, foi sancionada em Blumenau uma lei para punir com mais rigor quem comete esse crime. A legislação também determina uma série de regras para quem tem um bichinho de estimação.

09/04/2016

UBER lança um programa que incentiva a adoção de animais

Queria saber se alguém conhece bem o programa e se está funcionando. Achei muito legal e p´ra mim, só resta saber isto: está dando bons resultados? Conta p´ra gente?
---------------------------------
Em parceria com outras entidades, o Uber leva às pessoas interessadas, animais que estão à espera de adoção.Iniciativa de adoção de animais é incentivada pelo Uber Iniciativa de adoção de animais é incentivada pelo Uber .

A empresa americana Uber, que vem atuando no Brasil desde 2014, tem como atividade principal o transporte particular de pessoas. A empresa, que já se envolveu em diversas polêmicas, não é bem vista pelos taxistas, que alegam que o serviço prestado é ilegal. Já os consumidores estão cada vez mais aderindo à modalidade, uma vez que o pagamento é feito por meio de cartão de crédito, não há

17/11/2015

O protecionismo irresponsável e suas consequências

Achei que o texto tem um monte de verdades.... Confiram:
------------------------
Grande parte dos  protetores definem a adoção de animais como um ato de amor, eu também encaro dessa maneira e luto para que seja assim.

Porém, se não houver responsabilidade por parte do tutor, a adoção pode ser fatalmente o fim da linha para cães e gatos que passaram uma vida inteira à espera da chance de ter uma família.

Não é nada difícil em feiras de adoção, na hora da entrevista, escutar candidatos contar  histórias da posse irresponsável que é tão comum por aí:  “adotei um gato, mas ele era rueiro e foi

07/04/2015

Prefeitura lança Portal para Adoção de Animais em Ubatuba

Portal concentra inicialmente relação de todos os animais abrigados no Canil Municipal e na Ajuda Animal

A Secretaria Municipal de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Ubatuba lançou um novo portal que permite a população consultar animais para adoção no município.

Batizado de Adocão e disponível no endereço Adocao.Ubatuba, o portal concentra inicialmente a relação de todos os

09/09/2014

Lançamento de aplicativo para adoção de animais

Achei muito legal!!!!
-------------
Lançamento de aplicativo para adoção de animais
“Adote pets” vai estabelecer a ponte entre quem encontra bichinhos abandonados e os interessados em tê-los em casa

Acaba de chegar ao mercado o “Adote Pets”, um aplicativo gratuito que pode ser utilizado tanto por quem quer oferecer um animal para a adoção, quanto por quem busca

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪