Mostrando postagens com marcador Tailândia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Tailândia. Mostrar todas as postagens

3 de agosto de 2017

Após provocação de homem, urso o arrasta para dentro de seu recinto - Tailândia

Animais são explorados em templos para seu próprio sustento. Neste caso aí, o camarada teve uma sorte danada.
----------------  
Um turista que provocou um urso ao pendurar comida através do muro é alcançado e arrastado para dentro do cerco  que habita,. Milagrosamente, sobreviveu. O turista estava provocando o urso em um templo na província de Phetchabun, na Tailândia. Naiphum Promratee, 36, enfureceu o animal baixando a tigela de arroz na corda. O animal então ficou em suas pernas traseiras e conseguiu alcançar e arrastar Promratee para o seu recinto que sobreviveu ao ataque e está se recuperando no hospital.

Fonte: LiveLeak

29 de julho de 2017

A crueldade praticada contra o lóris lento nos países asiáticos

Noutro dia me toquei que nunca havia falado sobre o Lóris Lento em nosso blog. Então:

Na Indonésia, Tailândia, Bornéu, Filipinas e Vietnã (sudoeste asiático) comerciantes ilegais de animais caçam lóris lentos e cortam seus dentes para serem vendidos nas ruas e mercados de animais de estimação. Os lóris são animais muito bonitos e fáceis de serem pegos na vida selvagem devido a sua lentidão de movimentos. Os dentes dos animais são cortados de forma cruel pelos comerciantes para torná-los fáceis de  manejar resultando na morte de muitos deles pela perda de sangue ou infecção antes de serem vendidos.

Embora, os lóris lento sejam bonitos e pequenos, eles podem dar picadas venenosas. Estes animais são os únicos primatas venenosos no mundo. Eles produzem toxinas nas glândulas branquiais localizadas no interior dos seus cotovelos. Quando se sentem ameaçados, Loris levantam as mãos acima da cabeça. Esta é a sua postura defensiva, que ajuda-os facilmente a sugar a toxina da glândula em seus cotovelos. Uma vez que a toxina é sugada para dentro da sua boca, ele ataca com mordidas poderosas.  Diz-se também que eles transmitem as toxinas não só com seus caninos afiados, mas com os dentes pequenos localizados na frente do maxilar inferior. Tais mordidas podem ser inesperadas e extremamente dolorosas. As feridas provocadas por mordidas de lóris lentos levam algum tempo para curar e às vezes podem desenvolver infecção também. Esta é a razão pela qual lóris lentos que são utilizados para o comércio de estimação, têm os seus dentes arrancados. Estes animais aplicam estas toxinas na pele das suas crias, de modo a protegê-las dos predadores.

Como o lóris lento se torna o "animal de estimação" de alguém:

~

PASSO UM: CAPTURA
Milhares de lóris lentos são roubados da natureza para serem vendidos ilegalmente na rua ou nos mercados de animais. Frequentemente famílias inteiras de lóris lentos vivendo na natureza são capturados para o comércio de animais de estimação.






PASSO DOIS: CORTE DE DENTES
Antes que um loris lento seja vendido como um animal de estimação, seus dentes são cortados usando cortadores de unhas, cortadores de fio ou alicate sem anestesia. Isto é para torná-los fáceis de manusear e proteger os seres humanos de sua mordida venenosa potencialmente mortal. Este é um procedimento incrivelmente doloroso que muitas vezes resulta em infecção ou morte por perda de sangue. 




PASSO TRÊS: TRANSPORTE
Loris são transportados escondidos em recipientes escuros, superlotados e mal ventilados. O estresse deste transporte resulta em uma taxa de mortalidade entre 30% e 90%. Muitos lóris lentos capturadas são encontradas em caixotes ao lado dos corpos de outros tantos que morreram.



Se você se deparar com um vídeo ou foto de um lóris lento na internet, saiba que, embora pareça fofo,  o animal no vídeo está sofrendo, assim como toda a espécie.  Não só o comércio destes animais causa um sofrimento inimaginável, mas também,  é a maior ameaça à sobrevivência das espécies, que está em grave perigo de extinção. Veja o vídeos desta ONG que pede que a gente assuma o compromisso de contar a verdadeira história sobre estes pobres animais. Está em inglês, mas, as imagens dizem tudo: 

18 de julho de 2017

Asiáticos despelam sapos vivos e comem siris, também, vivos

Quem pode acreditar que exista um "serumano" podre deste? As imagens foram feitas em Bangkok que é a capital e cidade mais populosa da Tailândia. É a décima cidade mais populosa da Ásia e a vigésima quarta mais populosa do mundo. P´ra que o mundo precisa de gente assim? é a maldição da superpopulação humana.

O mequetrefe pega os bichos vivos e despela eles numa total indiferença a vida que tem em mãos. Os bichos continuam se mexendo, mesmo depois de estarem sem as peles. Que horror!!!!  Esta gente asiática mete medo, sabia? Não veja se não tem estômago.... Aproveito para mostrar um vídeo onde uma mulher daquelas bandas come siris vivos.... Deus meu!!!!!!



Fonte: LiveLeak

9 de julho de 2017

Três em quatro elefantes são maltratados em turismo na Ásia

Está havendo uma campanha muito forte sobre os maus-tratos aos elefantes naquele continente e em especial na Tailândia.... A crueldade praticada contra eles e exploração inadmissível está mobilizando muita gente no mundo..... 
------------
Os turistas que em suas viagens a países da Ásia participam de atividades nas quais os elefantes são os protagonistas devem pensar em duas vezes antes de realizá-las.

Segundo relatório da organização World Animal Protection divulgada nesta semana, a maior parte desses animais é altamente explorada pelos seus donos e tratada com crueldade.

A entidade de proteção dos animais examinou as condições de vida de cerca de 3 mil elefantes que "trabalham" em atividades turísticas de nações como Tailândia, Laos, Camboja, Nepal, Sri Lanka e Índia durante 2014 e 2016 e concluiu que três em quatro desses mamíferos vivem em condições "inaceitáveis", sendo acorrentados dia e noite sem comida ou tratamentos adequados.

Como se não bastasse, os filhotes também são separados das suas mães e sofrem cruéis processos de adestramento para se tornarem dóceis e submissos durante os espetáculos ou o transporte de turistas.

Dos países examinados, o pior deles é a Tailândia, que é responsável por três quartos de todos os elefantes em cativeiro para fins turísticos.

"Se é possível montar, abraçar ou interagir com um animal selvagem é provavelmente porque ele está sendo tratado com crueldade", explicou o autor do relatório, Jan Schimidt-Burbach.

A organização afirmou que a pesquisa tem como objetivo sensibilizar os turistas do assunto e tentar impedir que eles agendem ou participem dessas atividades. Ela também ressaltou que já conseguiu convencer 160 companhias de viagem a suspenderem a venda e a promoção desses pacotes.

FONTE: bonde

2 de julho de 2017

Crocodilo, o animal criado na Tailândia por render muito dinheiro

Que horror!!!! a exploração animal é impressionante e tem gente que acha que estes animais não sofrem no abate..... São esfolados vivos na maioria das vezes.....
-----------
Os tailandeses têm quintas próprias para poderem criar os crocodilos.
Os crocodilos são fundamentais na Tailândia e ajudam as indústrias de alimentos, de vestuário e de turismo, o que faz com que se faça um enorme investimento nestes animais.

Informação divulgada pela Reuters releva que na Tailândia há pelo menos um milhão de crocodilos e um total de cerca de mil quintas onde estes se reproduzem e são tratados.

Os tailandeses utilizam estes animais pelo fato de os crocodilos serem uma atração para os turistas, mas também para fazer peças de luxo vendidas por milhares de euros e para a indústria alimentar.

Fonte: Arquimedes

23 de junho de 2017

Depois de 58 anos, elefante é libertado de templo que escraviza animais - Tailândia

Dá uma pena danada destes animais escravizados em nome do dinheiro e religião. Ontem, enquanto adaptava o texto, fiquei muito emocionada por imaginar tamanho sofrimento.... Leiam por favor!!!! é para refletirmos o quanto precisamos trabalhar por todos estes seres que tanto amamos....
----------- 
Meio século preso em correntes, Gajraj - que significa Rei dos Elefantes, tem em torno de 70 a 75 anos de idade. Ele foi capturado na natureza  e foi acorrentado, em um determinado lugar de exposição, no templo Yami Devi Hindu em Aundh, Maharashtra, na Índia, por quase 58 anos. Ontem, (sábado) sem nunca ter cometido um crime, ele estava finalmente livre de seu terrível cativeiro.

Ferido, parcialmente cego, com abscessos pé, suas presas arrancadas para proteger os tratadores que o abusavam diariamente, frágil por conta de décadas de má alimentação, falta de hidratação ou movimento, ele foi abandonado para morrer, ainda acorrentado por todas as quatro pernas, até que a ONG Wildlife SOS, auxiliado por fundos da Peta, lançou uma missão de resgate.

O vídeo abaixo é dele chegando no Santuário
Sua proprietária, a Rainha da Aundh, tinha sido persuadida a entregá-lo, mas ainda assim a  "equipe organizada para a libertação de Gajraj"  com  12 pessoas, incluindo veterinários, motoristas, mecânicos e manejadores, precisou de proteção policial quando  chegaram na quarta-feira para iniciar o resgate.

No início, os moradores foram despedir-se dele, mas, a atmosfera rapidamente se tornou desagradável. Uma multidão de 500 pessoas tentaram bloquear seu caminho, atacando a equipe com paus e pedras. "Havia um misto de drama e raiva quando nos aproximamos", disse Kartick Satyanarayan da Wildlife SOS. 

Continuou Kartick: "O elefante foi cercado por uma multidão que gritava.  Por que os habitantes locais não queriam que ele fosse salvo do cativeiro? porque eles o consideram um ícone...  A primeira vez que soube da situação dos elefantes asiáticos foi quando visitei Guruvayur Temple em Kerala, sul da Índia, em agosto de 2015. Haviam mais de 5.000 elefantes cativos na Índia sendo que 600 no templo em Kerala.  

No Guruvayur, aproximadamente, 38 elefantes estrelas (o número oscila, devido a mortes, dois anos atrás, eu contei 58), são forçados a viver como estátuas e fazer presença em festivais ganhando U$600,000 por ano para os proprietários do templo.  Many  e outros elefantes estão acorrentados no mesmo local há décadas, liberados somente para ser conduzido a uma velocidade superior durante os festivais onde são controladas por pregos em seus pés pressionando para mantê-los dominados."

The Mail e Sunday fizeram uma matéria a respeito da exploração destes animais e receberam cerca de 50 mil comentários vindo de países ao redor do mundo, mas pouco mudou. O Templo Guruvayur, em função da repercussão proibiu câmeras dentro do complexo. David Cameron (ex-Primeiro-Ministro inglês) prometeu ajudar o elefante asiático, mas, a atual, Theresa May, ficou em silencio sobre esta questão.  

Sangita Iyer é uma cineasta nascida em Kerala. Ela tomou conhecimento da situação destes elefantes em 2013 e se sentiu compelida a fazer alguma coisa. Ela levantou o dinheiro para fazer um documentário, "Deuses em Correntes", utilizando financiamento público. 

As filmagens não foram fáceis. Foi ameaçada, recebeu e-mails abusivos e os proprietários e tratadores dos elefantes tentaram de tudo para minar sua resistência. "Quando eu voltar para Kerala, vou precisar de proteção policial", ela diz de sua casa no Canadá. "Como uma hindu, tenho vergonha. Precisamos de falar e intervir contra a crueldade praticada contra estes elefantes". 
Abaixo: trailler do documentário que ela fez:

Continua Sangita: "Por que os elefantes asiáticos são ignorados? por que todo  dinheiro e publicidade vai para os elefantes africanos?  É uma falta de consciência. Um desejo de não irritar. Líderes justificam a sua recusa de intervir usando o escudo de crenças  culturais. As pessoas no Ocidente pensam que amamos o elefante. Eles não percebem que estão torturando os animais sem sua própria casa". 

A cena mais chocante em seu filme? diz ela: "Em 2014, eu conheci uma elefoa de 53 anos chamada Lakshmi. Ela foi acorrentado em um templo em Kerala, mas, era razoavelmente bem cuidada. Quando voltei um ano depois, ela era um elefante diferente. Eu perguntei o que tinha acontecido. O mahout (condutores de elefantes) perdeu a paciência quando ela roubou sua comida  e daí ele a cegou. É de partir o coração".

Não é só elefantes de templos como Gajraj e Lakshmi que sofrem. Os elefantes são forçados a transportar turistas em todo sudeste da Ásia que acabam enlouquecendo pelo cativeiro, isolamento e brutalidade com que são tratados.

Como Duncan McNair, da Save the Elephants asiáticos, nos diz, "Um dos casos recentes é o do elefante chamado Golf que pisoteou um turista escocês até a morte em Koh Samui, Tailândia. Depois, Golf foi implacavelmente torturado  e seus gritos ecoavam em toda a aldeia. As empresas de turismo do Reino Unido continuam a enviar de forma imprudente turistas para estes resorts tailandeses".

Mas, Gajraj, devido ao ruido aterrorizante da multidão, tornou-se confuso e ansioso  e não quis entrar em uma ambulância adaptada especialmente para ele. Só aceitou entrar em um caminhão aberto para seguir em direção à sua nova casa no santuário Wildlife SOS em Mathura, a sudeste de Nova Deli. 

Ontem (sábado 17/06), depois de uma viagem de 930 milhas - felizmente, ele aceitou ser transferido para a ambulância e levado à um local secreto. Gajraj chegou ao santuário, onde as correntes foram removidas e onde receberá cuidados geriátricos  para o resto dos seus dias.  

Ele ficou calmo durante a viagem porque durante o caminho lhe era oferecido cana de açúcar (um fazendeiro local ofereceu sua colheita) e melancia enriquecida com solução de reidratação. Seus abscessos estavam com curativos, bem como uma ferida no joelho. Um animal que tenha conhecido apenas crueldade, fica calmo enquanto bem tratado. Ele se comportou valentemente.

Gandhi disse: "A grandeza de uma nação e o seu progresso moral podem ser julgados pela forma como seus animais são tratados." A Índia ainda está na idade das trevas. Visite o nosso site para ver um vídeo de Gajraj desembarcando da ambulância depois de meio século em algemas. Emergente, cauteloso e grato ido para a liberdade."

O cuidado da vida do Gajraj e despesas médicas serão altas devido ao seu corpo já velho e frágil, estarão inteiramente aos cuidadeos do Wildlife SOS. Você pode contribuir para o cuidado da vida do Gajraj fazendo uma doação hoje em wildlifesos.org.

Fonte: Daily Mail
Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"


19 de junho de 2017

Cobra piton é salva antes de ser morta - Tailândia





Uma cobra piton de 10 metros foi encontrada atrás de um restaurante. Ela seria morta e servida como prato principal de uma festa comemorativa. Depois de resgatada foi devolvida à natureza pelas autoridades locais. 
-----------------

17 de junho de 2017

Crocodilo morde cabeça de homem em zoológico da Tailândia

Quem está com pena do treinador levanta o dedo!!!!!!
---------------------
No meio de uma apresentação em um zoológico tailandês, crocodilo resolveu atacar a cabeça de seu treinador; confira o vídeo com cenas desesperadoras

O público de uma apresentação, em um zoológico da Tailândia, ficou horrorizado com as trágicas cenas que presenciaram: o crocodilo, que fazia parte de um show, resolveu morder a cabeça do treinador que conduzia a performance.

O caso aconteceu no último domingo (11),  no Zoológico de Bootleg, localizado na cidade tailandesa de Ko Samui. As imagens chocantes da ação do  crocodilo  foram gravadas por um espectador e, em seguida, publicadas nas redes sociais. Confira o vídeo:

Na gravação, vemos o réptil, já com a boca aberta, enquanto o homem começa o número, utilizando duas varetas de madeira. O treinador, vestido de vermelho, passa as varas em torno do animal, e em seguida, coloca a cabeça dentro da boca dele.


O que ele não esperava era ser atacado pelo animal.
Rapidamente o homem consegue se desvencilhar dos dentes reptilianos e permanece agonizando no palco da apresentação. Enquanto isso, o animal foge e corre para dentro da água.  Não há informações sobre o estado de saúde do tailandês.

8 de junho de 2017

Aquário para elefante é atração em zoológico na Tailândia

A Tailândia explora tanto os animais.... Muita gente lá vive às custas deles e para humanos, o que importa é a coisa que dá dinheiro.... Temos que dar uma nova ordem no planeta, amigos!!!!!
---------------
Animais fazem duas apresentações diárias que encantam os visitantes
BANGKOK — O zoológico Khao Kheow, em Surasak, a pouco mais de cem quilômetros de Bangkok, inaugurou no fim do ano passado uma nova área de exposição. Trata-se de um imenso aquário, mas que em vez de peixes, abriga um elefante. Rapidamente, o espaço se transformou na principal atração do zoológico, que possui mais de 8 mil animais de 300 espécies diferentes.

— Os tailandeses estão vindo e os estrangeiros adoram e dizem nunca terem visto isso antes — disse Attapon Srihayrun, diretor-adjunto do zoológico, à AFP.

 Os elefantes fazem duas apresentações diárias, acompanhados dos tratadores, diante de visitantes deslumbrados com a rara cena. Em zoológicos tradicionais, os elefantes ficam presos em recintos secos, mas como muitos mamíferos, esses animais gostam da água. Na Tailândia eles são treinados a nadar.

O Khao Kheow possui dez elefantes em sua coleção. Segundo a administração, o zoológico é um dos poucos do mundo a oferecer um espaço para os visitantes verem os elefantes nadando.

Fonte: O Globo

7 de junho de 2017

Animais explorados em exposição na Tailândia

Vejam o quanto é deprimente a exploração animal em exposições. No Brasil ou na Tailândia é tudo igual.... Só Deus sabe como estes animais são tratados nos bastidores..... O especismo e antropocentrismo é nato na espécie humana que vai pilhar a Terra até o seu fim...... Somos frutos de experimentação extra-terrestre e isto ninguém mais vai poder me contestar..... Os verdadeiros donos do planeta, os animais, vivem em equilíbrio cada um em seu papel. A espécie humana não tem nenhuma função em nenhum ecossistema e ninguém pode contestar esta afirmativa. Concluímos, indiscutivelmente, que não somos daqui.....
--------------------
Alguns dos grande variedade de animais em exposição este ano no Expo Pet na Tailândia. Corujas nevado, lhamas e pequenos porcos foram apenas alguns dos destaques no show em Bangkok.

Fonte: LiveLeak

29 de abril de 2017

Macaco obeso é levado para check-up pelas autoridades tailandesas

Gente, será que só eu vejo que tem alguma coisa errada? Não acho que seja gordura e sim um tumor. Estou errada?
-----------------
'Tio Gordo' vai passar por dieta. Segundo ONG local, ele está bem acima do peso porque turistas o alimentam mal.
Um macaco obeso virou alvo de preocupação das autoridades na Tailândia. Ele foi levado pelo departamento de Parques Nacionais e Conservação da Vida Selvagem para fazer testes de saúde, segundo informam os tabloides "Metro" e "The Sun".

O bicho vivia solto com outros macacos perto de um mercado flutuante de Bangkok, onde recebe muita comida de turistas. Uma ONG local disse que o animal não está doente, apenas come demais. A organização defendeu que o macaco, conhecido como "Tio Gordo", fique solto, pois seria uma espécie de líder para os mais jovens do bando.

Tio Gordo vai ser colocado de dieta num centro de vida selvagem e deve se exercitar até retornar a um peso normal para sua espécie.




Fonte: Globo Natureza e Daily Mail

8 de abril de 2017

Vanessa Mesquita visita Santuário na Tailândia

Na tarde desta quarta-feira (5), Vanessa Mesquita postou uma foto no Instagram em que aparece de maiô cavado dando banho em um elefante. Achei legal e fiquei imaginando o quando deve ser legal tocar num bicho maravilhoso como este....
--------------------
vanmesquita
Elephant Jungle Sanctuary Camp 6
Sou uma pessoa motivada a realizar meus sonhos e hoje realizei mais um ❤ 
Não vão a lugar onde se monta em elefante, onde obrigam eles a pintarem em telas e são explorados!!!! depois de pesquisar muito e ter referências de amigos da proteção animal achei esse Santuário ❤️ 🐘🐘Atualmente composta de 9 locais espaçosos Elephant Jungle Sanctuary é o lar de mais de trinta ex-maltratados elefantes, que agora estão livres para desfrutar suas vidas. 🐘🐘NOSSA MISSÃO é proporcionar o maior número possível de elefantes com a boa saúde, liberdade e felicidade que realmente merecem. Utilizamos nossa abordagem progressista e eticamente responsável para o ecoturismo de elefantes como uma plataforma para aumentar a conscientização e educar as pessoas da Tailândia e de todo o mundo sobre o cuidado com elefantes ea situação do elefante asiático. 🙏🏻❤NOSSA ESPERANÇA é dar o exemplo e contribuir para uma mudança positiva na percepção dos elefantes; Para testemunhar um futuro onde os elefantes não são montados, escalfados, sobrecarregados ou abusados ​​e, em vez disso, são tratados com cuidado, amor e respeito. 
O projeto Elephant Jungle Sanctuary também fornece muitas pessoas da aldeia de Karen com emprego, educação e apoio financeiro.


Leiam tudo que publicamos sobre a protetora Vanessa Mesquita que ganhou o BBB em 2014

31 de março de 2017

Cão de rua traz sempre um “presente” para a mulher que lhe dá comida todos os dias

Que coisinha mais lindinha, meu Deus!!!!! Mesmo que a história seja inventada, é muito boa de se ler....
-------------
Como alguém que se dedica a alimentar cães vadios perto de sua casa na Tailândia, Orawan Kaewla-iat, sabe que este ato em si já é uma enorme recompensa. Mas, aparentemente, um cão que beneficia da sua generosidade, achou que ela merecia algo mais.

Como conta o The Dodo, Orawan partilhou recentemente uma bonita história sobre um cão que ela tem vindo a alimentar, que dá pelo nome de Tau Plu, que aparece todos os dias na sua casa acompanhado pela sua mãe à procura de comida. Mas em vez de comer as tigelas de arroz que lhe são oferecidas, de forma apressada como a maior parte dos cães faz, Tau Plu trás sempre consigo algo para dar em troca.

"Quando ele tem fome, oferece sempre algo em troca da comida…", diz Orawan no seu Facebook traduzido pela Coconuts Bangkok. "Todos os dias ele aparece com um objecto na boca, pode ser uma folha, ou por vezes um pedaço de papel. Antes de alimentar os outros cães, nós temos que alimentar o Tua Plu, e a sua mãe."

Aqui fica o vídeo do Tau Plu em ação:
Não se sabe como, nem onde, Tau Plu aprendeu este gesto de agradecimento, mas não é a primeira vez que vemos cães a darem presentes a pessoas de que eles gostam. E este tipo de comportamento fez com toda a certeza que Tau Plu arranja-se muitos admiradores.

O vídeo já se tornou viral na Tailândia, e também no estrangeiro, levando algumas pessoas a quererem adotar este cão tão educado. Ele está a usar uma coleira porque assim segundo Orawan, ficará a salvo da perseguição de que muitas vezes os cães vadios são alvo.

Assim com alguma sorte, Tau Plu e a sua mãe irão encontrar uma nova casa. E temos a certeza que eles vão agradecer.

23 de março de 2017

Morre tartaruga que engoliu 915 moedas na Tailândia

Coitada da grandona... fiquei emocionada ao ler no G1: "Às 10h10 se foi em paz", afirmou Nantarika Chansue, a veterinária responsável pelo centro de pesquisas aquáticas do hospital de Chulalongkorn. "Era minha amiga, minha professora e minha paciente", disse, sem conter as lágrimas. 

Fonte: Jornal da Band - 21/03/17  e G1 Natureza

7 de março de 2017

Tartaruga engole 915 moedas na Tailândia

Minha Santa dos Envelopes Lacrados!!!!! olha a pobrezinha....
------------------
Um acúmulo de 915 moedas foi cirurgicamente removido de uma tartaruga marinha na Tailândia, após ela ter engolido os objetos jogados em seu reservatório em troca de boa sorte.

11 de fevereiro de 2017

Mulher 'voa' após ataque de elefante em rio tailandês

Toma!!!!! se bem que a coitada da mulher só estava fazendo festa.... É o famoso turismo explorado na Tailândia.... nojo!!!!
--------------

Os elefantes não são, por norma, animais violentos, mas o exemplo que hoje lhe trazemos mostra exatamente o oposto.
No vídeo acima pode ver uma mulher, que segundo o jornal The Sun é uma turista, a acariciar o elefante num rio na Tailândia.



O momento que tinha tudo para ser de descontração acabou por se revelar de uma grande violência, uma vez que o elefante não gostou da proximidade da mulher e acabou por a atirar para longe,

2 de fevereiro de 2017

Voluntários fazem limpeza na costa da Tailândia e salvam milhares de vidas

É impressionante a quantidade de material que estes pobres animais ingerem e que acabam provocando suas mortes...... triste demais!
-------------
O volume de resíduos plásticos nos oceanos atingiu níveis alarmantes. Mais de oito milhões de toneladas de resíduos plásticos são lançados no oceano a cada ano, de acordo com um estudo recente do grupo ambiental Ocean Conservancy, com sede em Washington, e do McKinsey Center for Business and Environment.


O problema dos plásticos marinhos é uma grande preocupação com o meio ambiente, visto que o resíduo demora centenas de anos para de decompor. Desde animais marinhos que se alimentam de

8 de janeiro de 2017

Na Tailândia, elefanta mutilada faz hidroterapia para voltar a andar

Tudo bem que estão fazendo um bem para a bebezona, mas, depois vão explorar a pobrezinha em passeios de turistas..... ou não?
------------------------
Filhote com seis meses, 'Fah jam' foi encontrada ferida após cair em armadilha em um povoado do país.

A Taiilândia experimenta um tratamento revolucionário, usando uma piscina, para que uma pequena elefanta que perdeu parte da pata volte a aprender a caminhar.

"Fah jam" ("Céu Claro") foi encontrada ferida,

5 de janeiro de 2017

Francesa mordida por crocodilo enquanto tirava uma selfie

Esta idiotice de selfies continuam..... tomaaaaaa......
------------------------
Uma turista francesa foi atacada por um crocodilo, no Parque Nacional da Tailândia, enquanto tentava tirar uma "selfie" com o réptil.

De acordo com o "Bangkok Post", Muriel Benetulier, de 48 anos, estava, no último domingo, a visitar o Kho Yai National Park, em Banguecoque, juntamente com o marido, quando viu um crocodilo e saiu do percurso estabelecido para tirar uma fotografia com o animal.

Benetulier aproximou-se do crocodilo e baixou-

3 de janeiro de 2017

Visitante registra ataque de crocodilo a treinador na Tailândia


Minha Santa dos Dentes Afiados, olha p´ra isto...
----------------
Um treinador de crocodilos tailandês ficou levemente ferido após um dos animais agarrar o braço dele. As imagens, gravadas por um telefone celular e postada no site "Like Leak", mostram como o animal pegou o braço do homem durante um show no “Phuket Crocodile World”. 


O homem identificado como Anusak Salangam, de 47 anos, foi atacado na sexta-feira, segundo o "Phuket News”. Responsáveis pelo parque afirmaram que o treinador teve apenas “pequenos

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪