Mostrando postagens com marcador Philip Low. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Philip Low. Mostrar todas as postagens

02/09/2014

Grupo de cientistas afirma que animais não devem ser tratados como objetos

Gente, vocês não imaginam a felicidade de saber que muita gente está no caminho para conquistar metas muito boas para os animais. Sinto falta de lideranças, de pessoas mais conhecedoras do tema, de maior responsabilidade, de idealistas, etc. Mas, inegavelmente, tem pessoas trabalhando seja pouquinho ou muito.... E isto, para quem está deixando a vida, é maravilhoso..... Muito bom.... Olha isto:
-------------------------------
Um grupo de cientistas renomados, como o canadense Philip Low e a brasileira Carla Molento, assinou na última semana uma declaração afirmando que os animais são seres com consciência, capazes de sentir dor e prazer e, por isso, não podem ser tratados como coisas.

O documento, chamado de Declaração de Curitiba e criado durante o III Congresso Brasileiro de Bioética e Bem-estar Animal - evento organizado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), em agosto - aprofunda o entendimento científico sobre questões éticas envolvendo o uso de animais em experimentações, na produção de alimentos e até mesmo no entretenimento.

Um dos signatários e apoiadores do documento é o médico veterinário e presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda. Para ele a declaração pode ser considerada uma extensão da Declaração de Cambridge,

22/08/2014

"Tratamos os animais de forma primitiva", diz neurocientista parceiro de Stephen Hawking

Muito bom.... O Congresso rolou já uns meses, mas, só agora está tendo repercussão a participação do Philip. Publicamos uma postagem sobre ele em 2012. Olha só: Não é mais possível dizer que não sabíamos, diz o neurocientísta Philip Low .
-------------------------------
De passagem pelo Brasil, onde participou do 3º Congresso Brasileiro de Bioética e Bem-Estar Animal, o neuroscientista canadense Philip Low expõe um paradoxo cruel: do ponto de vista científico, sabemos que os cérebros de mamíferos possuem oscilações complexas, como dos humanos. Temos a prova de que eles são conscientes. Apesar disso, tratamos esses animais como objetos – utilizados em testes de laboratório ineficazes que podem, na opinião de Low, ser substituídos por técnicas mais avançadas.

Além dos estudos com animais, uma das abordagens propostas pelo canadense é a de entender melhor o funcionamento do cérebro humano, e tratar doenças antes de os sintomas se manifestarem, quando ainda

24/07/2012

Não é mais possível dizer que não sabíamos, diz o neurocientísta Philip Low

.
Leitura OBRIGATÓRIA para todos que lutam pelo direito do animal.
___________________
Neurocientista explica por que pesquisadores se uniram para assinar manifesto que admite a existência da consciência em todos os mamíferos, aves e outras criaturas, como o polvo, e como essa descoberta pode impactar a sociedade. Clique na imagem abaixo para ler a matéria da VEJA:

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪