Mostrando postagens com marcador Manaus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Manaus. Mostrar todas as postagens

30/11/2017

Campanha orienta e incentiva a guarda responsável de animais em Manaus

Adoro estes programas educacionais... Somente desta forma conseguimos modificar a triste realidade do abandono, né mesmo?
------------
E, para quem não pode ter um bichinho, a vice-presidente da ComPaixão ressalta que há outras formas de contribuir com a causa
Manaus – Com o objetivo de orientar e incentivar a guarda

11/11/2017

Homem suspeito de fumar maconha com macaco é detido em Manaus

Que filho do "coisa ruim", hein? Estas pessoas só podem ser encarnação dos infernos.... O que revolta qualquer um é que "vai responder em liberdade pelo crime".....
-------------
Suspeito, que estaria fumando maconha, assinou um termo por maus-tratos e vai responder em liberdade.
Um homem de 22 anos foi detido pela Polícia Militar (PM) na

13/07/2017

Após morte de cadela, reunião discute sobre presença de animais na Ufam

Nós publicamos sobre o caso. Confira: Cadela 'Pretinha' morre após ser agredida com chave inglesa dentro da Ufam - Manaus . Parece que a solução será bem proveitosa. Torcemos daqui.
--------
Em junho, uma cadela morreu após ser agredida dentro da instituição.

Uma reunião com objetivo de viabilizar a implantação de um Programa de Proteção Permanente aos Animais Domésticos e Silvestres que vivem na área do campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), foi realizada nesta segunda-feira(10). Em junho, uma cadela morreu após ser agredida dentro da instituição.

A reunião contou com representantes da Ufam, membros da Comissão Especial de Proteção aos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil Amazonas (CEPA/OAB-AM) e do Grupo Desabandone. A reitoria sugeriu a elaboração de campanhas de conscientização sobre abandono e maus tratos; a inclusão, em todos os contratos de prestação de serviços para a Ufam, de cláusulas específicas e suas implicações.

Cadela morta
Segundo alunos da instituição, a vira-latas “Pretinha” teria sido agredida por homens que prestavam serviço dentro do campus, em Manaus, em 13 de junho. Ela morreu quando era levada para passar por exame em uma clínica.

FONTE: G1
=============

Outra matéria
Suspeitos de matar cadela que vivia em universidade no AM assinam TCO por maus-tratos

08/07/2017

Cães e gatos de estimação são encontrados mortos e congelados na Feira do Coroado - Manaus - AM

Barbaridade.... 
------------------------
Pelo menos 12 cães e gatos de estimação foram encontrados mortos e congelados dentro de sacos plásticos na manhã desta quinta-feira (6), na Feira Coberta do Coroado, localizada na alameda Cosme Ferreira, Zona Leste. Segundo os feirantes, vários dos animais são de raça e alguns são filhotes.

A suspeita é que os bichos sejam de algum pet shop e que foram jogados na feira durante a madrugada.

“Chegamos por volta de 6h30 e nos deparamos com esses animais jogados na área onde fica a caçamba de lixo. Alguns estavam amarrados com fitas e em posições que pareciam estar vivos. Isso não se faz”, lamentou o taxista Geraldo Medeiros, uma das primeiras pessoas a ver os animais.

Policiais militares da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) receberam informações que uma picape de cor branca foi vista por um morador que passou pelo local por volta das 5h. “A testemunha contou que viu um homem branco e alto descarregando as sacolas de cima da carroceira do veículo”, contaram.

“Não vimos, mas São Francisco de Assis viu e não vai deixar isso impune”
Os animais foram jogados na lixeira da Feira do Coroado e, provavelmente, foram deixados durante a madrugada. Revoltados com o cenário que presenciaram, os feirantes relataram que devem buscar informações para tentar identificar os responsáveis.

“Infelizmente não vimos quem foi, mas vamos buscar imagens de câmeras de segurança dos box da feira, casas e comercio da área para descobrir. Não vimos, mas São Francisco de Assis [santo protetor dos animais] viu e não vai deixar isso impune”, concluiu Geraldo.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) encaminhou uma equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), composta por uma médica veterinária, um biólogo e agentes do órgão, para o local.

“Foi feita uma pericia biológica na área com objetivo de encontrar vestígios de contaminações. Depois os animais foram recolhidos e devem passar por necropsia para identificar as causas das mortes. O laudo vai ser encaminhado para a Polícia Civil”, explicou o chefe do núcleo de controle da raiva animal, Jonathan Calheiro.

Ainda segundo Calheiro, o descarte indevido desses animais em área publica caracteriza crime ambiental e o caso será investigado pela Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente (Dema).

FONTE: emtempo

14/06/2017

Migração de araras para zona urbana chama atenção de moradores de Manaus

Aqui onde moro, diariamente, um bando de ararinhas maracanã passam p´ra cá e voltam p´ra lá.... O que é estranho é que elas descobrem comida não sei onde em plena selva de pedra.....
--------------
A localização da cidade de Manaus, no meio da floresta amazônica, atrai para a zona urbana, animais típicos da zona de mata. É o caso, por exemplo, das araras, pássaros famosos pela algazarra e beleza das plumagens. A visita das aves à zona urbana da capital tem sido notada, com frequência, por moradores de algumas regiões.

Da varanda de casa, o biólogo Danyhelton Dantas, morador de um condomínio, na zona norte da capital, nas proximidades de um fragmento de floresta, acompanha o movimento das araras. Ele conta que os pássaros passam pelo local, de manhã bem cedo ou no final da tarde, em direção a área verde.

“Uma coisa que sempre fascinou, a mim e a minha esposa, nos dois anos em que estamos morando em Manaus, foi olhar para cima para ver as araras. A gente consegue ver a arara azul, a vermelha que é a araracanga. Uma coisa que achamos interessante é que elas andam em pares. Você nunca vê uma arara voando sozinha”, observa.

O biólogo tem razão. As araras estão em maior número na capital. Pesquisadores tentam entender se é a cidade que tem atrativos para os animais ou se há algo errado na floresta, para o comportamento dos pássaros. Para os cientistas, isso pode ter a ver com a escassez de alimentos na mata ou com a abundância de comida na cidade.

“Nós ficamos sem ver as araras em Manaus, durante um bom tempo. De um ano para cá começamos a verificar a presença delas. principalmente da araracanga, uma arara vermelha que temos por aqui. No começo havia um casal que ficava sobrevoando a cidade, hoje sabemos que há pelo menos 16 casais. Foi fácil identificá-las, pois elas são barulhentas. Isso pode representar uma combinação de fatores. Pode estar faltando espaço na floresta por conta do desmatamento”, diz o ornitólogo e analista ambiental do Instituto de Pesquisas do Meio Ambiente (Ibama), Robson Czaban.

Na cidade, chama a atenção o fato da arara vermelha tem sido vista com mais frequência, pois é um tipo que gosta de áreas alagadiças e não de terra firme.

O pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), Mário Conh-Haft, que trabalha há mais de 30 anos com aves, explica sobre as características das araras encontradas na região. Ele diz que existem três espécies predominantes.  “A que realmente vive na cidade é a araracanga. Ela tem uma mancha amarela nas asas que separa o vermelho das costas, do azul das asas. A arara vermelha tem um vermelho bem mais intenso, já a Canindé, é amarela por baixo e azul por cima. Muita gente considera a Canindé a mais bonita de todas”, diz o especialista.

A floresta em Manaus 
O pesquisador também não descarta o fato das araras estarem procurando a cidade, devido à fome . “Se não houvesse verde na cidade, não haveria araras. A razão porque atraímos esses bichos é porque ainda mantemos áreas verdes em Manaus”.

Mário Conh Haft destaca ainda a inteligência das araras. “É um bicho de vida longa, com uma memória excelente. É muito inteligente e possui uma sociabilidade que permite troca de informações”, explica.

Arara Vermelha
O pesquisador também acredita que as araras já começaram a retornar à floresta. Para ele, daqui a alguns dias, os moradores irão sentir falta dos pássaros.

O biológo Danyelton também fala da questão da presença da floresta em Manaus, como fator de atração dos animais. “A questão da fragmentação é muito real em Manaus. A gente tem ilhas de matas dispersas pela cidade. Acho que as araras e outros animaizinhos como o sauim, buscam esses corredores para movimentação”.

O importante mesmo é preservar o verde. Investir nos fragmentos urbanos de floresta. Mantê-los prontos, para quando as araras quiserem voltar.

Reportagem: Markilze Pereira
Edição web: Gláucia Chair

Fonte: Em Tempo

13/05/2017

Polícia identifica seis situações de maus-tratos a animais domésticos em Manaus

Esta operação está promovendo bons frutos.... Muito legal!!!!
---------------
Seis situações de maus-tratos a animais domésticos foram identificadas durante a quinta etapa da Operação "Beethoven", deflagrada pela Polícia Civil na quinta-feira (11). Os animais apresentavam quadro de desnutrição e moravam em condições precárias. Os donos dos bichos foram notificados.

A operação teve início após a Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema) receber denúncia anônima indicando oito endereços, situados nas Zonas Centro-Sul e Norte da cidade, onde animais estariam sendo maltratados.

Em seguida os policiais civis foram até os locais averiguar a veracidade das informações, segundo conta o delegado da Dema, Samir Freire. "Tínhamos oito alvos, visitamos nove imóveis e conseguimos constatar irregularidades em seis deles. 

Em alguns casos encontramos precariedade nas condições de moradia e maus-tratos desses animais. Na Rua Uirapuru, no bairro Cidade de Deus, zona Norte, verificamos três cães da raça Pit Bull em situação de vulnerabilidade, pois estavam desnutridos", contou.
Segundo o delegado, em outra residência, localizada na Avenida Ramos Ferreira, no bairro Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul, foi identificado um cão que havia sido agredido com pedradas e pauladas por um vizinho bêbado. O agressor foi identificado e notificado pelo titular da Dema para prestar esclarecimentos na delegacia.

"Durante as fiscalizações são observadas as condições físicas dos animais, local de criação, alimentação, água, vacinação e cuidados veterinários. Também é levada em conta a quantidade de animais, estabelecida na Lei Municipal nº 1530, de 26 de setembro de 2011. O Artigo 17 da referida lei prevê, ainda, que não são permitidos a criação, o alojamento e a manutenção de mais de dez cães ou gatos, no total, com idade superior a 90 dias, em residência particular", explicou Samir Freire.

Os responsáveis pelos animais assinaram Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) pelo crime de maus-tratos, previsto no Artigo 32 da Lei nº 9605/98. Em seguida os infratores receberam orientações e foram liberados para responder pelo delito em liberdade.

Fonte: G1 Amazonas

30/04/2017

Cobra jiboia de três metros é encontrada em motor de carro, em Manaus

Nossa!!!! olha como a bichona é grande!!!!! como ela foi parar lá......
-----------------
Animal foi resgatado na noite de sexta-feira, segundo os Bombeiros

Manaus – Uma cobra jiboia de três metros foi resgatada, na noite de sexta-feira (28), após ser encontrada no motor de um carro no bairro Raiz, na zona sul de Manaus, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros.

Segundos os Bombeiros, o caso aconteceu na Rua 11, no Conjunto Costa e Silva do bairro. Com o apoio de uma veterinária, a cobra recebeu tranquilizantes para poder ser retirada do veículo sem se machucar. O resgate do animal iniciou por volta das 21h30 e terminou às 23h30.

A cobra será encaminhada ao Batalhão de Incêndio florestal e Meio ambiente, no parque Sumaúma, informou o Corpo de Bombeiros.

Fonte: D24AM

19/04/2017

Motorista de vereador mata cachorra atropelada e não presta socorro - Manaus - AM

Acidentes acontecem sim, mas, o problema é que a pobrezinha não foi socorrida..... Ah, ele achou que não tinha machucado? pô, a gente vê nitidamente a roda do carro passar por cima da pobrezinha.... 
--------------------
O motorista do vereador Professor Samuel (PHS), identificado como “Pita”, matou atropelada nesta segunda-feira (17), por volta das 13h, uma cachorra conhecida como “Pretinha”. Ele não prestou socorro ao animal que veio a óbito. O caso ocorreu no estacionamento da Câmara Municipal de Manaus (CMM), no bairro São Raimundo, na Zona Oeste.

O atropelamento foi denunciado por protetores independentes que são servidores da CMM e pela ONG Proteção, Adoção e Tratamento Animal (Pata). Nas filmagens das câmeras de segurança da CMM é possível verificar que o animal se deita no estacionamento, no trajeto de saída dos carros, e é atropelado por uma picape, que para no momento que percebe o ocorrido, mas o condutor do veículo não desce para saber o estado de saúde da cadela e opta por seguir o caminho até a saída.

Integrante da ONG Pata, Vanessa Menezes, disse à reportagem que foi até a CMM verificar o ocorrido e que um protetor independente de animais, que trabalha no local, disse que a cadelinha havia sido atropelada. Protetor independente é quem não está filiado a nenhuma instituição e exerce suas atividades com recursos próprios.

“Solicitei da vereadora Joana D’ Arc a liberação das imagens das câmeras de segurança. A situação é complicada. São animais conhecidos, castrados e que não oferecem risco algum que estão aqui [CMM]. E eles não estão desamparados. O crime acontece em qualquer esfera. Já acionamos a vereadora e ela entrará com todo o protocolo legal sobre o ocorrido. Ele [condutor] passou direto, parou e não prestou socorro”, disse Vanessa, complementando que Pretinha era uma cadelinha comunitária, que vivia dentro da CMM e que foi castrada e vacinada durante um mutirão promovido por Joana D’ Arc neste ano.

Um servidor da CMM, que preferiu não se identificar, disse que não é a primeira vez que um cachorro é atropelado dentro do estacionamento. “Infelizmente, dia 5 de março, um cachorro foi atropelo por um vereador, que não prestou socorro na hora, mas depois de muita insistência levou o animal no veterinário. Depois jogou o cachorro, totalmente debilitado, na Câmara. O animal morreu no dia seguinte”, relatou.

O vereador Professor Samuel (PHS) estava dentro do carro no momento do atropelamento, mas disse que seu motorista e ele não prestaram socorro ao animal porque acreditavam que ele não havia se machucado.

“Quem estava dirigindo era meu motorista. O que aconteceu foi um acidente. Conheço a índole dele [Pita]. Os cachorros, às vezes, dormem embaixo dos carros. [Após o choque] A cachorra correu para debaixo de outro veículo e ele não achava que a batida tinha machucado, então seguiu. Depois fiquei sabendo que a cadela tinha falecido. Não era a intenção dele, o conheço há muito tempo”, garantiu.

Ainda segundo o político, ele não tem nada contra os cachorros que ficam pela CMM. No entanto, acredita que algum espaço deve ser construído para que os animais não fiquem circulando nas áreas onde circulam carros. Ele também ficou à disposição para conversar sobre o incidente com ONGs e representantes de defesa dos animais.

A vereadora Joana D’Arc está tomando todas as providências referentes ao caso. Ela fará uma denúncia na Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema).

“Independente de quem seja, deve responder pelas suas atitudes. Eu terei uma conversa com a presidência [da CMM] para tomar as medidas cabíveis, bem como iniciar uma campanha em prol desses animais e colocar as placas de advertência no estacionamento. É importante usar esse fato para alertar a necessidade de políticas públicas voltadas para os animais domésticos, que é a minha luta aqui dentro da casa”.

Fonte: A Crítica - 17/04/17

25/03/2017

Operação 'Beethoven' flagra 4 casos maus-tratos a animais em Manaus

Caramba, é inacreditável, mas, a polícia civil de Manaus está mandando ver....
---------------
Vinte gatos foram encontrados em uma das casas fiscalizadas. 
Responsáveis por animais assinaram TCOs.

Animais estavam abrigados em casas e estavam em condições irregulares 
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A segunda etapa da operação "Beethoven" resultou no flagra de quatro situações de maus-tratos a animais domésticos, informou a Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema).

De acordo com o titular da Dema, Samir Freire, seis imóveis, situados em zonas distintas da cidade, foram fiscalizados ao longo da operação. Na ocasião, a equipe de investigação da Dema constatou irregulares em quatro deles. Em alguns foram identificadas condições precárias de moradia e situações de maus-tratos.

Dois cachorros foram encontrados em situação considerada crítica. Eles estavam em uma casa na Avenida Major Gabriel, Centro da capital. Os animais estavam sem alimentação ou água potável. Já em outra residência, localizada na Rua 89 do Conjunto Francisca Mendes, no bairro Cidade Nova, zona Norte, foram encontrados 17 cachorros no quintal do imóvel, em um ambiente sem higiene.

O titular da Dema relatou que em outra moradia, situada na Avenida Parintins, bairro Cachoeirinha, zona Sul, os policiais civis encontraram cerca de 20 gatos em um espaço inadequado. Na Avenida Dallas, no bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul, também foram identificados 40 animais vivendo em local inapropriado.

Operação da Polícia Civil foi deflagrada na manhã desta 
sexta-feira, em Manaus (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Conforme Samir Freire, os cachorros achados na Rua Guanina, bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste, não apresentavam sinais de maus-tratos, mas a proprietária dos animais não tinha condições criá-los juntos. Após a fiscalização no local, os animais foram doados para a Organização Não Governamental (ONG) Pata, onde irão receber cuidados adequados.

O delegado ressaltou, ainda, que, durante a fiscalização, são observadas as condições físicas dos animais, do local de criação, alimentação, água, vacinação e cuidados veterinários.
Também é verificada a quantidade de animais, porque o Artigo 17 da Lei Municipal nº 1530, de 26 de setembro de 2011, estabelece que não é permitida a criação, o alojamento e a manutenção de mais de dez cães ou gatos, com idade maior a 90 dias, em residência particular.

Os responsáveis pelos animais assinaram Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) por maus-tratos, crime previsto no Artigo 32 da Lei nº 9.605, de 26 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). Em seguida eles foram liberados. A primeira fase da operação “Beethoven” ocorreu no dia 10 de março deste ano, quando foram identificadas duas situações de maus-tratos a animais domésticos na capital.

21/03/2017

Maus-tratos de animais em Manaus são alvo de sensibilização


O que acho maravilhoso é que esta consciência está rolando em todo país, graças a Deus! Não pensei estar viva para ver tanta coisa boa acontecendo...
------------------------
Em 4 anos, a Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema) registrou 342 casos de maus-tratos a animais domésticos e silvestres em Manaus. De acordo com o delegado Samir Freire, titular da Dema, manter os bichos de estimação em instalações inadequadas, sem ventilação, não alimentar, deixar em correntes, bater, envenenar, mutilar, deixar o animal pegando sol e chuva são configurados como crime dessa natureza, mas sem uma pena severa para os infratores.

Mesmo com a lei não permitindo que a pessoa responda a esse procedimento no sistema penitenciário, a Delegacia de Meio Ambiente, Organizações Não Governamentais (ONGs) e defensores de animais combatem com sensibilidade, através de dificuldades e barreiras, esse tipo de crime na cidade.

“Aqui na delegacia, nós damos prioridade para as denúncias de maus-tratos. A grande maioria é feita por telefone, as pessoas também vêm aqui na especializada relatar o problema, e temos recebido muitas demandas de ONGs”, destacou o delegado Samir Freire.

 Freire informou que no caso de maus-tratos os donos dos animais respondem a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), ou seja, o infrator vai responder em tese em liberdade, a não ser que ele responda a outros crimes no Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) e seja um foragido do sistema prisional. Segundo o delegado, o infrator não tem como ser encarcerado em flagrante, mas responderá ao crime na Justiça.

Segundo o artigo 32 da lei federal número 9.605 de 1998, o autor de maus-tratos pode ficar detido de três meses a 1 ano, com multa. No artigo 164 do Código Penal Brasileiro (CPB), é previsto o crime de abandono de animais para aqueles que introduzirem ou deixarem animais em propriedade alheia, sem consentimento de quem de direito, desde que o fato resulte em prejuízo.

Envenenamento e abandono

Em janeiro de 2017, um fato curioso e por pura maldade ocorreu na Rua 3, no bairro Raiz, Zona Sul de Manaus, onde cinco gatos morreram por envenenamento. Moradora da região, Margô de Menezes, 47, teve dois animais de estimação (Jolie e Marly) mortos ao ingerir veneno. “Tudo isso aconteceu aqui na rua, pois tem vizinhos que não gostam de animais. Não denunciei para não ter problema com nenhum morador, mas meu filho ficou arrasado pela perda dos gatos”, contou Menezes.

Ainda conforme Menezes, atualmente ela tem um gato e um cachorro, mas com cuidado redobrado para não perder os animais. “Hoje não deixamos nossos animais saírem pela rua e sabemos que existem vizinhos que não gostam dos nossos bichinhos. Outros moradores que perderam seus gatinhos também ficaram sentidos com a situação, só que também não denunciaram o caso na polícia”, destacou Menezes.

De acordo com uma funcionária pública, de 57 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, dois cachorros, que ficam no bairro Planalto, Zona Centro-Oeste da capital estão abandonados pelos donos. “Os cachorros pegam sol e chuva. Alguns moradores dão comida para eles. Os dois estão desnutridos e muito magros. Não sei como uma pessoa faz isso com um animal. Para completar, os dois cães tentam morder motoqueiros e as pessoas que ficam andando pela rua. É uma situação complicada”, disse a mulher, que não denunciou o caso para a polícia, por medo de represálias e para não ter problema com os donos.

Ao longo da semana, a equipe do EM TEMPO flagrou animais abandonados, pegando sol e chuva nas ruas de Manaus e sofrendo maus-tratos. Na terça-feira (14), na avenida Álvaro Maia, no bairro Praça 14, um cachorro ficou todo molhado devido à forte chuva que caiu na cidade. Na quarta-feira (15) uma outra cachorra também foi vista perambulando pela Praça Antônio Bittencourt (Congresso), no Centro.

ONG recebe denúncias

De acordo com a colaboradora Vanessa Menezes, da ONG Proteção, Adoção e Tratamento Animal (Pata), por dia várias denúncias de maus-tratos são recebidas nas redes sociais do grupo.

“Orientamos a pessoa a ir na Dema com provas (fotos, vídeos) e, se possível, com testemunhas e que faça o Boletim de Ocorrência (BO) da situação. Avaliamos as situações e, dependendo da gravidade, também indicamos que deixem uma notificação extrajudicial de maus-tratos na caixa de correio”, disse Vanessa Menezes.

Segundo a colaboradora da Pata, não precisa se identificar, basta deixar para que a pessoa fique ciente do que está fazendo. Se fizer o registro na delegacia, a ONG pode acompanhar a denúncia junto à Dema.

“Já realizamos algumas denúncias, sim, mas infelizmente não temos como atuar em todas. Recentemente, recebemos a denúncia de uma casa com oito cães comendo um dos cães que havia morrido por falta de comida, e foi lavrado o boletim de ocorrência. Estamos acompanhando a situação junto com a denunciante”, explicou.

A Pata foi fundado em 2010, em Manaus. Segundo Menezes, existe um aumento crescente no número de denúncias recebidas, parte disso se deve à conscientização sobre o tema e também ao crescente interesse da população.

Números

Conforme os registros da Dema, em 2016, a especializada registrou 48 ocorrências dessa natureza na capital, e em 2015 foram 27 crimes de maus-tratos. Já em 2014 e 2013, a Polícia Civil teve os registros de 251 casos. Nos dois primeiros meses de 2017, foram apenas 16 crimes.

Denúncias

O prédio da Dema, fica localizado na Rua Mozart Guarnieri, bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul, nas dependências do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

De acordo com o delegado Samir Freire, as denúncias sobre casos de maus-tratos, extração ilegal de madeira ou qualquer outro tipo de crime ambiental podem ser feitas no telefone 3239-3870, no 181 da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e 190 do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

FONTE: emtempo

08/12/2016

Quelônios e aves são furtados de centro de resgate em Manaus

Tem jeito isto? traficantes agindo, com certeza..... ô paiszinho podre!!!!!!!!!!
------------------------
Órgão diz que 'Sauim Castanheira' foi alvo de várias tentativas de roubos.
Recebimento de animais silvestres está suspenso temporariamente no local.

Uma sindicância interna foi instaurada para apurar o desaparecimento de animais do Refúgio da Vida Silvestre Sauim Castanheira, na Zona Leste de Manaus. Oito aves foram furtadas do local no sábado (3), segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). O recebimento de espécimes está

13/10/2016

Manaus (AM): quando o turismo erra e explora a fauna

A exploração destes animais passa batido pelas autoridades..... não sei se por falta de denúncia ou negligência mesmo......
------------------------
Não é de hoje que o Fauna News aborda a exploração de animais silvestres e até tráfico de fauna por empresas e pessoas envolvidas com o turismo. Para lembrar, nossas duas últimas publicações foram Iguanas explorados para o turismo no RN. Problema sem fim, de 27 de outubro de 2014, e Campanha combate o turismo que incentiva a crueldade e o tráfico de animais, de 3 de maio de 2016.

16/09/2016

Cobra de 5 metros é resgatada em condomínio na Zona Oeste de Manaus

Gente, olha que baitona!!!!! e nós continuamos invadindo o espaço destes animais......
------------------------
Polícia diz que Sucuri não apresentava ferimentos. 
Após resgate, cobra foi solta em uma área de floresta na capital.

Uma cobra de aproximadamente cinco metros foi encontrada na tarde deste sábado (10) em um condomínio residencial localizado no bairro Dom Pedro, na Zona Oeste de Manaus. A Polícia Militar (PM) foi acionada para resgatar o réptil. Segundo a PM, o animal não apresentava ferimentos.

O Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb)

09/07/2016

Exército recebe multa de R$ 40 mil por morte de onça em Manaus

Esta é a primeira punição, mas, deverão vir outras.... Agora, é a primeira vez que li sobre como ocorreu de fato a situação....
-------------
Sanção foi aplicada pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), que ficou responsável por apurar o ocorrido. Animal foi abatido momentos depois do revezamento da tocha olímpica

O Exército Brasileiro ainda não se manifestou se vai ou não recorrer da autuação e multa de R$ 40 mil pela morte da onça Juma, que foi exposta

29/03/2016

INPA abre inscrições para 3º Simpósio de Experimentação Animal - Manaus - AM

Caramba, será impressão ou foi proposital fazer tão longe o Simpósio deste ano. Será que não temos protetores na área para se fazer presente e protestar pelo fim do uso de animais em pesquisas?
------------------------
O evento acontecerá nos dias 15 e 16 de setembro, no Auditório do Bosque da Ciência. As inscrições devem ser feitas somente pela internet. Confira a programação e os valores aqui .

Estão abertas as inscrições para o 3º Simpósio de Experimentação Animal do Amazonas. São 150 vagas destinadas a estudantes de graduação, pós-graduação e profissionais das áreas de Ciência de

11/03/2016

"SOS Animais Ufam" reúne estudantes em prol da saúde e bem estar de cães e gatos

Como é bom ver esta garotada consciente e colaborando com nossos tão amados bichos.... Axé turminha do bem!!!!!
------------------------
Segundo presidente do projeto, ideia surgiu após polêmica envolvendo alunos da universidade.

Manaus - Aproximadamente 121 animais, entre cães e gatos, recebem carinho e atenção através do projeto "SOS Animais Ufam". O grupo, formado por 60 voluntários, proporciona aos bichos abandonados na Universidade Federal do Amazonas suporte para a sobrevivência. As ações desenvolvidas são de banhos

13/01/2016

Vítima de maus tratos, cão morre cinco dias após ser resgatado no AM

O que me consola é que no Brasil afora a conscientização sobre o crime contra um animal é fato. Temos companheiros agindo pelo mundo inteiro.... A própria imprensa tem o cuidado de dar nome aos animais e os trata individualmente. Isto é muito bom, apesar de ser uma tragédia inaceitável.
------------------------
Um cachorro sem raça definida, de 15 anos, morreu vítima de maus tratos, em Manaus (AM), nesta quinta-feira (7), cinco dias após ser resgatado pela ONG (Organização Não Governamental) Pata, que atua na proteção de animais.

Guará estava abandonado junto com a cadela Maria, 3, em um imóvel no bairro Dez de Novembro, na zona centro-sul de Manaus. Segundo a ONG, os cães estavam em situação deplorável – doentes, sem comida e água. Debilitado, Guará não conseguia se locomover. Já Maria estava mais esperta, com muita fome e sede.

Vizinhos contaram que os animais foram deixados no quintal da casa pelos antigos moradores do

03/11/2015

Nova Lei regula criação e venda de cães e gatos em Manaus

Tudo é muito bom quando se trata de controle de venda de animais.... Quero ver o Executivo executar, né mesmo? Eu juro que não entendo porque isto não existe aqui no Rio, pelo menos que eu saiba..... Vende-se cachorro a doidado em feirinhas de vários shopings
------------------------
Manaus - O Diário Oficial do Município de Manaus (DOM) publicou nesta terça-feira (27), a Lei 2.052, de 26 de outubro de  2015, aprovada pela Câmara Municipal, que traz as regras para a criação e a venda no varejo de cães e gatos por estabelecimentos comerciais, bem como as doações em eventos de adoção desses animais, e dá outras providências.

A Lei diz que a reprodução de cães e gatos destinados ao comércio só poderá ser realizada por canis e gatis regularmente estabelecidos e

02/04/2015

Tamanduá é resgatado por policiais militares em ponte de Manaus

Tamanduá foi resgatado na manhã desta segunda (30) (Foto: Divulgação/Batalhão Ambiental)Animal estava andando em ponte quando foi encontrado.
Batalhão encaminhou tamanduá ao Refúgio Sauim Castanheiras.

Um tamanduá foi resgatado por policiais militares do Batalhão Ambiental na manhã desta segunda-feira (30). Segundo a corporação, o animal estava andando na ponta sobre o Rio Negro, que liga Manaus a Iranduba - cidade a 27 km da capital amazonense. (Assita o vídeo)

13/12/2014

Aquário e oca do Cigs são inaugurados em Manaus

Mais um aquário, gente amiga...... Recentemente falamos de um outro que vai ser inaugurado em breve e já está recebendo exemplares: Aquário recebe 1° lote de peixes com 600 exemplares - Campo Grande - MS . A gente fica sem saber  de nada nesta área ou, então, sou muito desinformada...... Se bem que pode ser que o povo morador do local  ache isto um espetáculo e não exploração animal..... Só pode.....
--------------------------------------

BOM DIA AMAZÔNIA - 12/12/14

Animais vivos são disponíveis para visitação

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪