RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador Cecil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cecil. Mostrar todas as postagens

22 de julho de 2017

Caçador de troféus mata um dos filhos do leão Cecil no Zimbábue

Ninguém foi penalizado com a morte do leão Cecil, imagina agora com a morte de um filho dele. Estou publicando o texto de dois periódicos porque complementa um ao outro. 

A foto ao lado é de Cecil, de 13 anos, que era a estrela do parque de Hwange por sua vasta cabeleira negra. Malditos psicopatas!!!! o que uma pessoa sente ao tirar a vida de um ser que não está lhe provocando nenhum mal.... 

Vejam que em 2015 foi feita uma matéria sobre a história de Xanda, inclusive que era um grande reprodutor. Veja o vídeo dele com a família:  
A principal geração de Cecil está a caminho? David Macdonald relata que um leão masculino de 4 anos e meio, apelidado de Xanda, que a equipe do WildCRU monitorou desde que sua participação é quase certamente um dos filhos de Cecil.

Gente, o mundo merece uma bomba nuclear enquanto houver touradas, caçadas, massacres de animais em nome de religião/diversão e matança de bichos para consumo humano, sem deixar de lembrar das estupidas experimentações com animais em laboratórios pelo "bem da humanidade". 
--------------
Xanda, um leão de seis anos que usava um colar GPS, foi abatido em 7 de julho na região oeste do Zimbábue, perto do local onde um caçador americano matou o pai do felino com ajuda de um potente arco e flecha.

Um caçador de troféus matou um dos filhos do leão Cecil, cuja morte, em 2015, nas mãos de outro caçador provocou a indignação em todo o mundo. Xanda, um leão de seis anos que usava um colar GPS que permite seguir seus deslocamentos foi abatido em 7 de julho na região oeste do Zimbábue, perto do local onde um caçador americano matou o pai do felino com ajuda de um potente arco e fecha.

"Um caçador de troféus matou Xanda dentro de uma caçada legal no exterior do Parque Nacional de Hwange", declarou à AFP Andrew Loveridge, do departamento de zoologia da Universidade de Oxford. "Como pesquisadores, estamos tristes por perder um animal que estudávamos desde seu nascimento", acrescentou.

A morte de Cecil, macho dominante caracterizado por sua cabeleira negra, provocou grande indignação no mundo entre os defensores dos animais. O felino era uma das atrações do parque nacional de Hwange.

A justiça desistiu de levar a julgamento o organizador do safari, o zimbabuano Theo Bronkhorst. O dentista americano Walter Palmer, autor da matança de Cecil e que pagou 55.000 dólares por seu safári, não foi investigado pela justiça.

 Fonte: O Tempo
=======

Filho de leão Cecil é morto por caçadores de troféus
Xanda, filho do leão abatido há dois anos por um dentista americano, foi morto quando saiu da área de parque nacional no Zimbábue.

O filho do leão Cecil, símbolo do Zimbábue, foi morto nesta quinta-feira (20) por caçadores de troféus. O leão Xanda, seis anos, morreu junto com seus filhotes quando estava fora do Parque Nacional Hwange, no Noroeste do Zimbábue, perto de onde seu pai também tinha sido abatido.

Xanda teria sido morto por um grupo de caçadores liderados por Richard Cooke, que teria organizado a expedição cobrando dezenas de milhares de dólares para cada participante. A morte do leão foi descoberta graças a uma coleira eletrônica rastreadora posicionada em Xanda por pesquisadores da Universidade de Oxford. 

Após abater o animal, Cooke teria retirado o colar, o entregando para os pesquisadores de Oxford. "Não podemos acreditar que o filho de Cecil também teve o mesmo terrível destino do pai”, foi publicado no grupo do Facebook “Lions de Hwange National Park". Cecil, o leão-símbolo do Zimbábue, foi morto em julho de 2015 pelo dentista americano Walter Palmer, causando comoção mundial. Palmer teria pago 35 mil libras esterlinas (cerca de R$ 190 mil) para atirar e matar o leão de 13 anos de idade.

Cecil também usava um rastreador em torno do pescoço porque era parte de um estudo acadêmico da Universidade de Oxford. “Se eu soubesse que era importante, eu não o teria matado”, declarou na época o dentista. Ele chegou a ser ameaçado por grupos animalistas dos EUA e a ser processado no Zimbábue.

A morte de Cecil também desencadeou uma onda de indignação contra a caça do leão, que está em forte aumento, com cerca de 1,5 mil felinos mortos a cada ano, três vezes mais de uma década atrás. Os leões já perderam 90% de sua população no último século: apenas 20 mil exemplares continuam vivos.

Fonte: G1 Natureza

30 de outubro de 2015

EUA estudam reprimir caça e cabeças de leão chegam ao país em números recorde

Realmente, a repressão tem que acontecer por todos os lados. Este caminho é um deles. Agora não consigo entender que estes psicopatas vejam a caça como "esporte".... tem que internar mesmo!!!!!! 

Agora, a militância no mundo inteiro está modificando esta realidade e é por isso que fico chateada quando alguém diz que não tem coragem de saber das coisas e, consequentemente, não assinam nem uma petição para ajudar quem está na linha de frente mudando esta realidade.... 

Pessoas, se liguem!!!!! estamos todos juntos aqui para lutar pelos direitos dos animais.... quer bloguinho de firulas? vai procurar noutro lugar e aproveita para DOMIR COM O REMORSO DE QUE PODIA TER AJUDADO E NÃO O FEZ POR PURO EGOÍSMO!!!!!
------------------------
(Bloomberg) -- Os caçadores de animais grandes estão matando números recorde de leões africanos motivados pela ameaça das autoridades americanas de cercear uma das atividades mais exclusivas, caras e controversas do mundo.

O Serviço de Pesca e Vida Silvestre dos EUA tem até 29 de outubro para tomar uma decisão final a respeito do status do leão africano, animal que o órgão propôs que seja listado como ameaçado na Lei de Espécies em Perigo. A agência também recomendou a exigência de uma

14 de outubro de 2015

Zimbábue desiste de processar americano que matou leão Cecil

Quando eu vi esta matéria pela TV, tive ânsias de vômito..... Cecil morreu em vão..... Este maldito dentista vai continuar a caçar, sem problemas.....
---------------------------------
Caçador não sabia que estava cometendo um crime, disse o governo.
Agora, autoridades irão investigar o organizador de safári.

Da France Presse
O leão Cecil era uma das maiores atrações de parque nacional no Zimbábue
 (Foto: REUTERS/A.J. Loveridge/Handout via Reuters)

O Zimbábue anunciou nesta segunda-feira (12) que desistiu de processar judicialmente o dentista e caçador americano que matou em julho passado o emblemático leão Cecil. De acordo com as

15 de setembro de 2015

Pára tudo: garoto comemora seus 9 anos matando um urso - Canadá



Reed Sutley comemorou seu aniversário de 9 anos, tudo organizado por seu Pai Greg, matando um urso marrom após o animal ter sido atraído para uma clareira na floresta, em Alberta, Canadá.  O garoto levou seus coleguinhas para assistirem e comemorarem seu "primeiro urso"..... 

Olha, eu quero me rasgar toda!!!!!! este pai e os pais destas crianças mereciam morrer como  os ursos ou qualquer animal caçado!!!!!!!!!!!! Canadá? país evoluído? Pára este mundo que eu quero descer!!!! E ainda perguntam porque homens andam cada vez mais violentos.....






Há uns dias, a ONG Wildlife Defence League, vinculou um vídeo antigo onde um urso é cruelmente morto sob gargalhadas deixando um rastro de sangue na neve enquanto rolava montanha abaixo. Inclusive tal caçada foi reprovada por vários caçadores que fizeram depoimentos ao jornal sobre o acontecido.

O artigo completo do Daily Mail pode ser lido AQUI, pois, eles explicam que a tentativa da ONG é chamar a atenção para a caça de ursos pardos aproveitando a morte do leão Cecil.

Segundo a ONG,  "a caça ao urso pardo é horrível e cerca de 80% dos residentes de British Columbia, província do Canadá, querem a proibição. Mas, como é frequente os interesses políticos,  o governo BC ignora os argumentos científicos, econômicos, ambientais e éticas em apoio de uma tal proibição. WDL se juntou à luta para defender os ursos e outros animais selvagens contra a exploração como observado em um vídeo recente  que nós compartilhamos de uma caça cujo troféu é incrivelmente perturbador."



Gente, pelo amor de Deus, se liguem porque isto está muito perto de acontecer aqui no Brasil!!!!! a caça ao javali é um pretexto para abrir a caça amadora!!!!!! Pelo que percebi, o Deputado Ricardo Tripoli está interessado no assunto..... Nós, em 2010 juntamente com nossos leitores, conseguimos acabar com a portaria do IBAMA que liberava caça. Espero que ele faça o mesmo, pois, como todos sabem estou sequelada e tratando de um câncer!!!!! Olha o que pode acontecer se não nos ligarmos no assunto!!!!!!!!!!!!!!!! 


Saibam tudo lendo:

20 de agosto de 2015

O assassino do leão Cecil que também já matou um urso ilegalmente, foi visto domingo perto de sua casa

Este cara é filho do "coisa ruim" mesmo.... Por isto que nossa leitora Mari vive dizendo que o inferno está vazio... eles todos estão  por aqui mesmo.... Q ue homem ignóbil!!!!!
Fonte: The Dodo
Colaboração: Helô Arruda
-----------------------------------

Walter Palmer, odiado por matar e decapitar Cecil o leão amado do Zimbabwe no mês passado, já tem as mãos sujas de sangue há anos - e, recentemente, surgiram fotos para prová-lo.

Através da Lei de Liberdade de Informação a ABC News descobriu fotografias de Walter Palmer

4 de agosto de 2015

O matador americano e bastidores das caçadas

Não podemos deixar de aproveitar a oportunidade para abir os porões da caça esportiva lembrando que estamos com pessoas do mal articulando a implantação de caça no Brasil. Galera, vamos ficar atentos!!!!!  Tem uma petição com mais de 1200000 mil assinaturas. Manda a sua lá , também. CLIQUE AQUI. A Petição da PETA  está AQUI.
--------------------
Ao executar o leão símbolo nacional do Zimbábue após pagar US$ 55 mil, dentista dos EUA se torna o inimigo público número um
Em uma só ação de barbárie, o americano Walter Palmer eliminou um símbolo nacional, prejudicou a ciência e provocou uma imensa onda de indignação contra ele, que se tornou o inimigo público número um. Dentista, Palmer teve que fechar seu consultório no Minnesota, Estados Unidos, por

3 de agosto de 2015

Jericho, irmão do leão Cecil, continua vivo

Ainda bem que foi desmentido... estava duro de aceitar.....
-------------------------------------

Informação inicial era de que Jericho, irmão de Cecil, havia sido abatido. Essa informação foi corrigida

Atualização 02/08: Após o relato inicial de que Jericho havia sido morto, o Zimbabwe Conservation Task Force voltou atrás e disse que Jericho está vivo. Segundo eles, foi outro leão morto e eles erraram a identidade do animal. A matéria foi atualizada para

30 de julho de 2015

Morte de leão africano Cecil traz à tona polêmica sobre caça

Publicamos ontem aqui sobre esta barbárie e acho que todos estão acompanhando a revolta de todo mundo a respeito. Estou publicando esta matéria da Record News porque eles fizeram um paralelo e alerta que tal realidade não está longe de nós.

Eles só não citaram a maldita liberação de caça dos javalis que está, novamente, sendo a introdução da caça aberta aqui no Brasil. Por mais que eu grite desde 2010 aqui no nosso blog, as autoridades insistem em se vender  para estes malditos psicopatas.

Vejam algumas de nossas postagens sobre caça, caçadores, javali e javalis. Agora sobre esta desgraça ocorrida com Cécil quero lembrar este caso recente que, também, foi algo de enojar qualquer um ser humano de bons sentimentos. Lembra aí:  Caçador paga $350,000 dólares para matar rinoceronte negro em extinção
-----------------------------------------

Jornal da Record News - 30/07/15
A caça de animais selvagens não é ilegal em grande parte da África, porém, o leão vivia em uma área de conservação foi atraído pelos caçadores. As caçadas não são exlcusiva da África; no Brasil, uma fazendeira foi denunciada por realizar safáris no Pantanal (MT); vídeos de caçadores estrangeiros mostram, inclusive, o abate de uma onça pintada.
---------------------------------------
Outras matérias:

1 - Vídeo amador mostra leão Cecil antes de ser morto por caçador no Zimbábue

video
G1 - 30/07/15

2 - Dentista que matou leão no Zimbábue já foi condenado por caça ilegal nos EUA

3 - TERRACE MALE, O ÚLTIMO LEÃO DO DESERTO, ABATIDO POR DESCONHECIDOS NA NAMÍBIA

4 - DENTISTA QUE MATOU O LEÃO CECIL ESTÁ DESAPARECIDO

29 de julho de 2015

Descoberto homem que matou leão mais acarinhado do Zimbabué

Eu tinha lido que tinham matado Cecil, mas, me neguei a publicar  por não entender tamanha crueldade com um SER que, apenas, usufruía o direito de VIVER..... Agora, vejam quem foi o responsável pela morte do leão Cecil.... são uns psicopatas estes malditos caçadores ... tinham que viver em camisa de força, dopados como loucos ou  metralhados em um paredão.... gente maldita!!!!!VÌDEO ao final e uma PETIÇÃO para ser assinada pedindo punição deste dentista.

E aqui no Brasil, a coisa vai de mal a pior, pois,  uma Universidade Federal promove curso de caça!!!!!! socorro!!!!!!!!!!! meu AVC está  limitando minhas ações, mas, estou aqui a disposição para endossar qualquer iniciativa....
---------------------------------------------------


Cecil, de 13 anos de idade, era o felino mais fotografado de um dos parques nacionais do Zimbabué. Foi descoberto decapitado e esfolado.

As autoridades do Zimbabué andavam à procura do responsável pela morte de Cecil, o leão mais fotografado do Parque Nacional de Hwange. Este foi identificado como sendo Walter Palmer, um