Mostrando postagens com marcador CEDAE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CEDAE. Mostrar todas as postagens

01/08/2013

SUIPA resgata cachorros em área alagada por rompimento de adutora no Rio

Não sei se leram sobre o rompimento de uma adutora da CEDAE aqui na cidade do Rio de Janeiro que acabou provocando uma tragédia geral. Até uma criança morreu.

Pergunta se a Secretaria de proteção animal - SEPDA esteve lá para dar suporte aos animais que, também, foram vítimas? que eu saiba nem passaram perto...

Agora, a SUIPA? hehehehe.... estava lá... fiel aos animais.... triste a gente saber que pagamos incompetentes e apadrinhados para não trabalharem pela vida animal.... muito triste mesmo..... Vejam o trecho da matéria:



Voluntários da Suipa (Sociedade União Internacional Protetora dos Animais) conseguiram resgatar nesta terça-feira (30) cinco cachorros que estavam na área afetada pelo rompimento de uma adutora da Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos) na estrada do Mendanha, em Campo Grande, na zona oeste do Rio. O acidente provocou a morte de um cão, segundo informações dos voluntários.

A Suipa deslocou para a região um veterinário e dois enfermeiros a fim de garantir que os cachorros fossem acolhidos depois da enxurrada que alagou casas, arrancou telhados e arrastou carros. Uma criança de três anos morreu.

Segundo a direção da Suipa, a equipe ficará até o fim do dia em Campo Grande com o intuito de resgatar mais animais. Cães que estão presos em casas ilhadas, nas quais os voluntários não podem entrar, estão sendo alimentados à distância. A comida é jogada por cima de muros e portas.

11/08/2012

Protetora faz o que a SEPDA deveria fazer... colocar água no canil da Fazenda Modelo

.
Este é o município que tem um troço chamado Secretaria de Proteção Animal que paga, mensalmente para seus principais gestores, cerca de 60 mil reais para resolverem os problemas dos animais (1 secretário, 2 subs e 1 assessor - toda folha é mais de 900mil/ano). 

Agora, na verdade, quem age, efetivamente, a favor dos animais? protetores, como a Dulcelia e tantos outros que vemos diariamente.

Eu até acho isto errado, pois, estamos cumpliciando com esta patifaria do poder público. Mas, se não fizermos? quem zelará pelos animais? Reparem no que ela declarou em seu facebook ao "se virar" com a CEDAE para resolver a parada da água nos canis lá da Fazenda Modelo (saiba mais sobre este caso).... Que tal? Alô, George, diz aí o que está havendo.....



Eu e outras protetoras, há anos atrás, pagávamos os estrados de madeira que eram usados nos canis do Instituto Jorge Vaitsman. Depois, a direção se mancou e assumiu a despesa. Pagamos muita coisa naquele Instituto na década de 80, principalmente.

Lembro da falecida Claudie Dunin, que trouxe a WSPA para o Brasil, e o tanto que investiu em órgãos públicos, principalmente em Paquetá onde chegou a construir baias, comprar motores para bobear água, trocar todo equipamento usado nos cavalos das charretes, e tanto mais.... Crista foi outra que contribuiu bastante e está aí vivinha para comprovar. Sem contar com a mestra, também falecida, Lia Cavalcante (já contei aqui) que aplicou muito dinheiro no IJV.... muito mesmo... fui testemunha.... 

Mas, sinceramente, no passado até cabia esta participação porque não havia estas argumentações e legislações atuais. Só tínhamos mesmo o decreto-lei 24645/34. Penso que hoje em dia, nossa reação deveria ser outra, mas, entendo perfeitamente que:  ou fazemos ou os bichos sofrem as consequências da incompetência do poder público. É dose!!!!!!!!!!

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪