Mostrando postagens com marcador Código de Posturas Municipais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Código de Posturas Municipais. Mostrar todas as postagens

22/07/2017

Comerciante é notificada pela Prefeitura por deixar pote de água para animais em calçada de loja; atitude gerou indignação nas redes sociais

Eu acho legal as pessoas darem comida, água e colocar casinhas nas ruas, mas, continuo afirmando que isto é um risco para o animal e para quem faz.... Infelizmente, a decisão mais correta ninguém quer fazer que é cobrar da prefeitura o abrigo daquele animal que lhe é tutelado.

Neste caso, a Prefeitura achou que exagerou no cumprimento das chamadas "posturas municipais" e vai até pedir desculpas à comerciante.... menos mal!!!! 
-----------
Caso ocorreu em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, e já alcançou mais de 5 mil compartilhamentos na internet.

Uma comerciante foi surpreendida quando viu nesta quarta-feira (19) a notificação da Prefeitura de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, por ela ter deixado um pote de água para os animais de rua na calçada de sua loja de roupas. O caso foi parar em uma rede social e viralizou: em menos de 24 horas foram mais de 5.500 compartilhamentos e quase 4 mil curtidas. O post também gerou mais de 1.485 comentários.
 O assunto viralizou em uma rede social (Foto: Reprodução / Facebook)

A dona do estabelecimento, Marcela Andrade, contou que ficou indignada com a atitude do poder público, mas não esperava tanta repercussão na internet. Ela disse que o pote com água está no local há mais de sete meses e explicou que a água é trocada quatro vezes ao dia e o pote é lavado diariamente.

A empresária Marcela levou a Nutela para morar com ela e o marido no Rio (Foto: Arquivo Pessoal / Marcela Andrade)

A empresária contou ainda que sempre ajuda cachorros de rua, inclusive, adotou uma vira-lata, a Nutela, que achou no bairro Samambaia em Petrópolis e, atualmente, mora com ela e o marido no Rio. Além disso, revelou também que ajuda defensores da causa animal, seja comprando remédio ou contribuindo para gastos com alimentação.

A notificação do Código de Posturas diz que a empresária infringiu o artigo 67 da Lei 6.240 de 2005, que diz: "é proibido colocar ou conduzir nos passeios públicos volumes de grande porte ou quaisquer materiais que dificultem o tráfego de pedestres, portadores de necessidades especiais e de carrinhos de criança". A pena, segundo a Lei, é considerada grave.

Ao G1, a Prefeitura informou nesta quinta-feira (20), que a notificação atendeu a um pedido do Ministério Público para que fiscalizasse objetos colocados nas calçadas em apoio aos animais, porém, a partir de agora, vai passar a permitir esse tipo de postura. O secretário de Serviços Públicos Djalma Januzzi afirmou que vai entrar em contato com a empresária para pedir desculpa e a notificação será retirada.

FONTE: G1

24/04/2017

Nem as casinhas de cachorro escapam dos vândalos

Desculpem aqueles que pensam diferente, mas, sou radicalmente contra casinhas porque se institucionaliza os animais de rua. Além dos cães ficarem expostos à diversas situações de perigo, elas ferem posturas municipais. 

O desgaste e custo desta gente que pensa estar acertando deveria sr canalizada para abrigos ou, o mais certo, é insistir com o poder público para criação de políticas públicas. Já publicamos comprovações desta minha posição e a matéria abaixo é mais uma. 

---------------------------
Empolgados, os voluntários da ONG Patas Felizes proporcionaram, a partir de julho do ano passado, uma forma diferente de abrigar os cães de rua em Nova Veneza. Casinhas encomendadas de uma empresa de Rio do Sul, e pagas com doações e apoios de empresários, foram instaladas pela cidade. 

Mas nem elas escaparam do vandalismo.
“Na primeira etapa instalamos 40 casas. Hoje restam umas 25. O resto das casas sumiram”, lamenta a voluntária Caroline Pacheco. Todas foram parafusadas ao chão, justamente para garantir que não seriam removidas. “Mas mesmo assim foram. E olha que todas foram postas em locais públicos com circulação de pessoas”, comenta.

Entre as que restaram, estão as casinhas da academia ao ar livre e do ginásio do Caravaggio e da academia do estádio Darci Marini, no bairro Bortolotto. “As que ficaram atendem bem a demanda. Os cães gostaram e se abrigam nelas quando chove, quando faz frio”, destaca Caroline. As casinhas foram feitas em material 100% reciclado e resistentes a chuvas e variação de temperatura. “Pedimos que as pessoas cuidem as que restaram”, conclui a voluntária.

Fonte: Engeplus

13/12/2016

Projeto determina que animais encontrados nas ruas sejam sacrificados - Carapicuíba - SP

Gente, salvo estar piradinha, mas, no Estado de SP não é proibido matar animais apreendidos?Estes legisladores estão malucos?
------------------------
Animais encontrados nas ruas de Carapicuíba serão sacrificados se não forem retirados pelos donos dentro de três dias do abrigo municipal. É o que estabelece um dos artigos do projeto de lei 2012/2014, que cria o novo Código de Posturas Municipais, enviado pela prefeitura à Câmara carapicuibana.

A proposta seria votada no dia 29, mas a vereadora e vice-prefeita eleita Gilmara Gonçalves (PSB) pediu vistas e apresentou emendas pedindo um prazo maior para que os

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪