RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador Alagoas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Alagoas. Mostrar todas as postagens

13 de setembro de 2017

'Juízes' garantem segurança e proteção para animais durante vaquejada - Alagoas

Estes caras são uns debochados!!!!! sinto vontade de me rasgar toda de tanta raiva!!!!! Olha o colete do mequetrefe aí onde se lê: JUIZ BEM-ESTAR ANIMAL..... É de fazer vomitar qualquer um de nós!!!! o que estes perebas sabem de bem-estar quando puxam um boi pelo rabo para que ele caia no chão? fala sério!!!!! Tenho fé que a representação do Procurador Janot vai obrigar aos juízes do STF colocar tudo nos eixos!!!!
------------ 
Três profissionais atuaram durante toda a competição fiscalizando e inspecionando bois e cavalos

Cerca de 800 vaqueiros e mais de mil animais, entre bois e cavalos, participaram da 8ª etapa do Circuito Integral Mix de Vaquejada, nos dias 8, 9 e 10 de setembro, na cidade de Viçosa, em Alagoas. Graças à atuação dos juízes do bem estar animal, não foi registrado nenhum incidente ou indícios de maus tratos aos animais. Uma equipe formada por veterinários e zootecnistas acompanhou a etapa.

O evento faz parte do calendário de vaquejadas da Associação Alagoana de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ALQM), que segue os padrões nacionais de inspeção aos animais determinadas pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM). Durante os três dias de evento, os juízes dos Bem Estar vistoriaram todo o Parque Antônio Rouco, assim como acompanharam de perto a chegada dos bois e cavalos, e todo o processo de preparo para a competição.

Na parte da secretaria, área de descanso dos vaqueiros e cavalos após cada corrida, estava o sergipano Heitor Barreto Rocha, veterinário e zootecnista, inspecionado os cavalos que acabavam de competir, assim como a derrubada do boi e sua retirada da arena.

"Estamos de olho desde a saída de cada animal do curral até o término da corrida. Observamos se houve excesso por parte dos vaqueiros, assim como se eles e os animais estão utilizando os equipamentos de segurança. Felizmente, não constatamos nenhuma irregularidade", destacou Heitor.

Já na área em que são colocados os protetores no rabo dos bois, estavam os veterinários Sérgio Ricardo de Alencar e Rodrigo  Souza Fonseca avaliavam se o equipamento de segurança para o animal estava sendo colocado corretamente.

"A proteção de cauda é importante para garantir que não haja nenhum dano ao animal. Diversas pesquisas científicas constataram sua eficácia e a aplicação correta dá uma maior segurança ao animal", explicou Rodrigo.

Tranquilidade

Segundo pesquisas realizadas por um grupo da Associação de Médicos Veterinários de Equídeos e Bovídeos de Alagoas (AMVEBAL), os níveis de creatina quinase e cortisol nos bois não se elevaram após cada competição. Essa tese é defendida pelo doutor em Veterinária, Hélio Manso, referência nacional em estudos em equinos e bovinos.

"Após uma lesão, o músculo libera creatina, uma enzima que identifica se houve lesão. Outro índice que aponta se houve maus tratos é a quantidade do hormônio cortisol, que se eleva quando o animal está ou esteve sob estresse . Por meio de exames laboratoriais não detectamos a elevação nos índices da creatina e do cortisol. O que indica que aquele animal, principalmente os bois, não sofreu qualquer tipo de lesão. Os dois índices são os mais fidedignos realizados pelos laboratórios especializados e que atestam que não há maus tratos", explicou Hélio Manso, durante audiência pública realizada em março deste ano, no Congresso Nacional .

Durante a etapa de Viçosa, foi constatado pelos médicos veterinários presentes que os animais voltaram aos seus hábitos normais dentro dos currais, excluindo qualquer hipótese de estresse no animal. Eles bebiam água e se alimentaram tranquilamente.

FONTE: gazetaweb

28 de julho de 2017

Órgãos ambientais devolvem mais de 120 animais silvestres à natureza em Alagoas

(Foto: Wanessa Santos/IMA)
Eu torço para estes animais não serem pegos novamente por traficantes ou caçadores.... Que minha Santa das Matas Poderosas os proteja....  
---------------
Aves, cobras, cassacos e outras espécies haviam sido resgatadas ou apreendidas em operações do IMA e do Ibama no estado.
Técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Alagoas devolveram à natureza mais de 120 animais silvestres nesta quarta-feira (26). De acordo com o IMA, eles haviam sido resgatados ou apreendidos durante ações de fiscalização. A maioria deles, aves.

O local onde as espécies foram soltas não foi divulgado. “Não informamos o local e evitamos divulgar também a quantidade exata de animais por causa de um dos maiores perigos enfrentados pela fauna silvestre, os caçadores e as pessoas que capturam as aves para comercializar”, afirmou Epitácio Correia, gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do IMA.

Foram devolvidas à natureza jibóias (Boa constrictor), cobra-verde (Phylodrias sp.), jararaca (Bothrops sp.), iguanas (Iguana iguana), preguiças (Bradyphus variegatus), tatu-galinha, cassacos, sanhaços (Tangara sp.), sebites (Coereba flaveola), canários (Sicalis flaveola), sabiás (Turdus sp.), papas-capim (Sporophila sp.) e carcarás (Caracara plancus).

O IMA alerta que as pessoas que mantiverem animais silvestres em cativeiros ou comercializarem em feiras podem responder administrativa e criminalmente.

A multa para a pessoa flagrada cometendo este tipo de irregularidade varia de R$ 500 a R$ 10 mil, a depender das especificidades do animal, como estar ameaçado de extinção ou ter sido capturado dentro de unidade de conservação.

A criação amadora de aves silvestres é permitida, segundo o gerente do IMA, mas é preciso lembrar que elas têm que ser adquiridas de maneira legal, em criadouros comerciais licenciados e legalizados. E é necessário certificado de sexagem e emissão da nota fiscal de venda. Quem desrespeita essa lei, contribui para o tráfico de animais silvestres, que coloca a fauna em risco.

10 de maio de 2017

Advogado acusa presidente do CRB de maus-tratos a animais em comemoração do título do Alagoano

Que covardia!!!! o nojento do deputado estadual e presidente do clube de futebol promoveu um ato de crueldade e deve ser punido. Quem quiser mandar seu recado: CRB - Clube de Regatas Brasil,  e Osmar Coelho no Instagran (origem da denúncia).
Vamos todos escrever para o Ministério Público de Alagoas pedindo providencias contra os maus-tratos e esta falta de respeito com a vida animal. CLIQUEM AQUI.
-----------------
O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Alagoas, Omar Coelho, usou sua conta no Instagram para se mostrar indignado com um vídeo do presidente do Clube de Regatas Brasil (CRB), Marcos Barbosa, embebedando um caranguejo dentro da taça de campeão do Alagoano 2017. O CRB conquistou o tricampeonato no último domingo (7) diante do arquirrival CSA, por 3 x 2.

Coelho, que é assumidamente azulino, diz que o presidente do clube alvirrubro praticou “ato bizarro, grotesco e agressivo com criaturas indefesas, animais preservados, inclusive, em período do defeso.” O ex-presidente da OAB Alagoas ainda convoca as entidades de defesa dos animais a se manifestarem sobre o vídeo, que teria sido divulgado em grupos de wathsapp de regatianos.

A postagem de Coelho provocou as mais diversas reações, como apoio e ironia de pessoas que classificaram o post como ‘choro de perdedor’ e ‘mimimi’.

O presidente do CRB, que é deputado estadual, Marcos Barbosa, ainda não se manifestou oficialmente sobre as acusações. Veja, na íntegra, post de Omar Coelho:
“Futebol é muito, principalmente, quando ganhamos e brincamos com os nosso rivais (sic). Mas, o Deputado Presidente Marcos Barbosa do CRB foi longe demais. Ao invés de brincar, praticou ato bizarro, grotesco e agressivo com criaturas indefesas, animais preservados, inclusive, em período do defeso. E as instituições de defesa dos animais, até agora estão silentes, por que será? Presidente Marcos Barbosa, sua gestão vitoriosa é inegável, mas não precisava dessa triste e infeliz exposição. #nãoaviolência #direitodosanimais #respeitoavida #OAB #MPE #respeitoàvida #silencioabominavel”

22 de março de 2017

Moradores do Pontal do Peba denunciam morte de tartarugas - Alagoas

Agora vejam o que é viver num paisinho mequetrefe como o Brasil cujos governantes não estão nem aí para orientar o povo sobre questões ligadas ao meio ambiente.... Ontem o jornalista Ricardo Boechat comentou que de Fernando Henrique (um sociólogo gabaritado) até Lula (operário) não deram a mínima para a educação em seus governos.... Acho que a barragem de Mariana, simbolicamente, representa o mar de lama que vivemos no Brasil....
------------------------
Moradores e frequentadores da praia do Peba, no município de Piaçabuçu, no Litoral Sul do Estado denunciam que tem aumentado o número de tartarugas encontradas mortas na faixa de areia.

O caso chamou a atenção de nativos, principalmente, quando um morador contabilizou o aparecimento de 11 animais mortos.

Sem saber qual órgão procurar, os moradores procuraram a imprensa para dar publicidade ao fato e tentar descobrir se há algum fator externo influenciando na morte dos animais, a exemplo da circulação indiscriminada de veículos em locais de desova.

Em entrevista ao Alagoas24horas, o biólogo Bruno Stefanis, do Instituto Biota de Conservação, acredita que o caso do Pontal do Peba é de “interação com a pesca”. A área citada é propícia à pesca do camarão e como há alimento no local, é fácil atrair diversas espécies. Nesse caso, tartarugas podem ser pescadas acidentalmente e acabam morrendo.

Segundo Bruno, o maior problema é falta de informação. As tartarugas quando desmaiadas conseguem ficar cerca de três horas em apneia. No entanto, para muitos pescadores o animal já está morto. “Quando ele vê a tartaruga presa à sua rede ele pensa que ela está morta. Então, ou esquarteja o animal para não danificar a rede, ou tira o animal e joga na água, causando seu afogamento”, explicou o biólogo.

Para ele, a implantação de políticas públicas simples poderia evitar a morte de tantos animais. “Se os pescadores da região tivessem acesso à informação sobre primeiros socorros, os casos de morte de tartarugas seriam reduzidos. Então a gente pede as comunidades que enviem denúncias para o nosso aplicativo e assim poderemos cobrar respostas dos órgãos competentes”, acrescentou.

24 de novembro de 2016

Fiscais libertam cerca de 400 aves silvestres no Sertão de Alagoas

O momento de libertação de animais é algo que faz  gente desabar de emoção.... Já vivi algumas ocasiões de soltura...
--------------
Ação foi realizada nas primeiras horas desta quarta, em Delmiro Gouveia.
Animais haviam sido apreendidos em operações, e passaram por triagem.


video

 A Fiscalização Preventiva Integrada do São Francisco da Tríplice Divisa (FPI) realizou, nesta quarta-feira (23), a soltura de cerca de 400 pássaros silvestres no município de Delmiro Gouveia. Os animais

18 de novembro de 2016

MPE/AL entra com pedido para suspender o Campeonato Brasileiro de Vaquejada

Maravilha!!!!!! já que o assunto é vaquejada, toma mais esta......
------------------------
Evento está programado para acontecer no período de 23 a 27 de novembro na cidade do Pilar

Público do Estado de Alagoas (MPE/AL), por meio da Promotoria de Justiça de Pilar, ajuizou uma ação civil pública, com pedido de tutela liminar, dessa vez para suspender o 14º Campeonato Brasileiro de Vaquejada, organizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM). O evento está programado para ocorrer no período de 23 a 27 de novembro, no Parque Artur Filho, no

16 de maio de 2016

Devolvendo pássaros à natureza - AL

Realmente, é um momento de gloria soltar bichos na natureza.... Tive esta felicidade há alguns anos atrás.....
--------------------- 
Uma da ações mais bonitas da FPI do São Francisco é a reintrodução de pássaros silvestres ao seu habitat natural. Neste caso, a soltura ocorreu numa reserva ecológica de bioma da Caatinga, já que os animais são nativos desse ecossistema. E sabe como a gente tem certeza que está fazendo realmente o trabalho certo? Ouve só o canto dos pássaros! É de alegria!


Ministério Público do Estado de Alagoas
13 de maio próximo a Santana do Ipanema, AL

24 de março de 2016

Maus-tratos a animais são flagrados em rodeio no interior de Alagoas

Bem, a representante da Comissão parece decidida, porque é um absurdo os maus-tratos explícito. E tem que mandar prender este mequetrefe dono da "companhia" de rodeio.... Imagino o que os animais passam nas mãos de um infeliz destes.... 
------------------
Comissão de Bem-estar Animal da OAB disse que vai tomar providências. 
Organizador afirma que não comete crime e que show vai continuar.


video

Um espetáculo que tem atraído pessoas de vários cantos do interior de Alagoas foi flagrado cometendo crime ambiental ao maltratar animais em arenas de rodeio. A reportagem da TV Gazeta

24 de fevereiro de 2016

Cão é baleado ao procurar comida em festa com churrasco - Traipu - AL

Fazer o mal por fazer.... os limites  não existem mais.... de que massa humanos são feitos? somos feitos a semelhança de Deus? fala sério..... que podridão!!!!!!! Ainda bem que o pobrezinho sobreviveu.....  
------------------------
Mais um caso de violência contra animais foi registrado no interior de Alagoas. Desta vez, um cachorro foi baleado ao procurar comida em uma festa que acontecia dentro de uma residência no povoado Mumbaça, zona rural de Traipu, no Agreste de Alagoas.

Embora caiba ao cão o título de animal irracional, foi ele o atingido com um tiro na cabeça por se aproximar da casa onde acontecia um churrasco, atraído pelo cheiro da carne. O cão, de raça indefinida, pertence a uma senhora de 60 anos

22 de julho de 2015

Peixes-boi correm risco no Recife e devem voltar para Alagoas

Gente, eu não acredito que um programa desta natureza não tenha levado em conta que os animais corriam risco nas mãos desta população de ignorantes..... como sempre, os animais é que pagam a incompetência.... O erro é da "gentinha que mata" ou dos "entendidos" que colocaram os peixes-boi em risco? mesmo com um trabalho educacional ia demorar até compreenderem que não deveriam matar o animal....  
-------------------------------------
Animais que foram reabilitados e reintroduzidos em Alagoas estão sendo molestados pela população de Pernambuco

Resgatar, reabilitar e devolver o peixe-boi para a natureza não tem sido uma tarefa fácil para os técnicos do Programa Peixe-Boi, que têm sede fixa em Porto de Pedras, no litoral Norte de Alagoas. O local é referência no trabalho de preservação da espécie ameaçada de extinção.

Porém, em locais onde o peixe-boi não aparecia há muitos anos, a população costuma molestar o animal e dificultar o trabalho de reintrodução no

20 de junho de 2014

Lei garante atendimento gratuito a animais da população carente de AL



Isto é maravilhoso!!!!! Em Alagoas, a coisa foi feita como deve, ou seja, ação vinda do executivo.... Enquanto a proteção animal não entender que temos que agir muito mais junto ao executivo do que ao legislativo, a coisa vai ficar neste ramirami.... Se bem que, provavelmente, as dotações orçamentárias serão "negociadas" entre os políticos.... A conferir....
------------------------------

Medida é obrigatória em todo o território estadual.
Decisão foi publicada no Diário Oficial esta quarta-feira (18).

O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), sancionou a lei que obriga o atendimento veterinário gratuito aos animais da população carente em todo o estado. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (18).

Com a medida, os órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e estabelecimentos oficiais do mesmo tipo responsáveis pelos atendimentos de cirurgias, incluindo as ortopédicas, deverão efetuar o atendimento, que não se restringirá apenas a consultas.

A lei ainda autoriza o poder público a celebrar convênio e/ou parcerias com entidades de proteção animal e outras organizações não governamentais, universidades, estabelecimentos veterinários, empresas públicas ou privadas e entidades de classe. As despesas decorrentes do atendimento aos animais correrão a conta de dotações orçamentárias próprias.

FONTE: G1

30 de maio de 2014

Peixes-boi são levados para cativeiro natural em Porto de Pedras - AL

Sempre achei que os animais aquáticos tinham mais chance de fugir da crueldade humana, apesar das tragédias promovidas pelo Japáo, pelas Ilhas Faroé (Dinamarca) e outros menores. Mas, hoje em dia, acho que não posso mais pensar assim com tantos casos de ruindade com estes seres.... Há muita dificuldade para as ONG´s afins levarem a cabo resgates e recuperação destes animais prejudicados pela ação humana.... uma pena....

video
ALTV - Rede Globo - 27/05/14

27 de agosto de 2013

Fiscalização interdita matadouros irregulares no interior de Alagoas

Estou enojada.... fico pensando se estes caras tem mães... não pode, devem ter nascido de chocadeira.... Vejam como abatiam os animais.... Tudo isto aqui pertinho... que fazer, meu Deus? somos tão poucos, apesar de fortes e resistente, para tentar por um fim a isto.... Ainda bem que, nestes caso podemos apelar para a  "Saúde Pública"... nojo, nojo, nojo..... CLIQUEM AQUI para ler a matéria do G1 de 23/08/13.


Bois são abatidos com golpe de lança e sofrem até a morte. 
(Foto: Natália Souza/G1 AL)

3 de janeiro de 2013

Proteção animal luta por continuidade de comissão - Alagoas

Protetores de animais pedem que novo presidente da OAB/AL mantenha comissão em prol do animais e sua presidente.  CLIQUEM AQUI PARA LER

Protetores pedem que Dra. Adriana Alves (foto) fique a frente da Comissão