Mostrando postagens com marcador APA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador APA. Mostrar todas as postagens

30/06/2017

Quase metade das áreas protegidas federais sofrem com espécies exóticas

Escuta aqui, gente: a culpa disto tudo é do humano irresponsável e ambicioso. Agora, o que fico impressionada é que nunca é cumprido o art. 31 da Lei de Crimes Ambientais que tive o prazer de sugerir e que diz ser crime: Introduzir espécime animal no País, sem parecer técnico oficial favorável e licença expedida por autoridade competente.
Os animais viram as chamadas "pragas" e ninguém é punido. Ah, Brasil, sai da lama!!!!
-------------
Bonitinhos, mas que não deveriam estar ali. Animais domésticos abandonados como gatos, cachorros, galinhas e selvagens como javalis e são exemplos de espécies exóticas que ocupam, atualmente, 48% das Unidades de Conservação Federais do país. É o que aponta um estudo da analista ambiental Tainah Guimarães, do próprio Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra as áreas protegidas federais.

São 104 espécies exóticas presentes nas Unidades de Conservação, sendo 59 delas causadoras de sérios risco a biodiversidade local. Em mais da metade das Unidades de Conservação de Proteção Integral, como reservas biológicas e parques nacionais, ocorre a presença de pelo menos uma espécie exótica.

Exótica é toda espécie que se encontra fora de sua área de distribuição natural, isto é, que não é originária de um determinado local. Elas vão desde cães, gatos, cabras, jumentos, coelhos a peixes ornamentais. Ao abandonar esses animais nas áreas protegidas, as pessoas estão prejudicando a biodiversidade local, afugentando predadores nativos e a fauna comum do local.

Um exemplo desse abandono de animais exóticos de forma desenfreada acontece em Fernando de Noronha, que sofre com a contenção da população de gatos, que se reproduzem facilmente e fora do ambiente doméstico, adquire características ferais, passando a se alimentar principalmente das aves locais, muitas vezes endêmicas. A unidade de conservação optou por doar esses animais fora do arquipélago, entretanto, em estado feral, a captura desses animais se torna difícil e mesmo sendo doados, o risco de serem abandonados novamente é uma realidade para as unidades de conservação.

Pragas silvestres
Outras espécies exóticas, como o Javali, se transformaram em verdadeiras pragas no campo e causam danos imensos por onde passam. A ausência de predador e, portanto, de controle populacional, fez o javali se transformar em uma praga que ameaça plantações e espécies nativas, como ovos de tartarugas e jacarés, parte do cardápio do animal. Invasor, e dominante, desde 2013, a caça ao Javali é legalmente permitida, porém, o combate da praga em unidades de conservação ainda não foi efetivo porque os gestores têm receio em autorizar a caça: “Nunca se sabe se eles vão se valer da autorização para caçar espécies não permitidas”, explica Tainah Guimarães.

FONTE: oeco

07/12/2016

Cães e gatos 'passeiam' na Serra do Japi em Jundiaí

Tem protetor que não entende porque acha que só cães e gatos merecem ser protegidos..... Mas, existe uma fauna plena em áreas nativas que, normalmente, gatos e cachorros detonam tudo. Temos que cuidar destes animais, também. Vamos pensar nisto....
----------------------
Presença de animais domésticos pode ter relação com sumiço de espécies. Sete mil horas de gravações devem ajudar a proteger fauna e flora.

video

São 350 quilômetros quadrados de mata atlântica, cachoeiras e ambiente perfeito para a vida de animais silvestres na Serra do Japi, localizada em Jundiaí (SP), a 60 quilômetros da capital. Mas para

07/06/2016

Associação de Proteção Animal de Uberlândia recebe repasse de imóvel

Toda prefeitura deveria fazer isto com as ONGs de proteção animal de suas cidades, né não? ora bolas, se presta um grande serviço para a população, ao menos, casa e comida deveria vir do próprio povo. Acho que o negócio em Uberlândia será bem organizado.... Que tudo dê certo!!!
------------------------ 
A Associação de Proteção Animal de Uberlândia (APA) agora é proprietária do prédio onde antes funcionava a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari), no bairro Santa Maria, na zona leste. O imóvel foi cedido pela Prefeitura de Uberlândia e fica na avenida Nicodemos Alves dos Santos, no cruzamento com a avenida Rondon Pacheco.

O espaço conta com dois terrenos e uma casa de dois andares, totalizando uma área de 1.100 m. No local, inicialmente, deverá funcionar

27/10/2015

Juiz suspende proibição a entrada de animais em parque de Brasília

-------------------------------
O juiz Carlos Frederico Maroja de Medeiros, da Vara de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Fundiário do Distrito Federal, suspendeu liminarmente a proibição de entrada de gatos e cães no Parque Ecológico Dom Bosco, administrado pelo Instituto Brasília Ambiental.

Para o juiz, o veto do Ibram não foi precedido de consulta à

15/08/2015

Proprietário de 50 cabras e 19 cavalos é preso por maus-tratos aos animais - RJ

Além de maus-tratos, ali é área de proteção ambiental
-----------------------------------------------

Operação flagrou os animais debilitados, com ferimentos e subnutridos

Rio - Um proprietário de 50 cabras e 19 cavalos foi preso nesta quinta-feira por maus-tratos aos animais. A operação foi realizada pela Secretaria

24/04/2015

Voluntários cuidam de animais no feriado


Quem puder dar uma força, não pense duas vezes..... são companheiros que estão trabalhando por nossos bichos amados..... 

Quem conhecer esta ONG (tem muitas APAs), mande o link ou face para que as pessoas entrem em contato, tá?
-------------------------


Fonte: TV Paranaíba

20/11/2014

Criadores reincidem nas infrações e animais são apreendidos em áreas de preservação ambiental do Extremo Sul baiano

O que fazer com esta gente que insiste em desrespeitar áreas de preservação ambiental? meter o cacete com toda vontade..... depois toda a população urbana reclama que não tem água nas suas torneiras, né mesmo??? 
----------------------------
A criação de bovídeos em Áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal (RL) continua sendo realizada no extremo sul da Bahia. Mesmo após diversas ações de notificação, apreensão e também de conscientização juntos aos criadores, na última terça-feira (11), em Eunápolis, foram apreendidos 39 animais, sendo 30 bovinos, 5 equinos e 4 muares, que infringiam as leis ambientais e de defesa agropecuária.

Só este ano já foram retirados 4.583 animais destas áreas de preservação ambiental por meio da operação capitaneada pelo Ministério Público da Bahia, em parceria com a

30/09/2013

O SEPDA Cláudio Cavalcanti faleceu... um pouco de historia

Gente, o pior aconteceu. Desculpem todos, mas, não queria mesmo que ele morresse... pelo contrário, queria que ficasse bem vivinho para a gente esfregar na cara do Prefeito do Rio (aquele que debocha da proteção animal) sua total incompetência e falta de caráter por receber dinheiro em nome dos animais sem fazer o que deveria por eles. Vejam nossa denúncia na Câmara dos Vereadores na Audiência Pública realizada em 24/09/13.

Quando Cláudio se lançou na política (2000), nossa ONG não o apoiou porque desde o início diagnosticou sua incompetência apesar dele estar há muitos anos apoiando a causa. Ele era sobrinho de uma das minhas mestras e que sempre lembro com saudades aqui no blog. Amada Lya Cavalcanti que, para condenação de muitos que nos lêem, era considerada "matadora".... 

Só que, inegavelmente, foi uma protetora que escreveu seu nome na história ao acabar com as carroças de lixo puxada por burros, entre tantas outras conquistas. Depois de sofrer tanto vendo os animais morrerem de forma bárbara em câmaras de gás ou eletrocutados, ela pagava do seu bolso frascos e frascos de tionembutal para que fossem anestesiados e mortos com cloreto (como se faz a eutanásia em casos inevitáveis). Achava que os animais sofreriam menos...

É absurdo? não sejam tolos e conheçam a realidade que envolvem nossos bichos,  bem como,  a história da proteção animal. Nos anos 80/90, para terem uma idéia, Marília Pinheiro (outra das minhas mestras, diretora da SUIPA e opositora ferrenha a eutanásia de cães)  só não esganava a Lya por pura falta de oportunidade. Anos depois, já fora da militância e recolhida com seus animais a um abrigo seu em Pedra de Guaratiba, me confessava constantemente que Lya estava certa... tão certa que deixou seus bens para alguém que matasse seus animais após sua morte por não suportar saber que eles ficariam de mãos em mãos ou abandonados a própria sorte.... Assim foi feito, pelo que soube depois.

Lya era de opinião (e ação) que aqueles animais recolhidos pela carrocinha mereciam morte menos dolorosa posto que não havia recursos para mantê-los. Isto quase começando os anos 90. Ela os tirava de lá, levava para casa, alimentava-os, lhes dava todo carinho do mundo e os "colocava para dormir". Por favor, não julguem sem o completo conhecimento de causa. Era uma época que não se tinha nenhum recurso que temos agora. Literalmente, fazíamos proteção animal tocando tambor e soltando sinais de fumaça.... nossa dedicação era full time diante de tantas necessidades....

Eu não achava certo, mas, não julgava Lya .... Eu conseguia compreender seu grande amor pelos animais. Era uma mulher inteligente e de ação... Sua opositora Marília, só começou a compreendê-la no final de sua vida.... Aprendi muito com as duas e formei meu próprio conceito dentro da militância.

Aliás, durante a primeira campanha politica do Cláudio Cavalcanti, ele (juntamente com Maria Lucia Frota) negava ter feito parte da APA, ONG fundada por Lya durante sua dissidência com a SUIPA, local que trabalhou muito, diariamente, a ponto de desmaiar de exaustão no cuidado dos animais... É gente, naquela época eram só voluntários que iam enfrentar o batente.... Por dois anos de minha vida (1989/1990), dava minha contribuição aos domingos....

Mas, o casal Cláudio e Maria Lucia achava que se as protetoras soubessem que eles foram  da direção de uma ONG matadora, não votariam nele..... hehehe.... coisas da política sempre suja!!!! Eu teria falado desde o início e teria dito, simplesmente, que não pensava mais daquela forma (a de "matadora")... Ah gente, por hoje chega, mas se quiserem mais histórias da proteção, vejam NO VÍDEO DESTA POSTAGEM QUE FIZ.

A matéria da Globo News está aí com o comunicado

video
Globo News - 29/09/13

__________________________

Abaixo, republico minha postagem de 19/09/13 falando sobre a saúde do SEPDA. 

********************

Gente, refiz esta postagem porque avaliei que não foquei o principal objetivo da mesma. Na minha necessidade de informar sobre o perfil de certos protetores, acabei exagerando. É que me incomoda muito receber comentários de pessoas desejando o pior para outros pelos mesmos não estarem agindo condignamente. Esta parte abaixo estava e vai ficar publicada. Desculpem todos pelo desapropriado texto anterior.
_____________________
Bem, o que quero falar é o seguinte: estou sempre metendo o cacete na SEPDA aqui do Rio, mas, mantendo o nível de discussão da INCOMPETÊNCIA INEGÁVEL das pessoas que foram nomeadas para secretariar o destino dos animais em nossa cidade nestes últimos 13 anos.

Não sou a favor de ofender e desejar o pior para "nossos opositores". Eu não me sentiria digna até mesmo por já ter sido vítima de tamanha crueldade vinda de "pseudo-protetores" de animais. 

Então, quero comunicar que o Cláudio Cavalcanti está internado por conta de uma hérnia cervical que requer operação e recuperação. Segundo sua esposa, tudo está sob controle, mas, que fique registrado que em se tratando de saúde desejo suas melhoras porque meu debate é intelectual e não acho digno de nenhum protetor pensar de forma diferente. Temos que provar sua incompetência, mas, pela nossa argumentação.

Acredito que a Audiência Pública marcada para o dia 24 terá a Sub-secretária presente já que, provavelmente, o Cláudio vai estar sob cuidados médicos e em recuperação. 


27/04/2011

AJUDE NA CRIAÇÃO DA APA DE SAUÁ



Nossa leitora Clarisse Vilac da Associação dos Amigos da Serra dos Cocais (clique na imagem ao lado pra conhecer) esta correndo um Abaixo-assinado para a criação da APA do Sauá, SP. Vamos dar uma força?

É só clicar e assinar !

http://www.petitiononline.com/apasaua/petition.html


Quem desejar entrar em contato com ela, use o e-mail clarice_villac@yahoo.com.br

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪