RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador áreas urbanas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador áreas urbanas. Mostrar todas as postagens

10 de novembro de 2016

Cuidados com animais silvestres - MS


Eu achei a matéria muito bem feitinha.
---------------

Em Campo Grande existem polos com grande concentração de animais silvestres, e a atenção precisa ser redobrada para assegurar a sua livre circulação. A médica veterinária do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, Claudia Macedo explica mais sobre o assunto
Publicado em 9 de nov de 2016

16 de junho de 2014

Cresce o número de animais silvestres recolhidos em áreas urbanas



Olha, sinceramente, o que vamos fazer? o humano tem consciência da invasão do meio ambiente, mas, continua invadindo.... invadindo..... invadindo....
------------------------

Cobras, capivaras, lagartos, papagaios, gaviões, jacarés, jaguatirica. Certamente daria para compor um belo zoológico com tanto bicho. Mas, essas espécies foram resgatadas pela Polícia Militar (PM) Ambiental, em áreas urbanas de Maringá, neste ano. Um levantamento feito junto à Terceira Companhia da Força Verde indica que houve um crescimento de 11% nas remoções de animais silvestres e exóticos em áreas urbanas.

Foram 156, até o mês passado, ante 143, no mesmo período de 2013. As aves predominam e correspondem a 37% do total. Com 18% dos resgates, neste ano, estão as cobras que ocupam a segunda posição no ranking. Foram 30 ao todo. Em terceiro, estão os gambás com 8%, seguido de perto pela tartarugas e os lagartos, com 6%.

FONTE: Maringa

7 de março de 2014

4 de março de 2014

Governo Timor Leste restringe movimento de animais nas áreas urbanas

Quando li isto, fiquei em pânico.... será que por lá tem pessoal da proteção animal? isto vai ser  uma matança generalizada..... Céus...... estranhei que eles não falaram dos gatos.... por que será?
_____________________

O governo de Timor-Leste anunciou hoje, em comunicado divulgado à imprensa, que aprovou um decreto-lei para restringir o movimento de várias espécies de animais em áreas urbanas para reservar as condições de higiene e saúde.



"Ao restringir o livre movimento de animais de várias espécies, o governo pretende preservar as condições higiênicas nas áreas urbanas e

22 de janeiro de 2014

Saiba por que pombos e outros animais vivem em áreas urbanas

A facilidade de alimento no lixo das grandes cidades é a grande responsável pelo descontrole populacional destas aves...
______

Quando pensamos em animais, vem logo à mente imagens de campos, florestas, mares, enfim, ambientes onde a natureza reina, e os homens ficam de fora. Pois, fica o desafio: olhe ao seu redor, na cidade, e veja se entre prédios, ruas e construções também não há animais. Pombos, pardais, insectos variados, morcegos e até ratos vivem em ambientes urbanos. Mas como é que eles foram lá parar?

Nos locais onde cidades cresceram, alguns animais foram os primeiros habitantes e sobreviveram à urbanização. Outras espécies foram captadas pelos humanos noutras regiões e, inseridas nas cidades, e adaptaram-se muito bem ao clima agitado.

É o que explica a zoóloga Elizabeth Höfling, da Universidade de São Paulo. «Humanos trouxeram