20/11/2017

Perus são lançados vivos de um avião como celebração do dia de Ação de Graças - EUA

Tem coisas que a gente não imagina que aconteçam hoje em dia.... Como podem fazer uma barbárie destas, meu Deus!!!!! Tem uma matéria que pode ser lida AQUI, dizendo que o governo só jogou perus dos edifícios altos e que não em nada com aquelas aves jogadas pelo avião. No ano passado foi feito uma pesquisa e o contra à este absurdo ganhou disparado Mas, mesmo assim fizeram este ano!!!! Neste link tem
mais informações. Separei 2 vídeos para ilustrar... vejam o de 2008....
-----------
A tradição no Arkansas, EUA, foi interrompida entre 2012 e 2014 mas voltou a acontecer na edição do ano passado e repetiu-se este ano.  
Há vários anos que tem sido uma tradição lançar perus vivos de um avião no festival anual Yellville Turkey Trot, no estado do Arkansas (EUA).


Os perus são projectados de um avião a cerca de 150 metros de altura para uma multidão que tenta apanhá-los. A tradição acontece nas férias de Acção de Graças (Thanksgiving). O Dia de Acção de Graças, ou em inglês Thanksgiving Day, é comemorado a 23 de Novembro nos EUA.

Apesar da contestação de vários grupos que protegem os direitos dos animais e de comentários negativos nas redes sociais, a "celebração" voltou a acontecer este ano.

A Administração Federal de Aviação (FFA) não encontra violações neste evento porque os perus não são considerados projeteis: "Os regulamentos da FAA não proíbem especificamente deixar cair animais vivos de aeronaves, possivelmente porque os autores do regulamento nunca previram que uma proibição explícita como esta fosse necessária", disse um porta-voz da FAA ao Huffington Post num e-mail. "Isso não significa que validemos a prática", acrescentou.


O porta-voz explicou ainda que a FFA não tem poder quando se trata de questões de bem-estar animal. "Os nossos regulamentos cobrem apenas "objetos" e é especificado que podem ser retirados das aeronaves se representarem um perigo para pessoas ou propriedades que estão em terra", afirmou. "Neste caso, os investigadores determinaram que o piloto não violou os regulamentos de segurança da FAA porque as perus foram jogadas sobre um riacho e um parque, bem longe das multidões no festival", conclui.

No ano passado, 12 perus foram lançados do avião, dois morreram com o impacto os outros conseguiram usar as asas e sobreviveram, revela o site local Arkansas Online.

Este ano ainda não há relatos de perus mortos depois de serem lançados do avião, no entanto, a professora de ciência e avicultura, Yvonne Thaxtonl, afirma que o ruído do avião e a própria queda é terrível para os animais e um "ato horrível de abuso".

Fonte: Sábado PT
-----------

2015

2008

7 comentários:

  1. Dia de Ação de DESGRAÇAS para os animais torturados, mortos e comidos como forma de “agradecer” a Deus pelas dádivas recebidas, orando e festejando junto à família, com a pança entupida de pedaços dos cadáveres de seres que o Criador preferiria VIVOS e FELIZES, é a imagem fiel da barbárie ainda existente em "pseudos povos de primeiro mundo" que ainda não entenderam que nenhuma tradição religiosa vinculada à crueldade e desamor pode obter alguma Ação Gratificante Divina em favor de humanos ingratos em nenhum dia do Ano, muito pelo contrário, não esperem nenhum favor do Céu por causa disso, muito pelo contrário, isso não tem nenhuma graça.

    ResponderExcluir
  2. marciacaetano20/11/2017 10:19

    EXATAMENTE!

    ResponderExcluir
  3. Isso porque "dizem" que é primeiro mundo.

    São uns bárbaros

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente..são estes os seres criados a semelhança de Deus.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se foram criados á semelhança de Deus, agora começo a imaginar o dito deus...

      Excluir
  5. Agora, com Trump, a coisa vai piorar. São bárbaros, viciados em armas e ainda não evoluíram desde o "velho oeste".

    ResponderExcluir
  6. Essa gentalha se auto intitula CRISTÃ. Mas torturam e matam um ser indefeso. DEMÔNIOS!!!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪