21/11/2017

Norma define critérios para o abate humanitário de animais em Pernambuco

Nesta matéria constatamos vários absurdos: 1 - o abate com pistolas é obrigatório há muitos anos atras e foi nossa ONG que conseguiu através de uma campanha. 2 - que meleca de fiscalização, hein? cade os vets responsáveis naquela área de Pernambuco? vai dizer que não sabiam?  3 - mais um engana trouxa de um deputado que fez uma lei de algo que já obrigatório em nível federal. E aí?
---------
Abatedouros do Estado terão que adotar uma série de medidas com a intenção de diminuir o sofrimento dos bichos

Uma norma aprovada em primeira discussão na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta quinta-feira (16), determina o abate humanitário de animais nas indústrias pecuárias do Estado. A intenção é diminuir o sofrimento dos bichos por meio de técnicas que, de certa forma, vedem a tortura no momento de sangria.

Entre os métodos que a regulamentação prevê é o uso de pistolas pneumáticas, usados para que os bois percam os sentidos. Além da técnica da insensibilização, a adoção de um corredor em forma de "S" a fim de evitar que o animal assista a morte do outro no percurso para o matadouro.

A norma ainda obriga os estabelecimentos a usarem pisos antiderrapantes e rampas pouco inclinadas nos locais de abate de suínos e bovinos e separar aqueles que podem se ferir mutuamente.

Para o autor do projeto, o deputado Odacy Amorim (PT), a regra garante respeito e dignidade aos animais, apesar de, na opinião dele, ainda não ser o ideal. Ele defende que o melhor seria as pessoas adotarem o regime vegetariano, uma vez que, quando um boi vê o outro sendo abatido, libera uma carga de toxinas muito grande.

A ideia de criar a proposta, justifica o parlamentar, é porque o Brasil ocupa, atualmente, a quinta posição entre os dez países que mais consomem carne no mundo, segundo pesquisa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) realizada em 2016.

Além disso, um relatório da produção pecuária divulgado em março deste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que, no quarto trimestre de 2016 – período em que há maior procura pela carne bovina para as festas de fim de ano – foram abatidos 7,41 milhões de cabeças de boi no País.

FONTE: folhape

6 comentários:

  1. Bah! Não dá pra aturar deputado estadual e vereador fazendo lei em cima de lei, só aumentando a confusão, porque já existem as leis mais básicas de defesa dos animais, MAS NINGUÉM CUMPRE !!! Principalmente as polícias, o ministério público e o judiciário. Daí fica difícil, né? Temos ainda um longo caminho. Nós e os que vierem depois de nós.

    ResponderExcluir
  2. Não existe essa de abate "humanitário" para denominar o assassinato em série de inocentes sob alegação de que são “apenas” animais. HUMANITÁRIO é erradicar de vez por todas do cardápio, a alimentação carnívora, essa praga sanguinolenta e repulsiva inconcebível no Planeta Moderno que evolui e progride, esse carnivorismo obsoleto e ultrapassado, tolerável apenas nos povos primitivos e bárbaros, justamente porque eram primitivos e bárbaros, ainda somos?! HUMANITÁRIO é salvar e preservar a vida, tenha ela o rosto de uma criança, de um velho ou de um animal, HUMANITÁRIO é deixar viver.

    ResponderExcluir
  3. Sandra disse tudo o que eu queria dizer.

    ResponderExcluir
  4. Sandra Siqueira22/11/2017 00:29

    O abate humanitário deve existir. Só que as pessoas deveriam ir assistir o método halal. Daí sim iam ver as atrocidades que são cometidas com os animais. Estou tentando há alguns meses ser ouvida por ONGs para que sejam mudadas as leis de transporte de gado bovino. Em meados de 2013 o MAPA Ministério da Agricultura e Pecuária envio técnicos para a Espanha para ver como são transportados os bovinos destinados ao abate. Logo na Espanha dos toureiros. É um país com território pequeno. Aqui no Brasil muitas vezes os bois são transportados por até 1 mil km. Em caminhões fechados. Só ficam aberto a parte em cima. Esses caminhões não podem para muito poró tem horário para chegar no frigorífico. E a urina desses animais solta um gás tóxico a amônia. E ao chegar no frigorífico os boa devem ficar no mínimo debaixo de chuveiros por 12 horas. Então imaginem eles viajam uma longa distância ficam debaixo dos chuveiros por até 13 horas. Eles não podem deitar pois o boleto não deita em local molhado. Só deitam quando estão muito exaustos. Então peço para vocês que ajudem a mudar essa situação . Que façam campanhas para que se mude as medidas das gaiolas boiadeiras.

    ResponderExcluir
  5. Abate humanitário para mim é o mesmo que assassinato humanitário, não consigo distinguir. Esse não é meu mundo, não é meu planeta.

    ResponderExcluir
  6. Abate humanitário? Pois que façam isso com a pior espécie já aparecida nesse mundo. Não existe abate humanitário. Existe assassinato!!!!!!
    Sá tristeza ter que comentar, enquanto estamos com o estômago embrulhado.
    Pobres animais.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪