16/07/2017

Biólogo estima 300 veados, corços e javalis mortos na Serra da Lousã - Portugal

O saldo de mortes provocadas por aquele recente incêndio em Portugal é uma tragédia. O número se refere aos animais selvagens de porte grande que deu para contabilizar, aproximadamente, mas, quantos milhares de pequenos, quantas aves e quantos domésticos/domesticados se foram? Na ocasião publicamos até a história de Como um cão sobreviveu às chamas perto da estrada da morte . Pobres animais......
-----------
Pelo menos 300 veados, corços e javalis terão morrido, na Serra da Lousã, nos incêndios que assolaram os concelhos da região desde o dia 17, disse hoje à agência Lusa o biólogo Carlos Fonseca.

No entanto, "apesar de não ser extraordinário, o cenário é bastante positivo, tendo sobrevivido muitos destes animais que, pelo seu instinto natural, conseguiram escapar à frente das chamas", revelou o professor da Universidade de Aveiro, que monitoriza estas populações há mais de 20 anos.

Durante vários dias desta semana, a equipa de Carlos Fonseca percorreu centenas de quilómetros, nos municípios ligados à Serra da Lousã, "numa tentativa de avaliar o impacto deste intenso e extenso incêndio" nas comunidades de javalis, veados e corços.

FONTE: destak.pt

2 comentários:

Selma castanheira dos santos disse...

são as mudanças climáticas.por culpa dos carnistas.

Victória disse...

Chamar isso de tragédia é pouco, imagino a quantidade de animais presos e de filhotinhos que não puderam fugir do fogo?! Triste.

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪