26/04/2017

A história triste de Le Le, uma cadelinha que sofre com a venda de seus filhotes - China

Que dó!!!!!! quem é mãe deve entender isto..... e quem não é deve imaginar quando testemunhamos o apego das mães aos seus filhotes, não?
------------------
O flagrante foi feito em um subúrbio de Hangzhou, província de Zhejiang, em um mercado noturno, com uma variedade de barracas cheias de pessoas indo e vindo nas ruas. 

Uma quantidade enorme de animais à venda e muitas crianças escolhendo seus animais favoritos, acompanhados por seus pais. No canto (círculo na figura), uma cadela montando guarda ao lado de uma gaiola com dois filhotes.   

As fotos foram tiradas em 17 de abril por um fotógrafo que ia fazer um trabalho quando lhe chamou atenção uma multidão de pessoas. Foi olhar. 

"Este foi um momento de quebrar-coração quando conferi que era uma cadela-mãe que estava protegendo seus filhotes enjaulados que estavam sendo vendidos nas ruas", disse o fotógrafo ao DailyMail. A cadela de aparência triste vem ver seus filhotes recém-nascidos, com apenas um mês de idade, em um mercado noturno na China todos os dias. A mamãe zelosa de seus filhotes tem três anos e é chamada de Le Le.

Quando dois outros de seus filhotes que foram vendidos, ela até perseguiu o comprador por alguma distância, não querendo deixar seus filhotes irem.
O proprietário da barraca e dono da cachorra alegou que Le Le tinha dado à luz quatro filhotes de cachorro cerca de um mês antes e dois deles tinham sido vendidos, disse ao fotógrafo, que preferiu ficar anônimo por razões de privacidade. Os dois filhotes que estavam a venda por £20, foram colocados em uma pequena gaiola e esperavam potenciais compradores.

O fotógrafo acrescentou que sempre que as pessoas mostravam interesses e apontavam para os cachorros de Le Le, a cadelinha virava a cabeça e olhava para os potenciais compradores, aparentemente protegendo seus filhotes. 

Depois que o fotógrafo publicou as fotos no periódico QQ.com , vários leitores se manifestaram. Um deles disse: "Eu não sou um ativista animal, mas eu sei por que Le Le está tão triste. Por que não podia [o proprietário] deixar um cachorro para Le Le? Outro disse: "Ela teve que suportar a dor de perder seus filhos, vez após vez. O dono é muito cruel. Um terceiro leitor disse: "Para você, é apenas um cachorro; Mas para Le Le, é o filho dela. Um outro diz que esperava que os filhotes de cachorro fossem comprados por alguém que "gostasse verdadeiramente de cães" de modo que pudessem ter um repouso real.



Fonte: Daily Mail
Tradução livre do Google para o Grito do Bicho

9 comentários:

  1. Sim, o dono da cadelinha é cruel e tal. Mas, pior do que ele são os "consumidores", que insistem em comprar animais. Além de não terem sensibilidade para notar o sofrimento da cadelinha, preferem pagar por um cão, como se um animal fosse um objeto e não um ser vivo que merece respeito. Enquanto isso, há milhões de cães (e gatos) pelo mundo sofrendo em abrigos ou no abandono das ruas. Infelizmente, a vaidade e a insensibilidade da maioria dos seres ditos "humanos" acabam por perpetuar esse situação. Muito triste!

    ResponderExcluir
  2. Não há como esperar situações diferentes dessas aí na China, onde todos os anos 10 milhões de cães são brutalmente criados e mortos para consumo de carne.

    ResponderExcluir
  3. ISSO OCORRE EM TODO LUGAR INCLUSIVE AQUI,É DIFICIL PRA MÃE E PARA OS PRÓPRIOS IRMÃOZINHOS TBM,TRISTE DEMAIS.

    ResponderExcluir
  4. A coisa mais triste é saber que existe tanta gente ruim, insensível nesse mundo.

    ResponderExcluir
  5. Chorei copiosamente. Como é que ninguém fez nada por ela e os filhotes? Fosse eu, "comprava" a família inteira. Ela é linda! Provavelmente quem compra vai cozinhar e comer, afinal, isso foi na china. Que tristeza!

    ResponderExcluir
  6. so consigo ter do dos animais anjinhos sem pecados, inocentes, indefesos, que tem que ser submetidos a tamanha crueldade por lucros.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪