06/03/2017

Será que o contacto com as crianças traz benefícios aos animais?

Queria muito ver o resultado deste estudo......
------------------------
Que o contacto com animais traz vantagens emocionais e comportamentais às crianças já é sabido, mas agora, um novo estudo pretende saber "até onde podem ir" os benefícios para os animais

Os benefícios para os animais da interação com as crianças é uma das questões que se pretende responder com um novo estudo lançado esta
quinta-feira em Lisboa, em que participarão crianças acolhidas temporariamente na Fundação Casa do Gil.

Promovida pela empresa de saúde Medicare, o estudo será feito pela Faculdade de Medicina Veterinária e pela empresa Pet B Havior, que ajuda os donos a relacionarem-se melhor com os seus animais e promove contactos entre animais domésticos e crianças do ensino especial ou com problemas oncológicos.

A professora da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa Ilda Rosa, que coordenará a investigação, disse à Lusa que se pretende descobrir se os animais também têm vantagens no contacto com crianças, medindo parâmetros comportamentais, níveis químicos de stress e o grau de ligação que se estabelece entre as duas partes.

Que o contacto com animais traz vantagens emocionais e comportamentais às crianças, especialmente com problemas de socialização já é sabido, mas com este estudo pretende-se saber "até onde podem ir" os benefícios para os animais, sobretudo cães, que são usados como uma espécie de "mediadores sociais".

Tratando-se de crianças que foram retiradas às famílias e estão temporariamente na Casa do Gil, "preservar o anonimato" é uma preocupação central, mas Ilda Rosa afirma que os investigadores gostariam de continuar a acompanhar casos mesmo após processos de adoção.

"Cada caso é um caso", indicou, acrescentando que o estudo não tem, para já, uma data para estar concluído, apontando-se para o longo prazo, com resultados publicados entretanto.

A par do estudo, vai estar operacional, na segunda-feira, uma nova página na Internet chamada "Eu adoto", em que as pessoas poderão inscrever-se para adotar animais

O diretor ibérico da Medicare, Manuel Rainho, disse à agência Lusa que a plataforma, feita em parceria com associações de recolha de animais, pretende antecipar "o problema social" que se poderá criar quando, em 2018, entrar em vigor a lei que impede o abate de animais nos canis municipais.

Pretende-se que os voluntários para adoção criem um perfil e que o processo vá sendo acompanhado, com visitas prévias ao animal que se quer adotar, para impedir as situações em que o temperamento do animal adotado acaba por criar problemas na família.

A empresa, especializada em planos de saúde, vai também lançar um plano de saúde específico para animais de companhia, sem restrições de raça ou idade, como acontece com os seguros.

O preço de um plano de saúde para os animais varia entre os sete e os treze euros mensais.

FONTE: tvi24

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. pra mim, tanto pros animais ou crianças só trará benefícios de curas. eu acho.

    ResponderExcluir
  3. Aí vai depender do temperamento e educação da criança. Psicopatas mostram quem são já na infância, já crianças boazinhas é outra história.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪