RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

15 de março de 2017

Cachorro adota escola em Uruguaiana e tem tratamento pago por alunos - RS


Eu amo demais cachorro velho.... tenho toda paciência do mundo com eles.... Veja a história de Amarelo, o velhusco adotado pela direção de uma escola em Uruguaiana... Fiquei emocionada demais!!!!
----------------------
Amarelo percorre salas e corredores do colégio Dom Hermeto há 16 anos.
Estudantes fizeram vaquinha para bancar consultas com veterinário.

Alunos da escola estadual Dom Hermeto adotaram um cachorro em Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Amarelo, como é chamado, transformou os corredores da instituição de ensino em lar há 16 anos, como mostra a reportagem exibida nesta terça-feira (14), Dia Nacional dos Animais, pelo Jornal do Almoço.


“Ele é uma presença frequente todos os dias. Manhã, tarde e noite. Com o tempo, a gente foi verificando que inclusive no sábado ele se apresentava na frente do portão esperando que houvesse aula. Acabou que os alunos simpatizaram com ele, e ele acabou se inserindo no contexto da escola”, conta Adair Vicente da Campo, diretor da escola.


O que atraiu o vira-lata para o local ainda é um mistério. Pode ter sido a oferta de lanche ou a própria movimentação dos estudantes.
“Ele tem uma predileção por algumas salas. Eu não vejo problema nenhum [em dar aula na presença do animal], até porque ele é bem mais frequente que muitos alunos aqui também”, brinca o professor de geografia Miguel Fábio da Silva.


Os alunos aprovam e gostam a presença do Amarelo. “Ele se comporta, não atrapalha nada. Ele se comporta melhor que muita gente”, comenta a estudante do 7º ano Maria Rita da Costa. “Ele é um cachorro bem querido por aqui. Aqui todo mundo gosta do Amarelo”, completa o colega Vinicius Lopes.


 A saúde, porém, já não é mais a mesma. Em 2016, Amarelo precisou de um tratamento veterinário, que foi pago com dinheiro de uma vaquinha feita pelos próprios alunos.
Atualmente, o mascote toma remédio, é vacinado e tem uma coleira no pescoço com os dados da escola. O zelo, que já era grande, ficou ainda maior.
“O Amarelo é muito especial pra nós. Ele é o mascote, ele é tudo. Quando ele estava mal, a gente ficou muito mal também”, afirma a estudante Taiele Costa Amaral, do 6º ano.


A importância é tamanha que o animal já foi até tema de concurso de talentos. O melhor desenho do Amarelo foi pintado no muro da escola. Esse envolvimento é explorado pelos professores na formação dos alunos.
“A questão do espírito da solidariedade e também que os animais merecem respeito. A gente tem conseguindo passar isso para os alunos, e isso é muito bom”, conclui o professor Miguel.

Fonte: G1 RS - RBS - 14/03/17

6 comentários:

Jorge Romano disse...

Vai ser dificil sair dessa escola um futuro adulto com má índole. A companhia de animais é sempre benéfica em todos os sentidos. Bom que o Amarelo se sinta bem, seguro e respeitado na escola. Depois que partir deixará muita saudade em todos.

Liége disse...

Bah, o que dizer de uma história como essa... Coisa mais linda... Olho encheu de água, pensando q mais escolas poderiam ter essa atitude, o que só faria bem à formação de nossas crianças. Parabéns a todos dessa escola (alunos, professores, funcionários, direção).

Veronica Santos disse...

A Escola fazendo o papel além da instrução, Educação diz respeito a valores morais também e o exercício de compaixão e respeito pelos animais é uma aprendizado.

Anônimo disse...

Para vcs verem, alunos de uma escola estadual, nem possuem uma condição financeira boa, ao contrário de muitos filhinhos de papai que se preocupam mais com a marca de suas roupas... Unindo-se em pró de uma vida fizeram mais que muito milionário por aí. Pena que as melhores oportunidades serão dadas aos privilegiados financeiramente...

Selma castanheira dos santos disse...

bons exemplos que o colégio tem feito, em prol ao bem-estar dos animais.

Victória disse...

Nossa, que caso lindo! Todos ligados por um ideal: um cão chamado Amarelo.