31/03/2017

Cachorrinhos são abandonados em mata e comovem moradores de Vitória

Pior que os cães voltaram para as mãos da dona maquetrefe que jura inocência.... Só não entendi porque a "Sociedade Protetora" citada na postagem deixou rolar.....
------------------------
Segundo a Sociedade Protetora dos Animais os casos de abandono são comuns e só na Grande Vitória existem 40 mil bichos abandonados. Quem abandona animais pode ser multado

Dezessete cachorrinhos foram abandonados em uma mata no Centro de Vitória e acabaram encontrados dentro de uma caixa de papelão por moradores. A situação comoveu a comunidade e a Sociedade Protetora dos Animais afirma que casos de abandono são frequentes na Grande Vitória. 

Foi a dona de casa Carla de Souza Gomes quem encontrou no início desta semana os filhotes famintos e abandonados. A ninhada com 17 bichinhos foi acomodada em uma calçada e a dona de casa forneceu comida e cuidados. 

“Eu só tive contato com eles na segunda-feira (27) de tarde. Eu os vi, tratei, dei leite, comprei ração e fui mantendo eles até agora. Eles estavam abandonados na mata desde o final de semana. Eles são seres vivos, eles sentem fome, dor e sentem frio como a gente. É muito sofrido a gente presenciar uma cena dessa”.

A dona de casa explicou que não tem condições de cuidar dos filhotes e, por isso, entrou em contato com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Vitória para fazer o recolhimento dos animais, mas afirmou que não recebeu o apoio esperado. 

“Eu escuto que eles só podem fazer a remoção se o cachorro for agressivo ou se ele estiver doente. Cachorro em situação de rua independente de ele ser novinho ou não, eles não removem”. 

Dona dos cãezinhos apareceu na tarde desta quarta-feira

Os filhotes receberam alimentação e cuidados da dona de casa até a tarde desta quarta-feira (29), quando uma mulher passou pela calçada onde eles estavam acomodados e pegou os animais. Os moradores que viram a cena informaram que a mulher é a mesma pessoa que teria deixado os filhotes na mata.

Ana Maria Mendonça é a dona dos animais abandonados, ela afirmou que pagou para uma pessoa ficar com os cachorrinhos e alega que não os abandonou. “Eu paguei o rapaz para recolher os animais para a adoção e agora descobri que os cachorros estavam aí. Eu não abandonei esses bichos, eu paguei para o rapaz doar eles”, se defendeu.

De acordo com a Sociedade Protetora dos Animais, casos como este são comuns. Só na Grande Vitória existem cerca de 40 mil bichos abandonados. Mas a entidade faz um alerta: abandonar animais é crime com pena de multa de R$ 2 mil. 

“O que torna difícil a denúncia é que tem que haver o flagrante. Se não houver o flagrante do abandono, do atropelamento o que for, infelizmente ficamos de mãos atadas”, afirmou Neida Lúcia Vaz, diretora da entidade.

A Secretaria de Saúde de Vitória, órgão responsável pelo Centro de Controle de Zoonoses, informou que esse caso se trata de maus-tratos e, por isso, não era de responsabilidade da Vigilância Ambiental em Saúde. O CCZ só recolhe animais em casos específicos de risco à saúde humana, como animais no cio e doentes. 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou que em casos de abandono de animal, é aplicada multa, que pode ser duplicada em caso de reincidência.

FONTE: folhavitoria

3 comentários:

  1. Deus de Misericórdia, os bebês voltaram para onde não deveriam voltar, quem sabe para a dona pagar de novo para o mesmo "inocente" rapaz arranjar um lugar para eles, isto é, o mesmo lugar que ele "arranjou" antes nessa novela que não vale a pena ver de novo.

    ResponderExcluir
  2. Não quero nem pensar em que fim a tal mulher deu aos filhotes!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪