13/12/2016

Pobre cão falece após dono com demência involuntariamente esquecer-se de alimentá-lo.

Meu Deus, como ele sobrevivia? Aliás, o problema do abandono do idoso é gigantesco.... Ninguem quer saber dos seus velhos.... Pena que a fonte não diz onde aconteceu o fato. Tentei achar no Google e não consegui.
------------------------
Mojo, um cão extremamente emaciado, morreu recentemente após seu dono idoso involuntariamente deixá-lo passar fome. O dono de Mojo sofre de demência e foi trancado em um quarto. O pequeno Chihuahua foi encontrado vivo, porém era tarde demais para que ele fosse salvo.

Sua morte levou à criação de uma página do Facebook, que serve como apelo para as pessoas
manifestarem-se e serem mais conscientes a respeito das coisas que estão acontecendo ao seu redor.

Mojo não foi a única vítima. E os familiares do dono? Onde estavam? Por que não estavam ajudando, não apenas uma pessoa idosa, mas também o cão? Mojo sofreu por muitos meses – ele e o seu dono haviam sido esquecidos. A pessoa que criou a página do Facebook em homenagem a Mojo desafiou todos a contatarem suas igrejas locais ou centros de atendimento a idosos.

FONTE: wamiz

4 comentários:

  1. Duas criaturas indefesas e necessitadas, abandonadas à própria sorte.
    Certas pessoas me causam nojo. Desculpem, mas acho que esse tipo de coisa, nem Deus perdoa.

    ResponderExcluir
  2. karina medaglia13/12/2016 18:42

    é bem assim mesmo, só aparecem os corvos no hora do espólio, vagabundos

    ResponderExcluir
  3. morrer dessa forma ninguém no mundo deveria merecer tamanha dor e desespero.. só de pensar me causa um sofrimento.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪