06/10/2016

Estresse leva a vários casos de suicídio de médicos veterinários

Esta matéria retrata uma realidade de Portugal. Será que aqui no Brasil, o bicho pega? eu só conheço um caso. Foi lá em SP. Só que a pessoa se suicidou e por acaso era veterinária. Acho que a profissão não tinha nada ver.... Já tomei conhecimento de 4 suicídios de protetores, mas, de vets só este caso.
------------------------
Bastonário realça que "os veterinários são muitas vezes psicólogos"

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários revelou hoje que vários veterinários já se suicidaram em Portugal, sendo esta uma profissão que alguns estudos identificam como tendo uma taxa de suicídios superior à população geral e a outras profissões da saúde.

No Dia Mundial do Animal, o Jorge Cid disse à agência Lusa que os casos de suicídio nesta
profissão "não são um nem dois".

"É uma profissão extremamente estressante", disse o bastonário, recordando algumas das pressões a que estes profissionais estão sujeitos: "Quem faz inspeção pode sofrer pressões ao nível de alguns agentes econômicos" e quem faz clínica, nomeadamente de animais de companhia, "lida muitas vezes com a morte, com um grande desgosto das pessoas".

"As pessoas colocam em nós uma carga grande, a qual às vezes temos dificuldade em ultrapassar", acrescentou.

"Se soubessem a realidade, os ordenados e a precariedade, muitas pessoas não entrariam na profissão"

Segundo Jorge Cid, os veterinários são muitas vezes psicólogos. "As pessoas desabafam connosco. Há casos extremos, em que sabemos que aquele animal é a única companhia da pessoa -- e há imensos casos - e desenvolve-se ali uma grande carga psicológica" quando o animal sofre uma doença crônica que o vai provavelmente matar.

O bastonário explicou que estes profissionais são muitas vezes chamados a resolver situações, para as quais não têm meios.

"Tudo isto causa alguma depressão e que pode eventualmente, dado o alto estresse, levar a pessoa a suicidar-se", afirmou.

Outra situação causadora de estresse é o conhecimento de casos de maus tratos, que não poucas vezes acabam nos consultórios.

"Há uma panóplia de situações que são extremamente difíceis e a pessoa tem que ter uma grande estrutura física e moral para as aguentar", disse, concluindo que este é ainda "um trabalho mal remunerado".

Um estudo elaborado por David Bartram, do Grupo de Saúde Mental da Universidade de Southampton School of Medicine (Inglaterra), concluiu que os médicos veterinários têm uma taxa de suicídio quatro vezes superior à população geral e duas vezes superior a outras profissões.

Em Portugal, o veterinário e especialista europeu do comportamento animal Gonçalo Pereira coordenou um estudo, envolvendo cerca de um quarto dos profissionais, sobre a ansiedade, estresse, depressão desgaste profissional e satisfação com a vida que confirma estes valores "preocupantes".

"Somos uma classe que não está sequer preparada para identificar os sinais de depressão e de desgaste profissional", disse.

Segundo Gonçalo Pereira, ao nível dos veterinários de animais de companhia, são os especialistas em oncologia e comportamento animal os que têm menos satisfação com a vida, "talvez por serem as áreas mais frustrantes devido ao final de muitos dos casos".

"Os níveis de ansiedade, de estresse e de pressão da classe estão muito elevados", adiantou.

FONTE: dn.pt

2 comentários:

  1. Não se trata apenas de um trabalho mal remunerado. A maioria das pessoas que estudam veterinária o faz por amor aos animais, se fosse apenas por dinheiro, estudariam para ganhar com cirurgia plástica. Em Portugal a crise europeia tem feito muitos donos abandonarem seus bichos de estimação e até mandarem sacrificá-los para que não sofram nas ruas. Um médico veterinário deseja salvar vidas e não tirar! Isso é deprimente e nenhuma doença é tão nociva quanto a depressão, pois ela mata o espírito, mata a alma.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪