27/10/2016

Algumas notícias e ações para fazermos sobre as vaquejadas

Estamos atualizando as informações sobre a repercussão da manifestação do dia 25 feita pelos exploradores de animais lá em Brasília. Acompanhe ossas postagnes anteriores AQUI.
--------------------
1 - Só queria lembrar a todos que Jari Bolsonaro é a favor da caça. Confiram AQUI nossas postagens a respeito. Portanto, nada a estranhar seu apoio sendo ele da "Bancada da Bala" do Congresso.

Jair Bolsonaro discursa no ato em favor da Vaquejada, em Brasília-DF.


2 - Vaquejistas esperam acórdão para avaliar recurso

3 - VOTAR em Consulta Pública.... Sem falta!!!!!!

a) PEC 50/2016 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO nº 50 de 2016   
Autoria Senador Otto Alencar
Ementa
Acrescenta o § 7º ao art. 225 da Constituição Federal, para permitir a realização das manifestações culturais registradas como patrimônio cultural brasileiro que não atentem contra o bem-estar animal.
CLIQUE AQUI para votar


b) PLS 378/2016 - PROJETO DE LEI DO SENADO nº 378 de 2016
Autoria Senador Eunício Oliveira
Ementa
Dispõe sobre a prática esportiva da vaquejada.
CLIQUE AQUI para votar


c) PLS 377/2016 - PROJETO DE LEI DO SENADO nº 377 de 2016
Autoria Senador Raimundo Lira
Ementa
Reconhece a Vaquejada como manifestação da Cultura Nacional.
CLIQUE AQUI para votar


d) PLC 24/2016 - PROJETO DE LEI DA CÂMARA nº 24 de 2016
Autoria Deputado Capitão Augusto
Ementa
Eleva o Rodeio, a Vaquejada, bem como as respectivas expressões artístico-culturais, à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial.
CLIQUE AQUI para votar

========================

4 - From: emacgregor
Sent: Wednesday, October 26, 2016 10:45 AM
To: afiliadas_do_fnpda@yahoogrupos.com.br
Subject: CfMV

Por favor entrem na página do Conselho Federal de Medicina Veterinária. Como se manifestaram ontem na Audiência contra a vaquejada tem muita crítica (creio até que de vets que trabalham para rodeios e vaquejadas) .  Vamos TODOS deixar mensagens de apoio no www.cfmv.org.br 
O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA (CFMV), representado pela Prof. Dra. Carla Molento da Comissão de Ética, Bioética e Bem estar Animal do CFMV DECLARA-SE CONTRÁRIO A PRÁTICA DA VAQUEJADA EM FUNÇÃO DA INTRÍNSECA LIGAÇÃO COM MAUS TRATOS AOS ANIMAIS!!!!!!!
Elizabeth


========================

6 - ENQUETE: Qual sua opinião sobre a vaquejada?

7 - ENQUETE: Para você o rodeio deve ser proibido assim como a vaquejada? (vote urgente)

========================
8 - Alexia Dechamps rebate acusação de deputado: 'Postura oportunista' (vide vídeo que publicamos ontem)

9 - Posicionamento CFMV sobre vaquejadas

26 de outubro de 2016

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) manifesta seu posicionamento contrário às práticas realizadas para entretenimento que resultem em sofrimento aos animais.

De acordo com a Comissão de Ética, Bioética e Bem-estar Animal (Cebea/CFMV), o termo sofrimento se refere a questões físicas tais como ferimentos, contusões ou fraturas, e a questões psicológicas, como imposição de situações que gerem medo, angústia ou pavor, entre outros sentimentos negativos.

O posicionamento contrário às vaquejadas foi apresentado nesta terça-feira (25/10), em audiência na Câmara dos Deputados pela médica veterinária e presidente da Cebea/CFMV, Carla Molento.

“O Conselho Federal de Medicina Veterinária, após longa discussão, deliberou pela posição contrária à prática de vaquejada em função de sua intrínseca relação com maus-tratos aos animais”, disse.

Foto: Ascom/CFMV

A audiência reuniu as comissões do Esporte e de Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados.

A apresentação de cada palestrante aos parlamentares tinha tempo inicialmente previsto de quinze minutos. No entanto, diante do grande número de inscritos, houve a decisão para que cada expositor falasse pelo tempo máximo de cinco minutos, o que, de certa forma, prejudicou a apresentação dos argumentos.

O posicionamento expressa a preocupação que Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) mantém em relação ao tratamento adequado aos animais e à criminalidade dos maus-tratos, em consonância com os valores do CFMV: Justiça, Comprometimento, Efetividade, Cooperação, Inovação, Bem-estar único e Saúde Única.

De acordo com a Comissão de Ética, Bioética e Bem-estar Animal do CFMV, o gesto brusco de tracionar violentamente o animal pelo rabo pode causar luxação das vértebras, ruptura de ligamentos e de vasos sanguíneos, estabelecendo lesões traumáticas com o comprometimento, inclusive, da medula espinhal.

A Instrução Normativa 03/2000 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) considera inadequados atos como arrastar, acuar, excitar, maltratar, espancar, agredir ou erguer animais pelas patas, chifres, pelos ou cauda. Ressalta-se a afirmação explicita de não ser permitido erguer animais pela cauda, o que é exatamente o ponto central na vaquejada, com o agravante de que na vaquejada o animal encontra-se em rápida movimentação.

“Dessa forma, não encontramos justificativas para que os praticantes de vaquejada realizem atos considerados inadequados e não permitidos pelo Mapa, ainda que em outra situação. Tal ausência de justificativa aparece, em especial, porque tal outra situação se refere a uma prática de lazer dentre inúmeras outras e, assim, de importância menor se comparada à produção de alimentos”, diz o parecer.

De acordo com a Cebea/CFMV, a queda violenta ocasionada durante a vaquejada pode resultar em contusões na musculatura do animal e lesões aos órgãos internos.

A Comissão ressalta ainda que, por ser um animal de pastoreio, presa frequente de carnívoros na natureza, o sentido dos bovinos foi desenvolvido para rápida percepção de fuga e predadores, sendo esse o comportamento da espécie quando diante de riscos.

“O impedimento de fuga de uma ameaça exacerba reações límbicas de ansiedade, medo e desespero. Ainda que o sofrimento físico pudesse ser evitado, a exposição de um animal a uma situação tida por toda a história evolutiva de sua espécie, como a mais grave ameaça à vida, negando ao indivíduo a possibilidade de fuga e acumulando o desconforto visual e auditivo, confirma o sofrimento emocional a que os bovinos são expostos em uma vaquejada”, afirma o parecer.

Assessoria de Comunicação do CFMV

RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪